Post livre #9

É feriado, então provavelmente uma galera não aparecerá por aqui. Nada de errado, vocês estão é certos! Para nós, porém, o post livre está aberto.

Você já sabe, mas não custa relembrar, ou explicar aos novatos: um post livre é apenas uma desculpa para abrir os comentários no fim de semana. Ali a gente solta uns assuntos, debate os tópicos dos outros, enfim, ~interage. Vamos ao TRABALHO (1º de maio, Dia do Trabalho… sacou?)

142 comentários

    1. Que coisa enorme.
      Legal saber coisas como o primeiro blogueiro brasileiro e etc.

      1. HTML 5 trabalhando para isso. O interessante é como ele muda a URL para cada nova “página” girada. :)

        Para aproveitar antes que fechem o post, uma frase para todos nós:

        “O conhecimento serve para encantar as pessoas, não para humilhá-las.” – Mário Sergio Cortella.

        Acho que não é a toa que gosto do Ghedin, do Burgos, do Higa e alguns outros jornalistas e blogueiros especializados em Tech: raro achar jornalista especializado em tech que não zoa com usuário comum/leigo… E estes que citei não (ou raramente) zoam. :p

    1. A questão é o quê uhauhua
      Todos os dias que tenho tempo livre penso em jogar ou ver um filme, mas fico mais tempo pensando no que jogo/assisto do que propriamente fazendo isso.

      1. Tem um lançamento na steam que me deixou motivado. esse: store.steampowered.com/app/322210/

        1. “Poderoso Chefão? Zumbis? Metal Slug? Uma mistura tanto quanto estranha e muito divertida em um Shoot ‘m Up em Side-Scrolling.”
          Caraca hein… que mistureba, mistureba boa, mas não tem um modo sem zumbi não? huauhuauha

          1. É que o mercado nesses últimos anos tacou tanto zumbi na nossa cara que já tô cansado dessa mecânica toda. Acho que foi por isso que o pessoal gostou tanto de The Last of Us, renovou essa mecânica “zumbilêstica” de uma forma bem legal, mas poucos jogos fazem isso :/

          2. eu quando comecei a jogar esse, esqueci dos outros….ele me lembrou metal slug e só por isso, esse jogo que nem conheço, eu já considero pacas.

      1. Acho que tentarei algo diferente desta vez, em termos de review. Um REVIEW mesmo, tradicional, está meio fora de tempo… Não sei ainda. Escreverei (e provavelmente filmarei) alguma coisa, isso é certo. E só isso.

    1. Eu acho muito, muito muito feio essa barra preta embaixo.

      Demorei muito para conseguir ver isso, todas as propagandas escondem bem esse “defeito”

      E agora com o Apple Watch aí aparentemente você percebe que a “resolução” é de menor qualidade no Android Wear :(

      1. A barrinha preta embaixo não é tão odiosa. Na real, há uma implicância exagerada — e, tendo visto os dois, acho uma solução melhor, esteticamente, do que a moldura grossa do G Watch R, da LG. A resolução poderia ser melhor, mas não me incomoda tanto — porque, afinal, você olha o relógio de certa distância, não debaixo do nariz :)

        1. Ah isso é verdade. Aquela moldura grossa além de ser mais feia ela “corta” a tela.. exatamente para sumir a barrinha preta embaixo.

          É uma solução porca.

          Com certeza o Apple Watch tem um acabamento de maior qualidade.

  1. Ou eu não estou entendendo o que estão querendo dizer ou o pessoal está exagerando. Quando vocês aí do Sul estão falando em acabar com a PM vocês não estão falando sério neh. Ou tem outra alternativa a polícia? O exército por exemplo?? Aqui em Minas não temos muito problemas igual a rio ou sampa… Mas sempre tem uma maçã podre no cesto… Agora eu fiquei imaginando acho que erroneamente vocês aí sem polícia… A criminalidade iria festejar!

    1. Há paises sem polícia militarizada que possuem índice de violência bem baixos.

    2. Como o Fred disse, há países que a polícia não é “militar”, ou seja, não responde a uma hierarquia, mas simplesmente são seguranças públicos.

      Outro ponto com relação a polícia é a relação sociedade – leis/moral. Se a sociedade já é acostumada a não seguir regras, a polícia sempre agirá com violência alta em horas de repressão. Se a sociedade segue regras, a polícia sempre agirá de forma contida, regulando sua força conforme a reação a um evento.

      Um lugar sem polícia e sem crimes existe – geralmente são regiões remotas, rurais, onde a população vive na subexistência ou manutenção própria, geralmente sitiantes. Pergunte a eles se há crimes no local? No máximo, disparam uma arma para assustar quem entra sem permissão no terreno ou animais selvagens. Também comunidades de poucos habitantes onde a população já se conhece, o número de crimes é menor.

      Locais onde há maior incidência de crimes, se analisar um pouco, é geralmente grandes cidades, ou melhor, regiões com alta densidade demográfica. Partindo do princípio que criminosos agem para lucro e satisfação rápida, eles agem onde podem fugir e se esconder fácil, onde há várias “presas” (vítimas) e que possam agir sem grandes complicações. Por mais que tenha uma polícia na Av. Paulista, teria que ter um policial à cada esquina monitorando as atitudes de outros. (Oi, 1984).

      Há muita coisa a se pensar sobre a polícia ou a falta dela. Digo que sinceramente acho que o melhor é nós como seres humanos pensar sobre respeito e segurança.

      Em tempos, uma noção sobre polícia comunitária: http://pt.wikipedia.org/wiki/Koban

    3. Como o Fred disse, há países que a polícia não é “militar”, ou seja, não responde a uma hierarquia, mas simplesmente são seguranças públicos.

      Outro ponto com relação a polícia é a relação sociedade – leis/moral. Se a sociedade já é acostumada a não seguir regras, a polícia sempre agirá com violência alta em horas de repressão. Se a sociedade segue regras, a polícia sempre agirá de forma contida, regulando sua força conforme a reação a um evento.

      Um lugar sem polícia e sem crimes existe – geralmente são regiões remotas, rurais, onde a população vive na subexistência ou manutenção própria, geralmente sitiantes. Pergunte a eles se há crimes no local? No máximo, disparam uma arma para assustar quem entra sem permissão no terreno ou animais selvagens. Também comunidades de poucos habitantes onde a população já se conhece, o número de crimes é menor.

      Locais onde há maior incidência de crimes, se analisar um pouco, é geralmente grandes cidades, ou melhor, regiões com alta densidade demográfica. Partindo do princípio que criminosos agem para lucro e satisfação rápida, eles agem onde podem fugir e se esconder fácil, onde há várias “presas” (vítimas) e que possam agir sem grandes complicações. Por mais que tenha uma polícia na Av. Paulista, teria que ter um policial à cada esquina monitorando as atitudes de outros. (Oi, 1984).

      Há muita coisa a se pensar sobre a polícia ou a falta dela. Digo que sinceramente acho que o melhor é nós como seres humanos pensar sobre respeito e segurança.

      Em tempos, uma noção sobre polícia comunitária: http://pt.wikipedia.org/wiki/Koban

  2. Vocês riem digitalmente com:

    a) uaehe e variantes;
    b) dksjdk e variantes;
    c) rs solo;
    d) string de rs;
    e) até 4 k;
    f) mais de 4 k;
    g) haha e variantes;
    h) risos;

      1. Um dia tomei bronca de um amigo por rir sempre KKK e ele disse que parecia que estava falando da Klux. Ai comecei a usar risos

    1. jhauahahuahuahuahuahuhauhauhauhauhuahuahudhauhfuashuhauihlkjashlkzjxhiufgsdobtpiuawhznx uonbghçwnegzvupon´hnwhupogbnfzçljg nzçljxhnfçdstansopjasnbdl kjcxnzj n.,mns,m.vnsz…. gasp! gasp! (tou me afogando de rir aqui, socorr… x_x )

    2. Hahahahaha mesmo. Kkkkk parece que pessoa está rindo com a boca cheia de farofa.

  3. Olá! Eu nunca sequer toquei em um celular com Windows, mas penso em comprar um Lumia. Então, gostaria de saber: é possível usar duas contas Microsoft simultaneamente? Pois tenho uma pessoal e uma corporativa.

    1. Eu acho que sim, só não dou certeza porque nunca ativei duas contas de um mesmo provedor ao mesmo tempo (só de diferentes, tipo Outlook.com e Gmail).

      Se alguém puder dar certeza, seria legal!

    2. Na verdade, “em partes” é possível. Você pode sim adicionar duas contas microsoft no mesmo celular, porém a conta que você configurou o celular pela primeira vez será a única para fazer certas coisas, como logar na live, baixar apps, utilizar backup na nuvem e etc, a segunda você só poderá utilizar o email e nada mais.

      1. Está certo o que o Rafael disse, na segunda conta você usa pra e-mail, calendário e eu acho que contatos também.

    3. É igual o Android com duas contas do Google! Só que apenas uma conta vai ser a principal pra fazer bkps, acessar o Windows Store, enquanto a outra é pra acessar serviços, como email, contatoa, onenote, onedrive

    4. Pessoal, agradeço a todos pelas respostas! Abraços e bom domingo!

  4. Com os apps de Android e iOS sendo portados para o Windows 10 mobile, alguém aqui arrisca uma ida (ou volta) ao sistema?

      1. Ghedin, você parece estar desacreditado com o Windows phone depois daquele post e o podcast. Mas ele sempre demorou mais tempo pra atualizar do que a versão desktop, acho que ainda dá pra arrumar os bugs e erros no design. Quem sabe teremos uma boa surpresa? Estou usando o W10 pra PC e ele tá muito bom mesmo.

    1. Vai ser um caminho mais curto para o desenvolvedores. Resta saber se eles vão, mesmo com esse incentivo, estar dispostos a portar os apps para o WP. Espero que sim.
      Não comprei um Lumia 930 (acabei optando pelo Moto X 2014) justamente por essa carência que WP possui.

      1. E eu troquei o meu 920 por um Nexus 4 por causa disso também. Agora só dependemos da boa vontade dos devs (só da vontade mesmo, pq é só ~traduzir~ o código). Torço pra que dê certo.

    2. Usei por duas um Nokia 1020 do meu irmão enquanto esperava o conserto do meu. o Windows 8 é um belo sistema, mas os apps para ficarem bonitos tem que ser feito para ele. Isso é válido para qualquer plataforma. Se um mesmo app é apenas portado, um pouco da usabilidade dele se perde, Os três sistemas funcionam de formas diferentes, e tem designs diferentes, acho que o porte é a ultima tentativa da M$

    3. Usei por duas um Nokia 1020 do meu irmão enquanto esperava o conserto do meu. o Windows 8 é um belo sistema, mas os apps para ficarem bonitos tem que ser feito para ele. Isso é válido para qualquer plataforma. Se um mesmo app é apenas portado, um pouco da usabilidade dele se perde, Os três sistemas funcionam de formas diferentes, e tem designs diferentes, acho que o porte é a ultima tentativa da M$

    4. Eu gostaria de ser otimista com Windows Phone, mas venho investindo nele desde seu lançamento oficial no Brasil, época que nem existia os Lumias e a HTC reinava a plataforma. Vi mudanças nesse meio tempo, não posso negá-las, mas em passos pequenos demais.
      Lembro de 2011 ainda, quando um dev que era considerado um antigo Rudy Huyn do WP7, o Liquid Daffodil lançar um app de central de notificação. Teve que demorar 3 anos pra Microsoft botar isso nativamente no SO(!)
      Espero que o novo CEO me faça ter mais esperanças quanto a plataforma, pq só to com meu 920 hoje pq ele ainda é duro na queda.

    5. Tomara q de certo e q o ecosistema WP aumente e melhore cada vez mais

  5. Colegas ~rockeiros (vale metal, pop rock, hardrock e qualquer outro termo), o que saiu de bom nos últimos anos? Faz tempo que não escuto algo novo e só costumava ouvir as bandas de rock mais populares… acho que o último disco que ouvi foi penúltimo do FF ou o último do QoSTA.

    1. Cara, tou por fora sinceramente. Acho que até tinha lido de um colunista de rock que realmente o rock não está criativo como antes.

      Uma coisa a se fazer é ficar de olho em rádios temáticas online. Muitas vezes aparece uma sequencia bem legal de músicas, aí dá para pegar novos grupos, bandas e músicos. :) Faço isso para escutar eletrônica também. :)

      E do jeito que sou meio “tio do pavê”, tenho mais é escutado Massacration de novo, só porque li sobre o Manowar, e li uma matéria sobre a relação Manowar – Metal – Metal Farofa – posers – Spinal Tap (tou vendo se acho este filme) e Massacration :)

      1. Massacration! Verifiquei aqui e tem no Spotify!

        Pior que não tenho paciência para rádio, mas não parece ter muita alternativa.

