Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Na China, usuários agora podem desligar algoritmos de personalização na internet

Desde o início deste mês está em vigor a nova regulação chinesa de algoritmos de recomendação, aprovada no final de 2021. Como falamos por aqui e durante um cafezinho, a iniciativa de Pequim permite que netizens chineses possam avaliar como algoritmos tomam decisões com base em seu perfil de usuário e até desativar completamente a personalização. Esses algoritmos definem preços de produtos, conteúdos sugeridos, resultados de busca — praticamente tudo que acessamos na internet hoje. Assim, o mundo está atento ao impacto da nova legislação, pois, se algo similar for adotado por mais países, poderá mudar a internet como a conhecemos hoje (e deixar muita gente feliz). Nossa curadoria 100% humana garante que vale a pena ler esta análise sobre o assunto escrita pelo especialista em inteligência artificial Alberto Romero.


A Shūmiàn 书面 é uma plataforma independente, que publica notícias e análises de política, economia, relações exteriores e sociedade da China. Receba a newsletter semanal, sem custo.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

2 comentários

    1. É um começo bom.
      Tomara que futuramente revejam o Sistema de Crédito Social. Acho difícil, mas já que isso passou, quem sabe no futuro, né?

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário