Anúncio Black Friday na Insider: descontos exclusivos na máscara antiviral

O leitor do Manual do Usuário é jovem, tem boa formação, trabalha com tecnologia, adora o blog e quer mais posts

Silhuetas de pessoas em frente a uma espécie de turbina.

Há duas semanas pedi aos leitores do Manual do Usuário que respondessem a um pequeno questionário. Eram 13 perguntas sobre você, leitor, e sua opinião acerca do blog. Foram 556 envios que me ajudarão a entender melhor o que abordar por aqui. Antes disso, porém, compartilho uns pedacinhos dessa massa de dados.

Comecemos com alguns comentários. As três últimas perguntas eram abertas (e opcionais), e embora a maioria dos formulários tenha vindo com elas em branco, muita gente gastou um tempinho para respondê-las. Entre muitos elogios e mensagens de apoio (obrigado, de coração!), algumas críticas e pedidos. Mais mochilas, mais reviews, mais vídeos, mais resenhas de livros… Mais um monte de coisas. Tentarei suprir essas expectativas, como sempre.

Para não deixar este post quilométrico, na medida em que as mensagens iam chegando fui pescando os comentários mais recorrentes. Estes:

Mais posts!

“Pra melhorar mesmo, só tem que postar mais.”

“[A pior coisa é] A frequência dos posts. Não que a baixa frequência seja algo horrível. Inclusive, priorizo qualidade à quantidade — e assim deve ser sempre. Mas como preciso colocar alguma crítica aqui, então que seja essa.”

Ilustração com uma mãozinha depositando uma moeda em uma caixa com o logo do Manual do Usuário em uma das faces, segurada por dois pares de mãos. Ao redor, moedas com um cifrão no meio flutuando. Fundo alaranjado.

Apoie o Manual do Usuário.
Você ajuda a manter o projeto no ar e ainda recebe recompensas exclusivas. Saiba mais »

“Aumentem a produção. A qualidade é ótima, mas a quantidade deixa a desejar.”

Eu sei, eu sei. E isso, se não me tira o sono, ocupa uma boa parte das reflexões que faço sobre o site. Tenho feito algumas coisas para amenizar o problema; no planejamento, antecipando e executando o máximo possível as pautas que quero tratar. Usando o Trello, por exemplo. Embora eu brinque sobre o uso solitário que faço de uma ferramenta feita primordialmente mais para grupos, ele é útil dá uma boa visão panorâmica da pauta que me ajuda a organizá-la.

https://twitter.com/ghedin/status/560061029976391680

No dia a dia, concentro atividades (fotos numa manhã, entrevistas em outra), cuido da minha saúde física (dormindo melhor, praticando atividades físicas) e mental (outras leituras, filmes/seriados, nada exagerado). Parece bobo, mas cada detalhe ajuda no todo.

A maioria sabe que, em paralelo ao Manual do Usuário, estudo Comunicação. O que descrevi no parágrafo anterior tem me ajudado um bocado a manter tudo funcionando, num fluxo previsível e constante. Mas há um limite salutar em tentar fazer muita coisa junta, e estou próximo dele. Então acho que aumentar a quantidade de posts, pelo menos no futuro próximo, não vai rolar.

O que me deixa tranquilo é que, como um leitor ali de cima disse, o peso maior que atribuo à qualidade é apreciado. Em uma pergunta objetiva sobre esse tema, a maioria concordou:

Gráfico sobre o número de posts semanais no blog.

Podcast mais regular

“[A pior coisa é] Periodicidade inconstante do podcast.”

“[A pior coisa é] A falta de programação com os podcasts.”

“[A pior coisa é] Irregularidade do podcast.”

Foi a segunda reclamação mais recorrente. O podcast é mais complicado que a pauta escrita por dois motivos: é um formato que não me é tão familiar, e depende de mais gente para acontecer. Demorei um bocado para voltar com ele em 2015 exatamente para não cair na irregularidade que reinou no segundo semestre do ano passado.

E acho que, agora, acertamos a mão: o Guia Prático, nome do nosso podcast, é quinzenal, e trata do que rolou de importante nas duas semanas desde o último. Já foram dois nesse esquema e acho que todos nós, eu, Paulo, Joel e Jefferson, nos adaptamos a ele. Espero que, ano que vem, não haja motivos para essa bronca reaparecer.

Posts dos leitores

“Minha sugestão é de que fosse possível abrir um espaço para que os leitores e convidados pudesse enviar seus textos para o Manual, sendo publicado o melhor (dê um número fixo a ser aceito dos textos enviados dentro de um espaço de tempo) e com alguma frequência a ser definida sobre a publicação deste (1 texto por semana por exemplo).

Quem sabe, desse espaço, não acabe aparecendo excelentes textos? :)”

O Manual do Usuário está sempre aberto aos leitores que queiram colaborar. Alguns, inclusive, já emplacaram textos aqui: Eloy, Gabriel, Marcellus… Eu sou rigoroso com o que é publicado, logo só aceito textos originais, sobre assuntos interessantes e bem escritos. E, claro, me reservo o direito de negar textos — e espero que, caso aconteça contigo, você leve na esportiva. Apesar disso, reforço: a porta está sempre aberta.

Se tiver uma boa ideia e quiser me dar a honra de publicá-la aqui, mande um e-mail.

A newsletter é um sucesso

“[A melhor coisa é] Ter varias noticias de tecnologia resumidas na newsletter.”

“Conteúdo selecionado e newsletter bacana com links interessantes”

“Gosto da newsletter com as notícias.”

“[A melhor coisa é] Newsletter.”

A newsletter é uma curadoria semanal enviada apenas aos assinantes do site. E eu me orgulho um bocado dela, considero, como os leitores acima, uma das melhores partes do Manual do Usuário. É bom saber que esse trabalho (e dá trabalho, acredite) é percebido e apreciado.

Na mochila dos leitores

“‘O que tem na sua mochila?’com os leitores!”

Outro pedido bem frequente nas respostas. Seria legal, mas é uma ação complexa do ponto de vista logístico. Primeiro, como receber o material dos leitores? Dos convidados, que são poucos e selecionados, já é complicado às vezes, não imagino uma forma de fazer funcionar com tanta gente. E depois, qual critério usar na escolha? Será preciso um filtro, não dá para publicar a mochila de todo mundo.

Veja, é uma ideia que me agrada, mas que não sei sequer por onde começar, ou de uma forma de concretizá-la sem que isso afete o restante do site. Por ora, deixo-a arquivada para investidas futuras. Desculpa! :(


A partir daqui, o seu raio-x, leitor.

O leitor do Manual do Usuário é jovem

Gráfico com os percentuais das faixas etárias dos leitores do blog.

Dos que responderam a pesquisa em 2015, 68% têm entre 18 e 30 anos. Destrinchando esse consolidado, a maior fatia de leitores está entre 18 e 24 anos — eles formam 36% da base. Em terceiro lugar aparece o público entre 31 e 40 anos, com 21%.

A maioria permanece praticamente inalterada em relação à pesquisa de 2014. Ano passado os leitores que tinham entre 18 e 30 anos respondiam por 70% do total.

4/5 faz ou já concluiu um curso superior

Gráfico com os percentuais de escolaridade dos leitores do blog.

Em porcentagem, é 85% dos que responderam a pesquisa — um aumento de dois pontos percentuais em relação a 2014.

44% trabalha com TI, engenharia ou profissão relacionada

Gráfico com os percentuais de áreas de atuação profissional dos leitores do blog.

Outro dado praticamente estável — ano passado 45% dos que responderam estavam inseridos nessas áreas profissionais. Embora o Manual do Usuário seja escrito para um público maior, esse dado demonstra o peso que a tecnologia tem na pauta e na missão do blog.

As seções são queridas pelos leitores

Gráficos com as notas que os leitores deram às seções do blog.

Isso me deixou muito contente :)


Mais uma vez, agradeço a todos que participaram da pesquisa. Essas informações serão bem úteis para melhorar o Manual do Usuário. E ano que vem tem mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

18 comentários

  1. Concordo com o que disseram, de repente sair 1 post por dia é melhor do que 3 em um dia e ficar uma lacuna de um, ou dois dias sem nenhum post.
    E gosto tambem da coluna das “mochilas”, e como disseram, fazer isso com a participação dos assinantes do site é uma boa.
    Tambem gosto quando você faz apanhado de promoções, sempre há algo que me agrada e acabo comprando, de resto, o site é ótimo, continue o bom trabalho!

  2. Se uma das ideias é chamar o leitor pra fazer o site junto com o Ghedin, que tal sempre convidar algum leitor, interessado ;-) pro Podcast?

  3. Eu curto muito os textos fora da curva, o texto do HD foi sensacional.
    Uma coisa que gostaria de ver é você contar suas experiências passadas com blogs (como foi fazer, os desafios da época e coisas do tipo).

  4. Sobre reclamação da quantidade de posts: pra mim o problema não é a quantidade em si, mas a frequência. 3 a 6 posts por semana é sim mais que suficiente.
    Problema é quando sai 2 posts num dia e o próximo só sai 3 dias depois… É essa lacuna que da a sensação de serem poucos.
    Seria bem interessante se rolasse 1 post por dia ou no máximo 2 dias.

    Esse é o “problema” de escrever tão bem, pessoal sempre quer mais :P

    1. @mateusazevedo:disqus, concordo contigo, tanto que, com exceção dos fins de semana, faço de tudo para não haver mais do que um dia sem posts no blog. (E não me lembro da última vez que isso ocorreu!) Talvez pela pouca quantidade de posts fique a sensação de que ele passa dias sem nada novo, mas tento (e venho conseguindo) manter esse ritmo de no máximo um dia sem post novo.

  5. Ghedin, me desculpe se já funciona assim, mas como o critério de convite para a seção Na Mochila não é público, não temos como saber. :-)

    Uma possibilidade que eu pensei para tornar a coisa toda da mochila mais gerenciável, é o você convidar diretamente os leitores mais fiéis do site. Você poderia entrar em contato direto com um de cada vez, ou alguns poucos deles, para que enviem o material necessário a você.

    Quem são esses leitores? A princípio você poderia escolher para enviar o convite, aleatoriamente mesmo, dentre os assinantes da newsletter paga. Não sei quantos são, e eu mesmo não sou assinante dela, mas depois de um tempo, quando este grupo se esgotar (seja aceitando seus convites ou recusando), o novo grupo a explorar seria o dos comentaristas mais frequentes. E por fim, o público leitor em geral.

    Isso evitaria que você ficasse abarrotado de pedidos para participar, já que os leitores interessados precisariam aguardar seus convites (aleatórios ou não). E também seria bom pelo lado da relevância porque haveria prioridade nos convites para os leitores mais fieis.

    Abraços, e longa vida ao Manual!

    1. São quase 100 (!) assinantes já, então é bastante gente. Mas, olha só, é uma boa ideia essa restrição aos assinantes. Isso deve facilitar as coisas. Vou pensar aqui mais sobre o assunto :)

      1. Se me permite, aprimorando a sugestão, poderia se fazer o seguinte: Quem realmente quiser contribuir com o “na Mochila”, joga uma base no Facebook (ou outra rede social), e aí faz ou uma pré avaliação ou uma escolha aleatória. Aì segue como o Ed falou: começa dos assinantes e depois parte para o público mais cativo e participante. Fica pela sua avaliação.

        Mas assim como alguns, acho que o “na Mochila” não é um quadro muito interessante, e até acho arriscado, uma vez que infelizmente no Brasil há os riscos de crimes. : Apesar disto, como me passou pela cabeça a ideia, resolvi contribuir ;)

        1. Poderia fazer o seguinte: Quem quiser participar, manda a foto e a lista de itens como nos posts. As mochilas que chamarem mais a atenção do Ghedin, são publicadas! Ai a galera cruza os dedos para ser selecionado!

          Mas sim, é interessante. Ainda mais quando a pessoa explica como aquilo a ajuda no dia-a-dia!

          1. Eu pensei nisso também, mas acho que causaria uma avalanche de envios, que ficaria inviável de gerenciar.

  6. 1. Sugestão para aumentar os posts:
    Se o cara da mochila abre sua mochila, lógico que ele está aberto para abrir outras coisas… assim, poderia aproveitar e fazer um “How I Work” a la Lifehacker para ser postado em outro post na mesma semana.
    Se quiser tirar mais sangue, ainda daria para fazer um especial de apps em outro dia e ficaria algo como:
    a) segunda: na mochila (Marcos Boo-box)
    b) terça: post magia de terça
    c) quarta: como eu trabalho (Marcos Boo-box)
    d) quinta: post espcial de quinta
    e) sexta: apps (Marcos Boo-box)
    f) fim de semana boladin com Ghedin: post livre + podcast

    E fora este “horário nobre”, continuaria a programação normal com notícias, reviews, etc.

    2. Sugestão para o pessoal que quer amostrar a p… a mochila
    Aff, tirem vocês mesmos uma foto e postem nos coments do post seus bobões cara de mamões.

    1. Achei muito interessante essa idéia acima, um especial de quase uma semana sobre um convidado e como ele faz suas mágicas. Cool!

      1. Isso depende de muita dedicação do “entrevistado.” Já deve dar um trabalhão fazer a mochila, acho que poucos topariam estender o assunto para apps e dicas sobre trabalho. E do meu lado, a logística seria mais trabalhosa…

        São boas dicas, mas por enquanto, ficam arquivadas na pasta “ideias para o futuro” :)

  7. Sabe o que poderia funcionar pras mochilas dos leitores? Usar um modelo como o do Lifehacker, que já explica o modelo do que quer no post e os usuários mandam o link naquele modelo. Não acho que seja tão complicado, mas acho que provavelmente o MdU vai receber uma enxurrada de mochilas de uma vez só qdo for (se for um dia) inaugurada a novidade

  8. O desafio maior é sempre manter a programação e conciliar com as outras atividades. Até pq não somos bots que ficam 24/7 online.

    No mais, parabéns pelo sítio e esse fds tem o Guia ne? :)

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!