        1. Já tinha falado: dá uma olhada na RadioTunes. Gosto pois é bem separado os canais, mas ao mesmo tempo as vezes eles misturam as coisas de leve (quando o canal tem alguma abrangência, como Soft Rock, por exemplo) :)

    2. Gosto de Pitty. Alguns dizem que não é, mas eu considero como rock.

        1. Gosto porque não é só aquilo, tem um significado. Faz você pensar.

      1. Legal, curto muito blues-rock psicodélico: sou fanzaço de Cream e Jimi Hendrix Experience. Acredito que você conhece o Black Keys que parece ter sido o “embaixador” deles como banda, mas caso não fica a recomendação.

        O Tame Impala também fica de sugestão nessa linha, agora eles focaram no psicodélico mas o primeiro disco e os primeiros singles também tem essa pegada blues-rock: https://www.youtube.com/watch?v=zfcHq0hhFWg

    3. O último do QoSTA é ótimo, como todos os outros pelo jeito. :p

      Banda nova com essa inspiração classic rock como QoSTA, gosto do Cage The Elephant e do Black Keys. Jack White e suas bandas também seguem o estilo. mas indo um pouco mais para o blues. Um pouco mais blues “de raiz” com rock, tem o Gary Clark Jr e o John Mayer Trio: https://www.youtube.com/watch?v=RyFs13mMtPo

    4. Teve o ultimo do Foo Fighters (que achei bem bosta por sinal), Pearl Jam (que confirma minha teoria que migrou pra um tipo de pop) uns discos novos do Soundgarden (um com musicas inéditas e outro com raridades), Tool só fala que vai lançar algo novo mas não lança, música nova do Faith no More com direito a anuncio de disco novo depois de vários anos, demissão do Scott Weiland do Stone Temple Pilots pra colocarem o vocalista do Linkin Park no lugar(!) e acho que só, pelo menos das bandas que escuto só teve isso que eu saiba.

      1. Essa do STP me pegou de surpresa. Vou conferir, sou daqueles que ainda escuta Linkin Park.

        1. Os primeiros shows assim que aconteceu a substituição foram bem mais ou menos, mas os mais atuais o vocalista “se afinou” melhor, mas ainda assim soa estranho (pelo menos pra mim).

  6. Ghedin, você se interessa sobre essa bateria para casa que a Tesla lançou essa semana? Pensa em escrever algo sobre?
    Alias, tem alguem por dentro do assunto ou que se interesse por isso? O que acham?

    1. Eu vi por cima hoje mais cedo, achei o design bem legal, mas não de maiores detalhes. Parece que a principal aplicação é recarregar os carros da própria empresa, não? Atualize-me aí.

      1. Pela rápida olhada que dei, a ideia é fazer a casa ser independente da malha elétrica convencional (hidro, termo e nuclear).

        O grande plano é fazer a energia toda dos EUA (e mundo) ser a partir de fonte solar. Só que as baterias usada nos atuais sistemas solares são “ruins” e essa seria a bateria salvadora. Além disso, alguma coisa da tecnologia seria Open Source, mas não me aprofundei.

      2. A ideia da bateria é armazenar a energia gerada pelos painéis solares, para se ter energia em horários de pico e descarregar um pouco a pressão no sistema

  7. Pessoal, quais cadeiras vocês usam no seu escritório/casa? Estou procurando uma ergonômica para estudar e ficar no PC, mas estou correndo dessas caríssimas e com milhares de funções, até porque não passaria mais de 8 horas por dia sentado nela. Queria uma abaixo dos R$500, mas com avaliações positivas de quem a usou.

      1. TokStok, mas costuma ser bem cara. Eu estava pensando em comprar algo pela internet mesmo, tem bastante diversidade em lojas da B2W e outras gigantes.

        1. Então, a ideia é de você visitar a TokStok e se os modelos que você curtiu não tiverem dentro do seu orçamento (acho que encontra, hein!) você compraria um design similar online.

          As chances de erro numa compra dessas sem testar é alta. Também estou numa jornada de cadeira nova, mas sempre gasto meu dinheiro com outra coisa.

