Anúncio Black Friday na Insider: descontos exclusivos na máscara antiviral

Bloco de notas 20#35: LGPD começa a valer — e já tem ação civil pública com base nela

🗞 Notícias

As cinco notícias de tecnologia mais importantes dos últimos sete dias. Quer mais? Siga o site no Telegram e no Twitter para receber notas de tecnologia todos os dias.

LGPD neles. A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) começou a valer na última sexta-feira (18), após o Senado derrubar o trecho de uma MP do governo federal que adiava a entrada em vigor da lei, sem a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD) constituída. Nesta semana, o Ministério Público do Distrito Federal e Territórios ajuizou a primeira ação civil pública com base na LGPD. É contra a empresa Infortexto LTDA, sediada em Belo Horizonte (MG), acusada de vender bancos de dados de cidadãos brasileiros sem autorização. O site indicado na ação está “em manutenção”. [Folha, MPDFT]

Não venha de zap. WhatsApp e TSE firmaram uma parceria para as eleições municipais no Brasil. O WhatsApp terá dois canais, um de informações à população e outro de denúncias de irregularidades para uso da Justiça. Além disso, um pacote de figurinhas temáticas será lançado. A entrevista é uma oportunidade para conhecer Dario Durigan, o jovem (36 anos) diretor de políticas públicas para o WhatsApp no Brasil. [Folha]

Fim da greve. Os sindicatos de trabalhadores dos Correios acataram a decisão do TST publicada na terça (22) e, com isso, encerraram a greve iniciada em 18/8. O TST concedeu reajuste de 2,6% e a manutenção de 29 cláusulas do acordo coletivo da categoria. [Folha]

A vez do Xbox. Depois da Sony, foi a vez da Microsoft revelar os preços dos seus novos video games no Brasil. Por aqui, o Xbox Series X, com leitor de discos e suporte à resolução 4K, custará R$ 5 mil — mesmo preço do PlayStation 5 com leitor de discos. O Xbox Series S, sem leitor de discos e resolução máxima de 1440p, sairá por R$ 3 mil. Ambos serão lançados no país em novembro. [@XboxBR/Twitter]

Ilustração com uma mãozinha depositando uma moeda em uma caixa com o logo do Manual do Usuário em uma das faces, segurada por dois pares de mãos. Ao redor, moedas com um cifrão no meio flutuando. Fundo alaranjado.

Apoie o Manual do Usuário.
Você ajuda a manter o projeto no ar e ainda recebe recompensas exclusivas. Saiba mais »

Emojis de 2021. Devido à pandemia, o pacote de novos emojis de 2021 (versão 13.1) será menor que o usual. São três novos emojis amarelos, novos rostos com barba, coração remendado e pegando fogo e dezenas de variações de casais. Eles devem chegar aos sistemas só em 2021. [Emojipedia, em inglês]


🤔 Dicas e curiosidades

Um dos sites mais agradáveis de se visitar da internet é o da Wikipédia. É leve, rápido e sem distrações. Apesar disso, a Wikipédia passará por uma reformulação visual, a primeira dos últimos dez anos. As mudanças propostas são sutis, e pelo menos uma delas é muito bem-vinda: limitar a largura da coluna de texto em telas grandes — vários estudos (e a minha experiência pessoal) demonstram que linhas de texto compridas atrapalham a concentração. A previsão é de que a implementação termine em 2021, a tempo para as comemorações dos 20 anos da enciclopédia online. [Wikipedia, em inglês]

A Microsoft descobriu que aquela meia horinha (ou mais) do deslocamento de casa para o trabalho e vice-versa aumenta a produtividade do trabalhador em 12–15%. Por isso, anunciou que implantará no Microsoft Teams, sua solução de colaboração profissional, o “trajeto para o trabalho virtual”, dois blocos de horário, no começo e fim do expediente, que os funcionários que estejam trabalhando de casa poderão reservar para simular a (des)compressão que tinham no deslocamento físico. Como disse um leitor, a nossa sorte é que “entretenimento”, “descanso” e “reflexão” aumentam a produtividade, caso contrário não existiriam faz tempo. [VentureBeat, em inglês]

Chamaram muita atenção, no Twitter, os testes que usuários fizeram com o algoritmo que recorta imagens para mostrá-las na prévia das mensagens publicadas na plataforma. Eles descobriram que, quando há duas ou mais pessoas na imagem, o algoritmo destaca a de pele clara. O Twitter desculpou-se e disse que está investigando esse viés racista na rede neural responsável por fazer os recortes automaticamente. [O Globo]

Para ficar atento: estelionatários estão se aproveitando das campanhas de pré-cadastro do Pix, novo sistema de pagamentos instantâneos do Brasil, para roubar senhas bancárias e dados pessoais. Se for fazer o pré-cadastro, vá direto ao app ou site do seu banco e não clique em links recebidos por e-mail. Esta matéria do Manual explica o que é o pré-cadastro do Pix. [Kaspersky]

O site de tecnologia The Markup criou a Blacklight, uma ferramenta simples que identifica rastreadores e outras tecnologias hostis à privacidade em qualquer site. Basta indicar o endereço e ela devolve um relatório mostrando quantas e quais tecnologias ruins o site submete seus visitantes. Pode testar com o Manual; a gente se garante 😎. [Blacklight, em inglês]


Se você curtiu este Bloco de notas, assine a newsletter gratuitamente para recebê-la direto no seu e-mail:


Edição 20#35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!