Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Cansado do Google, desenvolvedor do FairEmail encerra projeto

O desenvolvedor Marcel Bokhorst encerrou seu aplicativo para Android, o cliente de e-mail FairEmail, após acusar o Google de “sinalizá-lo falsamente como ‘spyware’”.

O FairEmail foi removido da Play Store e da F-Droid, não será mais atualizado e Marcel não prestará mais suporte aos usuários. “O Google venceu”, disse ele em um fórum de discussões ao anunciar sua decisão.

Em mensagens anteriores, Marcel reclama de decisões arbitrárias do Google na revisão de atualizações do FairEmail. O último problema foi a acusação de spyware. “De acordo com o Google, o FairEmail é um spyware porque envia a lista de contatos [do usuário].”

Nesta quarta (18), Marcel submeteu uma atualização do FairEmail removendo o recurso supostamente problemático. “Pode ser um choque, mas se não conseguir resolver isso com o Google, será o fim do projeto. Tentei dialogar com o Google várias vezes, mas eles não oferecem quaisquer detalhes do que o aplicativo está supostamente fazendo errado.”

Quatro horas depois, o desenvolvedor recebeu uma resposta padrão e escreveu: “Removi todos os meus aplicativos da Play Store e não darei mais suporte ou manutenção a eles. O Google venceu. Boa sorte.”

Os links, de fato, não funcionam mais. No site oficial do FairEmail, uma mensagem em vermelho diz: “Todos os meus projetos foram encerrados depois que o Google falsamente sinalizou o FairEmail como spyware sem uma oportunidade razoável de apelação. Não haverá mais desenvolvimento nem suporte.”

Além das rusgas com o Google, Marcel parece estar exaurido. Ele menciona, em uma das mensagens, que sua namorada está doente. Em outra, reclama (e classifica como “problema central”) o excesso de pedidos de ajuda dos usuários e os reviews negativos que seus aplicativos recebem, sem que o Google dê a chance de respondê-los.

Também se coloca como um problema, dizendo-se “um desenvolvedor velho e resmungão, que talvez devesse se aposentar”.

O FairEmail é (era?) uma referência em aplicativos de código aberto, padrões em algumas ROMs alternativas do Android, como o /e/OS.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

5 comentários

  1. Pena, gostava dele e cheguei a comprar uma versão paga. Não uso Google Play, ele poderia ter mantido a versão do F-Droid. Já tinha uma forma de pagamento alternativa ao Google Play para a versão Pro. Mas enfim, se o cara tava doente é outros quinhentos. Mas logo logo pode surgir um fork.

  2. uma pena, cheguei a testar umas vezes e gostei.

    Pode ser uma pergunta idiota mas: usando o gmail como e-mail, faz diferença usar o oficial a clientes alternativos? em questão de privacidade, claro.

    e qual seria a melhor alternativa ao FairEmail? O K-9?

    1. Acho que não,os dados são da google,nã dos usuário,indepebdente da interface que usamos,a refe irá sempre ae comunicar

    2. É, em termos de privacidade acho que não faz muita diferença.

      O K-9 é a outra opção (única, agora?) de bom cliente de e-mail de código aberto para Android.

      1. Uma pena mesmo. Os apps do Marcel são muito bons (dá para encontrá-los buscando por “M66B” no F-droid).

        Usei o Fairmail por muito tempo, mas testei o K9 e acabei migrando.

        Sobre a privacidade, discordo um pouco que não faz diferença usar o oficial. Claro, se está usando um Android padrão (“do Google”), não vai fazer muita diferença.

        Mas todo o comportamento do usuário dentro do aplicativo pode ser datificado: tempos e padrões de digitação, de rolagem de tela, de navegação nas funções… E mesmo fora do aplicativo: um app qualquer no Android pode ver a lista de todos os outros apps instalados, pode monitorar o tráfego de rede, ler a área de transferência, obter informações dos sensores… Uma maneira de limitar isso é com um dos apps do Marcel, o XPrivacyLua (exige root).

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário