Banner anúncio do Revelo UP, com o logo do programa e o texto 'Financiamento de curso em tecnologia' à esquerda, a frase 'Investir no seu futuro começa agora' no meio e, à direita, a palavra 'UP' vazada, com uma mulher pensativa no 'U' e um homem fazendo anotações no 'P'.

Este site não te monitora e não entrega seus dados ao Google ou Facebook

Ilustração de um computador de mesa com o logo do Manual do Usuário na tela. De dentro da tela sai uma mão que faz o gesto do mindinho com outra mão fora da tela. Ao redor, círculos com desenhos de placas de circuito. O fundo da imagem é azul escuro.

Você não percebe, mas toda vez que acessa um site ou abre um app compartilha uma torrente de dados com centenas — quiçá milhares — de empresas, algumas muito famosas, a maioria completas desconhecidas do grande público. Aqui no Manual do Usuário, não.

É difícil combater o que não se vê e cujos efeitos não são imediatos ou facilmente relacionáveis. A gratuidade de boa parte da internet é sustentada pela publicidade, mas não só: em algum momento dos últimos 20 anos, a assertividade dos anúncios publicitários passou a ser condicionada a dados granulares do público-alvo. Muitas empresas do setor conhecem você melhor que você mesmo.

Ao retomar a independência do Manual, pareceu óbvio que a linha editorial deste espaço não combinava com essa praxe de mercado. E assim foi feito: ao visitar este espaço, seus dados pessoais não são coletados. Não sei quem você é, quantas vezes nos visita nem nada remotamente detalhado do tipo. Google e Facebook, as duas maiores forças do setor de publicidade segmentada, não têm presença aqui, o que é uma raridade. Desconheço outro site que faça o mesmo — até aqueles que colocam seu conteúdo atrás de paywalls empregam scripts de monitoramento dessas e de outras muitas empresas.

Em sua tentativa de se viabilizar financeiramente sem vender o(a) leitor(a) — você!) — a terceiros nem fechar conteúdo somente a quem pode pagar, o Manual do Usuário vira experimento. A aposta é de que a internet pode, sim, ter coisas legais genuinamente independentes e eticamente responsáveis. Se não for assim, este projeto perde a razão de existir.

E para que ele exista, temos canais de receita adequados ao posicionamento pró-privacidade: trabalhamos com empresas parceiras que topam anunciar sem coletar os dados dos leitores e, principalmente, o programa de apoio/assinatura para quem pode contribuir a fim de manter o Manual no ar. A meta de assinaturas ainda não foi batida, então, se puder, considere apoiar-nos:

Apoie pelo PicPay / Apoie pelo Catarse

Para o apoio anual por boleto bancário ou Pix, mande um e-mail.

Edição 20#30

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!