Nova versão do Facebook Messenger deixa de monitorar continuamente a localização do usuário


4/6/15 às 20h21

Uma nova atualização do Messenger muda a maneira com que o app monitora e coleta a localização dos usuários. Até então o processo era contínuo, desde que tivesse essa permissão, característica que deu brecha à criação de um bizarro “Mapa do Maroto” por um estudante de ciência da computação de Harvard — e, provavelmente, uma dor de cabeça ao RP do Facebook.

Agora, a localização só é compartilhada se o usuário tocar no alfinete ou nos três pontinhos e selecioná-la (veja a imagem abaixo). Para quem usa o WhatsApp, é a mesma mecânica, mas com um diferencial extra: o alfinete/localização pode ser movido livremente, então se você estiver combinando uma saída com os amigos, pode indicar no mapa, de antemão, onde vocês se encontrarão.

Stan Chudnovsky, líder de produto do Messenger, disse ao TechCrunch que o novo recurso é “a fundação de tudo que está por vir” envolvendo localização, e que com ele, essa parte deixa de ser secundária nos planos da empresa. A atualização já está disponível para Android e iOS.

Passos para compartilhar a localização no Facebook Messenger.

Assine o Manual do Usuário

Ao acessar este blog, você não é rastreado ou monitorado por empresas como Google, Facebook e outras de publicidade digital. A sua privacidade é preservada. O Manual do Usuário tenta viabilizar-se por métodos alternativos e éticos. O principal é o financiamento coletivo. Colabore — custa a partir de R$ 9 por mês:

Assine no Catarse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 comentários

      1. Bom, aparentemente a ThermalTake tem usados muitos designs de outros produtos para se inspirar em alguns produtos novos.

        http://techreport.com/news/28409/thermaltake-accused-of-copying-by-boutique-shop-caselabs

        http://www.reddit.com/r/pcmasterrace/comments/38bgov/caselabs_thermaltake_has_stolen_our_case_designs/

        http://www.overclock3d.net/reviews/cases_cooling/thermaltake_designs_at_computex_2015_look_familiar/1

        O pior que foram vários casos de produtos inspirados. E são de companhias pequenas que não conseguem brigar nos tribunais com a ThermalFake.