Para 2022, Google promete integrar o Android a outros sistemas e dispositivos — até o Windows

Em 2022, o Google focará suas energias em integrar o Android a outros sistemas e dispositivos conectados, algo parecido com a integração vertical que a Apple oferece em seu ecossistema há anos. Além de avançar as integrações entre Android e Chrome/ChromeOS e outros sistemas próprios, pela primeira vez o Google estenderá isso a plataformas rivais. A empresa fechou parcerias com Intel, Acer e HP para expandir tais integrações ao Windows. É uma enxurrada de promessas. Veja todas, com GIFs animados exemplificativos, no link ao lado. Via Google (em inglês).

Do arquivo do Manual: Mergulhado no ecossistema Apple: As vantagens de se usar iPhone e Mac juntos (mar/2016).

Bloco de notas ganha nova versão no Windows 11

Print do novo Bloco de notas do Windows 11 em modo escuro, exibindo um texto sobre química em inglês.
Imagem: Microsoft/Divulgação.

A Microsoft reformulou o Bloco de notas no Windows 11. Visual moderno, modo escuro, “localizar e substituir” refeito e desfazer multi-nível — sem quebrar a compatibilidade com outros sistemas e fluxos de trabalho, embora ainda existam alguns problemas conhecidos. É a primeira vez desde… será que é a primeira vez que o Bloco de notas ganha uma nova versão? Por ora, apenas para testadores do Windows 11 e ainda sem previsão de chegar à versão final. Via Microsoft (em inglês).

Microsoft volta atrás e facilita alteração do navegador padrão no Windows 11

A Microsoft começou a testar um botão único para alterar o navegador padrão do Windows 11 — o Edge. Desde o lançamento do sistema, era necessário clicar em vários botões para alterar o navegador padrão para diversos formatos de arquivos, uma piora considerável em relação às versões anteriores do sistema. A Microsoft chegou a desabilitar aplicativos de terceiros que facilitavam o processo, como o EdgeDeflector.

Ainda não se sabe quando o novo botão será disponibilizado na versão estável do Windows 11. Via The Verge (em inglês), Windows Central (em inglês).

Novo Media Player do Windows 11

Print da área de trabalho do Windows 11, com a janela do novo Media Player aberta, em cores claras e com cores de realce que lembram as do Zune (laranja e roxo).
Imagem: Microsoft/Divulgação.

A Microsoft começou a testar um novo app de áudio e vídeo para o Windows 11, batizado apenas de Media Player. Ele substitui o Groove e lida com áudio e vídeo. Pontos extras pelas cores de realce reminiscentes do saudoso Zune.

O apelo a softwares do tipo é mais limitado hoje, com serviços de streaming dominando o consumo audiovisual em meios digitais, e embora a Microsoft não tenha dado detalhes, imagino que o leque de formatos compatíveis com o novo Media Player seja menor que o do VLC, talvez o player mais versátil do mercado — gratuito, de código aberto e ao alcance de qualquer um. Para mais imagens do Media Player, siga o link ao lado. Via Microsoft (em inglês).

Atualização piora (mais) desempenho do Windows 11 em processadores AMD Ryzen

Semana passada, a AMD alertou que o Windows 11 podia piorar o desempenho em games de alguns processadores da linha Ryzen em até 15%. A solução viria em uma atualização do sistema, prometida pela Microsoft. Na terça (12), a Microsoft liberou uma cumulativa, que… piorou o desempenho, segundo o TechPowerUp.

Pelas redes sociais, a AMD divulgou novas datas para duas atualizações que, essas sim, corrigem a perda de desempenho. Elas devem ser liberadas nos dias 19 e 21 de outubro. Via TechPowerUp (em inglês).

Considerações antes de instalar o Windows 11 / Queda do Facebook expôs nossa dependência do WhatsApp

Vamos conversar? Mande o seu recado por e-mail para lermos no final do próximo programa. O endereço é podcast@manualdousuario.net. Estamos aguardando! Neste Guia Prático, Jacqueline Lafloufa e Rodrigo Ghedin começam falando do Windows 11. A versão final do novo sistema operacional da Microsoft foi lançada na segunda (4), e a recepção foi… morna? Apesar das […]

Bugs do AMP no iOS 15 e da barra de tarefas do Windows 10 no Windows 11

No iOS 15, links AMP do Google estão abrindo como se fossem links normais. Danny Sullivan, espécie de rosto público do buscador do Google, confirmou que se trata de uma falha que será corrigida o quanto antes. Via Search Engine Land (em inglês), @dannysullivan/Twitter (em inglês).

No Windows 11, alguns usuários estão se deparando com a velha barra de tarefas do Windows 10. Ainda não há uma correção e a Microsoft não se manifestou sobre os casos. As gambiarras para consertar o problema vão de desfazer as últimas atualizações até criar um novo perfil no sistema. Via Bleeping Computer (em inglês).

Considerando a desgraça que é o AMP para a web e a perda de recursos da nova barra de tarefas do Windows 11, daria para considerarmos esses bugs como… bugs bem-vindos?

Windows 11 chega em 5 de outubro

O Windows 11 chega dia 5 de outubro. Para quem já tem um computador elegível com Windows 10, via atualização gratuita. Para quem não tem, computadores com o sistema pré-instalado começarão a ser vendidos na data.

A distribuição da atualização do Windows 11 será gradual. “Seguindo os tremendos aprendizados do Windows 10, queremos garantir que estamos oferecendo a melhor experiência possível”, escreveu Aaron Woodman, gerente de marketing da Microsoft. Tomara: falhas catastróficas marcaram algumas grandes atualizações do Windows 10. A expectativa é terminar a atualização da base elegível em meados de 2022. Via Microsoft (em inglês).

Windows 11 poderá ser instalado em computadores antigos, mas não terá atualizações neles

A Microsoft não vai impedir a instalação do Windows 11 em computadores que não atendem os requisitos mínimos do sistema, desde que ele seja instalado manualmente, ou seja, baixando o sistema do site da Microsoft e rodando o instalador localmente.

Porém — e um enorme “porém” —, esse Windows 11 em computadores antigos não será elegível a receber atualizações, nem mesmo as de segurança e de drivers. A medida, informada pela empresa ao site The Verge, parece mais uma concessão diante das críticas aos requisitos mínimos aparentemente artificiais do Windows 11, que cada vez mais soa mais como um estímulo à troca de computadores do que uma atualização genuína.

Para computadores não elegíveis, será melhor permanecer no Windows 10, que tem atualizações garantidas até 2025. Via The Verge (2) (em inglês).

Microsoft pede a usuários do Windows que instalem correção para falha “PrintNightmare”

Não é todo dia que a Microsoft alerta para uma falha grave no Windows, do tipo “zero-day”, e libera correções até para versões defasadas do sistema, como o Windows 7. A falha batizada de “PrintNightmare” foi divulgada acidentalmente por pesquisadores chineses e permite a execução remota de códigos no Windows via servidor de impressão.

Para versões do Windows que ainda têm suporte, como o Windows 10, basta acionar o Windows Update para baixar a instalar a atualização, identificada pelo código CVE-2021-34527. Para as demais, com Windows 7 e Windows 8 RT, é preciso baixar manualmente o pacote nesta página. Via Lifehacker (em inglês), Bleeping Computer (em inglês).

Uma rachadura no legado do Windows

Na Microsoft, “para sempre” dura cerca de seis anos. Em 2015, a empresa lançou o Windows 10 como a versão derradeira do seu popular e longevo sistema operacional. Ele seria atualizado constantemente, como se fosse um serviço. Semana passada, apareceu o Windows 11 e geral fez a egípcia para aquela conversa de “última versão do […]

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário