Bloco de notas 20#29: O destino incerto do TikTok

Uma curadoria semanal de notícias, curiosidades e esquisitices da tecnologia pessoal.


A newsletter/coluna Bloco de notas é um dos espaços de maior experimentação do Manual. Sempre que noto que sua produção ficou mecânica demais, quase no automático, encaro como um chamamento para rever o processo. Foi o que ocorreu esta semana, por isso a edição que você está lendo chega um tanto diferente das demais. Menos foco no noticiário, mais atenção às coisas nossas, do site — com direito até a uma seção nova, feita pelos apoiadores/assinantes.

Não sei se ficou melhor ou pior. Isso quem dirá é você. Se puder, tire uns minutinhos e responda este e-mail me dizendo o que achou. Desde já, te agradeço!


🗞 Notícias

As cinco notícias de tecnologia mais importantes dos últimos sete dias. Quer mais? Siga o site no Telegram e no Twitter para receber notinhas todos os dias.

Ilustração com uma mãozinha depositando uma moeda em uma caixa com o logo do Manual do Usuário em uma das faces, segurada por dois pares de mãos. Ao redor, moedas com um cifrão no meio flutuando. Fundo alaranjado.

Apoie o Manual do Usuário.
Você ajuda a manter o projeto no ar e ainda recebe recompensas exclusivas. Saiba mais »

TikTok, TikTok, TikTok. Donald Trump emitiu duas ordens executivas na noite da última quinta (6) proibindo empresas norte-americanas de fazerem negócio com a ByteDance (TikTok) e o WeChat por eles “ameaçarem a segurança nacional, política externa e economia dos EUA”. A proibição começa a valer em 45 dias. Uma ordem se refere a uma empresa (ByteDance); a outra, a um app (WeChat). A Tencent, dona do WeChat, tem participações em empresa ocidentais, como Epic (Fortnite) e Riot (Valorant), Spotify e estúdios de cinema. Embora o texto seja dúbio, fontes da Casa Branca afirmaram que a ordem se refere exclusivamente ao WeChat. [Engadget, @SamAugustDean/Twitter, em inglês]

Toma lá, toma cá. O Wall Street Journal revelou que uma empresa dos EUA paga donos de ~500 apps para incluírem um SDK que coleta dados anônimos dos usuários. Esses dados são vendidos ao governo dos EUA — o mesmo que declarou guerra ao TikTok por supostos laços com o governo chinês. No mesmo jornal, saiu outra notícia de que o TikTok explorou uma brecha do Android para coletar um identificador único dos celulares, o endereço MAC, durante anos. A prática é proibida pelo Google. [Wall Street Journal, 2, em inglês]

Risco de extinção. A Mozilla anunciou uma grande reestruturação que teve, como principal efeito, a demissão de 250 funcionários (25% do total). No começo do ano, a empresa já havia demitido 70. No texto, a CEO Mitchell Baker disse que a reestruturação visa fortalecer o Firefox, “investir em inovação e na criação de novos produtos” e em ajustes financeiros que garantam a operação no longo prazo. Na prática, parece uma tentativa de viabilizr-se financeiramente; a Mozilla ainda é muito dependente de acordos com Google e Yahoo e, mesmo assim, viu seu faturamento minguar nos últimos anos. [Mozilla, em inglês]

Microsoft de volta aos celulares. O Surface Duo, celular Android da Microsoft com duas telas que se fecham como um livro, será lançado nos Estados Unidos em 10 de setembro. O preço sugerido é de US$ 1,4 mil. Não há previsão de lançamento no Brasil. [The Verge, em inglês]

Mini-sismógrafos. Celulares Android agora compõem uma rede global de alertas de terremotos. Cada celular, com seus sensores, serve como um “mini-sismógrafo”, ajudando na detecção rápida de tremores e recebendo alertas o mais rápido possível quando estiverem em uma região afetada. A iniciativa começou na Califórnia; em 2021, deve chegar a outras localidades. [Google, em inglês]


🗣 Diga aí, assinante

Seção nova na newsletter! Nela, toda semana um(a) apoiador(a) do Manual apresenta seu projeto pessoal. É assinante e tem um do tipo? Responda este e-mail me contando mais sobre ele.

Desenho do mundo com personagens ao redor; no centro, o título do canal, Minuto da Terra.
Ilustração: Minuto da Terra/YouTube.

Oi! Meu nome é Leonardo Souza, de Itajaí (SC). Tenho um canal educativo em forma de desenho animado no YouTube, chamado Minuto da Terra. São vídeos curtos, que buscam entreter e educar crianças (de todas as idades!) sobre ciência e histórias sobre o nosso incrível planeta, o universo e tudo mais! Acesse em: https://youtube.com/minutodaterra


💡 Dicas

A TIM lançou um site para que clientes e ex-clientes verifiquem se têm direito a receber valores decorrentes de cobranças indevidas da operadora, resultado de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado junto à Anatel. Basta informar CPF ou CNPJ. [Exame]

O Twitter liberou para todos os usuários as novas opções de respostas a tuítes. Agora, você pode escolher quem pode te responder na rede social: qualquer um (padrão, como sempre foi), somente quem te segue ou somente perfis mencionados na mensagem. [Twitter]

O utilitário Mos, que deixa a rolagem de páginas do macOS suave mesmo usando um mouse simples, foi atualizado. Duas novidades legais da versão 3.1: rolagem super rápida segurando uma tecla que você escolhe e a possibilidade de esconder o ícone da menubar. Gratuito. [Mos/Github, em inglês]


Se você curtiu este Bloco de notas, assine gratuitamente a newsletter do blog para recebê-la semana que vem, gratuitamente, direto no seu e-mail:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 comentário

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!