Anúncio NordVPN, a VPN mais rápida do mercado, com 68% de desconto

Post livre #250

Toda semana, o Manual do Usuário publica o post livre, um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários e conversarmos sobre quaisquer assuntos. Ele fecha no domingo por volta das 16h.

64 comentários

  1. Colegas usuários de Mac, já fizeram o update pro Big Sur? está decente?
    estou ressabiado desde o Catalina… inclusive considerando fazer downgrade pro Mojave caso o Big Sur repita o fracasso do Catalina

  2. Como tão configuradas as notificações dos dispositivos se vocês?

    Cês gastam um tempo selecionando qual app pode notificar ou deixam tudo no automático?

  3. Alguém aí está acompanhando o processo de lançamento do canal Loading?

      1. É um canal de tv em rede nacional. Um grupo já tinha comprado a licença da MTV/Abril, e se organizou este ano para inaugurar a rede. Deu um rolo nos últimos dias (não se vende concessão…), Mas segunda feira já funcionará normalmente.

        Está em operação litigiada agora.

        http://www.loading.com.br

  4. Vocês me fizeram lembrar de um app de nuvem que eu adorava chamado SugarSync, pois além de toda segurança, era muito avançado em customização de compartilhamento de pastas (semelhante ao Syncthing), mas chegou num tempo quer não deu mais 💸💸

    1. Onde está o pulo do gato nesse modelo de negócio? Onde está a coleta e tratamento massivo de dados?

      1. Não conheço os detalhes da operação, fora que é barata e escalável. As unidades são minúsculas (muito mesmo), o atendimento é quase todo digital (tem um atendente só para auxiliar) e eles não têm mesas ou garçons, pois a ideia é pegar e levar. E tem esse storytelling de “cultura japonesa” blablablá, que deve ajudar a vender.

        1. Ah, agora lembrei-me que já tomei um café dessa loja quando estive em Curitiba ano passado. Era bacana, melhor que Starbucks da vida.

        2. Eu fui justamente nessa unidade que aparece como primeiro resultado, só lembro que demorou algum tempo para sair meu café!

  5. Acabei mais uma vez apagando a conta do Facebook. Por incrível que pareça, cismei com o novo visual.

    Fiquei dando algum jeito de ir usando o antigo – como por exemplo usando uma extensão chamada “Old Layout” – até a hora que a mesma forçou a usar o visual novo.

    Sei lá o porquê cismei – as vezes o visual me soa como um Orkut 2020 -, mas bem, a única coisa que eu fazia no mesmo era usar o Marketplace. Sentia-me mais seguro de negociar por lá do que pelo OLX ou Mercado Livre.

    1. Finalmente também apaguei o meu Facebook. Apaguei em vez de desativar, diferentemente do que fiz várias vezes ao longo do ano, sempre retornando algum tempo depois.

      O “click” ocorreu quando me percebi discutindo com gente desconhecida em comentários de notícias e ficando altamente estressado por conta disso (gente que nega eficácia de vacina, defende tratamento precoce contra Covid, etc). Percebi que o Facebook me deixa agressivo demais (oposto ao que sou na “vida real”) a ponto de ter ofendido algumas pessoas ao longo da quarentena.

      Preferi sair, pois não é a imagem que eu quero que as pessoas tenham de mim.

    2. No meu caso, que apaguei a 4 meses atrás, foi por falta de uso mesmo. Eu usava muito pouco (ou nem isso) a mais de 6 meses. Tinha decidido deixar para alguém me encontrar e tal, mas como eu mesmo encaminho meu número do whatsapp, ninguém fala comigo por lá.
      Tentei pegar vagas de estágio por lá, sem sucesso. Daí apaguei. Não me arrependo, minha vida continua do mesmo jeito. Só um pouco mais complicado de vender/comprar coisas usadas, já que hoje é tudo por olx.

    3. Sabe que eu até gostei do redesign? Achei a nova interface mais moderna, dá pra ver que eles tentaram organizar melhor a informação, tentaram, porque o excesso de funções ainda é a regra, infelizmente o Instagram tá indo pelo mesmo caminho.

  6. Eu meio que parei de consumir séries, mas terminei Borgen. Lembro de ter visto uns episódios jogados na HBO, achei curioso por ser dinamarquesa na época e decidi assistir já que apareceu no Netflix.

    Achei muito boa, só não consigo explicar o porquê haha. Algo, nos personagens e na trama, faz com que ela seja muito verosímil. Os políticos e personagens em geral não são psicopatas, anti-heróis, traumatizados, etc. Nem as tramas são particularmente ambiciosas – para uma série – negociações que aparecem por aí no noticiário.

    Enfim, mal explicado, mas recomendado.

    1. Falam muito bem dessa série. Tá na lista desde que entrou na Netflix. Mas parou de assistir séries por quê?

      1. Para ser sincero, não sei muito bem o porquê. Eu continuo assistindo umas séries mais leves para passar o tempo, mas dessas mais sérias com episódios de 40 – 60 minutos e tramas mais complexas, eu não estou me animando…tentei Mr Robot e The Crown e não rolou. Tem-me parecido muito tempo dedicado, passei a assistir mais filmes.

        Assinei o Belas Artes On Demand e pego algo qualquer que eles recomendam, alguns eu não curto por ser muito cabeça…mas no geral são ótimos.

  7. Olá pessoal.
    Estava lembrando desse artigo da Bloomberg:
    “The Big Hack: How China Used a Tiny Chip to Infiltrate U.S. Companies”

    No fim era FUD mesmo??

      1. Fear, Uncertainty, and Doubt.
        Foi uma reportagem para gerar medo e insegurança sobre produtos chineses. No fim das contas as fontes da Bloomberg eram fracas e Amazon e Apple negaram que estavam sendo espionadas.
        Conseguiram afastar a Huawei, TikTok e alguns efeitos colaterais, mas o mercado regula-se pelo melhor custo x benefício e não tem como competir com produtos chineses sem intervenção estatal forte.

        1. Entendi… Você tem algumas fontes a respeito? Falando sobre a farsa da acusação em si?

    1. Parece que sim, né? Ninguém endossou essa denúncia, e a Bloomberg nunca apresentou provas. Baita fiasco, ainda mais para uma publicação tão tradicional.

      1. Sempre desconfie de mídia não especializada querendo dar uma de especializada. Até onde eu sei a Bloomberg não tem um histórico de cobrir TI e assuntos de segurança de forma especializada, com pessoal especializado e etc.
        Aliás, acho a guerra comercial e as acusações de privacidade dos americanos contra chineses bem engraçadas, não?

  8. Semana passada faleceu o Thiago Blumenthal, que entre outros trabalhos escrevia para o caderno O Estado da Arte. Gostava muito de lê-lo. Ele também estava no twitter e era um dos, se não o meu favorito. Realmente gostava de ler o que ele escrevia e da forma como escrevia. Nunca troquei qualquer ideia com ele, mas fiquei muito triste com a partida repentina.

    1. Verdade. Não conhecia o Thiago, mas vi muita gente que admiro da área de literatura lamentando a morte e compartilhando relatos muito legais sobre ele. Me lembrou um pouco a partida do Victor Heringer, também novo, também muito admirado. Que coisa…

      1. é a forma mais comum de se morrer no brasil (e no mundo), infelizmente.

        1. Pois é. Ainda tenho na cabeça, provavelmente um equívoco, que isso só acontece com pessoas mais velhas. E ele era novo, só 39 anos.

          1. um colega de trabalho, com apenas uns anos a mais, passou faz pouco por cirurgia cardíaca q a gente tb acredita q só acomete quem passou dos 70, 80…

      2. Na minha visão só há dois jeitos não tristes de morrer: se sacrificando por alguém ou dormindo. Todas as outras são de triste pra pior, acho

    1. Uns vinhos só
      Tava namorando um novo Kindle PW, mas não era urgente. Também cogitei um aeropress, mas como também não era urgente, deixei pra lá. Talvez devesse ter aproveitado o desconto da flexform e comprado uma cadeira nova. Ficará também pra 2021. Foi a primeira BF que não comprei livros também.

    2. Roupa na Zara, Samsung Watch, renovação do protonmail e office 365.

      1. e o kaspersky, mas eu não devo usar (não vejo motivos), mas devo colocar no pc de alguns familiares (irmãos e tios)

    3. 2 livros (A revolução dos bichos, de George Orwell e Conversas entre amigos, da Sally Rooney), que já estavam na lista de “comprar algum dia”.

    4. dois joguinhos de ps2 (e um para pc).
      livros para kindle na promoção.
      e só…
      devia ter visto tennis… vacilei.
      em um BL passada fiz uma boa compra disso…

        1. eu quis dizer ps4 e não ps2. ps2 é impossível de comprar hj em dia. caro de mais. o q eu comprei foi um memory card mágico q desbloqueia o aparelho pra jogar com joguinhos num hd. achei ótimo, pq não mexe no console!

    5. Compras de supermercado e combustível pro carro, nada além do necessário na Black Friday desse ano.

    6. Um conjunto da Insider Store (usando o link do Manual) e um fogão!

    7. Uma camiseta usada no brechó.
      Quero ver se mudo meu guarda roupa para algo que seja bem simples – roupas simples, sem logos ou visuais diferentes.

      1. Comprei mais duas camisetas no brechó hoje. No dia da Black Friday paguei 5. Hoje paguei 3, só que em outro brechó. :03

    8. Vinhos, cervejas, destilados e a assinatura online do Valor Econômico

    9. 8GB de memória DDR4, suporte de metal e Hub USB-C pro notebook
      Cabo USB-C da blitzwolf pro celular, tudo importado.
      Queria comprar uns livros, mas a casa tá uma zona com a reforma.

    10. Robô aspirador, presentes de natal, um celular (o meu estragou exatamente no sábado, então deu tempo de comprar na cyber-monday) e fraldas. Muitas fraldas.

    11. zero
      acho estranho esse negócio … quando preciso de alguma coisa eu compro eu pesquiso e compro (ou não) e fim :)

      1. Fui ver se era eu comentando 🤦🏻 Hahaha
        Sempre espero um ou dois dias, normalmente acabo não comprando após esse período.

    12. Mesa e 4 cadeiras da sala de jantar. Fiquei mais pobre, mas finalmente consegui terminar de mobiliar meu apê.

    13. Finalmente troquei meu kindle, que era normal de 7ª geração, pro 10ª geração com luz embutida. Já senti a diferença na leitura na cama (único horário que eu consigo ler coisas que não são de trabalho). Foi antes da sexta, mas foi no preço promocional. Comprei outros livros físicos, pra estudo e trabalho mesmo.
      E comprei também outra lâmpada inteligente. Tinha uma no abajur do quarto e agora tenho uma na luminária do escritório, fundamental para iluminação das minhas aulas diárias.

Os comentários deste post foram fechados.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!