Logo da NordVPN Anúncio Assine a NordVPN com 68% de desconto e acesse a internet sem preocupações por dois anos.

Estilo de vida, Patrocínios

O escritório em casa do executivo Paulo Silveira

Mesa com uma luminária apoiada em tripé sobre ela, um monitor grande e um iMac (um em cada ponta) e acessórios espalhados.

Oferecimento:
Palavra 'Alura' escrita na cor cinza.

Durante a pandemia do SARS-CoV-2, o novo coronavírus, a seção de mochilas será convertida em escritórios domésticos. Faz mais sentido, certo? Vale para os recém-chegados ao home office e para quem já está nessa há tempos. Mande o seu seguindo estas instruções. Todo o texto abaixo é de autoria do Paulo.


Homem sorridente, de óculos, cabelos encaracolados e barba, sentado à mesa com uma xícara de café na mão e um notebook à sua frente.
Foto: Arquivo pessoal.
Na pandemia, precisei me adaptar a trabalhar em qualquer lugar. Imaginei que seria temporário, então decidi usar o “cantinho do café” de casa como escritório. O ponto é: essa linda mesa branca que você está vendo é também a única mesa de jantar da casa. Passamos a jantar na mesinha das meninas de 2 e 4 anos, sentados em banquetinhas minúsculas, enquanto a mesa de jantar se viu dona de impressoras, webcams e um iMac (late 2013) de 24 polegadas.

Muitos meses depois, decidi dominar o quarto de uma das meninas, que já nao era muito usado por ele. Ai decidi revitalizar geral. Comprei um PC (depois de 12 anos usando Mac), desses RGB com mouse colorido, e câmera DSLR e braço para o microfone.

Também tenho uma GenioDesk que fica em modo standing desk, um monitor da Dell de 24 polegadas, além de umas luzes Hue para tentar copiar youtubers. Falhei.

Interior de um computador, com destaque para o cooler do processador e a placa de vídeo, iluminados.
Foto: Arquivo pessoal.

O convidado desta semana foi indicado pela Alura, que patrocinou esta publicação.

Edição 20#33

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

13 comentários

  1. Eu fiquei esperando o resto do post mas já tinha acabado. Achei que ficaram muito vagas as informações, principalmente do desktop.

    1. Realmente, a proporção é menor de escritórios de mulheres — foram apenas 3 de 22 publicados até agora, ou seja, 13,6% do total. Como é uma seção que depende da participação do público, imagino que seja reflexo da própria audiência do Manual, ou da porção mais participativa dela. Vamos tentar melhorar isso!

  2. Nossa, para o nível de postagem do Manual do Usuário, essa patrocinada foi a pior que já li… Ela parece que tem começo e acaba. Fala das meninas, mas que meninas? Fala que largou o Mac e trocou para um PC e só. Frustrado com a matéria que me interessou pela capa.

  3. Tudo bem que a publicação é patrocinada, mas parece que foi feita bem de má vontade ou às pressas.
    Se a intenção do patrocinador era ganhar acesso ao seu site conseguiu, mas só serviu pra eu ter certeza que o convidado indicado trabalha com o mesmo, nem me interessei pelo conteúdo.
    Se pelo menos tivesse sido publicado um texto mais detalhado, no padrão dos relatos anteriores (o que seria bem mais interessante) talvez me interessasse no conteúdo do patrocinador, mas fiquei com preguiça assim como quem escreveu o post.

    1. Oi Yodovis! Obrigado pelo comentário. A gente segue o mesmo protocolo das contribuições orgânicas (este) nas patrocinadas e cabe a cada participante expor mais ou menos do seu espaço — como é o ambiente doméstico, entendo total quem topa participar e, ao mesmo tempo, não quer se expor muito. De qualquer forma, sua crítica e válida e vou repassá-la ao pessoal da Alura, ok?

  4. Achei um pouco breve, queria saber mais sobre as configurações dos computadores. Essas luzes ficam ligadas o tempo todo, ou foi apenas para foto mesmo?

    1. Também achei breve..ficou tão curto que fiquei esperando ler “continua na próxima semana”.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!