O que tem na mochila do Alexandre Yamada.

O que tem na sua mochila, Alexandre Yamada?


16/11/16 às 9h51

Foto do Alexandre Yamada.

Executivo com mais de 18 anos de experiência nas áreas de Estratégia, CRM e Inteligência Competitiva, atuou em posições estratégias em grandes empresas como PwC e Itaú-Unibanco. Graduado em Administração pela PUC-SP, tem MBA em Gestão Atuarial e Financeira pela USP, além de especializações em Produto e Inteligência de Mercado (ambas na FGV), Estratégias em Marketing pela Universidade de Chicago e pós-graduação em Liderança pela FIA/USP. Hoje, é head de CRM & Business Intelligence do Grupo Netshoes. Na fotografia, Alexandre Yamada começou em 2009 com uma câmera comprada de um amigo que ia se casar e precisava de recursos. Tem formação em renomadas instituições brasileiras (SENAC, MAM e IIF – Instituto Internacional da Fotografia) e no exterior (University de Artes de Londres). Atualmente, fotografa casamentos e editoriais de moda, além de ser o fotógrafo oficial dos eventos da empresa.

  1. Mosquetão. Do lado de fora, pode ser “clipado” facilmente em outros pertences ou objetos.
  2. Mochila The North Face. Modelo antigo, já consertei umas duas vezes, mas é funcional. Uso no dia a dia, carregando os meus equipamentos do trabalho, quando faço esportes ou viajo. Em viagens curtas, eu nem levo outra mala!
  3. Câmera Leica D-Lux 5. A marca é de 1914 e foi utilizada durante as Guerras Mundiais. Foi eternizada pelo ícone francês Henri Cartier-Bresson como uma câmera de “street photography”. Este modelo é prático, leve e possui regulagens manuais.
  4. Carteira. Esta foi presente, mais tradicional e com tempo de uso limitado — no futuro, teremos apenas carteira digital!
  5. MacBook Pro (17 polegadas). Não é dos menores, mas é confortável para trabalhar. Além disso, para quem “também” gosta de editar fotos e vídeos, é excelente.
  6. Mouse. Ainda acho mais prático.
  7. Carregador portátil. Muito útil, principalmente para situações de emergência e o melhor de tudo: portátil! Evita um dos três medos da modernidade: falta de bateria. Ah, os dois outros medos são falta de Wi-Fi e falta de sinal de telefone.
  8. Canetas. Não ligo para marcas, sempre uso as que eu ganho. Estas são de parceiros e fornecedores.
  9. Calculadora financeira 12C. Como um bom administrador, ainda carrego a boa e velha 12C (eu tenho desde a faculdade, ou seja, remotos anos 90).
  10. Chaves.
  11. Pen drive. Tem sempre alguém perguntando: tem um pen drive?
  12. Dois iPhone (6s e 6). Um pessoal e um do trabalho. Fora isso, dispensam legendas ;)
  13. Um tradicional Moleskine para anotações. Na correria do dia a dia, sempre acabamos esquecendo de algo. Ando com ele para anotar tudo que não posso, ou pelo menos não deveria, esquecer.
  14. Fones de ouvido EarPods. Para momentos de Spotify ou conference call.
  15. Bolsa cinza com fontes, adaptadores e carregadores. Kit salva-vidas.
O que tem na mochila do Alexandre Yamada.
Clique para ampliar.

Nota do editor: “Na mochila” é uma seção semanal do Manual do Usuário que apresenta o interior das bolsas e mochilas de leitores, colegas e amigos. Veja as outras mochilas já publicadas e mande a sua.

Colabore
Assine o Manual

Privacidade online é possível e este blog prova: aqui, você não é monitorado. A cobertura de tecnologia mais crítica do Brasil precisa do seu apoio.

Assine
a partir de R$ 9/mês