Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Morte de funcionário do “YouTube chinês” reacende debate sobre excesso de trabalho em plataformas

A saúde mental e física de trabalhadores da área de tecnologia ganhou novamente os noticiários na China. A gigante de vídeos Bilibili entrou em alerta após a morte de um funcionário do setor de moderação de conteúdo, como cobriu o China Digital Times. O falecimento do homem de 25 anos reacendeu o debate sobre o excesso de trabalho nas plataformas.

Segundo um blogueiro (que recebeu notificação judicial da empresa), o funcionário teria trabalhado cinco turnos consecutivos de 12 horas durante o feriadão do Ano Novo Lunar, antes de colapsar com uma hemorragia no cérebro, conta o TechNode.

A Bilibili nega, dizendo que ele trabalhou turnos regulares, mas prometeu contratar mais 1.000 moderadores e implementar um grupo de apoio. Durante finais de semanas e feriados, não é incomum que moderadores de conteúdo trabalhem mais horas, já que há maior produção de conteúdo por parte de influenciadores, a quantidade de funcionários é reduzida e o pagamento é maior por turno.


A Shūmiàn 书面 é uma plataforma independente, que publica notícias e análises de política, economia, relações exteriores e sociedade da China. Receba a newsletter semanal, sem custo.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

1 comentário

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário