Resultado do desafio de abril e, de quebra, um post


3/5/17 às 11h01

No início de abril, convidei os assinantes do Manual do Usuário a compartilharem com essa comunidade o app mais louco que já tinham usado. Em troca da história mais legal, um fone de ouvido bluetooth da LG. O resultado, tão esperado, está aqui.

Antes, é preciso dizer que chegaram relatos muito bons, tão interessantes que decidi divulgar por aqui porque sugerir bons apps em meio ao mar de aplicativos existentes nas lojas de apps hoje é praticamente uma utilidade pública. Porém, antes, vamos ao vencedor: Leonardo G. de Souza.

Be My Eyes/Reprodução

O app do Leandro é o Be My Eyes, disponível na App Store da Apple, em ainda em desenvolvimento para Android. Mesmo assim, o aplicativo e o uso de Leonardo conquistaram nos jurados – eu, Leandro Souza e Rodrigo Ghedin. Vamos ao relato.

Comecei a ler o desafio justamente pensando no app que me lembra de tomar água, hahaha! Mas então eu vou deixar de lado um pouco a loucura e bizarrice e focar no diferente, porém incrível: o app “Be My Eyes”. Talvez você já tenha ouvido falar, mas é um app onde você “empresta” seus olhos para deficientes visuais. É assim, de repente o app apita, você atende uma chamada de vídeo e do outro lado da “linha” tem um deficiente visual que precisa de ajuda para escolher a cor de uma roupa, ler um prazo de validade, escolher um remédio… esse tipo de coisa. Na primeira vez que usei o aplicativo, ajudei um casal a sintonizar a TV que eles tinham acabado de comprar. Parece algo insignificante, mas eu sai daquela chamada de vídeo tão feliz, sabe? São coisas como essa que te faz sentir orgulho do avanço tecnológico.

Alguém mais se emocionou? Eu sim. Parabéns, Leonardo, pela excelente dica!

Agora sim, segue, em ordem alfabética, os relatos dos demais assinantes.

Trash Day Alarm, para iOS, por Carlos Gabriel Arpini

Todo casamento é assentado em direitos e obrigações assumidos de maneira acordada, implícita ou explicitamente, que resultam na parceria que, solidificada e decantada com o tempo, torna a vida em família ao mesmo tempo saudável e agradável.  Isso, quando ninguém esquece a criança na escola ou deixa o lixo apodrecendo na lixeira. Aí, tem-se o inferno na Terra. Na verdade, o inferno certamente é mais cheiroso.

E, para evitar que isso ocorra, there’s an app for that! E o app é incrivelmente bom, pois faz essencialmente o que se propõe: lembra você de retirar o lixo, nos dias de recolhimento – evitando a multa e o mau cheiro – com alarmes e, incrível, integração com o Apple Watch e Central de Notificações!

Parece pouco, bastaria colocar o alarme recursivo e o problema estaria solucionado (e sim, estaria). Mas como usualmente abro minha Agenda/Lembretes/Alarmes junto com clientes, não gostaria de mostrar, no meio dos lembretes, um “Levar o lixo para fora antes que ele leve você.” Situação diametralmente oposta ao beep de “Buscar filha na escola, saia agora!”, esse sim um ótimo meio de acabar com reuniões intermináveis. De qualquer maneira, essa é minha dica de aplicativo.

App de Vela, por Gabriel Rocha de Barcelos. Várias opções para Android e iOS.

Quando eu era pequeno, uma das coisas que nunca podia faltar em casa eram velas. Mas quando passei pra minha nova casa, não coloquei esse aprendizado em prática, e acabou a energia, num daqueles dias chuvosos.

Eu poderia ligar a lanterna do celular, mas fiquei com medo da lanterna consumir a bateria muito rápido, e iluminar demais, um horror. Então achei um app que resolveria isso: Vela.

Fundo preto, chama da vela, dosando bem a iluminação do ambiente, uma maravilha. Coloquei uma “vela” no quarto do meu filho pequeno, e fomos felizes para sempre.

Selfie A Day, para Android, por Pedro Dal Bó

Bom, faz um tempo passei a usar barba. Depois do meu casamento comecei a fazer alguns testes com cortes de barba e, para acompanhar o crescimento dos meus queridos pelos faciais, quis me fotografar diariamente. Claro que usar apenas a câmera do celular não poderia ser suficiente, certo?

Fui atrás de um aplicativo que gerenciasse essas fotos e acabei encontrando o Selfie a Day. Um aplicativo que me lembra de tirar essa selfie, armazena no aplicativo e depois cria um vídeo com essas fotos. ?

Bem, não preciso dizer que não me mantive fiel a minha persistência e larguei meu projeto. De qualquer jeito a barba se manteve e fica na memória analógica a lembrança dos visuais tentados.?

Let’s Create! Pottery, para Android e iOS, por Renan Kinetz Wachter

Minha contribuição de app “diferentão” é o Pottery, um jogo que serve para moldar vasos de cerâmica, pintar e vendê-los. A proposta do jogo não é apenas ser um passatempo, mas um meio terapêutico de aliviar a tensão do dia a dia. Eu costumo jogar sempre que estou afim de relaxar.

Sobre os desafios

Quase todo mês os assinantes do Manual do Usuário são convocados a participar de desafios que valem prêmios — smartphones, fones de ouvido, acessórios, só coisas legais. É mais uma das vantagens de apoiar um pequeno blog de jornalismo independente de tecnologia. Que assinar? Clique aqui.

Colabore
Assine o Manual

Privacidade online é possível e este blog prova: aqui, você não é monitorado. A cobertura de tecnologia mais crítica do Brasil precisa do seu apoio.

Assine
a partir de R$ 9/mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários

  1. Parabéns ao ganhador. Eu já tinha ouvido falar desse app. Acho que foi em um Qual É A Boa do Braincast.

    Que venham os próximos desafios. ;)