Estilo de vida

O escritório em casa de David Lopes

Mesa de trabalho em casa do David Lopes.

Durante a pandemia do SARS-CoV-2, o novo coronavírus, a seção de mochilas será convertida em escritórios domésticos. Faz mais sentido, certo? Vale para os recém-chegados ao home office e para quem já está nessa há tempos. Mande o seu seguindo estas instruções. Todo o texto abaixo é de autoria do David.


Meu nome é David Franco Lopes, nasci e trabalho em Belém (PA). Sou pai de duas crianças maravilhosas, casado há 18 anos, fotógrafo amador, ciclista inveterado (mas que não passa dos 100 km), maestro voluntário de um coral infanto-juvenil, tech geek e engenheiro de saneamento (o correto é sanitarista, mas quase ninguém entende).

Atuo como pesquisador em geociências no Serviço Geológico do Brasil (antiga CPRM), onde fazemos o monitoramento hidrológico da parte oriental da Amazônia (Pará, Amapá e Oeste do Maranhão). Em minha atividade específica, realizamos medições da quantidade de água que passa nos rios (vazão), a qualidade da água e os sedimentos. Os dados de nível do rio e a chuva que cai são registrados e enviados via satélite.

Atualmente, gerencio o alerta de cheia do Rio Xingu, que pode atingir a cidade de Altamira (PA), principalmente. Estamos de “home office” há duas semanas. As reunióes são desenvolvidas em video-confereëncia, os dados são acompanhados no site (gestorpcd.ana.gov.br) e, caso tenha algum problema, podemos ligar para o observador (morador local que lê as réguas que servem de backup aos equipamentos automáticos), ou seja, temos que responder à sociedade mesmo em tempos de pandemia.

David Lopes em um barco, com um rio e o firmamento ao fundo.
David Lopes. Foto: Arquivo pessoal.

Por trabalhar com dados numéricos, posso copiá-los, organizá-los e trabalhar de qualquer lugar, mas a regularidade do horário de trabalho permite uma disciplina que não ocorre em casa. Eu já tinha experiência esporádica de trabalhar em casa, mas não de forma regular como vem ocorrendo agora. Como os filhos também estão em isolamento, elas também estão em “home schooling”, então precisamos nos organizar pra ajudá-las nas atividades escolares, fazer as tarefas de casa, trabalhar regularmente, aprender algo novo pra manter a sanidade (estou aprendendo a fazer streaming usando minha DSLR Canon T3i e o OBS Studio) e também descansar.

Apesar de tudo, a experiência tem sido gratificante, por mostrar que algumas formas de trabalho não dependem do lugar, mas do objetivo alcançado.

Cuidem-se. Quem puder ficar em casa para reduzir a curva de contágio, fique. Quem precisar sair pra trabalhar, proteja-se e higienize-se ao voltar para casa. E aos profissionais de saúde, nosso imenso respeito!

Mesa de trabalho em casa do David Lopes.
Clique para ampliar. Foto: Arquivo pessoal.

Meu “escritório doméstico” é constituído por:

  1. Ultrabook Sony Vaio Duo 14 (modelo SVD13217CBB), disponibilizado pela empresa.
  2. Base nivelante da Multilaser.
  3. Carregador USB Lenovo 2A.
  4. Tiras para organizar os cabos depois que terminar de trabalhar.
  5. Mouse Microsoft (não sou fã de trackpad).
  6. Teclado Logiteh K400+.
  7. Monitor HDMI 13″ Eyoyo 2k.
  8. Mochila Tedge anti-furto, em caso de necessidade de sair com os equipamentos (menos a base, que é gigantesca).

A melhor maneira de acompanhar o site é a newsletter gratuita (toda quinta-feira, cancele quando quiser):

Acompanhe também nas redes sociais:

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

6 comentários

  1. Gostei muito do setup: prático, mínimo e direto ao ponto. Estou gostando desta série também pelo fato de a pessoa dar uma pequena introdução ao seu trabalho antes de falar dos itens do “escritório” e isto nos permite ver quão diversificado são os ramos de atuação dos leitores do Manual.

  2. Sempre legal ver um conterrâneo por aqui, e creio que seja o primeiro nessa série de mochilas/mesas/escritórios! Gostei especialmente do fato de ser uma estrutura bastante enxuta e adequada às atividades, ainda mais considerando que nas condições normais (se o isolamento não fosse um problema) provavelmente você deve viajar a regiões ermas com estrutura bastante deficiente. Sabemos da dimensão e dificuldades do nosso estado e proximidades. Ter um escritório móvel prático de carregar e funcional é fundamental.

  3. É um escritório móvel, embora estejamos na era da imobilidade devido ao isolamento. Com poucos ajustes, seria uma boa estação de trabalho pra um fotógrafo. Parabéns. E nós fale mais sobre o monitor externo…

  4. Discorra mais sobre esse monitor, já namorei alguns modelos pela Amazon e AliExpress mas nunca fechei a compra. Comprou aqui no Brasil mesmo?

  5. Eu uso abraçadeiras de plástico, são mais baratas pra reorganizar é mais simples (corto e coloco outra). Junto com isso eu uso aqueles organizadores de cabos que você coloca na parece e prende os fios. Assim eu consigo esconder os fios e colocar eles fora do alcance dos meus pés.

  6. “4. Tiras para organizar os cabos depois que terminar de trabalhar.”

    Uma coisa que descobri um tempo atrás para organizar cabos: velcro. Como tenho horrores de cabo (por conta dos instrumentos musicais e microfones), fui criando técnicas para organizar, até chegar a duas soluções:

    – Velcro para cabos: funciona legal cabos maiores e relativamente grossos, igual ao que vem em vários carregadores e cabos P10 para instrumentos: https://lista.mercadolivre.com.br/velcro-para-cabos#D%5BA:velcro%20para%20cabos%5D

    – Abraçadeira de velcro genérica cortada em tiras fininhas + cola tipo *bonder: aqui já entro o hack pessoal. Compro em rolo de 3m x 2cm, e corto no comprimento em 3 (exige mão firme, hehe) e o comprimento que precisar (10 a 15cm, depende do cabo). O truque: colocar com a *bonder o velcro ao redor do cabo, deixando permanente (não precisa colocar no cabo, apenas o velcro nele mesmo, dando uma pequena volta). Desse modo é possível enrolar de modo discreto e não perde o putzgrila.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!