Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

União Europeia rejeita limitação a criptoativos que desperdiçam energia

Uma proposta para limitar criptoativos baseados na validação do tipo proof-of-work (PoW), que consome quantidades enormes de energia elétrica, foi rejeitada no Parlamento Europeu nesta segunda (14). A derrota foi de 30 votos contra 23. A proposta é parte do framework Markets in Crypto-Assets (MiCA), que busca regular o mercado de criptoativos nos 27 países do bloco.

As duas maiores criptomoedas do mundo, bitcoin e ether, usam blockchains baseadas em PoW. Estima-se que só o bitcoin consuma o mesmo tanto de energia que a Noruega — se o bitcoin fosse um país, seria o 27º mais gastão do mundo. Via Coindesk, The Verge (ambos em inglês).

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

4 comentários

  1. Que péssima notícia.

    (A se pensar: se fosse aprovada a lei agora, haveria uma queda brusca no valor do Bitcoin. Investidor europeu que tivesse valores na criptomoeda iria estar berrando. E as bolsas estariam loucas hoje.)

      1. Não. O ponto que provoco é – tem investidor que “diversifica” e tem nas criptomoedas uma outra forma de investir (i)legalmente parte de seus ganhos, ou dependendo de quão o caráter do investidor é, lava dinheiro.

        Eu não conheço muito de economia, mas imagino que se uma hora uma lei que tire o poder do bitcoin for posta em prática, vai ocorrer uma espécie de migração – quem tem investimento em bitcoin migra para ações reais de alguma forma ou tenta conseguir de volta o que tinha em bitcoin/criptoat(chim)ivo. Isso pode mover a bolsa também, de alguma forma. Não sei como se positiva (devido a migração) ou negativa (devido a investidores “protestarem”, vai saber, tem louco para tudo).

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário