Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Bradesco força a barra em app de cartões no iOS para monitorar clientes

Print recortado do Bradesco Cartões, em que se lê: “Para receber mensagens de notificação, é necessário que você habilite o rastreamento nos ajustes do seu celular. Ajustes > Bradesco Cartões > Permitir rastreamento.”
Imagem: Bradesco Cartões/Reprodução.

O aplicativo Bradesco Cartões para iOS, do Bradesco, inaugurou uma nova estratégia, uma espécie de chantagem, para obter a permissão dos clientes para que sejam rastreados.

Ao negar ao app o direito de rastrear seus passos em outros apps e na web com aquele recurso de Transparência no Rastreamento em Apps (ATT, na sigla em inglês), obrigatório desde o iOS 14.5, o Bradesco Cartões impõe uma série de restrições, como “ver só um extrato por mês e não ver as transações recentes”, segundo o leitor do Manual do Usuário, dono de um cartão Bradesco, que fez a denúncia.

Ao ser aberto, o app Bradesco Cartões exibe um popup com o seguinte pedido:

Para receber mensagens de notificação, é necessário que você habilite o rastreamento nos ajustes do seu celular. Ajustes > Bradesco Cartões > Permitir rastreamento.

Não há qualquer tipo de vinculação ou justificativa técnica para tal “necessidade”. A Apple, aliás, proíbe esse tipo de condicionamento na cláusula 3.2.2, alínea VI das diretrizes da App Store. Tradução livre e grifo meu:

[…] Aplicativos não devem exigir que os usuários avaliem o aplicativo, escrevam reviews do aplicativo, assistam a vídeos, façam o download de outros aplicativos, toquem em anúncios, permitam rastreamento ou tomem outras ações similares para acessar funcionalidades, conteúdo, usem o aplicativo ou recebam compensação financeira ou outra, incluindo, mas não se limitando a, cartões-presente e códigos.

Questionei o Bradesco sobre essa prática. O banco enviou a seguinte resposta:

Para a segurança dos clientes Bradesco, usuários do aplicativo de cartões, são utilizadas algumas informações do aparelho no processo de onboarding para evitar invasões e cadastros fraudulentos. Por motivos de segurança, não são divulgados os campos que são utilizados para não expor informações que fazem parte dos motores antifraude do Banco. A palavra “rastreamento” é utilizada no sentido de executar testes com objetivo de garantir a segurança do usuário e não o ato de rastrear sua mobilidade.

Sobre a menção ao regulamento da loja, vale ressaltar que todas as versões dos aplicativos Bradesco são submetidos a etapas de testes e qualidade, além do processo rigoroso de aprovação das lojas. Importante reforçar que o Bradesco tem claro em seu propósito a geração de valor para seus clientes, através de melhorias contínuas em seus produtos e serviços, partindo da centralidade do cliente.

Também pedi um posicionamento à Apple, mas até a publicação desta nota a empresa não havia retornado. Se e quando recebê-lo, acrescentarei aqui mesmo.

Era só o que faltava. Obrigado, leitor!

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

3 comentários

  1. era só o que faltava ein, Bancão…
    no app do meu cartão já me pediram para liberar a localização para ajudar a identificar se foi eu ou outro alguém, em outro lugar, que utilizou o cartão… boa tentativa, mas passei e neguei o acesso.

  2. caraca, que ridículo!

    ainda bem que opções de cartões não faltam, espero que troquem de cartão ao invés de se sujeitar a isso.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário