Anúncio Black Friday na Insider: descontos exclusivos na máscara antiviral

O escritório em casa da professora e pesquisadora Paloma Santos

Mesa clara, com um MacBook Air em um suporte, teclado e mouse, quadro branco com anotações e outros objetos espalhados.

Durante a pandemia do SARS-CoV-2, o novo coronavírus, a seção de mochilas será convertida em escritórios domésticos. Faz mais sentido, certo? Vale para os recém-chegados ao home office e para quem já está nessa há tempos. Mande o seu seguindo estas instruções. Todo o texto abaixo é de autoria da Paloma.


Sou Paloma Santos, recifense morando em Salvador (BA), professora e pesquisadora no Instituto de Química da Universidade Federal da Bahia. Minha principal área de estudo é Educação em Química e Relações Étnico-Raciais e nunca trabalhei exclusivamente em home office — a rotina de uma professora é cheia de pessoas por todos os lados.

Desde o início da pandemia, as aulas presenciais foram suspensas e o semestre letivo suplementar teve início no mês de setembro. As aulas presenciais são uma parte pequena (e muito importante, sinto saudades) das atividades de uma professora, e segui tendo reuniões de departamento, reuniões com o grupo de pesquisa, elaboração de pareceres, organização de pesquisa com bolsistas, escrita de artigos, planejamentos e estudo diário. Sinto muita falta da interação e socialização na universidade. Para o remoto, tive que otimizar minha estação de trabalho e adaptar às aulas online e ela hoje está assim:

Foto da mesa dela, afastada, exibindo a cadeira e uma lixeira pequena embaixo da mesa.
Foto: Arquivo pessoal.
  • Mesa Tok&Stok. Um modelo bem antigo, mas que é suficiente para as horas de trabalho.
  • MacBook Air (2017). Após uma vida usando Windows, estou satisfeita com o MacBook pela leveza e rapidez. Tela inicial bagunçada e cheia de artigos salvos e não lidos.
  • Suporte para notebook Kingo. Para aumentar a ergonomia, adquiri este suporte que está ajudando a ter um trabalho mais concentrado, já que, agora com o notebook fixo, não trabalho mais na cama.
  • Teclado Magic Keyboard. Comprado recentemente junto com o suporte. Apesar do preço, é um dos melhores teclados que já usei e não pretendo mais ficar sem. Muito boa a integração com o MacBook, leveza e ergonomia para quem escreve muito.
  • Mouse Logitech M170. Estava satisfeita com o trackpad do MacBook, mas agora fixando um local, comprei um mouse. É o mais barato da Logitech e me atende bem.
  • Galaxy Tab S3. Durante as aulas uso como segunda tela para acompanhar a transmissão e ler o chat. No dia a dia uso para ler quadrinhos, PDFs e consumir conteúdo. A bateria ainda segue firme, mas pretendo atualizar para um Tab S7 quando o preço melhorar.
  • Caderno Moleskine pontado. Todos os compromissos estão marcados na Google Agenda, mas há anos uso um caderno como bullet journal, que, para mim, é o melhor método de organização que existe. Além das atividades diárias, desenhos, ideias para textos e pessoalidades estão aqui.
  • Caixinha de som JBL Go. Antiga e ótima, geralmente é ligada para uma musiquinha ambiente nos almoços de domingo.
  • Headphone AKG Y500. Uso para ouvir podcasts, assistir a vídeoaulas e ouvir música. Adquiri durante a pandemia porque, por questões de saúde, não posso usar headphones com concha aberta ou fones intra-auriculares. Tem excelente som, bluetooth com boa conexão e duração de bateria. Nunca testei os microfones durante as aulas.
  • Fone JBL T205. São os fones para usar nas aulas e chamadas de vídeo. Tem bom microfone e foi minha escolha por não ser intra-auricular. Em breve pretendo comprar os Galaxy Buds Live, que poderei usar também para fazer exercícios.
  • Quadro para planejamento mensal Cotiarte (35×35 mm). Garante a visualização mais imediata dos compromissos. Divido as atividades por cores.
  • Fidget Cube. Para apertar enquanto leio. Tenho sempre um na mesa e na mochila.
  • Cadeira de escritório Etna. A mais barata da loja e muito barulhenta e frágil. Não é confortável e vai ser o próximo item a ser atualizado.
  • Tripé Gorila Shield. Está escondido embaixo do notebook. Usado nas gravações das aulas.
  • Galaxy Note 9. Não aparece, usei para fazer as fotos. Excelente telefone e útil para o trabalho, especialmente pela canetinha. Não pretendo trocar agora, mas já estou de olho no Galaxy Note 20 Ultra no futuro.

Ano passado quis eliminar muitos gadgets da vida e usar apenas o notebook, já que tenho um escritório mais completo na universidade, mas agora penso que tenho um local em casa suficiente para aulas e pesquisas nesse período.

Ilustração com uma mãozinha depositando uma moeda em uma caixa com o logo do Manual do Usuário em uma das faces, segurada por dois pares de mãos. Ao redor, moedas com um cifrão no meio flutuando. Fundo alaranjado.

Apoie o Manual do Usuário.
Você ajuda a manter o projeto no ar e ainda recebe recompensas exclusivas. Saiba mais »

Vista lateral da mesa da Paloma.
Foto: Arquivo pessoal.

Edição 20#35

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 comentários

  1. Que organizado! Já me deu vontade de voltar a usar o bullet, mas preciso me controlar porque mudo de sistema de organização toda semana. 🙄

    Adorei o quadro mensal também. Super escritório, adorei. Sucesso nas pesquisas, Paloma.

    1. Também mudei bastante, Ana. Usei planners diversos, mas bullet me organiza demais. Muito obrigada, adoro essa seção, é sempre divertido <3

  2. Adorei o escritório :)
    Uma curiosidade: esse fidget cube funciona mesmo? Não conhecia e fiquei interessado.

    1. Sim, funciona bem. Principalmente naquela primeira fase da leitura que o texto não engata, sabe? Ou quando vejo algum vídeo e sinto necessidade de apertar algo. Serve bem pra pessoas ansiosas

  3. Adorei o seu escritório. Achei o melhor desse mês, tanto pelos equipamentos, quanto pela organização, parabéns!
    Também tenho uma mesa da Tok&Stok com tampo de vidro, realmente vale a pena pela qualidade do produto, a minha já tem uns 4 anos e está super nova.
    Curti a indicação do suporte, estou precisando de um aqui em casa pro note.

    1. Obrigada, Arethusa. É bem boa mesmo, essa aqui tem mais ou menos a idade da sua e vai durar bastante ainda.

  4. Legal ver uma professora por aqui. Também sou professor e estou enrolando pra mandar meu espaço de trabalho durante a pandemia…

    Pergunta: você grava as aulas com o celular no tripé? O microfone é o embutido no fone de ouvido?

    1. Oi João, manda o seu também, gosto demais de ver espaços de trabalho de professoras e professores.

      Gravo direto na webcam do notebook (que é bem ruim) e o fone da JBL tem um microfone bom. O telefone eu espelho com um aplicativo pra escrever na tela ou com o jamboard. O tripé é só pro telefone também, mas uso naquelas reuniões em que não preciso digitar.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!