          De qualquer forma:

          http://www.tokstok.com.br/vitrine/produto.jsf?idItem=84375&bc=1004,1237

          Sempre testo essa cadeira quando vou lá e acho o máximo pra mim. É inspirada na Shell do casal Eames, que é um dos designs mais acertados que existem para o corpo.


          http://www.tokstok.com.br/vitrine/produto.jsf?idItem=9024&bc=1004,1237 um amigo tem e recomenda, mas nunca pude testar;

          http://www.tokstok.com.br/vitrine/produto.jsf?idItem=9023&bc=1004,1237

          http://www.tokstok.com.br/vitrine/produto.jsf?idItem=9022&bc=1004,1237

          http://www.tokstok.com.br/vitrine/produto.jsf?idItem=8551&bc=1004,1237

          Nunca testei muito essas, mas sempre quando sentava elas recepcionavam muito bem minhas costas.

          1. Obrigado pela resposta, de verdade. Essa primeira cadeira parece ótima, e vai contra o estilo que eu mais vejo, que são essas grandes de escritório, mas que parece ser muito confortável.

            Sigo na pesquisa, já que ela é um pouco salgada, rs.

          2. A cadeira tem que “ser de escritório” no sentido de ter rodinhas e tudo mais?

    1. Cadeira?

      Tem 4 anos que conheci a “CADEIRA OFFICE DETROIT W1007”, achei depois de muita pesquisa na internet, acabei em vários forums, comprei minha segunda no Extra, por R$229 (em 2012) o preço é otimo e a cadeira é o sucesso.

      Opa, ainda tem no Extra,

      http://www.extra.com.br/Moveis/EscritorioHomeOffice/CadeirasdeEscritorio/Cadeira-Office-Importado-Detroit-em-Nylon-Preta-60380.html

      R$ 254

      :)

      Se tiver como usar o código do Ghedin, agradeço, assim todo mundo sai ganhando.

      Tem muito forum na net falando dela, não me arrependo, a melhor cadeira que já usei em casa, a melhor ‘custo-beneficio’

  8. o dia do post livre chegou, hahaha, e aí sim posso completar o “ciclo” desse vídeo, que outro não aguentando esperar, eu coloquei nos comentários de outro post, mas não teve toda a “repercussão” esperada, que é pra tratar da carreira de ator do ghedin, que ele não nos falou como “confessores” que somos, hehehe, além da habilidade com a dança sensual recentemente revelada por ele, hehehe…

    enfim pessoal bom feriado e descanso praqueles que tiverem isso como possível, hehehe, taí então a “denúncia” hehehe…

    p.s.

    tomara que dê tudo errado nessa outra carreira do ghedin, que sei que rende mais, pois senão ele nos abandona aqui, parando com o blog, hehehe, isso nunca viu ghedin, hahaha… fui!!!

    https://youtu.be/9wcTgVQEaQk

    1. Hahahaha, fique tranquilo, meu talento para atuar é zero.

      Ainda estou curioso com o nome desse ator. Pesquisei, mas não consegui achá-lo. Alguém sabe?

        1. ou seja, é o ghedin mesmo, hehehe, que teve o cuidado de pedir a produção pra retirar o nome dele dos créditos do vídeo em toda a internet, hahaha…

  9. E esse episódio que aconteceu no Paraná? Alguém tem boas leituras para indicar?

    1. Abra o site da Gazeta do Povo que é o jornal local daqui. Tem algumas informações interessantes lá.

      1. A RPC, afiliada da Globo, está fazendo uma cobertura bastante crítica ao governo. O Paraná TV 1ª edição (jornal local da hora do almoço) do dia seguinte à covardia policial em Curitiba foi bem bom.

        1. Os videos são um tanto quanto tristes eu diria, mas necessários para que se entenda melhor o que está acontecendo por aqui.

    2. mais uma vez voltou a discussão para o fim da policia militar..o que voces acham do assunto?

      1. Não tenho opinião formada, mas sou mais a favor do fim do que a permanência.

        Na UnB, creio que a maioria dos estudantes são contra a Polícia Militar.

        (me falta ler textão sobre o assunto)

      2. Acho, como leigo no assunto posso estar totalmente errado, mas que uma polícia com estrutura militar não prejudica a população e ajuda manter a ordem, mas o abuso de poder tanto na esfera política, o estado usa eles para proteger seus ideais, quanto o abuso de policiais nas ruas tem manchado sua imagem, criando ódio por aquela instituição que serve ao povo e infelizmente é controlada por governos como seguranças pessoais.

