Você quer ajudar o Manual do Usuário com sua habilidade profissional?

Botão de elevador, Help is on the way.

Quando me perguntam o que é o Manual do Usuário, acabo me enrolando um pouco para explicar. Em texto é mais fácil, e pego emprestadas palavras já publicadas no “Sobre” para isso:

O objetivo do site é abordar assuntos importantes [da tecnologia de consumo] que estão fora do radar e, quando falar sobre assuntos populares, fazer de um jeito único.

Em outras palavras, publicar mais informações de qualidade sobre menos assuntos. Quero acrescentar, não apenas replicar o que outros sites já fazem.

Esse norte, somado à participação ativa e sempre sensacional dos leitores, tem dado uma cara, uma identidade bacana ao projeto. No começo, minha meta era fazer mais um blog de tecnologia, mas um diferente. Hoje, digo com tranquilidade que atingimos esse objetivo.

Só no primeiro semestre de 2015, o Manual do Usuário recebeu mais de 1,5 milhão de leitores. Para um blog com menos de dois anos e escrito por uma pessoa só, e mais, que não se pauta por números, é um número bem grande. Tanto que, praticamente sozinho, não estou conseguindo tocar o barco como deveria. Por isso, chegou a hora de pedir ajuda.

Alguns sites que tenho como referência em comunidade e organização, como o PapodeHomem e o Projeto Glück, têm redes de colaboradores, com profissionais de diversas áreas que contribuem, remunerados ou não, para a manutenção dos projetos. Se você se identifica com o Manual, tem alguma habilidade nas áreas que citarei a seguir e está disposto a ajudar, na camaradagem (a princípio*), chegou a hora de se apresentar.

Quem já ajuda

Hoje, o Manual do Usuário recebe a força do Julian Fernandes, que cuida do back-end do site e o faz ser rápido do jeito que é, e da Fabi Iglesias, madrinha do projeto que inventa umas pautas malucas vez ou outra — agradeça a ela pela entrevista com a Mulher Maçã.

Jefferson Rossini deu uma força enorme por um tempo com a edição do podcast, bem como Paulo Higa e Joel Nascimento Jr, nos microfones. Fabiano Goldoni, Gabriel Von Doscht e a agência Sneezy ajudaram a aproximar o Manual de marcas que veicularam seus produtos e serviços na forma de conteúdo patrocinado por aqui.

A todos, muito obrigado!

Do que o Manual precisa

Jornalistas, blogueiros, escritores. Sem exagero, eu tenho umas 15 pautas pendentes (sem contar reviews), só esperando apuração e execução para serem publicadas. O site tem pouco post não por falta de inspiração, ou de assunto; é por falta de tempo e de cabeças e braços mesmo. Se você tem facilidade com a escrita e está interessado em mergulhar numas pautas malucas e/ou importantes, com muita liberdade e prazos generosos, seu lugar é aqui.

Tradutores. Uma coisa legal que faço eventualmente, e quero intensificar no futuro, é traduzir para o português textos originais em inglês. Tem muita coisa boa publicada lá fora que suscita discussões interessantes aqui. Se inglês escrito é de boa para você, tem trabalho nesse sentido a ser feito.

Designers. A carência desse profissional está bem clara, né? O Manual tem esse visual enxuto de propósito, mas várias coisas que poderiam ser mais bonitas não são por limitação minha mesmo. Manja de Photoshop e tem bom gosto? Eu quero você.

Programadores. A Codex é minha parceira, mas, de novo, ela e eu somos um casal limitado. Algumas ideias e facilidades ainda não saíram do papel por falta de conhecimento na execução. Come WordPress e PHP no café da manhã e lê código com a mesma facilidade que português? Você tem minha atenção.

Comercial. A nossa comunidade é pequena, mas vocês são instruídos, vibrantes e interessados. Temos qualidade, não quantidade. Não dá para vender espaço publicitário no Manual pela métrica do mercado, prometendo zilhões de page views. O que vendo é a atenção de pessoas que fazem a diferença. Ou melhor, o que eu tento vender. Até tenho ideias de como fazê-lo, mas não sou bom nisso, não tenho contatos e estou distante dos grandes centros. Se você tem um bom relacionamento com agências, pessoas do marketing de empresas, domina o PowerPoint e sabe vender, eu realmente preciso de você.

Aquele asterisco*

O Manual do Usuário opera no azul, mas está sempre com a água no pescoço. A operação é barata, e é isso me permite fechar o mês longe do vermelho. Em outras palavras, no momento é difícil bancar mais gente. Por isso, se você estiver disposto a colaborar, a princípio será na base da camaradagem.

Isso pode mudar e, se tudo correr bem, mudará no futuro. Valorizo demais o bom trabalho e, na real, acho bem chato aceitar ajuda sem pagar bem. Mas é o que tem pra hoje, infelizmente  :/

Interessou-se? Mande um e-mail

Para ghedin@gmail.com, ou pelo formulário. Indique o que você sabe fazer e como pretende ajudar, e não se esqueça de um mini-currículo e exemplos do seu trabalho — nada formal, e por favor, sem anexos; escreva no corpo do e-mail.

Apesar de não ser remunerado a princípio, serei criterioso. O Manual, no momento, meio que se confunde comigo, então tenho esse “ciuminho”, esse cuidado quase exagerado com quem põe as mãos nele, com quem pode falar em nome do site.

E se você não tem as habilidades de que preciso no momento, mas quer ajudar mesmo assim, maneiras não faltam. As principais:

  • Divulgação. Tem muita gente que gostaria do que é publicado aqui e que, por algum motivo, ainda não conhece o site. Divulgar os posts no Twitter, Facebook, WhatsApp, e-mail, boca a boca… tudo isso ajuda, e muito.
  • Participação: Digo que os posts são só metade do site. A outra é a interação com os leitores, principalmente nos comentários. Participe, sempre. Acrescenta aos outros leitores e dá um ânimo para que eu continue escrevendo.
  • Assinatura: Custa a partir de US$ 2 por mês, dá uns benefícios legais e é um tijolinho a mais para manter a coisa funcionando — afinal, o site é o meu trabalho, e tenho custos inerentes a todo ser humano como comer, pagar o aluguel e essas coisas chatas (e as legais também, como ir ao cinema e tomar uma com os amigos.)

Foto do topo: Cory Doctorow/Flickr

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

34 comentários

  1. Ghedin, tenho conhecimentos em WordPress e programação PHP, caso venha precisar.
    Também trabalho com Photoshop, nada tão rebuscado quanto esses artistas de hollywood, mas dependendo da ação posso ajudar.
    Infelizmente tenho que focar no meu TCC esse semestre, mesmo assim se entrar em contato que ficarei feliz em ajudar. =)

  2. Guedin, não tem a ver com o texto, mas sempre fiquei curioso de saber o quanto você conhece dos leitores do site. Pergunto isso porque sigo seu trabalho há muito tempo mas vejo que o pessoal da nossa região (também moro em Maringá) não conhece muito você ou o que você faz.

    1. Tirando amigos e conhecidos, são poucos mesmo os daqui que acompanham o que faço (até onde sei, pelo menos). Mas acho que é um pouco da natureza do que abordo, temas de alcance nacional, em vez de falar do regional.

      É natural que o perfil demográfico de quem lê o Manual seja determinado pelo interesse e estilo de vida, e não da localização geográfica. Dessas coisas malucas e sensacionais da Internet :)

    2. Tirando amigos e conhecidos, são poucos mesmo os daqui que acompanham o que faço (até onde sei, pelo menos). Mas acho que é um pouco da natureza do que abordo, temas de alcance nacional, em vez de falar do regional.

      É natural que o perfil demográfico de quem lê o Manual seja determinado pelo interesse e estilo de vida, e não da localização geográfica. Dessas coisas malucas e sensacionais da Internet :)

  3. Sucesso, Ghedin! Vida longa ao MdU!
    Infelizmente não tenho como contribuir no solicitado por agora, então fica a torcida para os bons ventos.

  4. Bom: já enviei o meu e-mail. :D
    E, quando minha situação financeira estiver bem melhor, vou ver se finalmente assino o seu Patreon [aliás não só o seu como o do Anticast, pois sou louco para poder participar das discussões de design e filosofia no grupo do Anticast do Facebook (chamado carinhosamente de crackolândia UHAUAHUAHUAHAUHAUHAUAHUHA)].

  5. Saudações Ghedin!

    Mandei em e-mail me candidatando a escrever. Seria uma honra participar do Manual do Usuário. Gosto muito do site e do seu trabalho!

  6. Ghedin, eu adoraria fazer parte do site de alguma forma mas sinceramente a única coisa que eu tenho a oferecer diferente dos demais é que eu sou um usuário experiente de Windows Phone rsrsrs

    De qualquer forma boa sorte aí!

  7. Ghedin, eu adoraria fazer parte do site de alguma forma mas sinceramente a única coisa que eu tenho a oferecer diferente dos demais é que eu sou um usuário experiente de Windows Phone rsrsrs

    De qualquer forma boa sorte aí!

  8. Eu gosto de escrever, tenho um conhecimento razoável de inglês e acompanho alguns sites em inglês (The Verge, Engadget, Ars Tecnical, gsmarena, etc), também programo (um pouco), mas o empecilho é minha faculdade (curso o quarto semestre de Engenharia Eletrônica e de Computação).

  9. Excelente iniciativa, Ghedin. Já preenchi o formulário, espero poder ajudar de alguma forma. Rumo 3,5 milhões de views do TB! kkkkkk
    Boa sorte!

  10. Se eu não fosse cabeça dura e estudasse jornalismo ou sociologia…

    Ah, sobre a camaradagem, penso o seguinte. Quando um nome ganha força, como o do Manual do Usuário, as pessoas participam para inicialmente ganhar currículo, experiência e principalmente, exposição.

    Hoje, muitas pessoas escrevem em plataformas gratuitas por prazer e também por querer uma exposição de suas ideias (Vide os blogs em geral). Escrever com foco e afinco é uma motivação a mais. E isso pode virar uma catapulta para um trabalho diferente no futuro – fazer trabalhos para mídias mais estabelecidas ou até montar um outro site que lhe proporcione uma renda.

    Isso me faz pensar: a sua batalha no meio da mídia é bem interessante, Ghedin. WinAjuda, depois MeioBit (até hoje acho que você foi o cara mais deslocado de lá), Gizmodo, e no final, está aqui. Sinceramente, pensei que ia assumir como editor do Gizmodo, mas li algumas coisas sobre o trabalho de editor de um site de notícias, então entendo. Fora também as participações em outros lugares :) .

    Torço pelo seu sucesso e vai que vai. Por enquanto, vou ajudando aqui comentando (e ainda penso em contribuir, mas no final tenho que botar minhas contas em dia também… ).

    Ah, do jeito que você escreveu, parece que perdeu o editor do podcast. É isso?

      1. Acompanho sempre o site e já fui mais ativo nos comentários. Sou editor de vídeo, e manjo dos áudios tbm, editei o Anticast por um tempo, mas por falta de tempo não consegui continuar. Hoje estou sem emprego fixo, na base dos freelas, mas posso me disponibilizar a editar o podcast, gostaria muito de ajudar a manter o programa (é foda andar 2h de ônibus e não ter aquele podcast gostoso pra ir ouvindo). Se precisar de uma força, me disponho.
        Abraços e que a força esteja conosco.

      2. Ghedin, já vi que tem ofertas de profissionais em audio ai. Mas aproveito para sugerir: acho que não é tão difícil editar um podcast. Basciamente é só cortar “vazios” da conversa, trechos chatos e colocar a trilha (opcional) de fundo. Acho que isso dá para fazer até ao vivo, como em uma entrevista de rádio.

        Fica duas sugestões:

        – Fazer um podcast “live” (acesso a quem for assinante para pegar ao vivo, aos outros apenas após o fim da gravação).
        – Hangouts (crássico dos crássicos).

        Não sei qual é sua necessidade de mostrar um trabalho, o que busca como “qualidade” ou identidade do podcast. Mas acho que variar um pouco faz bem :)

        Se vier em SP na Photoimage, dá um toque ;)

        1. Não é tão simples assim, acredite. Mesmo um podcast low profile, como o Guia Prático, demanda um bom tempo de edição — eu gasto de três a quatro horas por episódio. Dá para fazer mais simples/menos cuidado, mas aí sairia numa qualidade aquém da que considera mínima.

          Não estarei na Photoimage, mas na próxima vez em que for para SP, avisarei sim!

          1. Entendo. Pensava que fosse mais só ajuste de voz, cortes e “coisas bestas”. Perdão :)

            Mesmo assim, fica minha sugestão de pelo menos tentar algum formato “live” ou similar. Isso já daria o “disfarce” para não ter tantos problemas na edição ;)

  11. Olá Rodrigo, enviei um e-mail me candidatando! Tenho muita vontade de poder participar do Manual do Usuário. =)

  12. Olá Rodrigo, enviei um e-mail me candidatando! Tenho muita vontade de poder participar do Manual do Usuário. =)

  13. Poxa para mim é complicado em curto prazo, talvez eu me candidate a escrever ou desenvolvimento futuramente, mas atualmente está impossível.

    Fora isso, boa sorte. :)

  14. Programador, eu :) , PHP, WordPress é meu café e jantar, ultimamente tenho ido para o lado mobile :)

    WordPress, SEO, é comigo.

  15. Ghedin, tenho uma imensa vontade de colaborar, no que fosse preciso. Não quero/ preciso de dinheiro por isso. Manjo de inglês, conheço o suficiente de tecnologia e escrevo, modéstia a parte, bem. Porém, há um empecilho. Sou menor. E aí ?

      1. Se for não remunerado como eu vejo ser, não vejo problema pra mim. Mas falta um pouco sim.

  16. Ghedin, tenho uma imensa vontade de colaborar, no que fosse preciso. Não quero/ preciso de dinheiro por isso. Manjo de inglês, conheço o suficiente de tecnologia e escrevo, modéstia a parte, bem. Porém, há um empecilho. Sou menor. E aí ?

  17. Eu queria muito ser tradutor. Sério. Mas não sou fluente em inglês. Só sei me virar. Tenho uma página no Facebook na qual posto algumas infos traduzidas…

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário