O topo de linha de ontem é o quase topo de linha de hoje

Dilema comum de quem vai às compras em busca de um celular novo: pego um intermediário deste ano ou um topo de linha do ano passado? A Qualcomm, que fornece os chips da maioria dos celulares à venda, vai tentar resolver o impasse com o novo Snapdragon 870 5G, anunciado nesta terça (19). Na prática, é o Snapdragon 865 Plus de 2020 rebatizado e com uma ou outra melhoria — e, possivelmente, um preço mais em conta. Via Android Police (em inglês), @pinguinsmoveis/Telegram.

CES 2021: As novidades mais curiosas e/ou importantes

A CES, maior evento anual do setor de tecnologia, está toda virtual e com menos expositores em 2021. Apesar das baixas, ainda é parada obrigatória para o setor e quem se interessa por tecnologia de consumo. Via Folha.

As novas tecnologias apresentadas lá são tão interessantes quanto os novos produtos. Elas antecipam o que estará nas lojas daqui a alguns (ou muitos) meses. Às vezes são só vaporware, mas vale a menção. O que vi de legal nesta edição, até agora:

  • O tablet NXTPAPER, da TCL, que usa uma tela que combina as características de um bom LCD com as do e-ink. Já tem preço (€ 349) e previsão de lançamento no mundo inteiro, menos Estados Unidos (abril deste ano). Via The Verge (em inglês).
  • Telas que enrolam, como esta da LG. Partes móveis em celulares ainda me deixam apreensivos, mas esse formato, que “esconde” a tela estendida melhor que o dos atuais dobráveis já no mercado, é algo que eu toparia comprar. Via Android Authority (em inglês).
  • MiniLED, nova tecnologia de painéis de TV que aproxima o LCD das OLED, chegando a produtos comerciais. As nomenclaturas não ajudam (Neo QLED na Samsung, QNED na LG, OD Zero na TCL) e os preços não deverão ser baratos na primeira leva, mas vale ficar de olho porque não levará muito tempo para baratearem. O salto do microLED será ainda maior (LEDs individuais para cada pixel, em vez de áreas de pixels), mas ainda falta muito chão para chegar a nós, meros mortais. Via Samsung, Gizmodo e Uol.
  • Nova geração do sensor de impressão digital sob a tela da Qualcomm, com uma área 77% maior e 50% mais rápido que a anterior. Seria legal, nessa época de máscaras, a volta do Touch ID no iPhone. Via 9to5Mac (em inglês).
  • A Intel sentiu o bafo quente da Apple e da ARM no cangote e trouxe um “teaser” da 12ª geração de processadores Core ao lado de novas variantes da 11ª e em meio a uma enxurrada de notebooks equipados com essa geração. Via The Verge (em inglês).

Snapdragon 888 é o mais novo chip topo de linha da Qualcomm

A Qualcomm anunciou nesta terça (1) o Snapdragon 888, seu novo SoC topo de linha que deve equipar os principais celulares Android de 2021. A maior novidade este ano é a inclusão do modem 5G no chip (especificamente, o Snapdragon X60), elemento que seu antecessor, o Snapdragon 865, não tinha, a despeito de chips menos potentes da mesma leva contarem com o recurso, caso do 765G.

Neste ano a Qualcomm mudou o padrão no nome do seu melhor chip. Pela lógica, deveríamos estar falando do Snapdragon 875, certo? David Ruddock, editor-chefe do site Android Police, tem uma teoria do porquê disso: a China. “Oito é um número da sorte na cultura chinesa e o oito repetido três vezes é considerado um número de boa sorte,” explicou no Twitter. “Eles [Qualcomm] acreditam que isso ajudará a vender mais celulares.” A cerimônia de abertura da Olimpíada de 2008, por exemplo, aconteceu no dia 8/8, às 20h08 (ou 8h08 PM).

Outros detalhes do Snapdragon 888 — e talvez a confirmação ou não da teoria do oito — serão revelados amanhã. Via QualcommEngadget (em inglês).

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário