Anúncio15% de desconto na Insider com o cupom MANUALDOUSUARIO15

Notinhas

Comentários, links e vídeos diários.

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

O pessoal do Basecamp está testando uma novidade: o Hey World, um sistema de blogs baseado no Hey, o serviço de e-mail pago que eles lançaram em 2020. Basta escrever o post dentro do Hey e enviá-lo para um endereço de e-mail especial e pronto, o texto será publicado em um site simples e leve. No momento, funcionários do Basecamp estão testando o recurso; se tudo correr bem, ele será liberado a todos os usuários do Hey. Via @jason/Hey World.

O Hey World lembra muito o Posterous, vendido ao Twitter em 2012 e fechado logo em seguida, e o Posthaven, seu sucessor espiritual. Escreva um e-mail, publique na web. Tomara que isso cole.

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Toda quinta, na newsletter do Manual (cadastre-se gratuitamente), indico leituras longas/de fôlego (artigos, reportagens, ensaios) publicadas em outros sites.

Seria o máximo se esse trabalho fosse colaborativo, feito com a sua ajuda.

Indique nos comentários uma leitura longa da última semana, relacionada aos temas que costumam aparecer aqui no site, que você acha que deveria ser lida por mais gente. Vale em português ou inglês.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

O Nubank, apesar de ser todo moderninho, até hoje resistia à integração com carteiras digitais de celulares, como Apple Pay e Google Pay. Parece que isso mudou. Nesta terça (23), a fintech liberou a integração dos seus cartões de crédito ou débito ao Google Pay, o que permite que usuários de celulares Android elegíveis façam pagamentos com o cartão apenas aproximando o celular das maquininhas. Via Nubank.

O Telegram, por padrão, notifica o usuário quando algum contato dele ingressa no aplicativo. Não é todo mundo que gosta disso. Para desativar essa notificação, entre nas configurações do app, depois na área Notificações e Sons, e desmarque o seletor Novos Contatos.

Até o fim do ano, o Spotify HiFi, plano com músicas em alta qualidade (ou “qualidade de CD”, ou ainda “lossless”, ou seja, sem perdas decorrentes da compressão de arquivos), estará disponível. O Spotify não divulgou preços nem em quais “mercados selecionados” o HiFi será disponibilizado, porém. Via Spotify (em inglês).

Embora o Spotify afirme que músicas de alta qualidade sejam o recurso mais pedido pelos usuários, considere que poucos ouvidos são capazes de perceber diferenças entre o padrão atual e as versões “lossless”, e que mesmo aos mais sensíveis é necessário um equipamento de ponta (leia-se: caro) para usufruir da experiência. Para quem quiser testar já, Tidal e Deezer oferecem planos do tipo.

Não durou uma semana o bloqueio a notícias na Austrália promovido pelo Facebook, medida imposta na última quarta (17) em retaliação a um projeto de lei que obriga as plataformas de tecnologia a pagarem publicações jornalísticas pelo seu conteúdo e links. O governo australiano emendou a lei e o Facebook, satisfeito com as mudanças, disse que as notícias serão restauradas “nos próximos dias”. Via Folha, Governo da Austrália (em inglês).

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

Insider oferece 15% de desconto aos leitores do Manual em suas roupas tecnológicas

Oferecimento:
Insider

A campanha de vacinação contra a COVID-19 já começou, mas ainda não é a hora de baixar a guarda, ou seja, devemos continuar seguindo os protocolos recomendados pelos órgãos de saúde. A Insider entende que não é preciso abrir mão de conforto, qualidade e funcionalidades para se proteger — e tem cupom de desconto especial para os leitores do Manual do Usuário.

A Insider usa tecnologia têxtil para criar produtos funcionais. Fazendo jus a essa premissa, foi a primeira marca do Brasil a desenvolver produtos com tecnologia antiviral, como máscaras e camisetas. Com estudos realizados pela Unicamp e testado conforme a norma internacional ISO 18184, os produtos antivirais desativam 99,9% de vírus e bactérias em até 5 minutos.

Além desses, a Insider também oferece outros produtos essenciais, como as linhas underwear masculina e feminina (com ação antibacteriana) e as t-shirts antissuor e antiodor.

Muito antes da pandemia evidenciar as vantagens do ambiente virtual para o varejo, a Insider já era totalmente online. Ela nasceu no digital e não pretende sair desse formato.

Visite a Insider e conheça seus produtos. A loja criou um cupom exclusivo, de 15% de desconto para toda a loja, sem valor mínimo, especialmente para os leitores do Manual: MANUALDOUSUARIO15. Aproveite!

Na sexta (18), a Suprema Corte do Reino Unido decidiu que motoristas da Uber têm direitos trabalhistas, como salário mínimo e férias remuneradas. (Por lá, existe ainda a figura do funcionário, que é distinta e tem mais direitos, como licença maternidade e contestar demissões.) A Uber diz que a decisão só se aplica aos dois motoristas que moveram a ação julgada, em 2016, mas o precedente deve afetá-la e a outras plataformas de bicos no país. Via G1, The Guardian (em inglês).

O WhatsApp retomou os esforços públicos para passar a nova política de privacidade junto aos usuários. Em um post publicado na última sexta (18), a empresa informou que está usando o Status (os stories dentro do WhatsApp) para comunicar novidades e seus princípios diretamente aos usuários, e que esse “é o primeiro passo de muitos outros que virão para que possamos nos comunicar com ainda mais clareza com todos”. Um desses passos deve ser uma tela reformulada, mais simples, sobre a nova política de privacidade — o WABetaInfo encontrou-o numa versão beta. Via WhatsApp, WABetaInfo (em inglês).

Uma atualização na documentação do WhatsApp informa o que acontecerá a partir de 15 de maio com aqueles que não aceitarem a nova política de privacidade. Em resumo, “[p]or um curto período, você ainda poderá receber chamadas e notificações, mas não poderá ler nem enviar mensagens pelo app”. Via WhatsApp.

Para entender o que de fato muda com a nova política de privacidade do WhatsApp, leia isto.

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

E-mails internos do Facebook revelados pela Justiça dos Estados Unidos mostraram que o chamado “potencial de alcance” dos anúncios em sua plataforma, uma métrica exibida quando os anunciantes estão configurando seus anúncios e que é determinante na decisão do valor a ser investido, estava “profundamente errada”. A direção do Facebook soube do erro por anos e quando uma correção foi proposta por um gerente de produtos, rejeitou-a porque o “impacto no faturamento” do Facebook seria “significativo”. Via @jason_kint/Twitter, Financial Times (em inglês, com paywall).

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!