Apple corrige falha em sistemas usada no Pegasus, do NSO Group

A Apple liberou atualizações emergenciais dos seus sistemas (iOS, macOS, watchOS) para corrigir a falha do tipo “zero-day” usada pelo grupo israelense NSO Group no spyware Pegasus, usado para infectar e espionar alvos de autoridades e governos autoritários. A falha foi detectada e comunicada à Apple pelo Citizen Lab, grupo de pesquisadores da Universidade de Toronto, no Canadá, que analisou o iPhone de um ativista saudita infectado pelo Pegasus. As versões com a correção são: iOS 14.8, iPadOS 14.8, macOS 11.6 e watchOS 7.6.2. Via Citizen Lab (em inglês).

14/9/2021, às 8h21

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários

  1. Sei que parece esquisito, mas tipo: mesmo que está falha seja corrigida, não significa que outras falhas não mencionadas sejam usadas, não? Inclusive por tais grupos que vendem software espião ou de “zerar imei”.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário