O que tem na sua mochila, Gustavo Frenzel?

O que tem na mochila do Gustavo Frenzel.
Foto do Gustavo Frenzel.

O Gustavo é um cara que deveria ter terminado a faculdade de engenharia mecânica há algum tempo. Está demorando quase o dobro do tempo pra isso, mas já trabalha na área desde 2008. Mora longe do centro, numa região com chácaras, mas prefere deixar o carro em casa e se locomover diariamente com uma moto trail de 150 cc. Quando pode, busca caminhos alternativos, de preferência sem asfalto.

  1. Mochila Crampon 44. Marca Trilhas & Rumos.
  2. Rede de elástico para prender objetos na moto.
  3. Sacolas de mercado. Para isolar objetos importantes em dias de chuva e até mesmo um calçado não resistente a água.
  4. 2 Mosquetões. Um mini e um médio, sempre presos na parte de fora da mochila.
  5. Chaves.
  6. Lanterna LED da Tashibra.
  7. Conjunto de talheres de acampamento. Chinês, sem marca.
  8. Canivete da Nautika.
  9. Carteira. Com documentos e pouco dinheiro.
  10. Saco estanque da Tribord. Para guardar documentos de carro, moto e carteira em dias de chuva.
  11. Conjunto de chuva para motociclista da Delta.
  12. Moto G4 Plus. Não aparece; usei para fazer a foto.
O que tem na mochila do Gustavo Frenzel.
Clique para ampliar.

Nota do editor: “Na mochila” é uma seção semanal do Manual do Usuário que apresenta o interior das bolsas e mochilas de leitores, colegas e amigos. Veja as outras mochilas já publicadas e mande a sua.

O Manual do Usuário é um blog independente que confia na generosidade dos leitores que podem colaborar para manter-se no ar. Saiba mais →

Acompanhe

  • Telegram
  • Twitter
  • Newsletter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

20 comentários

  1. Tá quase igual a minha. Só levo remédios pra dores nas costas, fone bluetooth, guarda chuva, canetas, carregador e um livro.

  2. Acho que no final são bem mais interessantes as mochilas das pessoas fora da “rodinha” dos programadores/blogueiros. Ótima ideia abrir para o público essa seção!

  3. Mochila Foda… Como futuro engenheiro dou valor pra quem não tem pressa com a faculdade, aproveite bem pra ganhar esse conhecimento, pra se aprofundar, universidade não é maratona e é fundamental seguir seu próprio tempo!

  4. A conteúdo desse tá ótimo.
    Do modo geral eu fico impressionado com o quanto de coisas as pessoas levam na mochila.
    A minha é praticamente vazia.
    Somente com o que eu não posso ficar sem, durante o dia.

    1. Pois é! Tudo depende de quanto tempo você fica fora e quais são suas atividades. Atualmente tenho deixado até o notebook no trabalho quando posso, pois o caminho trabalho-carro está perigoso em horário mais ermos.

      Para quem vive de comparecer a eventos/palestras e passa a maior parte do dia em trânsito ou tem um dia-a-dia menos rotineiro, uma mochila mais carregada pode ser interessante.

    2. Minha mochila tem: pasta de dentes, escova de dentes, desodorante, 1 cartela de paracetamol, 1 garrafa d’água (1,5 litros) carteira e chave. Nos dias que não vou comer na rua, vou sem mochila – a garrafa vai na mão. Nem dá um post!

      1. A minha contém: pasta de dentes, escova de dentes, desodorante, carteira, chaves, uma pasta fininha com umas folhas de papel em branco e um estojo pequeno com uma lapiseira, uma borracha, uma caneta azul e uma preta. Às vezes levo um comprimido de paracetamol recortado da cartela, mas faz um tempinho que esse item está em falta no meu estojo. Garrafa de água eu não levo, deixo um copo com meu nome no trabalho. Ah, vai o celular também, a menos quando ele está no bolso da calça. Raras vezes vai meu tablet também, mas ele fica mais em casa.

        Minha “mochila” na verdade é uma pasta carteiro, feita em jeans com couro (um modelo da Nordweg que infelizmente saiu de linha)

      1. ainda é carburada.
        ela é boa, confortável pelo banco largo. vibra bastante, mas nada absurdo como falam.
        não dá pra esperar tirar muita velocidade, mas esse nem é o meu objetivo mesmo.
        eu tava afim de uma moto mais trail, como a bros 150, mas tava dificil de achar uma que fosse bem cuidada. quando achei uma mulher havia comprado ela na concessionária da suzuki dias antes. aí o vendedor me mostrou essa intruder. um amigo meu já tinha e falou muito bem dela.
        voce tem moto tambem?

        1. no momento nao, ja vi tanto acidente de moto que acabei ficando com medo. minha primeira moto foi uma tt125 na época que ainda não era lei andar de capacete. depois de algumas cg e ml passei para a minha primeira sahara depois uma falcon depois para uma today depois uma cg99 ai voltei para outra sahara que foi a minha ultima moto. gosto de moto trail ou bigtrail.

          1. ah tu já é bem mais experiente qe eu…eu tbm prefiro as trail, mas fora a bros não achei nada que me contentasse em cilindrada, conforto e orçamento.
            quem sabe daqui uns anos eu parto pra algo do porte da XRE ou teneré

    1. Cara estou rindo até agora. O pessoal não para de perguntar o porque. Sei como é mochila de motociclista. Também já fui um. Na minha tinha até bota sete léguas.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!