Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

A pedido da Justiça, Telegram exclui canais de blogueiro bolsonarista

O Telegram finalmente deu sinal de vida às autoridades brasileiras. No sábado (27), atendeu a uma decisão do ministro Alexandre de Moraes emitida na véspera, do Supremo Tribunal Federal (STF) e tirou do ar três canais do blogueiro bolsonarista Allan dos Santos, foragido da Justiça brasileira. Caso descumprisse a decisão, o Telegram seria multado em R$ 100 mil por dia e bloqueado no Brasil por pelo menos 48 horas.

Apesar do cumprimento, Allan continua ativo no Telegram graças a um “perfil reserva” com 22 mil seguidores. Por ele, vem compartilhando tutoriais de VPN para permitir o acesso aos canais — o bloqueio só está valendo para acessos a partir do Brasil. O uso de perfis reservas foi previsto pela decisão do ministro Alexandre, “comportamento que deve ser restringido”. Via Poder360 (2) (3) (4).

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

2 comentários

  1. Na real, quem foi bloqueado fomos nós, usuários da internet. Ele continua publicando e os brasileiros não tem acesso. Então o ministro disse nas entrelinhas: EU decido o que vocês podem assistir ou não. Um dia ele (ou outro ministro) bloqueia o poder360, ou o lula, ou o Felipe Neto ou sabe-se qual o desafeto da hora. Quem não gosta de um conteúdo não consome, simples assim.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário