Post livre #30

Um espaço para comentários, três dias em aberto, dezenas de leitores, o post livre. Você já sabe: vale conversar sobre qualquer coisa e debater civilizadamente com os amiguinhos. Vamos lá?

209 comentários

      1. valeu pela dica! que esquema pra conseguir conteúdos! muito foda.

  1. Para fechar o dia, vou trazer referências de um desenho muito violento e antigo…

    Pica Pau! =p

    https://fbcdn-photos-f-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xtp1/v/t1.0-0/p480x480/12039631_930036250401996_5857968132147911418_n.jpg?oh=b7af708db39a5c382397674977d1350a&oe=565DC2E4&__gda__=1452477555_c59e81b4ecbea77acf1aa2309fa37deb

    Mais destas besteiras lá na página do Facebook “Momentos Épicos do Pica-Pau”

    (e muitos sentindo saudades das comunidades loucas do Orkut… :p )

    1. Estou com um Google Cardboard aqui. É desengonçado e, a menos que tenha feito algo errado, a imagem não alinha direito. Com telas de 720p fica com pouca definição (zoado); compensa ter uma tela Full HD para esse tipo de coisa.

      1. Ai que aquele Z5(Z4 Premium?) com tela 4K se mostra capaz. Quanto maior a densidade de pixels melhor vai ser a “experiência”

          1. Na verdade, ele só mostra 4K para consumo de mídia, para ficar em idle ele faz down-scalling para 1080p para economizar bateria, o que faz sentido.

    2. eu vejo um baita potencial nisso e acho q as coisas vão mudar pra valer qdo esse lance funcionar redondo.

  2. ***** O comentário-post oficial “Mostre seu talento fotográfico”. ****

    (Aviso – provavelmente isso pode pesar os comentários =p )

    Notei que alguns aqui gostam de tirar foto como hobby. Sugiro a gente compartilhar algumas de nossas fotos aqui. O que acham?

    Começando:

    PS: Ei, Montarroios! É para contribuir tb! :p

      1. Vagner, o problema é a proporção trabalho/visibilidade. Os comentários são menos vistos que os posts (especialmente dos Posts livres, que duram três dias) e têm menos “prestígio” que sair em formato de post, logo, é muito trampo para pouco retorno. Note que perguntas mais simples costumam receber mais respostas — porque… é fácil. Disso grandes discussões às vezes surgem, mas numa crescente; pedir fotos ou mochilas é começar muito alto.

        Ah, e ao povo que sempre quis mandar mochilas para o Manual, finalmente posso dizer que em breve poderão. Logo trago novidades :)

    1. pô, ligeiro… acho q aquela foi a única foto q tirei q se q prestou (em sentido mais amplo) como registro social verdadeiro no âmbito da linguagem fotográfica a partir da minha compreensão da coisa num sentido tão amplo q serviu pra ilustrar a conversa sobre transporte… era estudante de jornalismo, tinha acabado de aprender as técnicas fotográficas (revelando em laboratório inclusive) básicas e embasbacado com q os foto-jornalistas faziam. queria ser correspondente de guerra e escambau. entusiasmo juvenil no máximo!

      agora tiro umas fotos ou outras…. e acompanho, por exemplo, o selva-sp, sabe? e os profissionais. recomendo fortemente esse texto da revista zum, do tuca vieira:

      http://revistazum.com.br/radar/chacina-osasco-barueri/

      1. Mas já vi algumas fotos suas aqui e são bacanas.

        Depois qualquer coisa a gente troca figurinha sobre isso.

        PS: gosto de tirar fotos sobre transporte mesmo. Antigamente eu tinha uma conta no Photobucket com várias fotos de projetos que fiz. Apaguei de raiva, mas aí é outra história.

        1. é bom ter um tema e persegui-lo. acho q faz mais sentido, já q tudo pode ser fotografado. se vc gosta, cara, não pare. e, claro, não apague seu acervo, pq depois, pode ser irrecuperável e esses instantes são tão difíceis de conseguir às vezes…

          1. O acervo está guardado (poucas fotos foram perdidas), só tirei do público. :)

            Se tiver Face, pode me procurar pelo nome aí. :) (vou arrumar o apelido que esqueci de deixar)

  3. Tem algum truque no Android pra forçar aplicativos a irem pro SD? (Não me importo de fazer root se for necessário)

    Viver com um smartphone só com 4 GB de armazenamento tá difícil (se eu quiser atualizar um aplicativo, preciso limpar os dados de vários outros), e tão cedo não vou poder trocar.

    1. Não sei se você sabe, mas a partir do Android Lollipop 5.1.1 você pode salvar o app totalmente no Cartão SD (antes dessa versão, o Lollipop 5.0, 5.0.2 e 5.1 já eram mais compatíveis com sd, entretanto vários erros ocorriam).

      Se você estiver em uma versão anterior, sem suporte a esse versão existem vários fóruns e blogs que mostram tutorias de como tornar o sd o armazenamento padrão.

      Qual o modelo do seu smartphone?

        1. Veja se isso ajuda: https://www.youtube.com/watch?v=aqU-oiAI6Os

          ps: Vou procurar ver se esse modelo tem uma ROM Lollipop 5.1.1 disponível. Se encontrar te mando o link. De qualquer forma boa sorte e faça o root, pois na Play Store tem app oficiais que com root dão acesso ao sd para salvar aplicativos, como o “GL to SD”, “Link2SD”. Se tiver algum erro ao tentar usar esses aplicativos com root, o “SDFix: KitKat Writable MicroSD” faz a correção e autoriza que esses app possam usar o sd.

  4. Tenho CNH B. (estado SP)
    Tenho deficiência auditiva nos 2 ouvidos.

    Eu tenho direito a CNH para PcD (pessoas com deficiência) ? Se sim o que eu preciso fazer?

    1. Até onde sei, sim. Lembro que o STJ removeu da lista de deficiências, pessoas com deficiência auditiva em apenas um dos ouvidos, mas se for bilateral não há problema.

  5. Meu Macbook Air Late 2010 (11″, 2GB e 64GB SSD) está dando sinais de envelhecimento. OK, está foda já pra navegar em praticamente qualquer site, mas eu tinha pensando em “dar mais um gás” pra ele, até o ano que vem, já que as finanças não andam nas melhores condições.

    Ocorre que a subida do dólar está me deixando relativamente preocupado, e estou avaliando comprar algo agora, pedalado em 10-12x, pra me “prevenir” de um aumento futuro. Cogito comprar agora ou, no máximo, esperar uma Black Friday.

    Dito isso, o que está na minha “mente” é o Dell Inspiron 13″, estilo jaquetas reversíveis Tevah, com i7 e 8GB RAM. Alguém tem ele, e recomenda? Ou sugere algo interessante nessa faixa de preço? (máximo de 3.000)

    1. Se me permite uma sugestão, complementando o que o Louis colocou:

      – Pegue seus dados e faça um bom backup.
      – Veja se o SSD ainda tem vida útil disponível. Vamos lembrar que um ciclo de vida de SSD é menor que de HD, devido a questão de “sobrescrita” e tudo mais. Se não fosse Mac, sugeriria trocar o drive de DVD por um conjunto Caddy + HDD, deixando o SSD com o sistema principal, e o HDD com as informações pessoais.
      – Bote só mais 2 GB de RAM (compensa. :) ).
      – Reinstale o sistema operacional. O ruim é que como usa SSD, e tu já provavelmente tem já um bom ciclo de escrita, isso vai diminuir ainda mais a vida útil do SSD.

      Caso queira mesmo pegar, nunca usei, mas gosto de recomendar a Dell por causa do suporte dele e da durabilidade… se bem que tenho notado que alguns Dells tem problemas mais fáceis do que antigamente.

      1. Confesso que não sabia da possibilidade de instalar o Win10 stand alone em um Mac. De qualquer forma, não acho que isso poderia funcionar tão bem. SObre a possibilidade de upgrade de RAM, acredite, se fosse possível, já teria feito. Infelizmente no Macbook Air a RAM é soldada, e é impossível fazer upgrade. Ah: e ele não tem drive de DVD! =)

        1. Pois seria justamente o contrário. O OS X, por todos os relatos, não gerencia memória tão bem como o Winodws (a partir do W8 ficou bastante notável como o gerenciamento de RAM ficou excelente) e além disso, o Windows 10 foi feito exatamente para rodar em máquinas muito antigas e melhorar o desempenho. Graças a tudo isso, acho que você deveria tentar, se não melhorar pelo menos algo prático teria sido feito. Boa sorte.

        2. Pois seria justamente o contrário. O OS X, por todos os relatos, não gerencia memória tão bem como o Winodws (a partir do W8 ficou bastante notável como o gerenciamento de RAM ficou excelente) e além disso, o Windows 10 foi feito exatamente para rodar em máquinas muito antigas e melhorar o desempenho. Graças a tudo isso, acho que você deveria tentar, se não melhorar pelo menos algo prático teria sido feito. Boa sorte.

    1. Hahaha! Aliás, o que acharam? Tem outras mudanças sutis no layout, todas viradas ontem à noite (repararam que a fonte dos posts está levemente menor?). Detalharei elas posteriormente, num post, mas se tiverem algum feedback, digam aí!

      1. Gostei muito da fonte azul para os links. Fiquei procurando outras diferenças e não achei, então estou no aguardo desse post.

    2. Que eu me lembre das regras primárias de HTML

      – Link azul: ativo e não usado
      – Link vermelho: ativo e usado
      – (terceira cor – esqueci): não ativo.

      1. Não gosto do Google Now. Acho muito intrusivo e gasta bateria demais.

    1. No windows o próprio “Clima”
      No android: clima tempo, bright weather e yahoo tempo

      1. Quantos apps para mesma coisa! 0.0

        Não costumo/evito instalar app iguais ou com funções parecidas, para evitar gastos com bateria a toa.

        Baixei hoje o AccuWeather e o Tempo Vivo (consegui as duas versões pagas na AppStore há muito tempo) e gostei mais do último pela interface ser mais bonita e completa.

        1. Eu também tanto evitar, mas eu comecei a desinstalar vários apps que servem para mesma coisa, no fim, só não uso o yahoo tempo, os outros dois continuam instalados!

    2. No Windows eu uso o nativo dele.
      No Android eu uso o Google Now e outro nativo da LG.
      No Linux eu digito ‘previsão do tempo’ no Google mesmo (meu ambiente desktop tem um indicador de previsão de tempo, mas às vezes ele erra feio).

      1. Também gosto muito do app nativo de Clima do Windows 10.

        O app do LG é muito legal por ser integrado ao Smart Notice, mas acabei apagando por ser muito pesado.

        Nunca me dei muito bem com o Linux. Instalei 3x, mas a duração da bateria sempre foi bem ruim. Fora que a instalação é muito complicada.

    1. Foda que no iOS não dá pra tirar foto apertando a tela né, então a mãozinha tem que ir no botãozinho de disparo.

    2. Pelo menos deve ser bem leve para ser usado dessa forma.

      ps: E pensar que há menos de duas décadas as TVs tinham uma traseira enorme e a tela ainda era pequena.

  6. Boa tarde amigos, como estão lidando com esse calorzinho bom assolando o inferno aka planeta terra? (se falar ar condicionado sera banido do site, não pode ostentar na cara dos amiguinhos).

    1. Só posso dizer que tenho trabalhado com mais afinco nos últimos tempos, afinal ar condicionado de graça é bom demais.

    2. Aqui está um bom tempo, já que está chovendo bastante (já tem mais de 1 hora de chuva). Só que pela manhã estava super quente.

    3. No trabalho ainda tá de boa, na rua e em casa o bicho tá começando a pegar.

    4. Não sei como vou dormir essa noite sem ar condicionado. Acho que vou ficar no chão — apesar de duro, pelo menos é frio. Aqui, nesse momento, fazem 31ºC e não venta, mesmo num lugar relativamente alto.

  7. Estou querendo aprender chinês. Por curiosidade mesmo. Comecei a fazer no learnyu.com mas eles só liberam o primeiro módulo, que já fiz e aprendi. Alguém tem alguma dica de site/app tipo o Duolingo para chinês?

    1. Se você falar inglês a BBC tem um e-learning muito bom de mandarim ou cantonês.

    2. Dá uma olhada nesse canal do YouTube, o Pula Muralha. Ele é de uma professora chamada Sisi. Só assisti alguns vídeos, mas talvez ela tenha alguma recomendação de site/app de aprendizado.

  8. Mandei meu Zenfone 5 para consertar pela assistência e ele voltou com o dobro da memória interna (agora com desejáveis 16gb)!
    Realmente há males que vem para o bem.

    1. Um vez eu mandei um nokia pra assistência e ele voltou sem teclado.

    2. Eu tenho um desses de 16 Gbs também.Li comentários de que a tela é muito frágil , caiu uma vez já quebra.
      Coloquei película de vidro e capa para prevenir.
      Ele é bem rápido mesmo, eu não gosto de jogar em celulares então provavelmente vai continuar tranquilo por um bom tempo.
      Algumas vezes o messenger para de funcionar e também o Asus Launcher também, mas volta rapidamente.

      É um bom aparelho para mim ,pois não instalo jogos pesados (na verdade não jogo) como candy crush ou com gráficos pesados.
      Vou instalar o need for speed só para testar :P

    3. Eu tenho um desses de 16 Gbs também.Li comentários de que a tela é muito frágil , caiu uma vez já quebra.
      Coloquei película de vidro e capa para prevenir.
      Ele é bem rápido mesmo, eu não gosto de jogar em celulares então provavelmente vai continuar tranquilo por um bom tempo.
      Algumas vezes o messenger para de funcionar e também o Asus Launcher também, mas volta rapidamente.

      É um bom aparelho para mim ,pois não instalo jogos pesados (na verdade não jogo) como candy crush ou com gráficos pesados.
      Vou instalar o need for speed só para testar :P

        1. Estragar? rsrs
          Desculpe se passei essa imagem.
          É uma questão de gosto mesmo, não gosto de jogar no celular prefiro telas maiores.
          Assim como qualquer app pesado os jogos bons também são e exigem bastante do celular, exemplo o batman origin, que convenhamos com o tempo vai deixando o Cel lento, principalmente se for instalando mais jogos.

          Abraço!

  9. Mandei meu Zenfone 5 para consertar pela assistência e ele voltou com o dobro da memória interna (agora com desejáveis 16gb)!
    Realmente há males que vem para o bem.

  10. Alguém aí aproveitou a promoção do Lumia 532 por menos de R$ 200 para conhecer o Windows Phone?

      1. Infelizmente já subiu o preço. Mas, comprei porque há muito tempo quero conhecer como funciona o Windows Phone e não conheço uma única alma viva que tenha um. Além disso, nos próximos meses chega a atualização com Windows 10.

        É incrível como a Microsoft consegue produzir um aparelho como esse que tem 2 câmeras, 1 GB de RAM e ainda painel IPS e ainda vende por menos de R$ 200. Espero gostar do sistema e vou aproveitar o fato de ter 2 chips para facilitar as ligações.

        1. queria ter um pra ter um celular reserva mesmo… se perder o meu ou for roubado tb… já teria uma segunda opção rapidamente. e seria legal tb conhecer o malhado winphone!

          1. Ou então entregar o baratinho para o ladrão e continuar com o seu.

          2. hum, não gostaria de entregar nada, claro, mas tb não creio q deva ter tanto apego assim às coisas pra não entregá-las se coisas maiores tiverem em jogo – como a vida. obviamente não sou milionário excêntrico pra ficar comprando e entregando… então já opto por ter coisas mais simples mesmo q se me forem tomadas, não farão tanta falta. o mais importante não pode ser tomado (o q eu sei, por exemplo). por isso jamais compraria esses celulares de quase cinco mil.

  11. Esses Galaxy A3/A5 sao bons intermediários, dentro das suas limitações, comparados com o MG/Zen5, etc?

    1. estava até cogitando pegar um, tipo o E5 ou E7, mas broxa saber que a Samsung nao vai atualizar nem pro Lollipop.

    2. No meu trabalho uma das pessoas tem o A5 e gosta muito do aparelho. O acabamento e a tela são ótimos e é bem bonito – acho até melhor que o acabamento em vidro.

  12. A cada dia que passa, tenho ficado uma pessoa inclinada a ser contra transporte individual (carro/moto). Explico:

    – Grande parte das pessoas abusam do direito de dirigir e fazem de tudo um pouco para abusar no trânsito. E dizem que no final é o governo que está contra eles…

    – Tem muita gente defendendo “aumento de velocidade” como se todos soubessem lidar com alta velocidade.

    – As pessoas estão ficando estúpidas e pensando que tem razão no trânsito. No final todos são hipócritas, sendo que ao mesmo tempo que reclamam dos erros alheios, não se auto criticam e odeiam quando falam que eles estão errados.

    – As pessoas não estudam o trânsito, e esperam que os outros deem as respostas convenientes a elas. Geralmente sempre uma resposta contra a situação atual, mas sem pensar a fundo do porque a situação que se luta contra está errada para eles.

    – Se reclama da “indústria das multas”, mas não veem que elas mesmas erram muitas vezes, gerando as multas.

    – O número de pessoas que “burlam” as aulas, ao meu ver, seria necessário refazer todas as habilitações no Brasil. Sim, sem exageros.

    Está difícil conduzir um veículo no Brasil, e nós não vemos que somos nós que erramos…

    1. nem vamos entrar no quesito preço aqui né!?
      deixa assim q vc já deu argumentos suficientes!

      apesar de trabalhar numa montadora de veículos, concordo com o q vc disse.. é muito melhor pra toda sociedade ter menos carros na rua na hr do rush.. o q falta é jeito de unir essas pessoas..

      1. eu acho q os carros devem ser cada vez mais caros e não cada vez mais baratos. pq eles causam muitos problemas para as cidades e para as pessoas. tem q ter imposto pesadíssimo, pq eu vou ter q respirar aquela porcaria q sai do escapamento e o dono das fábricas, claro, têm q ter lucros cada vez maiores, afinal, isto é o capitalismo.

        1. descordo..
          não é questao não é ser caro ou barato..

          tem q ter mais tecnologia, mais sustentabilidade, mais conforto e se isso tiver um preço, q seja.. descordo dos impostos altos pra justificar a poluição, por exemplo..

          pra mim, tem q melhorar a tecnologia dos carros.. sempre!
          querendo ou nao, eles são os principais meios de transporte desde a revolução industrial.. e não acho q vai mudar! o q eu torço muito pra que mude é a infraestrutura do transporte publico.. esse sim precisa de uma reformulação bem rapida!

          1. eu acompanho um blog de um professor/engenheiro e recomendo… é uma burrice q estamos fazendo com as cidades (constatado tb por urbanistas como paulos mendes da rocha, q tb já recomendei), usando carros pra nos locomover. num dos cálculos desse cara (ele constata q o melhor meio de transporte em termos de gasto é a bike elétrica), ele diz q a cada 100 reais gastos com combustível do automóvel, apenas 0,70 centavos são usados para locomover o motorista de um ponto a outro. os outros dinheiros são usados pra mover o carro, luzes, ar condicionado, som sertanejo etc. ou seja, a gente paga pra levar o carro de um lugar ao outro e, com isso, acha q está fazendo um negoção. o problema é, as políticas públicas cretinas favoreceram a indústria automobilística desde o seu nascimento (na década de 50) no país. por isso q o @disqus_NDsZ01VwEv:disqus constata q é mais caro de ir de busão q de carro… é de propósito: fizeram assim pra vc comprar o maldito carro e ferrar a cidade toda.

            veja lá: http://www.fabiomagnani.com/

            o site não é um primor em usabilidade, mas aprecio o conteúdo.

          2. nao eh td lugar q uma bike elétrica resolve o problema!
            em BH, por exemplo, onde todo lugar q vc vai tem MORRO, tem q ser com moto/onibus/carro.. repetindo o q disse, o problema eh na infraestrutura do transporte PUBLICO.. esse sim tem q melhorar!

          3. claro, tem q melhorar, mas esse “tem q” depende de políticas públicas e, por ora, tá todo mundo preocupado com os carros… ah, a bike elétrica é justamente pra ajudar os fracotes a subirem os morros ;)

          4. A rua mais íngreme do mundo. Na minha cidade tem umas tão ruins quanto essa da foto, mas não estou conseguindo editar uma imagem para ficar no estilo dessa aí: rua plana e casa inclinada. Comofas(sem Word)?

          5. Pois é, mas não apareceu aquela bolinha verde usada pra girar a imagem quando tentei. Vou olhar mais uma vez.

            Edit: Confirmado, não consegui.

          6. Pois é, mas só tem 90º ou 180º, não valores quebrados, aí não dá certo… No Word tem como fazer isso, só que: notebook sem Office.

          7. O IrfanView tem um recurso que rotaciona imagens assim, com valores quebrados. Menu Image > Custom/fine rotation… (ou aperte Ctrl+U).

          8. O IrfanView tem um recurso que rotaciona imagens assim, com valores quebrados. Menu Image > Custom/fine rotation… (ou aperte Ctrl+U).

          9. A pressa(já que os comentários fecham já!) não me permitiu editar melhor a imagem. Hoje não deu tempo de ir ao local pessoalmente e tirar fotos, mas essa do Street View mostra bem a situação. É uma rua na qual nenhum carro ousa subir. Os moradores só descem. Certas partes do passeio têm até mesmo corrimão.

            Edit: Aliás, que coragem essa do motorista do Street View, hein! Agora que fui pensar nisso…

          10. Como a lei brasileira não permite carros movidos à dísel, apenas utilitários para cima. Tanto que a VW passou anos jogando aos 4 ventos que o dísel deles era o mais sustentável.

          11. a bmw parece q foi bem com diesel. agora estou cabreiro com o UP. disseram q é o mais econômico e q menos polui no brasil… estou achando q isso não vai se confirmar.

    2. Quando tirei minha primeira carta, fiz a prova teórica, passei e ja marquei a prova prática para dois dias depois, nesse meio tempo me perguntaram se eu sabia dirigir, se sim, era só fazer a prova. Hoje em dia tem muito mais base para quem quer começar. Minhas últimas 2 multas, foram por causa de estacionar em vaga de idoso, tive certa culpa, mas todos os carros da rua estavam um pouco pra frente, e só vi que era vaga de idoso quando o carro de traz saiu. Isso aconteceu 2x na mesma rua. Mas sim, dirigir está muito complicado por aqui, todo mundo acha que é o presidente e que tem preferência sempre. Tá ph@da

      1. Tenho duas multas e uma moto perdida por erro meu – andei com a mesma com o documento atrasado. Mesmo que eu ache a lei errada, é a lei. Ou a sigo, ou a burlo.

        O ruim aqui no Brasil é que falamos muito de “senso de impunidade”, mas não notamos que também somos “nós” que não seguimos as regras. Desde da época da moto que perdi, venho pensando muito sobre estas coisas e fico indignado de ver os outros reclamarem, e não compreenderem tudo. E ainda por cima, abusarem.

    3. Hoje eu deixei o carro em casa e vim de ônibus. Gastei o mesmo tempo e sem estresse de dirigir.
      O problema ainda é o valor: a passagem é mais caro do que gasto de combustível.

      1. Tem que se jogar em uma planilha. Claro que entendo o custo individual. Nisso, se fazer um comparativo, uma moto sempre será campeã em custo-benefício econômico.

        Só que se contabiliza também todos os prós e contras num todo – comodidade / conforto, economia, tempo dispendido, manutenção, impostos, segurança / seguro, etc…

        1. Ah, sim, tem os outros custos.
          O exercício que estou fazendo e de tentar trocar o carro pelo ônibus uma vez por semana, ao menos.

      2. O problema não é só o valor, o problema (hoje por exemplo aqui no RJ eu sofri MUITO com isso): falta de ar no verão -ou sempre-.

        E óbvio, tem outros mas depois eu falo sobre.

        1. Aqui também é verão SEMPRE, fora que nunca consigo ficar sentado no ônibus. Aí desanimo para deixar o carro na garagem…

      3. Quanto é a passagem de ônibus aí e quanto tempo você leva para chegar ao seu destino? Você não tem custo de estacionamento?

        1. A passagem é R$2,50. Geralmente gasto de 15 a 20 min de ônibus, mais uns 3 min andando.
          Não tenho custo de estacionamento, já que deixo dentro da empresa.

          1. Puts aqui a passagem é 3,35 e não tem um ônibus que faça o trajeto da minha cidade até a cidade vizinha e que tenha ar condicionado, porém quando a passagem aumenta aqui é um dos primeiros lugares do RJ a mudar, foda (foi mal mas quando ta calor curto sentir sdds do ar que nunca tive no ônibus).

    4. eu ainda quero ter uma moto pra poder viajar. mas me nego a ter veiculo para uso diário.
      esses problemas que voce citou são recorrentes de todas as cidades. nao é raro ver retardado empinando moto ou alguma outra imprudência.
      aqui em Passo Fundo estão instalando novos controladores de velocidade…. o pessoal reclama, mas nao lembra que os limites já existiam faz tempo. é o mesmo papo furado de “industria da multa”.
      houve alguns defendendo o aumento de velocidade ou a remoção do canteiro central para criar mais uma via. mas (IMHO) isso só vai aumentar o espaço para o problema crescer.

      1. Moto é um bom veículo para quem tem consciência no trânsito. Como sempre digo: a gente aprende o significado de liberdade em cima da moto, pois justamente com ela, você pode fazer o que quiser, mas você é responsável pela própria segurança e condução.

      2. ontem vi um acidente de moto… e fiquei muito impressionado. estranhamente não saiu na imprensa. foi no cruzamento da av. paulista com a brigadeiro. me pareceu q o piloto da moto estava correndo, pelo estrago… cara, tem q tomar muito cuidado e não ir na onda dos mike terrorista da vida.

        1. cara, tem q tomar muito cuidado e não ir na onda dos mike terrorista da vida… (reticências por minha conta =p )

          Exatamente! É isso que venho notando na cultura automotiva / motociclistica. Bate até com o texto do Maciej Ceglowski no post seguinte. As pessoas se preocupam tanto com velocidade, com chegar rápido, com o prazer de acelerar, que não notam que isso tudo interfere no meio. É algo que prejudica a sociedade em um todo.

          Tudo existe um limite, e ao mesmo tempo não existe.

          (frase clichê de sempre) Se desligarmos os conceitos morais que temos, podemos fazer de tudo. Ponto final. Não precisaríamos se preocupar com regras.

          Mas regras e limites existem pois nem todos agem de igual forma. Nem todos tem as mesmas coordenações motoras, sensação de espaço e tudo mais para uma condução segura. Não dá para nivelar por cima, como se todo condutor de veículo fosse um piloto de caça Match-4.

          Tal como na famosa distopia “revolução dos bichos” (sim, outra frase clichê) – “Todos são iguais, alguns são mais iguais que oturos”. Esse é um dos males de quando se discute trânsito.

          1. é q eu vi o sangue do cara no chão… fiquei realmente impressionado. o capacete foi deixado pra trás, numa área isolada. eu não sei, mas talvez ele tenha morrido. obviamente não tirei foto, pq não sou profissional, não tinha o dever de fazê-lo e achei q seria de algum desrespeitoso tirar foto do sangue do cara…

          2. Não sei quantos acidentes eu vi em toda minha vida. Digo que de cabeça, lembro de 4. Um deles bem no início da minha vida sobre duas rodas. Este primeiro sempre me fez pensar em como conduzir com o mínimo de estabilidade.

          3. a desculpa de muitos q correm é a insegurança. mas é balela. há o evidente prazer em correr, na velocidade, na superação etc… é inegável q correr é prazeroso, mas é algo pra se fazer em ambiente controlado. pq se pilotos morrem em pistas, imagine as pessoas querendo fazer o mesmo nas ruas!?

          4. Não bem isso. Muitos que correm tem duas explicações:

            – Eficiência (querem chegar no tempo menor possível)
            – Segurança (correr evita que pessoas ataquem elas).

            O prazer é uma explicação extra, mas quem se assume fã de velocidade / veículos. Não sei dizer se é aceito por boa parte da população quanto a prazer, até porque se a pessoa fala que tem prazer de dirigir, e ao mesmo tempo fica mexendo no celular enquanto dirige, tem um erro aqui.

        2. Cara, numa cidade que morre mais de um motoqueiro por dia, não tem como noticiar a morte e os acidentes.

          1. pois é, cara. banalidade total mesmo. mas, sério, fiquei bem impressionado. não havia o corpo morto ou ferido ali. só o vestígio dele. a máquina arruinada e as barreiras (fitas) q impediam a aproximação…

    5. uso bike e metrô combinado na maior parte da semana. às terças uso bike, metrô e ônibus. qdo estou muito enrolado com o tempo, chamo um uber ou táxi. e, esporadicamente, alugo um carro. qdo tinha carro, era só preju: impostos, seguro, manutenção e combustível. agora eu economizo com a bike (tb tenho gastos com ela, mas são pequenos) e ainda alugo a garagem do meu ap (cobro duzentos, mas se cobrasse 500 acho q pagariam, tamanho o amor q as pessoas têm aos seus carros). o carro faz falta sim em alguns momentos… se as locadoras de carro trouxessem o carro até vc, aí, amigo, não ia fazer falta nenhuma mesmo.

      1. Tem locadora que faz este tipo de serviço (levar carros), eu acho. Se bem que em compensação, há os serviços de “car sharing”, que é locação, só que em períodos curtos, e onde você pode deixar o veículo em um lugar diferente e outra pessoa já pegar o mesmo e ir embora.

        1. hum, não me lembro de ter me deparado com isso, de trazerem o carro. mas não é um problema tb ir buscar. há locadoras relativamente perto de casa até… ter um carro é realmente prático, mas tb é um baita estorno. qdo estou com um carro alugado, eu cuido bem do carro no trânsito, mas na hora de estacionar não fico naquela paranoia se vão arranhar o carro, aquelas batidinhas de porta, essas coisas. mas, cara, andando de bike, tb me estresso com os motoristas e motoqueiros q estão pouco se lixando q vc está de bike é o mais frágil ali no meio deles. motoristas de ônibus, então… puts.

          1. Isso é foda… Meu meio de transporte principal durante a semana também é bike. Só não uso quando está trovejando (tipo hoje). E tem gente que não tem ideia do que é “tirar uma fina” na pele do ciclista! É o tipo de gente que acha que o trânsito vai piorar por causa da bike na rua, que acha que ciclista tem que andar nas calçadas… Ao meu ver, falta muita informação mesmo.

          2. Eu usei bicicleta uns dois anos para vir para o trabalho. Mas ultimamente o clima não está nada favorável, fora que onde eu moro não há nada de ciclofaixa ( mas sim um grande desrespeito a quem usa bicicleta).

          3. O meu percurso é na maioria em ciclovia. E o pouco que eu pego fora delas, é de trânsito quase parado, então não tem muito problema!

          4. Eu gosto de sol! Saio cedo, volto fim do dia. Banho na empresa.. Perfeito!

          5. Eu gosto de sol! Saio cedo, volto fim do dia. Banho na empresa.. Perfeito!

          6. justamente. tiram fininha pra disciplinar e assustar o ciclista. e muitos ficam putíssimos qdo vc os ultrapassa com uma bike. em alguns trechos eu consigo andar mais rápidos q os carros e vejo q muitos não gostam dessa minha petulância. “onde já se viu, bike mais rápido q carro”… é, amigão, com as próprias pernas se vai longe.

          7. justamente. tiram fininha pra disciplinar e assustar o ciclista. e muitos ficam putíssimos qdo vc os ultrapassa com uma bike. em alguns trechos eu consigo andar mais rápidos q os carros e vejo q muitos não gostam dessa minha petulância. “onde já se viu, bike mais rápido q carro”… é, amigão, com as próprias pernas se vai longe.

          8. É… Foda, tem gente que não se dá conta que a “fininha educativa” é um prato cheio para matar uma pessoa que na verdade estava ajudando o trânsito!
            Mas tem que se dizer que também falta (in)formação pro pessoal da bike. Tem muita gente andando na contra mão e achando que está fazendo o certo, que é mais seguro. Fora outras tantas “cagadas” por conta da desinformação.

          9. por uma questão de sobrevivência, tenho q andar na contra-mão, às vezes… mas pq a via não foi pensada para trânsito de outra coisa senão carros, ônibus e caminhões. na maior parte do tempo tento seguir o caminho certo, mas qdo esse caminho é perigoso demais e não há vias paralelas melhores, a calçada ou a contra-mão acabam sendo a melhor opção, infelizmente.

            não fazer algumas coisas determinadas no código de trânsito, pensando em grande parte para o fluxo de carros, não deveria ser visto como algo negativo e sim um problema a ser resolvido. vale o mesmo para o fluxo dos pedestres.

          10. concordo com todos os itens listados no vádebike, mas o caminho q faço na contra-mão é, digamos, bem sui generis. desenvolvi umas estratégias ali pra não passar perrengue. é muito mais seguro nesse caso específico a contra-mão q o mão correta. na mão correta há uma faixa de ônibus (usada pela EMTU, tb conhecidos como expressos da morte) e as outras duas vias são para carros de corrida, pois muitos passam ali a uns 80 Km/h ou mais. A outra via, no sentido contrário, tem uma faixa só… eu vou devagar, bem iluminado e qdo sinto q um carro vem rápido demais, me abrigo na calçada e depois volto… E assim vou. É lugar muito ruim mesmo pra transitar, mas como é deserto de pedestres na hora q volto à noite, não tenho tido problema na calçada. Vou devagar e tal… Mas é um sentimento ruim. Preferiria, claro, estar numa bela ciclovia e não ter q ficar nessa situação idiota. Mas é uma questão de segurança mesmo… os carros e os ônibus não perdoam os ciclistas.

          11. Poxa, aproveitando toda essa discussão em relação as bikes, faço a pergunta: Quais são as bikes de vocês, estou pensando em pegar uma para fazer trajetos urbanos também.

          12. a minha é uma montain bike da caloi. estava pensando seriamente em trocar por uma city tour da caloi, q é um modelo hibrido (montain e speed), mas ainda não sei. eu não me via pedalando em bikes q não fossem montain bike, mas depois de trocar os pneus da minha por uns mais pra asfalto e com perfil menor, achei mais vantajoso ter uma bike hibrida. eu recomendo q vc tenha uma bike q seja viável instalar bagageiro, q é algo bem útil. pq aquelas de roda presa, eu acho q não aguentam, não sei…

            eis o modelo desejado:

            http://www.caloi.com.br/bike/city-tour

          13. Essa parece ser uma bem interessante e leve. Ainda não manjo muito como me locomover de bike fora do âmbito de passeio, talvez pegue uma que seja resistente mas com ponto de equilíbrio bom até acostumar. Vlwss

          14. é… tenta testar algumas e ver o q acha. se vc estiver em sp tem a decathlon e vc pode mexer nas bikes lá e ver a que lhe veste melhor. se vc for um super ricaço dá pra comprar coisa melhor, claro.

          15. entendi, como estou com a verba curta e não posso aumentar impostos huaha, estava pensando em uma na faixa de 500 a 800, essas mais mountain, funcionam bem na área urbana? ou fica muito deslocado pra se locomover?

          16. funcionam, claro. se for pra uso diário, talvez uma dessas de 500 não aguente, mas uma de 800 já dá uma melhorada. vc vai ter q trocar umas peças mesmo assim: movimento central, freios e trocadores de marcha. talvez um selim novo e comprar as luzes de alerta e um colete refletivo… acho q nessa vai mais uns duzentos ou trezentos mangos. mas no q vc vai economizar de busão, se for o seu caso, compensa.

        2. ah, tem os carros autômatos do google, né? vai ser muito louco um trânsito sem pessoas dirigindo. é provável q o número de mortes caia pacas. e, a proposito, tem até um pouco a ver com o post do ghedin, sobre as tecnologias resolverem as coisas… sei lá, nas estradas eu vejo os caminhoneiros fazendo cada uma nas estradas… se fossem caminhões autômatos, acho q a coisa seria melhor pra todos.

          https://www.youtube.com/watch?v=MtsdHCTkf1g

          1. Tecnologias automatas ou concentradas e eficientes em segurança já existem – são os trens.

            Só que as pessoas não investem nisso, e nem se interessam tanto.

            Caminhões autômatos não resolve tanto se parar para pensar.

          2. trem tem trilho, né, ligeiro? aí e fácil. na rua tem moleque jogando bola, gente bêbada, bichos etc… mais variáveis pra administrar. digamos q o trem é um ambiente mais controlado (o metrô, pelo menos).

          3. Esse é o ponto.

            Velocidade, como você bem colocou em outro comentário, é mais eficiente e seguro em ambiente controlado.

            Ruas abertas ao público NUNCA terão estas condições. Rodovias abertas, idem. Fãs de velocidade deveriam ter isso em mente.

            Digo pelo que vejo – ao menos em SP, os trens da CPTM estão em um ambiente bem controlado. Em relação a 15 anos atrás, posso dizer com segurança que boa parte dos cruzamentos de ruas com trilhos foram eliminados e existem barreiras por toda a malha.
            Claro que em relação ao Metrô, justamente os cruzamentos de linhas e ruas são alguns dos maiores riscos (os outros seriam as pessoas nas vias e outros incidentes).

    6. Estou no trabalho e sem tempo pra escrever textão, então vai um simples: Apoiado!

    7. tirei essa foto qdo ainda me restava alguma juventude.

      um garoto atravessando a av. cruzeiro do sul, aqui em sp, com uma bola nos pés… parece q ele vai driblar os carros.

      https://flic.kr/p/dVVaja

        1. imagine. amadorismo total. e por falar em fotos, rapaz, estava vendo uma leica m monochrom – ela só tira fotos em p&b. negócio muito doido mesmo! preço módico: 23 mil…

    8. Tão bom ver que alguém que pensa assim e não cede aos extremismos e frases de efeito que esse tema gera.

  13. Alguém foi/vai no Rock in Rio?
    E nos grandes festivais de música, alguém ainda se propõe a ir?
    Ano passado fui no Circuito Banco do Brasil. Gostei muito, apesar de a organização estabelecer uma “pista premium” para o evento…

    1. tenho tantas outras prioridades pro meu suado dinheirinho. só iria num Rush se eles tocassem em POA.

    2. Fui no CBB tambem, no RJ, foi legal, mas não considero um festivalll e tal, não tem nada demais la dentro, mas toparia um Lollapalooza tambem
      E fui no ultimo RIR em 2013 (eu acho), e foi legal, mas é cansativo DEMAIS, pois é MUITO longe, calor, você anda bastante, ve o shOw de longe (ou de perto, como eu vi porem passei aquele leve sufoco da muvuca)..

    3. Fui no CBB tambem, no RJ, foi legal, mas não considero um festivalll e tal, não tem nada demais la dentro, mas toparia um Lollapalooza tambem
      E fui no ultimo RIR em 2013 (eu acho), e foi legal, mas é cansativo DEMAIS, pois é MUITO longe, calor, você anda bastante, ve o shOw de longe (ou de perto, como eu vi porem passei aquele leve sufoco da muvuca)..

      1. Estou tentando criar coragem para ir no próximo Lolla. Só que eu fico me imaginando uma tarde e uma noite inteira para ver uns shows e desanimo na hora.

    4. Fui no Rock in Rio de 2013 e no Lollapalooza de 2014. Passei sufoco, de ficar na muvuca, nos dois pra poder pegar um lugar legal pros shows que queria ver, mas valeu muito a pena. No Lolla, como os shows eram cedo, deu até pra ficar a maior parte do tempo sentado na grama com os amigos, com uma cervejinha e vendo um show massa ahahaha

    5. Fui no Kaiser Music em 2003 (Hellacopters, Sepultura e Deep Purple), vi alguns shows em estádios e fui no Lolla 2013 (Hives e Pearl Jam fechando no palco principal, Kaiser Chiefs e Planet Hemp no secundário). Olha, fosse hoje ficaria com a cobertura da TV. É legal estar lá mas cansa DEMAIS. Sem falar no preço astronomico do ingresso. Mil vezes assistir show em casas fechadas onde a acústica dá de goleada. Vi Helloween no Credicard Hall e Chris Cornell no Beacon Theater e mesmo longe curti bem mais. Enfim, tudo depende de quem você quer assistir.

    6. Fui no Lolla 2012, Lolla 2013 (um dos melhores investimentos da minha vida), pulei o 2014 e fui no desse ano. Não pretendo ir no 2016 pois também estou fazendo o meu ajuste fiscal hahahaha.

  14. Vocês que são mais entendidos do que eu: Já viram impressora laser 220v?
    Pesquisando até surgiu algum comentário dizendo que já viram. Mas nao entendo por que não é algo comum! Parece conspiração da industria pra vender transformador.

      1. pois é, muito estranho.
        pior quando o pessoal insiste em ligar a impressora naqueles estabilizadores de merda. o negócio dura 1 semana.

        1. Estabilizador não puxa e libera tanta energia. Ele é feito para trabalhar com uma corrente máxima, esta que é superada facilmente por uma impressora laser. Se liga uma impressora em estabilizador ou no-break simples, eles queimam rápido. Falta muita orientação aí.

          Por isso o uso de um transformador ou regulador de energia mais potente.

          1. conheço pessoas que acreditam no mito que o estabilizador ‘protege’ o computador. já tentei argumentar, mas que se fodam. onde eu consigo eu me livro dessas tranqueiras.

          2. Não que protege, mas pelo menos evita algo pior. A rede elétrica brasileira ainda não está 100%.

            E toda vez que vejo alguém (digo em blogs e textos sobre) falar que “estabilizador não protege”, geralmente os caras falam com muita estupidez, não com clareza ou prova de caso.

          3. não digo que não protege, mas tem que ser um bom estabilizador. nao essas porcarias que são vendidas pelo comércio em geral.
            teve cliente minha que perdeu os 2 computadores num temporal e ficou abismada pelo estabilizador nao ter protegido. mas claro!! ele na vai te proteger disso!!

          4. O problema do estabilizador é que ele é lento na hora de regular a voltagem. As fontes modernas de hoje, também conseguem regular a voltagem e são bem mais rápidas nisso.

            Como o Estabilizador, só pega a diferença depois que a eletrecidade já oscilou, a fonte do equipamento acaba trabalhando dobrado… primeiro ela regula a voltagem que “passou” depois a que o estabilizador “corrigiu”

          5. O que é estranho, pois usando 220v, seria uma corrente bem menor pra mesma potência. Estranho equipamentos de alta potência sem versão pra 220v.

      2. Na verdade não faz muito sentido essa afirmação, por que tem muitas cidades que só tem rede elétrica 220v.
        De certa forma é até melhor, exige menor bitola da fiação pra coisas como chuveiro.

          1. Sim, mas venda na internet não é restrita a um mercado só na maioria das vezes

    1. tenho uma laser e ela realmente usa muita energia. é 110… eu a deixo ligada num filtro de linha mesmo e tem funcionado bem. agora estou com uma mais simples, mas antes tinha colorida. aquela era bem mais exigente…

  15. Estou procurando um teclado para iPad (sem fio, de preferência), bom, bonito e barato.
    Alguma dica?

      1. Obrigado. Gostei bastante. Tinha visto um outro modelo da mesma marca.
        Sabe me dizer da bateria?
        Edit: já vi que funciona com 2 pilhas AAA, que, segundo a fabricante, duram 2 anos, com “uso normal de escritório”.

        1. Se for como os da Microsoft, vai durar até mais de 2 anos! Teclado sem fio realmente não consome nada!

  16. [MOCHILA]
    Estou atrás de uma boa mochila pra carregar um notebook + carregador + pequenas coisas (desodorante, escova, carteira, carregador portatil) e eventualmente viajo nos finais de semana pra casa dos pais/noiva..

    vcs tem alguma ai pra indicar?!
    to muito inclinado a pegar uma da Targus pois uns amigos tem e acham muito boa.. só não me decidi ainda pelo modelo.. =D
    alguma sugestão!? vlw

      1. qual modelo?!
        tem q ser mediana pra mim.. por causa das viagens..

          1. às ordens. =)

            Uma sugestão: não sei onde tu mora exatamente, mas procure direto em lojas de bolsas, até mesmo em comércio popular. As mochilas “chinesas” até que ultimamente tem melhorado de qualidade, e dependendo de onde for comprar, o custo-benefício vai compensar.

            Antes da Targus, estava usando uma chinesa com placa fotovoltáica

          2. moro na grande BH.. contagem, pra ser mais exato!
            Até cheguei a procurar no comércio local mas a qualidade tava SOFRIVEL!! os china daqui ainda não chegaram na qualidade minimamente aceitável.. kkkkkk

            e tipo.. se for pra pagar 100 dilmas numa mochila q vai durar 3 meses, prefiro pagar o dobro em uma q vai durar uns 4 anos, igual essa q uso atualmente tá durando.. kkkkk

          3. A chinesa que comprei durou uns 2 anos. Geralmente, as bolsas que compro “chinesas” duram até justamente uns 4 anos. Como exagero na carga, acaba estragando por expansão das fibras, e também da estrutura das fitas.

            A Targus estou experimentando agora. :)

    1. Eu tenho uma que comprei no comércio local e já passa dos 4 anos! Está praticamente nova, um pouco encardida, mas não há pontos em que está descosturando. O zíper está íntegro também.

      Pelo que paguei na época (cerca de R$150) foi um ótimo negócio. Quando chegar em casa pego a marca dela.

    2. Eu uso uma mochila p/ notebook Hummer há 5 anos. Usaria por mais cinco, não fosse os sinais de velhice que ela começou a dar. No entanto, zíperes, alças, interior, exterior: tudo íntegro, funcionando como se ela fosse nova.

      1. boooooa.. sempre fui curioso por essa marca mas o preço me deixou um pouco receioso.. bom saber da qualidade.. vou dar uma pesquisada! valeu

    3. tenho uma deuter surrada q uso pra fazer compras no mercado e é impressionante como cabe coisa nela! só tem 20 litros. e tenho uma outra deuter q uso diariamente q tem 28 litros. gosto das duas pq tenho como prender o capacete da bike nelas. e elas sem bem confortáveis nas costas, mesmo estando bem carregadas.

    4. Tchê, não sei como estão os modelos atuais, mas a muitos anos atrás comprei uma da Dell que é MUITO boa. Devo ter ela a pelo menos 6 anos e tá inteira, usando todo dia. Recomendo dar uma olhada nos modelos atuais da marca.
      De qualquer forma, Targus é tiro certo também.

      1. me arrependi das duas mochilas da Dell q tive.. nenhuma delas durou 1 ano completo! =(

        acho q nao dei sorte!

        1. Vai entender…
          Como disse, meu modelo é beeeem antigo. Talvez naquela época elas eram decentes.

        2. Comprei uma na promoção de 2013 da Adidas (no próprio site) e tenha ela até hoje. Tem espaço para notebook e é bem leve. Vale apena olhar os modelos lá para comprar algo bom e mais em conta. Na época acho que saiu por uns R$ 60,00.

    5. Uma vez que a Targus que comprei não durou um ano, não recomendaria. Pode ter sido azar meu, mas não diria que é compra certa.

      1. Cara, e isso vale ao @andre_dereh:disqus também, será que no caso de vocês, não seria ver se não está sobrecarregando as mochilas? Eu mesmo tento comprar sempre uma mochila maior ou com uma estrutura que sinto que aguenta o que transporto. :)

    6. Quando voltar a trabalhar e passar a ganhar pelo menos bem, quero comprar uma mochila com bom acabamento e tenho em vista algo da Nordweg – por mais que seja bem caro.

      1. nossa.. nao da pra pagar 900 dilmas numa mochila!!

        1. Em outro comentário seu te indiquei a loja da Adidas. Comprei a minha mochila que uso atualmente e desde 2013 está firme, forte e em bom estado. Quando tem promoções, vale bastante a pena comprar mochilas e tênis no site deles.

        2. Em outro comentário seu te indiquei a loja da Adidas. Comprei a minha mochila que uso atualmente e desde 2013 está firme, forte e em bom estado. Quando tem promoções, vale bastante a pena comprar mochilas e tênis no site deles.

        3. Também acho um “absurdo” 900 conto numa mochila, mas nesse caso é mais por luxo mesmo. Se eu tivesse grana sobrando, provavelmente compraria também…
          Tem um modelo deles que eu acho muito bonita, toda de couro, estilosa. Por mais que seja caro, acho que vale o que cobram.

      1. Tá no Crunchyroll ( http://www.crunchyroll.com/death-note-drama ) e tem resenha (um pouco recheado de spoilers ) no JBox ( http://www.jbox.com.br/2015/07/11/review-death-note-live-action-episodio-1/ ).

        Em relação a animação, podemos dizer que a essência é a mesma. O que muda é a ação de cada personagem. Mesmo se assistiu a animação, vale ver o drama pois eles mudam algumas ações no decorrer da série, sempre surpreendendo todos. =)

  17. Algumas regiões de São Paulo tem sofrido muito com bandidos quebrando o vidro do carro e roubando o que tem dentro. Como o trânsito fica parado, vc não tem como fugir. Assaltaram minha noiva assim, QUANDO EU ESTAVA FALANDO COM ELA NO TELEFONE e eu escutei basicamente tudo em alto e bom som do viva voz do meu carro. Dias atrás testemunhei uma moça sofrendo o mesmo tipo de assalto.

    Estou então cotando uma película de segurança para colocar no carro. Não aguenta tiro, mas o cara pode vir tentar quebrar o vidro com um extintor que não passa. (é uma película de poliester)

    1.200,00 reais. não é de cair o toba da bunda ter que gastar isso pra evitar uma dor de cabeça?

    Lembrei do assalto que o Rodrigo sofreu. Meu prédio tem portaria e tem “alguma” (aspas enromes) segurança. Mas ainda assim estou pensando em trocar a porta do apê por uma melhor. E já pesquiso regulamente sobre carros blindados usados. Me sinto um merda fazendo isso. Mas… paciência.. é se adaptar ao ambiente

    1. Mudar a rotina será que não ajuda? Muitas vezes, o problema de segurança está na rotina adotada. Se há uma região que sabe que lá tem problemas de segurança, o ideal é não passar por lá.

      Sei que tem na região do Morumbi uma avenida onde em um cruzamento houve vários casos de assaltos, sempre reportado em noticiários. Fizeram de “quase tudo”, mas não adiantou – lá sempre fica um criminoso à espreita.

      Dizem que o melhor é nunca fazer a mesma rota todos os dias. Sempre variar um pouco, ser aleatório. Isso evita que ladrões fiquem “de olho” sempre em uma potencial vitima.

      Sei que este caso da sua noiva pode ser aleatório – não importa a condição, vai acontecer, mas é algo que pensei quando escreveu sobre.

      1. hahahaha cara, vc matou. É onde moro.. região do Morumbi.

        E não tem mais pra onde correr. Eu até sai do grupo do Facebook que informava as merdas por ali, pq ia ficar neurótico. O trânsito trava nos principais acessos que levam a algumas rotas. É cada caso que vc escuta, que … argh… Eu não sou dos mais medrosos, mas… tá feia a coisa.

        A recomendação que fazem é sair da pista da direita a TODO custo. Quando o trânsito anda, é mais fácil.. mas normalmente é parado.

        1. E transporte público não vira não? Ou vai me dizer que assalto e arrastão a ônibus também vem acontecendo?

          Quando você fala “sair da pista da direita”, fico pensando – e na hora que a pista da esquerda travar também? Se bem que a pista da direita é onde fica a calçada, e onde provavelmente vai surgir o criminoso.

          1. Segundo o delegado eles tem medo de sair da direita para não serem atropelados. Fora que tem pra onde fugir, nas marginais a esquerda, só nadando. (ou andando em cima do rio, pq né)

            Transporte publico seria o ideal, mais que triplicaria meu tempo (Sem zueira). Saiu do “centro” de SP, tudo demora muito.

      2. Isso eu já faço, mas tem vezes que a comodidade pesa muito, ou então alguns trajetos ficam inviáveis tanto pela distância, quanto pelo tempo/trânsito.

    2. Que caso…me entristece muito a que ponto chegou a violência nos grandes centros.
      Eu reclamo bastante de onde moro, mas pelo menos ainda posso passear com as janelas do carro abertas…

      1. Que eu lembre, a primeira coisa que tive que parar de fazer, foi usar relógio na mão esquerda, pois o número de roubos estava assim algo inimaginável. Depois tive que começar a evitar passar por vários trechos à noite, depois as janelas não podiam mais estar abertas. E agora blindagem.

    3. Infelizmente é um problema das grandes metrópoles. Eu ando muito de carro e nunca fui assaltado, mas histórias não faltam.
      Na região em que moro (extremo leste), são roubados, em média, 2 carros por dia.

    4. A primeira coisa que fiz quando troquei de carro, foi blindar. Infelizmente o custo é maior, tanto o de instalação, quanto a manutenção do carro. Mas é melhor isso que ficar a merce de bandido apontando uma arma para mim. Se pular na frente do meu carro, eu atropelo, e se deixar ainda dou ré, essa parte é brincadeira, vai que né?

      1. Marcos, é fato… o custo da blindagem é alto mas hoje em dia… virou uma opção a se pensar. E procurando BEM dá para encontrar modelos semi-novos e usados com um bom preço..

        Eu pensaria com mais carinho na Armura. Já dirigi um carro “normal” ( Um Fit novo) e fiquei impressionando com o quão leve ela é. A parte ruim é a incapacidade de segurar balas de 9mm

        1. Eu tinha a opção de usar uma blindagem Armura, mas como é apenas nivel I, fiquei receoso, e acabei optando por blindagem III-A pesa mais, é um pouco mais caro, mas hoje tenho menos medo de assaltos, ainda fico em choque depois, mas bem mais moderado que antes.

  18. Bom dia..
    e já teve gnt fazendo o tal do Bend Test no iphone 6s..
    spoiler: nao deu em nada!

    vão ter q encontrar outra coisa pra difamar a apple nessa geração..

    1. André.. quando uma empresa atinge o topo ela vira alvo. É natural que aparelhos como a linha S da Samsung, os iPhones, assim como outras coisas como por exemplo um carro best seller seja testado a exaustão a procura de erros.

      Penso que se vc está feliz com teu iPhone, nem se preocuparia com esses testes.

      1. eu não tenho iPhone.. sou um feliz usuário de android!
        AUShUASUHASHUUSAHUS

        Eu gosto de tecnologia e acho incrível a capacidade da galera achar agulha em palheiro!

        1. hahahaha eu tbm. na real tenho coisas da Apple e da Google. E da MS tbm. E da Amazon….Ah vá. kkkkkk

          O que acho pior na vdd é o pessoal que comenta coisas com termos do tipo “ERRO PRIMÁRIO” para comentar uma cagadinha de uma mega empresa como Apple, Samsung, Motorola e etc. Dá muita vontade de dizer pra esse tipo de sujeito: “meu.. cresce, arruma teu CV e vai ver como é o mundo de verdade lá fora vai”

        2. hahahaha eu tbm. na real tenho coisas da Apple e da Google. E da MS tbm. E da Amazon….Ah vá. kkkkkk

          O que acho pior na vdd é o pessoal que comenta coisas com termos do tipo “ERRO PRIMÁRIO” para comentar uma cagadinha de uma mega empresa como Apple, Samsung, Motorola e etc. Dá muita vontade de dizer pra esse tipo de sujeito: “meu.. cresce, arruma teu CV e vai ver como é o mundo de verdade lá fora vai”

          1. o q mais me irrita é o cara virar e falar:
            deps de uma semana da apple tv, a amazon COPIA o q a apple quer vender e lança a Fire TV!

            cara.. eu trabalho com desenvolvimento de produto(veiculo, no caso) e NENHUM projeto nasce em 2 semanas.. é necessário pelo menos 1 ano de desenvolvimento.. a galera acha q o q chegar deps no mercado ta copiando descaradamente o q foi lançado a pouco tempo atras..

          2. bacana André. Sou fissurado por carros. As vezes acho que até mais do que tecnologia (Se bem que hoje dia, carro e tech convergem)

            Sim!!! Pessoal acha que um projeto sai de um dia pra outro… não fazem a mínima, da mínima idéia do quanto tempo leva projetar, homologar, testar, etc.

          3. eu trabalho na equipe de eletroeletronica.. então da pra ver uma convergência MONSTRA nas duas areas q eu mais gosto.. kkkkk Carro e Tech! Sou um cara feliz no trabalho.. só posso reclamar do salário mas isso ainda leva tempo.. sou Analista Junior ainda então não da pra ter td.. kkkkkk

          4. eu trabalho na equipe de eletroeletronica.. então da pra ver uma convergência MONSTRA nas duas areas q eu mais gosto.. kkkkk Carro e Tech! Sou um cara feliz no trabalho.. só posso reclamar do salário mas isso ainda leva tempo.. sou Analista Junior ainda então não da pra ter td.. kkkkkk

          5. Ah sim, tem bastante chão pela frente, mas muuuuuito legal!
            As ECU´s dos carros estão ficando assombrosas… assim como toda parte eletrônica.

          6. Falando nisso, até a artimanha dos TDi da VW foi engenhosa. risos

          7. Sim… apesar de não ter sido a única. o Flatout fez uma bela compilação: http://www.flatout.com.br/as-maiores-malandragens-automotivas-de-que-se-tem-noticia/

            Embora sacana, a idéia foi engenhosa.. e mostra o quanto os carros de hoje reconhecem tudo. Eu comprei um OBD2 e baixei o app Torque pro meu smart. Dá pra ver muitas coisas que a injeção monitora, além de em caso de problemas, com o app eu sei o que está de fato ocorrendo (a luz de injeção do carro é muito vaga)

      1. parece msm..
        mas eh so o som de alguem fazendo muita força..
        ou seja, fail no bend!

    2. Nem acho que seja questão difamação, mas era notório o problema na geração anterior – da mesma forma que ocorreu com outros smartphones de marcas diferentes. Ainda bem que agora é página virada.

Os comentários deste post foram fechados.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário