Etc

Bloco de notas 20#26: Todos querem a Oi

Uma curadoria semanal de notícias, curiosidades e esquisitices da tecnologia pessoal.


🗞 Notícias

Claro, TIM e Vivo apresentaram uma oferta vinculante de compra da Oi Móvel. Não informaram um valor; a Oi disse, anteriormente, que venderia sua divisão móvel por no mínimo R$ 15 bilhões. Se a proposta for aceita, as operadoras dividirão os ativos. A Algar corre por fora e tem um trunfo na disputa: não ter o negócio barrado pelo CADE, o que pode ocorrer caso o trio de rivais vença a disputa. Nesta quinta, porém, a Oi informou que entrará em conversas exclusivas com a Highline; ela fez “a melhor oferta vinculante acima do preço mínimo estabelecido”. [Teletime, Folha, Brazil Journal]

As investigações do grande ataque hacker que perfis famosos do Twitter sofreram semana passada continuam. Segundo o perfil do suporte da rede social, 130 perfis foram afetados pelo ataque; 45 tiveram tuítes publicados pelos hackers; 8 (nenhum verificado) tiveram todos os dados baixados; e 36 daquelas contas, incluindo uma autoridade eleita da Holanda, tiveram suas mensagens diretas (DMs) acessadas. [@TwitterSupport/Twitter, em inglês]

A novela da entrada em vigor da LGPD no Brasil ainda não terminou, mas o Facebook se antecipou e já começou a pedir permissão aos usuários do país para continuar coletando seus dados pessoais. O comunicado oficial não especifica quais dados nem como eles serão requisitados. O processo, que abrange o Instagram também, começou na última segunda-feira (20). [Facebook]

O Twitter fechou o cerco contra propagadores da QAnon, uma teoria da conspiração de grupos de direita norte-americanos. A rede social excluiu 7 mil perfis associados a ela e informou que bloqueará URLs e não exibirá mais termos relacionados em trending topics e recomendações. [NBC News, em inglês]

Nesta segunda (20), Jeff Bezos, o véio da Havan da gringa, CEO da Amazon e pessoa mais rica do mundo, ficou US$ 13 bilhões mais rico graças a uma disparada de 7,9% no valor das ações da Amazon. Foi o maior salto em uma fortuna já registrado em apenas um dia. [Bloomberg, em inglês]


📱 Apps

Sete soluções de VPN de Hong Kong, que afirmavam não guardar relatórios de uso, vazaram 1,2 TB de dados desses relatórios (que não deveriam existir) e pessoais dos seus usuários. Sempre bom relembrar a matéria sobre VPNs que saiu no Manual no final de 2019. [The Register, em inglês]

O Twitter anunciou uma nova API que, além de facilitar o trabalho de pesquisadores, permitirá que recursos como enquetes sejam integrados a clientes alternativos. Ainda há poucos detalhes. Paul Haddad, do Tweetbot, se disse “cautelosamente otimista”. [Twitter, @tapbot_paul/Twitter, em inglês]

O Spotify agora tem podcasts em vídeo. Por ora, apenas alguns parceiros, todos falantes do inglês, oferecem o recurso. Os vídeos estão disponíveis a usuários gratuitos e pagantes. Um detalhe legal é que quando o app está em segundo plano, o áudio continua tocando, sem interrupções. [Spotify, em inglês]

O Thunderbird 78 chegou cheio de novidades: novos layouts na janela de composição de mensagens e de configuração de contas, modo escuro e integração dos add-ons de agenda, tarefas e (no Windows) minimizar para a bandeja. A versão 78.2, que deve chegar logo, trará suporte nativo ao OpenPGP (criptografia de ponta a ponta). [Thunderbird, em inglês]

Em um textão, o líder de design do Office na Microsoft mostrou o futuro visual de Word e cia. Saem os zilhões de ícones das interfaces dos apps, entram uma barra contextual, outra de pesquisa e muito espaço para respiro. Aos curiosos, ainda há pouca coisa concreta para se ver. As mudanças mais significativas deverão começar a aparecer nos apps daqui a 1–2 anos. [Medium, em inglês]

Worms Armageddon, de 1999, recebeu uma grande atualização cheia de novidades. O Patch 3.8 levou 7 anos (!) para ficar pronto e contempla 370 correções, 45 mudanças e 61 novos recursos. Não é todo dia que um jogo de 21 anos (!!) recebe tal tratamento. [Steam, em inglês]


💡 Dicas e curiosidades

Dois prints da tela de bateria do macOS Big Sur, um do primeiro beta, outro do terceiro, mostrando a diferença do ícone de bateria.
Print da direita: @LelloucheNico/Twitter.

Respiremos aliviados: a Apple mudou o ícone pavoroso de bateria no beta 3 do macOS Big Sur. Adeus, mamadeira radioativa. [@LelloucheNico/Twitter]

O site WindowSnap permite que você olhe pela janela de casas e apartamentos ao redor do mundo. Deixe-o aberto em tela cheia e aprecie uma vista diferente, para variar um pouco. [WindowSnap]

Duas fotos lado a lado, uma frontal e outra das costas, da Embody Gaming Chair, cadeira gamer da Herman Miller.
Foto: Herman Miller/Divulgação.

A Herman Miller juntou-se à Logitech para criar a (primeira?) cadeira gamer bonita (a da foto acima). O resultado é uma versão modificada da icônica Embody, com detalhes em azul, “assento para jogos aprimorado” e que não esquenta as nádegas. Lá fora, por US$ 1,5 mil. [Herman Miller, em inglês]

O GitHub enterrou, no gelo do Ártico, 21 TB de repositórios públicos gravados em 186 rolos de filme da Piql a fim de preservá-los por 1 mil anos. Até meu humilde blogzinho pessoal, publicado no GitHub Pages, entrou nessa — quem colaborou com o backup para a posteridade ganhou um selo em seu perfil no GitHub. [GitHub, em inglês]

Em julho, mais da metade da humanidade passou a usar redes sociais. Precisamente, segundo este levantamento da We Are Social e Hootsuite, 3,96 bilhões de pessoas, ou 51% dos seres humanos vivos. A internet está presente nas vidas de 4,57 bilhões de pessoas, ou 59% de todos nós. [DataReportal, em inglês]

Para vencer a procrastinação, Margaret Atwood evita redes sociais. Não só isso, mas ajuda um bocado desviar dessa distração. A autora de O conto da aia, que sempre se apresentou como uma procrastinadora, dá outras dicas no texto. E eu, deixo mais uma, que já repeti várias vezes, pois boa demais: use o Twitter em apps de terceiros, faça uma lista com poucos perfis de quem você não queira perder nada e foque nela. Aqui, essa estratégia melhorou muito a minha relação com o Twitter. [El País]


Se você curtiu este Bloco de notas, assine gratuitamente a newsletter do blog para recebê-la semana que vem, gratuitamente, direto no seu e-mail:


A melhor maneira de acompanhar o site é a newsletter gratuita (toda quinta-feira, cancele quando quiser):

Acompanhe também nas redes sociais:

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários

  1. Empresa de telefonia pública?! É sério isso?! Você já era nascido antes da privatização? E mesmo depois, não sabe que ela se meteu no buraco em que se encontra pelas mãos de políticos?

  2. Dois comentários:

    – Sinceramente preferiria ver a Oi voltar a ser uma uma empresa pública (Embratel / Telebrás). Seria interessante ver como as pessoas reagiriam a uma empresa de telecomunicações pública. (E também como a própria reagiria).

    – Caiu a ficha que “Worms” é filho do “Bang! Bang!” do Windows 3.1, e provavelmente pai do “Angry Birds”. E 21 anos para uma atualização é tipo falar “olha, deixe-me ver se raspo mais um pouquinho do tacho dos direitos autorais”.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!