Deixe um comentário

É possível formatar o texto do comentário com HTML ou Markdown. Seu e-mail não será exposto. Antes de comentar, leia isto.

5 comentários

  1. Eu tava querendo trazer isso para cá, obrigado.

    Pelo que entendi, os veículos seriam usados para resgatar presos. Gozado isso.

    Noto que veículos elétricos apesar do valor comercial, são que nem celulares Apple: meio que fechados em si mesmo. Não sei se já existe um mercado negro de peças de veiculos elétricos ou se o pessoal usaria um carro “cabrito” (carro roubado mas com placa clonada).

    Mas sei lá.

  2. Já tá melhor que uma locadora de carros que foi pega usando gerador a diesel pra carregar os carros elétricos

    1. Bom, no caso de uma locadora, devem ser recargas frequentes e muitas vezes de vários veículos simultaneamente. Creio que isso torne necessário uma grande reforma da rede elétrica local (troca do cabeamento de entrada, disjuntor geral etc), obra que poderia demorar meses, a tudo ainda dependendo de a concessionária de energia local autorizar esse aumento de carga instalada. Se for em um condomínio, complica ainda mais (o condomínio teria que aprovar a obra, que aindaexigiria alguns períodos de interrupção e fornecimento). E se for um imóvel alugado, seria um investimento alto com um contrato de locação que talvez não supere o tempo para o retorno desse investimento todo…

      (Só relembrando aqui alguns abacaxis com os quais que já me deparei em projetos de instalações elétricas…)

      1. Obviamente respondi antes de ler o texto do e-farsas. :)
        Mas entendo que até poderia acontecer uma situação assim para uma locadora de veículos…