Anúncio Black Friday: Assine a NordVPN com 72% de desconto

Spotify poderá ter planos pagos exclusivos para podcasts no futuro

O Spotify disparou um questionário a alguns usuários com perguntas de um possível plano pago exclusivo para podcasts. A empresa quer saber que recursos compeliriam alguém a assinar esse plano (programas exclusivos? Conteúdo extra? Remoção de anúncios?) e quanto essa pessoa estaria disposta a pagar (entre US$ 2,99 e 7,99). Em nota, o Spotify diz que conduz pesquisas do tipo o tempo todo e que elas não necessariamente sinalizam novidades no serviço.

A ideia de cobrar uma assinatura pelo acesso a podcasts não é exatamente nova. A Amazon já está fazendo algo do tipo com o Audible (US$ 7,95/mês) e, em 2019, uma startup fortemente financiada, a Luminary, surgiu com a proposta de vender acesso a podcasts premium (o lançamento foi um fiasco e pouco se ouviu dela desde então). A estratégia do Spotify, de primeiro obter a exclusividade de podcasts de alta qualidade e grandes audiências e criar o hábito nos usuários para depois cobrar, parece mais promissora, porém. Via The Verge (em inglês).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 comentários

  1. Podcast parece uma ideia excelente, principalmente com a implementação aberta e distribuição ampla (lembro de uma época que quase tudo era no soundcloud e dava pra baixar direto de lá, pra escutar sem ter que usar internet).
    Me pergunto se, no futuro, o podcast vai se fechar em uma plataforma/aplicativo, e ficar restrito ao formato pago. É até curioso. Quando (ou como) acontecem as mudanças de paradigmas dos produtos/serviços?

  2. A ideia não é muito ruim.
    Mas, há sempre um Mas, quem e que decide se determinada rua é perigosa?
    Eu moro numa rua bem tranquila e onde não há histórico de violências e ou de assaltos.
    Se, eventualmente esta rua fosse classificada erradamente como perigosa, só me restaria alugar a minha garagem.
    Kkkkkkkkk

  3. Já parei de ouvir o MRG por terem se tornado exclusivos do Spotify, o que dizer de podcasts premiums… vai na contramão do formato de ‘rádio’.

  4. Eu disse isso umas semanas atrás e um monte de podcasters ficou brabo (comigo não, mas com pessoas que falaram o mesmo).

    Nada como se fechar AINDA MAIS na plataforma dos outros. Depois reclamam que não conseguem viver de “produção de conteúdo”.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário