Tweetbot 2 é lançado para OS X

Screenshot de divulgação do Tweetbot 2.

Sabe quando alguém fala que o OS X tem menos apps, mas apps melhores? O Tweetbot é um bom exemplo disso. A segunda versão do app, que é exclusivo para Mac, ganhou um visual coerente com o Yosemite, mantém a sincronia com o iOS e apresenta uma interface modular que parece bastante flexível.

Custa US$ 12,99 na Mac App Store e, para quem tem a versão anterior, a atualização é gratuita.

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

7 comentários

  1. Fico feliz em ver que o Tweetbot sobrevive bem com o passar do tempo. Desde que o Twitter entrou numa de capar o desenvolvimento de aplicativos third-party, lembro de uma jogada que ela limitava o número de usuários ou algo assim. Uma pena, realmente.

    Sei que fica difícil trazer uma “experiência unificada”, com um universo crescente de apps para acessar a rede, mas não vejo o ganho dessa unificação para o usuário final. Quais recursos novos o Twitter integrou, que já não eram realidade para uma parte daqueles apps bacanas, Tweetie, Tweetdeck, Twitterrific, e mais um novo toda semana!

    Ainda uso e é de longe a rede social que mais me identifico, mas sinto falta daquele tempo mais moleque do Twitter. Hoje, tá aí a timeline mais lotada de tweet patrocinado que nem interessantes são.

  2. Antes de mimimi, é mais fácil e mais lógico criar um app para OSX/iOS primeiro que eles pagam, tornando viável o investimento na plataforma. Segundo, o ambiente é controlado, ou seja, tem uma menor diversidade de hardware que pode vir a ser um problema.Terceiro, OSX é a plataforma preferida para pessoas que trabalham com mídia/criação.Depois falo mais…

    1. O cenário do OS X que me faz temer ainda mais pelo Windows Phone: não é apenas questão de ter 5% de market-share, mas quem são esses 5% importa demais. O OS X tem um bom eco-sistema de apps, no meu caso melhor que o disponível no Windows inclusive…conquanto que eu pague.

      Enquanto a Apple está no segmento high-end e oferecendo máquinas comumente usadas por devs, o Windows Mobile vende aparelhos de entrada para pessoas com (provavelmente) pouco interesse ou dinheiro. Isso torna esses baixos número de Windows Mobile mais alarmantes ainda.

      1. O WP tão agressivo nos preços é para tentar aumentar o Market-share já que a tentativa de high-end não deu certo, eles estão tentando popularizar o sistema. O maior chamativo do WP high-end eram as câmeras da Nokia, que são espetaculares, mas ainda sim, não convenceu nem a mídia nem o público de migrar de sistema.

        O problema é que a Apple está no segmento premium, nem high-end devido a specs, você compra o sistema mais completo e redondo num belo design do que um ótimo Notebook ao mesmo preço. O sistema é melhor em alguns aspectos e o público de maneira geral gosta do que paga.

        1. Sim, entendo a estratégia, mas a questão é que o mercado premium parece ser altamente relevante para uma plataforma saudável e a Microsoft está abrindo mão justamente disso: quanto tempo faz que saiu o Lumia 930?

          Uso aplicativos no Mac que não tem Windows, há substitutos mas não tão bons até onde eu saiba. Pensando apenas em share, não faz sentido nenhum isso já que o market-share do OS X é mínimo comparado ao Windows, mas dada as características da plataforma é algo que tem lógica.

          Não adianta ter muitos usuários se eles não são rentáveis, o que justifica o alto investimento no OS X. O Windows Phone tem poucos usuários e pouco rentáveis.

          1. O mesmo vai do android, exclua o Brasil desta comparação que o investimento em apps ainda mais de smarphones é ínfimo, o iOS é uma plataforma melhor para desenvolver pois, os usuários são mais propensos a pagar por conteúdo, e é uma plataforma mais fechada, logo a quantidade de dispositivos que se tem para testar é menor e é possível criar uma melhor experiência. Já no Android nem as próprias fabricantes conseguem manter todos os smarts da linha atualizados e sempre acabam sacrificando os mais baratos. Este é o mesmo problema que o Windows enfrenta, devido a sua grande participação apps generalizados tem que ser muito simples pois tem que funcionar num pc antigo que roda windows 7 basic à uma Workstation topo de linha. O OSX mesmo que com muitos dispositivos, vide mais de 10, ainda é fácil criar apps para o mesmo devido a qualidade do hardware garantida pela fabricante, o que dá certa estabilidade ao Dev, e também o usuário, mesmo que use apenas para tarefas básicas ainda está disposto a pagar para ter um bom app, no windows pagar um app, para um usuário doméstico, a não ser que seja antí-virus, é motivo de piada.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário