Amazon lança seu aparato de vigilância doméstica em massa no Brasil

Se você sempre quis colocar microfones super sensíveis e sempre ativos de uma mega corporação estrangeira dentro da sua casa, tenho uma boa notícia: a Amazon lançou nesta quinta-feira (3) a Alexa em português do Brasil e, junto com ela, colocou em pré-venda no país seus alto-falantes com microfones da linha Echo.

Continue lendo “Amazon lança seu aparato de vigilância doméstica em massa no Brasil”

Um dia ruim para a Netflix

A Netflix começou digitalizando as vídeo locadoras. Não os filmes em si, mas o espaço físico mesmo. Os clientes alugavam filmes em DVDs e a empresa os distribuía via Correios. Mas foi só quando alguém lá dentro teve a sacada de que poderia ir além e remover o último elemento físico do negócio, o disco de DVD, que ela deslanchou. Afinal, a digitalização total era uma ótima ideia, tão boa que surpreende que estúdios fornecedores de conteúdo e donos das plataformas onde a Netflix roda tenham demorado tanto para copiá-la.

Continue lendo “Um dia ruim para a Netflix”

Falsificações e preços desleais na Amazon; O estado da tecnologia para pessoas cegas

No Guia Prático de hoje, eu (Rodrigo Ghedin) e Guilherme Tagiaroli e Giovanni Santa Rosa do Gizmodo Brasil conversamos sobre Amazon e suas práticas questionáveis que, se por um lado aumentam a seleção de produtos disponíveis ao consumidor e reduz os preços, por outro podem colocar em risco a nossa segurança e desequilibrar o campo de disputa com empresas menores. No segundo bloco, entrevistamos o jornalista e ativista Gustavo Torniero sobre acessibilidade para pessoas cegas na área da tecnologia. Ouça!

Mande o seu recado para o podcast! Pode ser pelo e-mail podcast@manualdousuario.net ou enviando um áudio no Telegram para @ghedin.

Continue lendo “Falsificações e preços desleais na Amazon; O estado da tecnologia para pessoas cegas”

Qual plataforma de streaming tem o melhor acervo? Este programador descobriu

O aumento da oferta de serviços de streaming tem feito muita gente reavaliar os planos assinados e buscar alternativas mais baratas. Uma dessas pessoas resolveu dar uma abordagem analítica ao dilema: Sillas Gonzaga usou a programação para saber qual serviço de streaming disponível no Brasil tem o melhor acervo de filmes e séries.

Continue lendo “Qual plataforma de streaming tem o melhor acervo? Este programador descobriu”

A internet de hoje não foi feita para conversar

Nas últimas décadas, houve um movimento de trocar cartas com pessoas aleatórias no mundo. Muito antes de existir o PayPal, a plataforma de pagamento, existia o penpal (“amigo de caneta”, em tradução livre). Alguém fazia a intermediação (escolas de inglês, por exemplo) e você saía escrevendo e recebendo cartas de um sujeito em outro país, talvez do outro lado do mundo. Era uma forma ótima de treinar o inglês (por isso as escolas de inglês entravam na jogada). Eu tive uma penpal italiana chamada Anna. Troquei três cartas com ela até que um dia o diálogo terminou, mas a lembrança continua forte.

Continue lendo “A internet de hoje não foi feita para conversar”

O homem mais rico do mundo e os dois pesos da privacidade

Em 14 de junho de 2011, a capa do jornal Folha de S.Paulo estampava uma série de quatro fotos tiradas na Cracolândia, quando as gestões recentes da Prefeitura ainda não tinham resolvido definitivamente o problema (essa frase contém ironia e, se você não entendeu, sugiro ler jornal). Nelas, um homem de meia idade, cabeça cheia de cabelos brancos e terno e gravata passeia pela região, no centro de São Paulo, compra uma pedra, fuma no cachimbo e vai embora. Embaixo das fotos, a legenda lia: “O gravata da Cracolândia”.

Continue lendo “O homem mais rico do mundo e os dois pesos da privacidade”

A Amazon quer que todos sejamos consumidores o tempo inteiro

Todos os dias, o imperativo de perceber a si mesmo como um consumidor cresce em toda uma gama de experiências e instituições: nos shoppings e nos centros de negócios que substituíram praças e parques públicos; nas escolas e hospitais, onde as ofertas são criadas não para o bem-estar social geral, mas para a escolha individual do consumidor e o que cada um pode pagar; e nas academias de ginástica, onde exercícios, nutrição e outras formas de bem-estar foram redefinidas como escolhas pessoais de estilo de vida. Continue lendo “A Amazon quer que todos sejamos consumidores o tempo inteiro”

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!