Mostre a sua mesa de trabalho #10


16/9/15 às 14h50

Após um pequeno hiato, a seção de mesas de trabalho dos leitores do Manual do Usuário está de volta! Para quem se esqueceu ou ainda não conhece, trata-se de um espaço onde os leitores contam o que usam e de que maneira na hora de botar a mão na massa e produzir.

Na edição de hoje veremos as mesas da Cibelly Aguiar, do Cássio Francklin Matos Xavier e do Alê Maldonado.  (Veja essas e todas as demais aqui.) As descrições a seguir são deles próprios, apenas com eventuais correções e adaptação de estilo. No final tem um guia rápido para você mandar a sua — o estoque de mesas está baixo, então a continuidade da série depende disso!

Cibelly Aguiar

Mesa de trabalho da Cibelly Aguiar.
Local: home office.

Da direita para a esquerda tenho meu copo de lápis, canetas, tesoura e afins — é sempre bom manter por perto algumas canetas e lápis, né? Do lado fica meu Ultrabook Asus S500CA, comprado em 2013, com 8 GB de RAM, Core i3 e HD de 500 GB. Até hoje ele me serve muito, já que trabalho mais com Internet, blogs, vídeos, divulgação de serviços e edições de imagens e vídeos. Pretendo comprar um SSD ainda esse ano, para que ele mantenha seu desempenho no topo.

Depois, um par de caixinhas de som da Altec Lansing. Elas melhoram muito o áudio, algo importante para mim, pois adoro ouvir música — Scorpions no último volume! Ainda há meu mouse Bluetooth, fabricado pela Samsung, minha agenda e minha caneta do Boston Red Sox, time de beisebol aqui da minha cidade. Depois, tem meu iPhone 6 de trabalho — tenho mais um, usado para tirar essa foto. Tem também meu relógio, da Tommy Hilfiger, e minha carteira, onde guardo apenas alguns ”dinheiros” e uns cartões da empresa onde trabalho.

Depois, minha impressora, uma Brother MFC-J41, que como é pouco usada, serve de base para meu computador de trabalho, um Acer E1 que foi comprado ano passado. Ele é bem simples, conta com Intel Pentium, 4 GB de RAM e HD de 750 GB. Por fim, uma luminária que é usada para quando estou estudando na mesa e fico com preguiça de ir acender a luz da sala.

Cássio Francklin Matos Xavier

Mesa do Cássio Franklin Matos Xavier.
Local: home office.

Minha mesa de trabalho na casa de Minas Gerais não é bagunçada. É nela que continuo desenvolvendo meus projetos em linguagem C, Arduino e um aplicativo Android para o trabalho que tenho na universidade, no Rio de Janeiro. A mesa de lá é bem bagunçada, já que contém todas as anotações de aula do curso de engenharia que faço, calculadora e rascunhos.

Eu organizo a mesa daqui, da esquerda para a direita, da seguinte maneira:

  • Enfeite que minha avó me deu quando ainda era viva. Mantenho perto porque me lembro dela lendo histórias quando eu era pequeno.
  • Dell Inspiron 5547, configurado com um Core i7, 16 GB de RAM, HD de 1 TB e tela Full HD touchscreen. Minha máquina principal, onde faço tudo relacionado ao estágio e ainda me divirto com filmes e séries. Acompanha o notebook um mouse wireless baratinho da Dell.
  • Estojo contendo canetas, lapiseiras e grafites para quaisquer tipos de anotações ou rabiscos.
  • Livros em inglês e português que li no último ano: Maze Runner, The Hunger Games, Harry Potter, Percy Jackson e Divergent. Por baixo, um livro que tenho desde 1999, Clássicos Favoritos de Todos os Tempos, da Disney.
  • O Pequeno Príncipe, edição de luxo com capa dura, meu livro preferido.
  • Sony Xperia Z3 Compact e iPad 3 (16 GB). Esse último utilizado mais quando vou para a cama, hábito horrível e difícil de largar.
  • Capa para notebook Dell e um fone Phillips SHL3000 comprado em promoção por menos de R$ 50.

Alê Maldonado

Mesa do Alê Maldonado.
Local: home office.

Minha mesa de trabalho é em minha casa, com um tampo de vidro do tamanho da área que efetivamente uso para proteger os ingressos de cinema que guardo dos filmes que assisto.

Sou professor da rede pública do Rio Grande do Sul e esse notebook que uso foi comprado com o programa de incentivo chamado “Professor Digital”. É um Lenovo G550, comprado em 2010, e que me serve para trabalhar em casa. Eu uso mais o iPad 2 de 64 GB que o notebook, e com 64 GB não vi necessidade de trocar ele ainda.

À esquerda está o meu Moto 360, que junto com o meu Moto X (2014) faz o conjunto perfeito no dia a dia.

Sempre tenho alguns livros em cima da mesa, que chamo da leitura do mês; um boneco que ganhei; e a minha lata de cerveja do AC/DC — que beberei assim que for liberado pelo médico!

É isso, uma mesa clean e funcional.


Mande a sua mesa de trabalho

Quer ver a sua mesa de trabalho aqui? Mande um e-mail para ghedin@gmail.com, com o assunto “Mesa de trabalho”, contendo os seguintes itens:

  • Foto grande da mesa. No mínimo em 1440×810, ou seja, proporção 16:9; quanto maior, melhor. Dicas: prefira tirar a foto de dia, com o auxílio do Sol, e se tiver uma câmera dedicada, use-a em vez da do smartphone.
  • Local. Onde fica a sua mesa, em casa ou na empresa/escritório? (Se for no seu local de trabalho, por favor, verifique com seu chefe antes se não tem problema. A última coisa que eu quero é causar a demissão de um leitor :P )
  • Descrição dos itens. O que tem na mesa, por que essas coisas estão nela, o que é legal/se destaca na sua… enfim, explique-a para nós. Em texto corrido, com no máximo 250 palavras. (Use o Word ou Google Docs para não estourar esse limite.)

Assinantes do Manual do Usuário têm dois lugares preferenciais na fila. Digamos que eu receba duas mesas de não assinantes e, depois, duas de assinantes. Mesmo tendo chegado depois, as duas dos assinantes entrarão — a mesa do segundo leitor não assinante ficaria para a semana seguinte.

Assine o Manual do Usuário

Ao acessar este blog, você não é rastreado ou monitorado por empresas como Google, Facebook e outras de publicidade digital. A sua privacidade é preservada. O Manual do Usuário tenta viabilizar-se por métodos alternativos e éticos. O principal é o financiamento coletivo. Colabore — custa a partir de R$ 9 por mês:

Assine no Catarse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

9 comentários

    1. Sim! Hahaha, ele eh bastante leve, maas grande no tamanho. Comprei-o exatamente por isso, gosto muito de telas grandes!

    2. Sim! Hahaha, ele eh bastante leve, maas grande no tamanho. Comprei-o exatamente por isso, gosto muito de telas grandes!

  1. Cássio, procurei uma mesa em “L”, mais ou menos assim como a sua, mas eram sempre muito caras ou não do tamanho que eu queria. Muito legal a sua! Até lembra o meu cantinho.

    1. Valeu, Eduardo! hahaha Essa mesa é velhinha já, deve ter uns 10 anos, porque é da época que eu usava desktop, mas segue inteira ainda. Hoje eu já acho ela pequena, porque quando começo a fazer uns cálculos e rabiscar umas ideias pra projetos, as folhas param todas por cima do notebook, entre os livros… hahahhaha

      1. Se a sua fosse alguns centímetros mais larga, você iria se sentir um pouco mais a vontade nela. Eu acabei pegando uma mesa retangular mesmo, de escritório, com duas gavetas. Me serve bem também.
        Talvez, se você conseguir outro lugar pros seus livros, ganhe um espaço interessante pra essas anotações. :)