Vazamento de senha do Ministério da Saúde expõe dados de 16 milhões de pacientes de COVID-19

Inacreditável o vazamento de dados de 16 milhões de pacientes de COVID-19, revelado pelo Estadão. O funcionário do Hospital Albert Einstein confirmou à reportagem que enviou a planilha com senhas ao seu perfil no GitHub como parte de um teste e que esqueceu de removê-la. Hospital e Ministério da Saúde vão apurar o caso, e talvez a primeira pergunta a ser feita é por que uma senha importante dessas estava salva em texto puro numa planilha. Via Estadão.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

2 comentários

  1. Falo até por mim: se é algo que não é ensinado direito – ou melhor, nem colocado de forma esperta e diretamente feito para leigos – é a questão da segurança digital.

    Somos meio que “emas que enfiaram a cabeça no buraco”. Só vale aprender sobre segurança digital DEPOIS de alguma ocorrência.

    1. Acho que é bem discutível essa ideia de que todo mundo deva ser perito em segurança digital, mas não é o caso ali, né? Foi um cientista de dados que cometeu o deslize, alguém que com certeza tem uma boa noção de segurança digital.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário