Estilo de vida

Como a blogueira Cristal Muniz trabalha

Cristal Muniz à mesa com uma prateleira de objetos e uma samambaia ao fundo.
Nota do editor: Nesta seção, a cada 15 dias entrevisto profissionais de diferentes áreas a respeito de produtividade e da relação deles com a tecnologia. Veja os anteriores e cadastre-se gratuitamente na newsletter para ser avisado dos próximos.


  • Nome: Cristal Muniz.
  • Cidade onde mora: Florianópolis (SC).
  • Emprego atual: Sou blogueira sobre sustentabilidade no site Uma Vida Sem Lixo. Faço o conteúdo pras redes do UVSL, palestras e cursos ensinando como ter uma vida menos impactante.
  • Computador: Tenho um MacBook Pro de 2009 e um Mac mini de 2011. Eu era designer, mas “me aposentei” desde que comecei a trabalhar só com o blog.
  • Celular: iPhone 11 porque fui roubada e acabei “tendo sorte” de comprar fora o novo.
  • Gadget favorito: Eu adoro o Apple Watch porque meu calendário e alarmes ficam sincronizados. Ajuda a consultá-los sem precisar abrir o celular e acabar me perdendo ali. Amo muito os aspiradores robô também e apesar do meu ser a versão mais simples e meio tola, já ajuda muito a limpar os pelos de quatro bichos aqui em casa.

Como você chegou onde está?

Eu me formei em design gráfico e logo depois disso fiquei um pouco em crise com o mercado e como eu iria atuar. Queria trabalhar com livros, mas não conseguia ver nenhuma chance disso em Floripa e não queria sair daqui. Nesse tempo, descobri o movimento lixo zero e decidi fazer um blog meio de hobby — sempre tive blogs, desde nova —, além de ser uma oportunidade pra assumir um compromisso público de aprender a parar de produzir lixo. Isso aconteceu em 2014, no final do ano. Desde então, passei a dar algumas palestras, fazer alguns cursos e de repente meu trabalho como designer não cabia mais no meu dia a dia de viagens e rotina um pouco incerta.

Livros recomendados pelo Manual do Usuárioo

Sempre fui preocupada com sustentabilidade, sempre me incomodei com o lixo que eu gerava, mas foi só quando descobri o lixo zero — e sua alternativa um tanto radical — que senti que tinha achado o meu lugar no mundo. Não foi simples, mas cada lixo que eu aprendia e deixava de produzir me dava motivação pra continuar. Desde o primeiro post eu tive seguidores, o que sempre foi bastante curioso para mim porque achei que ia ser mais um dos blogs que eu tinha e que “flopavam”, ficando só entre amigos. E aqui estamos, quase quatro milhões de visualizações dele depois e um livro lançado.

Como é um dia típico de trabalho seu?

No momento, está um pequeno caos e em breve piorará, porque vou começar a fazer uma nova faculdade. Então, sinceramente, não sei como vou fazer tudo conciliar.

Mas hoje em dia, o que tento fazer todos os dias é trabalhar dois blocos, um de manhã e outro de tarde. No bloco da manhã gosto de responder e-mails, ver mensagens nas redes, comentários no blog, falar com a Fernanda — que trabalha comigo como minha assessora e produtora — sobre e-mails ou entregas que temos. Antes disso, já tomei café da manhã, cuidei dos meus bichinhos, fui na academia e dei uma geralzinha na casa. Depois do almoço, gosto de trabalhar mais focada em produzir conteúdos como os posts no blog, nas redes, roteiro pros vídeos do YouTube etc.

No geral, faço tudo isso em casa, no meu escritório, mas imagino que em breve farei na biblioteca entre as aulas. Eu gosto de trabalhar em casa pela praticidade, não perder tempo indo de um lugar pra outro, mas ultimamente tenho precisado sair para evitar ficar lavando roupa e arrumando a casa o dia todo. Estar em um lugar onde todo mundo está produzindo me ajuda a ficar motivada.

Eu basicamente respondo e-mails e produzo conteúdos. Para essa segunda atribuição, uso o site/app Buffer, que amo, e basicamente meu celular para produzir as fotos para o Instagram.

Eventualmente viajo, para dar algum curso ou palestra, aí o dia se resume a viajar e me organizar no lugar que cheguei — ficar confortável e me preparar pra palestra. Não costumo levar meu computador, porque no máximo respondo e-mails e falo com a Fer. Mais que isso, costuma ser difícil de fazer porque os dias ficam bem corridos. Na volta é correr colocar a rotina em pé de novo.

Alguma história curiosa ou engraçada que já aconteceu enquanto trabalhava?

Bom, eu trabalho com sustentabilidade e meu blog é sobre evitar lixo. Já recebi um e-mail me oferecendo uma máquina de café de cápsulas. Isso sem contar um montão de propostas de marcas que não são sustentáveis. Acabo rindo, porque é o que dá para fazer.

Você dá muita atenção à produtividade? Se sim, de que maneiras práticas isso se traduz em sua rotina?

Então, hehe. Muito. Eu sou um pouco obcecada com métodos e hacks de organização. Uso uma combinação de várias coisas, todas que aprendi no blog da Thais, Vida Organizada (amo). Uso aprendizados do método GTD (Getting Things Done), bullet journal, FlyLady e as dicas da Thais, todos em conjunto. Acho que fica mais fácil eu explicar por tipos de categorias como faço isso.

Lista de tarefas domésticas da Cristal, no Todoist.

  • Tarefas com data (tarefas que precisam ser feitas nas datas, como consultas, shows, reuniões): calendário do Google, que posso acessar no celular ou no computador. Tenho um pras tarefas de trabalho compartilhado com a Fer e outro com assuntos pessoais. Também tenho um para aulas que estava usando para os horários de aula do cursinho, mas vou usar para provas e aulas da faculdade (gosto de anotar datas-chaves do calendário acadêmico já no começo do semestre). Não coloco no calendário nada que seja adiável, porque dá aquela falsa sensação de que podemos adiar pra sempre e também porque se não é tão importante, posso priorizar outra coisa no dia. Isso fez bastante diferença quando aprendi com a Thais, porque normalmente nossa agenda ou calendário é mais um “gostaria de fazer” do que propriamente “preciso fazer”.
  • Tarefas sem data definida (ou seja, posso fazer em qualquer momento e são as listas de próximas ações): eu uso o site/app Todoist para organizar essas tarefas. Tenho vários projetos lá (pessoal, de trabalho, conforme o contexto como se eu estiver em casa ou na rua etc.) e adiciono conforme lembro ou penso nas tarefas. Sempre que estou sem saber o que fazer, consulto lá e posso escolher alguma tarefa conforme o tempo livre que tiver. Também uso o Todoist para as tarefas recorrentes, porque a plataforma tem uma possibilidade muito boa de colocar pra repetir “toda terça-feira às x horas”, por exemplo. Então, tenho itens de rotina lá que me lembram o dia de fazer tal tarefa de casa, conferir os projetos etc. Enfim, é uma configuração para que eu não deixe coisas pra trás, que é um pouco o que o GTD tem de tão legal: revisar sempre seus projetos. (Uso a ideia da FlyLady de separar as tarefas de casa e de limpeza em pequenas ações diárias ao invés de uma faxina por horas de vez em quando. O foco é mais na manutenção que na limpeza em si e mesmo que já faça essas coisas automaticamente, gosto de dar check na tarefa no Todoist.)
  • Agenda de papel: para tudo junto, digamos assim. Uso agenda de papel para organizar melhor o que preciso fazer em cada dia. Faço um plano de semana a semana em que incluo compromissos com data e hora e adiciono blocos de trabalho conforme as entregas. Gosto bastante de ter as coisas no digital porque estão sempre contigo, mas penso melhor quando escrevo no papel. Eu adoro a ideia do bullet journal, mas como ganhei esse planner, estou usando ele.
  • Arquivos de referência: uso o Trello e o Evernote para guardar listas de referências, ideias mais para frente etc. No Trello, tenho um board para acompanhar os projetos comerciais com marcas, então as linhas são conforme o status: galta mandar a proposta; aguardando aprovação; fazendo; falta emitir nota fiscal; e pago. E tem outras boards que organizo ideias e grupos de conteúdos, como ideias de posts pro blog ou vídeos pro YouTube.

Eu sei que parece mais um caos do que tudo organizado, mas a questão não é ter tudo em um lugar só, mas sim ter tudo de um jeito que seja fácil de acessar e que eu de fato acesse com frequência e revise, olhe de novo, não perca de vista.

Qual o seu lifehack (atalho/dica/facilitador) favorito?

O site IFTT. Você consegue deixar muitas coisas programadas, então se X acontecer, o site faz Y. Por exemplo: se você salva um e-mail com o rótulo “Ação – Fazer”, ele adiciona um lembrete na sua lista de tarefas com o nome do e-mail. Uso para integrar os sistemas digitais que uso e infelizmente o Gmail está sem suporte para criar tarefas muito específicas faz um tempo, mas ainda conecto meu calendário e o Todoist. Também mando posts do Instagram para o Twitter.

Você consegue se desconectar de vez em quando?

Eu tenho dificuldade de me conectar, na verdade rs. Tenho tanta preocupação em não abrir nada que às vezes fico dias sem abrir o Instagram, que é a rede principal do meu trabalho. Eu cheguei nesse ponto de algumas formas, mas acho que a principal foi tirar absolutamente todas as notificações no meu celular. Não tenho de nada mesmo, só telefone e calendário. Não entro no Instagram ou Facebook pra ver a timeline nunca; normalmente, entro e vejo interações, posto, respondo e vou embora correndo. Assim, consigo manter minha sanidade mental em dia. Eu também sempre tive a regra de só postar quando tenho algo a dizer, algo que seja legal, produtivo, tenha algo útil às pessoas.

Quando a gente responde uma notificação, mesmo que seja só olhando pro celular, demoramos um tempão para voltar a nos concentrar. E com muitas coisas a fazer, especialmente produzir conteúdo (e na época de escrever meu livro ou quando preciso sentar pra escrever textos), não dava para continuar assim. Eu respondo WhatsApp, mensagens e e-mails conforme tenho tempo para isso, num esforço ativo (e não passivo) com a programação que faço do meu dia. Nunca vou conseguir zerar todas as caixas, então estipulo um tempo para isso por dia para não ficar louca em busca do zero.

A única coisa que estou sempre online e abrindo é o Twitter, porque uso como um agregador de notícias, então abro o tempo todo para saber o que está rolando no mundo. Mas muitas vezes é só pra rir também, pois Twitter <3

Quais aplicativos não saem da tela inicial do seu celular?

  • Twitter, porque eu moro lá.
  • Buffer, que serve pra agendar e organizar postagens nas minhas redes sociais.
  • Inshot, que é o app que uso pra editar vídeos (como pra postar nos stories).
  • Todoist, pra conferir as tarefas do dia e manter a agenda em dia.

Você tem algum projeto paralelo? Se sim, fale um pouco sobre ele.

Meu projeto paralelo atual é fazer uma nova faculdade, de nutrição. Começo em março!

O que você está lendo no momento?

Eu tô sempre lendo uns 5 livros ao mesmo tempo, num modo caótico. Os atuais são:

  • Ideias para adiar o fim do mundo, do Ailton Krenak. Para o clube de leitura do meu Catarse de janeiro. Um livro curtinho, com palestras bem inspiradoras do Ailton, que é uma liderança indígena aqui no Brasil e fala sobre como olhar as práticas tradicionais dos indígenas pra visualizar um mundo sem crise climática.
  • Nossos antepassados, do Italo Calvino. Um livro um tanto fantástico que reune três histórias que se relacionam, mas não precisam ser lidas em sequência. Italo Calvino tem livros muito doidos de se ler, bastante fantasiosos, mas que normalmente fazem alegorias ótimas sobre os dilemas humanos. Estou gostando bastante.
  • O bem viver, do Alberto Acosta. Mais um livro com inspirações para um mundo não-capitalista, que preserva e respeita a natureza, que mostra como tem alternativas pro que vivemos hoje.
  • Sintomas mórbidos, da Sabrina Fernandes. Para participar do Leia Mulheres aqui em Floripa.

Pratica atividade física (qual?) e/ou tem algum cuidado especial com a saúde?

Faço musculação e atualmente estou fazendo um treino bem intenso para poder suar e cansar de verdade quando vou na academia. Uso a academia como uma meditação ativa e para descarregar a cabeça, então preciso que seja bem puxado. Se pudesse, fazia também yoga e natação, mas haja tempo!

Se não faço atividade, tenho muita dor no braço direito por conta de uma LER de trabalhar demais no computador. Por isso, não fico sem desde que “curei” a última crise. Além disso, como comida de verdade (arroz, feijão, legumes, frutas, pão, café) numa dieta vegana, evitando processados e ultraprocessados. Não faço dieta, só evito comidas fake o máximo possível.

Que conselhos você daria a alguém interessado em seguir carreira na tua área?

Acho que produzir conteúdo na internet parece muito fácil, porque parece que “é só postar”. Mas a verdade é que se você não tem responsabilidade pela pesquisa e pelo que você compartilha, seu trabalho fica muito frágil. Seguir o que você gosta na hora de quantificar o que postar, estilo de fotos e textos e o que entregar para as pessoas é muito melhor que seguir fórmulas “garantidas” de marketing que até geram uns likes, mas um engajamento muito ruim. Se você quer estar na internet, precisa estar preparado pra trocar, aprender, conversar e compartilhar com as pessoas.

E responder. Responder muuuuuuito. Muitas vezes, coisas que você já falou várias vezes, porque sempre tem gente nova chegando.

Cristal Muniz é blogueira de sustentabilidade. Encontre-a no blog, Instagram, Facebook ou Twitter.

Foto do topo: Felipe Machado/Divulgação.

Índice 20#4

A melhor maneira de acompanhar o site é a newsletter gratuita (toda quinta-feira, cancele quando quiser):

Acompanhe também nas redes sociais:

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 comentários

  1. Sigo a Muniz (como inspiração) desde quando li um artigo sobre lixo zero. Agora, nesta entrevista muito bem conduzida pelo Ghedin/Manual do Usuário, passo a admirá-la ainda mais! Continua com entrevistas assim, estamos precisando. Obrigado!

  2. Acompanho há bastante tempo o trabalho da Cristal e lembro de o ter indicado num post livre um tempo atrás. Muito legal ler sobre como ela trabalha!

  3. Me sentindo representando com essa rotina de produtividade que inclui vários apps. Adorei conhecer o seu trabalho, Cristal! Sucesso com a nova faculdade.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!