      3. Acho, como leigo no assunto posso estar totalmente errado, mas que uma polícia com estrutura militar não prejudica a população e ajuda manter a ordem, mas o abuso de poder tanto na esfera política, o estado usa eles para proteger seus ideais, quanto o abuso de policiais nas ruas tem manchado sua imagem, criando ódio por aquela instituição que serve ao povo e infelizmente é controlada por governos como seguranças pessoais.

        1. A implicância com a militarização é o fato da “obediência plena às regras”. Penso que um serviço militar não precisa ser extremamente rígido, mas sim ter a obrigação a seguir certas regras, mas ao mesmo tempo o poder de democracia para discutir e mudar regras que prejudiquem a própria instituição.

          Quanto a governos usarem como seguranças pessoais, é um teco de mito. Sim, profissionais de segurança pública prestam serviço de segurança aos gestores públicos, mas mais e principalmente, à população. O erro aqui é o tratamento que é dado a polícia;

          1. O militarismo dentro de uma polícia é muito benéfico, mas o problema sempre aparece nos exageros. Alguém lá em cima na hierarquia manda, todos obedecem. O problema não é o sistema e sim quem usa. Muitos jovens são contra a polícia, mas fazem coisas ilegais, um dia, voltando da balada, vejo um grupo de skatistas reclamando muito da polícia porque eles quebraram as garrafas de bebidas deles, e ali nenhum parecia ser maior de idade. Nossas leis são boas. mas sua execução varia de acordo com quem a aplica. Acho que antes de desmilitarizar a policia muitas coisas devem ser postas no lugar.

          2. O problema está no “alguém manda, todos obedecem”. Tem horas que eu me dou bronca pois sou preguiçoso, senão estaria estudando sociologia ou filosofia, pois gosto de entender sobre estas coisas e sinto que falta mais estudos sobre esta relação de obediência.

            Hoje tenho noção plena que leis existem pois um grande grupo de pessoas (ou um grupo bem articulado) acha que tais coisas são erradas. Ou tem como definir que não que exatamente são erradas, mas seguir tais condições levam a situações que lhe prejudicam. No caso beber, fazer algazarra/bagunça (isso falando de jovem), usar entorpecentes. Quem é mais velho/experiente sabe que para estas condições, há problemas para outras pessoas, e por isso a polícia, esta que fora criada (a princípio) para a proteção da sociedade, atua contra estes jovens e a favor da população ao redor, que gostaria de ter mais sossego em sua vida, pois já passou pela mesma fase e sabe que os resultados de continuar nela não é lá muito bom, e pode ser até mais grave em caso de abusos – overdose, provocar brigas, etc…

            Hoje tenho mais colocado na cabeça também que se a princípio, nós como seres humanos conscientes entendessemos que cada ser humano tem suas necessidades, e um respeitando o outro não cria problemas, nem precisaríamos de policiais, pois a autoridade, o poder de respeito entre pessoas, estaria entre nós – seria horizontal. A ideia de “autoridade vertical” é usada pois ainda não temos ainda muita consciencia disto.

            Tinha visto dias atrás um trecho de uma matéria do Atlantic que pega de um livro (que preciso ler) o significado de autoridade: (vou copiar da mensagem no Facebook que deixei): Em seu livro de 1953 The Quest For Community, o conservador Robert Nisbet distingue entre “poder” e “autoridade”. Autoridade, afirma Nisbet, é uma questão de relações, alianças e associação e é “baseado em última instância, com o consentimento das pessoas sob ele.” Poder, por outro lado, é “externa” e “com base em força.” Existe poder onde as alianças se deterioraram ou nunca existiram. “Poder surge”, escreve Nesbit, “apenas quando a autoridade quebra.”

            Polícia é uma mistura entre autoridade e força. Pela teoria da democracia, ela é uma representação máxima da autoridade, do Estado. Na prática, sabemos que o Estado usa a polícia como poder, devido ao treinamento e força dados aos membros.

            Não acho que desmilitarizar a polícia também resolva o problema, mas humaniza-la, e deixar o polícial com poder de julgamento próprio em algumas situações que não prejudiquem a população (o caso dos policiais presos no Paraná por se recusarem a agir contra os manifestantes é um exemplo), ajudaria e muito a evitar maiores problemas. A ideia da UPP era mais ou menos essa, mas sabemos também que já as relações entre Estado, População e Máfia (traficantes, milicianos e outros) é crítica…

      4. para mim tem que ter fim sim, pois não há NENHUM preparo desse tipo de policia, e não falo só pela minha opinião, é só acompanhar toda e qualquer manifestação ai, ver as ações desse tipo de policia e ver o despreparo e a barbarie que é feita por eles

        1. Não conheço Rodrigo…

          Bom, acabei de presenciar um assalto em plena Augusta X Paulista…

          Policiamento de SP esta muito ruim… estou indignado mas não irei desabafar aqui…rs

          Enquanto o problema do país se resumir a um partido ou a um politico nada ira mudar…

          Acredito que a unificação da policia estadual indispensável. Também sei que a PM esta ultrapassada e não atende a realidade do pais hoje…..
          Então sou favorável a discussão de mudanças no modelo de segurança publica (prisional e policiamento) no pais.

          To P…

  10. Estou tendo problemas sérios para achar uma placa mãe para a primeira geração do Core iX (LGA 1156 para íntimos). Vasculhei a Santa Ifigênia inteira atrás de uma placa sob pedido do “chefe” (presto serviços à uma empresa), e tal placa tinha que atender a uma especificação (ser de marca renomada e nova).

    Achei uma remanufaturada de uma marca OEM, cheguei para montar e quando liguei, nada… : Isso porque não tem mais nova e de marca remanufaturada no mercado… :

    Moral da história: tecnologias com pouca aceitação ou pouco tempo de mercado, melhor pular estas. E caso tenha, considerar a troca completa do equipamento.

    1. Esse socket é bem antigo, não? Tem uns quatro, cinco anos? E para piorar a Intel troca mais de socket do que eu de cueca, fica difícil mesmo…

      1. Exato! Cinco anos aproximadamente! É isso que achei estranho: as séries “Core iX” realmente estão com um socket novo a cada geração. Eu tinha lido uma vez que a ideia da Intel era não usar mais sockets, mas sim fazer o processador integrado a placa sem troca. Do jeito que está esta troca de sockets, acho que vou preferir assim…

    2. LGA 1156 é primeira geração dos Core i.
      Uma vez precisei achar e nada de encontrar uma mobo para esse soquete. Foi mais fácil fazer um upgrade de mobo+CPU.

    3. Dificilmente vai achar, esse soquete foi pouco popular e não atendia bem o mercado, o soquete 1366 para rodar os i7 dessa mesma geração você até acha, mas tem que procurar bastante

      1. E tou batendo perna. Amanhã vou trocar a placa problemática e pensar em o que fazer. O orçamento já foi acertado e está limitado. Trocar todos os componentes (placa + processador) me bota em prejuízo… E tentei falar para o “chefe” que o ideal era conversar com o cliente. Mas…

        1. Rola ir de AMD? você acha um Phenon II X4 ou X6 por um preço bacana, e as placas são compatíveis

          1. A ideia não é ruim, mas teria que conversar com o cliente direto. E para este, ele quer ou a mesma configuração, ou melhor. O ruim é que apenas atendo um “chefe”. Então não posso interferir. Se fosse meu trabalho direto, já teria falado ao cliente para ou trocar o equipamento inteiro (e aproveitaria as peças boas no novo) ou trocar a placa-mãe + processador por equivalente. O ruim é que a série Core iX é cara pra caramba, mesmo nas peças básicas.

            A configuração é Core i5 750 (3,2 Ghz). Pelo que sei, é um ótimo processador. E ainda estou com receio do processador estar com problemas e eu não ter averiguado isso. Ou seja, prejuízo por falha de diagnóstico. :

          2. Sim, atenderia. O´problema é que não contei a nova parte da história e aproveito para contar.

            Comprei uma placa para computadores STI (venderam um lote na Santa Ifigênia semana passada), com a configuração para 1156, Cheguei na loja, e não funcionou. Como eu não tenho uma segunda placa de testes, deixei para no sábado levar a placa para troca, e aproveitei e levei o processador junto.

            No sábado, testei a placa, e para meu azar, ao que parece, o processador parece que tem problemas também. Com o processador do lojista, funcionou a placa. Com o que tenho para reparo ( o do cliente), não “sobe” nem imagem. Foi o pior problema que já imaginava (vide comentário anterior)… :

            Como não tenho mais detalhes sobre a placa (pesquisei e não achei informações técnicas suficientes), também não posso dizer se a placa é compatível com o processador, mas bem, que eu saiba, todos os 1156 são compatíveis entre si.

            Avisei ao “chefe” e vamos esperar agora o cliente para ver o que vai ser feito. O ruim da história: 280 reais de “prejuízo” inicial, que vou absorver. Falei com o “chefe” que se necessário, compro a placa para mim (vira desconto nos serviços que presto para ele) e monto um pc a partir dele.

            Em tempos, tava comentando sobre o “samba doido” dos sockets, e lembrei que o LGA 775 também tem suas frescuras, e talvez por isso cada geração do Core iX tem seus sockets específicos.

            Para quem não se lembra, as primeiras placas LGA 775 só eram compatíveis com os primeiros Pentium e Celeron para a plataforma. Não funciona um Core 2 Duo ou Quad se o chipset não aceitar. Pode até rodar, mas não aproveitará toda a capacidade do processador.

  11. Acabei de levantar, peguei meu celular e vi este post no GPlus, então resolvi desejar um ótimo feriado.?

    1. Olha aí, um dos poucos leitores (segundo as estatísticas) que chegam ao site pelo Google+. Bom feriado, @Milton Rodrigues:disqus!

  12. A minha primeira pergunta é a seguinte: o que você está fazendo aqui numa manhã de feriado? :D

    (Que bom que você está aqui!!)

    1. Acompanhando e respondendo comentários (que vício… vou ali me tratar… :p )

      Na verdade, acordo com o note do lado, ligo e já vejo as matérias nas capas dos portais. Também vejo e-mail (que não vem nada além de spam – eu deveria mudar meu hábito), Facebook (twitter saí e penso em voltar, mas.. nhão…) e até Youtube e umas músicas.

      Agora tem cliente para atender e já tou de saída. :)

      Em compensação, meus celulares não se conectam tão bem na internet. Por isso não fico muito na rua vendo internet, a não ser quando acesso via wi-fi ou computador alheio.

      1. Assista “Red Line” (tem no Crackle). Vale pelos carros, não pela história :)

    2. Tava assistindo Gotham, daí resolvi passar por aqui nas cenas chatas.

      1. Aliás, Gotham e Demolidor tem índice de violência que eu não esperava. É muita criatividade para o sadismo.

          1. Acho que Demolidor entretém melhor. Na verdade, conheço pouco do universo do Demolidor, então pra mim é uma descoberta. Mas a série parece melhor produzida, mais adequada aos tempos de hoje, sem aquele dedo Warner pasteurizador.

            Gotham é interessante para quem quer entender mais da mitologia Batman. Tenho gostado muito dos personagens coadjuvantes, que são os vilões da época e os vilões principais em ascensão.

            O que as duas séries acertam bem, na minha opinião, é na caracterização da cidade e no figurino. As atmosferas são fantásticas.

          2. Assisti alguns episódios de Gotham. O que me incomoda é que muitos dos vilões clássicos serão colocados numa série em que a premissa é a estruturação do personagem do Gordon.
            Isso me incomoda muito, a maioria dos grandes vilões do Batman existem por causa dele, mas todo mundo já vai aparecer.
            Perdi o interesse.
            Já a série do Demolidor parece mais bem acabada nesse assunto. Com ótimos atores e histórias que são bem consistentes.

    3. Acho que o segredo para não deixar as coisas acumularem é uma rotina de dedicação: acordei para fazer os 4 Pomodoros diários da dissertação de mestrado que é minha rotina. Como não viajei e estou sem emprego, não vejo bons motivos para não seguir a rotina hoje.

    4. Acordei agora pouco para me preparar para viajar! Dia 4 começo a contabilizar minhas férias do trabalho, mas já saio hoje de casa. Ainda assim, queria dedicar um tempinho vindo aqui para desejar um bom feriado a todos e ver o que estava rolando =)

        1. Não é? Hahaha Escolhi a melhor data possível (e totalmente sem querer :P)

    5. Estou trabalhando… vida de empreendedor é osso, não tem dia de descanso. Mas no fim vale a pena…!

    6. Meu plano era acordar as 8 da manhã… acordei 13:00 da tarde, vi os e-mails, youtube, agora vejo séries, uma sexta feira normal.

Os comentários deste post foram fechados.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário