Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Post livre #6

Vocês sabem.

(Aos que não: “Post livre” é um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários aos leitores do Manual do Usuário. Inicie um assunto, qualquer um, ou entre nas discussões dos outros. Este post fica aberto até domingo.)

95 comentários

  1. Ghedin, já li em algum lugar que seu smartphone principal é um iphone 5, entretanto (acho que) vi um nexus 4 no artigo postado hoje sobre os tablets. Você ainda usa o nexus? Tirando a qualidade da câmera infinitamente superior no iphone, quais os pontos positivos/negativos que você vê no iphone e no nexus?

    1. Mantenho o Nexus para testar apps e acompanhar a evolução do Android. Eu gosto mais do iPhone porque ele não tem nenhum ponto muito fraco e a qualidade dos apps, mesmo os multiplataforma, costuma ser melhor (acho que as exceções são os apps do Google e Netflix). Também prefiro o tamanho menor dele.

  2. Vamos falar de leitor de ebooks em tablets Android?
    Eu uso o Aldiko, mas pensando nos leitores da Kobo instalei o programa dele aqui em assustei com a formatação diferente. A compatibilidade dele com os padrões dos livros é muito maior e tem mais opções de formatação. Ele também tem mais fontes, mas em todo caso você mesmo pode instalar mais fontes nos outros programas.
    Em seguida instalei o Moon+ e ele tem muito mais opções de formatação que o Kobo, só que a compatibilidade dele com os padrões parece ser a mesma do Aldiko, ou seja, inferior ao Kobo. Fiquei meio perdido. Kobo é mais correto mais tem menos opções, Moon+ tem mais opções (ele até avisa qual fonte falta em caso de faltar) mas como o Kobo tem uma interface pior do que o Aldiko. O Moon+ seria o meio termo mas… A vantagem de mudar para o Kobo seria além da compatibilidade com os padrões gerar estatísticas de leitura para o caso de comparar um ereader, mas agora já li uma canalhada de livros no Aldiko e não há como exportar e migrar esses dados.
    Quem usa, não tem jeito de melhorar a compatibilidade dele com os padrões epub? Só os programas da Kobo e talvez do Kindle tem essa compatibilidade?

  3. Lembrei de uma coisa que eu estava pensando.

    É incrível a facilidade que seus erros ou opiniões incoerentes se imortalizam na internet — culminando em vergonha, culpa. Mesmo depois de você ter amadurecido ou começado a pensar diferente, seus posts podem virar memes e causar uma má impressão que perdura por muito tempo. O compartilhamento é algo muito delicado.

    1. essa é uma discussão muito boa. Até porque mudar de opinião e assumir isso parece ainda ser um problema.

      1. Putz, acabei de ler. Que tenso isso!

        Esse compartilhamento também é perigoso no “revenge porn”. Uma menina se matou por causa das fotos que se espalharam.

        :

        1. Eu quase coloquei as fotos e vídeos da minha ex-namorada na Internet, pois fiquei muito fulo quando ela terminou comigo. Mas eu estou no concurso da Polícia Civil, pegaria mal na Investigação Social. rsrsrs

    2. Eu estou tendo um problema com isso. Tenho várias mensagens com o meu nome que foram imortalizadas no acervo Orkut. Já fiz todo o procedimento indicado para eu sumir totalmente do Orkut, mas elas continuam lá. Pior que meu nome é peculiar e é fácil achar essas mensagens. Me deixam um pouco constrangido…

  4. Eu acho que conversar via texto (SMS, Facebook WhatsApp) é algo meio complicado.

    Na internet você faz várias coisas ao mesmo tempo. Ao conversar com alguém, você pode assistir um vídeo no YouTube enquanto espera por uma resposta, lê um artigo e acaba não prestando atenção quando este alguém responde sua mensagem.

    E aí, quando a resposta não chega em um determinado prazo, você pensa: “estou sendo chato?”, “será que eu falei algo que não deveria?” e afins. E pode ser totalmente o contrário: a pessoa se distraiu, justamente por esse hábito que a gente tem na internet de fazer várias coisas ao mesmo tempo.

    Outro ponto que eu queria destacar: mesmo depois do surgimento dos emoticons, as mensagens ou parecem frias ou mal-educadas em diversas circunstâncias. Reticências e respostas curtas aparentam demonstrar grosseria, mas as aparências enganam.

    Discutir sobre sentimentos, relacionamentos ou qualquer coisa delicada via texto é um problema para mim. Ainda mais com esse recurso de “mensagem visualizada” que instiga a pensar que estamos sendo ignorados. Por texto você pode ser outra pessoa, pode xingar e se exaltar usando o Caps Lock — ser alguém totalmente diferente do que você é pessoalmente. Pela escrita é bem possível de fingir que você não está legal naquele dia, rir de algo que você não achou engraçado etc.

    O diálogo fora da internet tem uma prioridade maior. Você observa o olhar, o sorriso, a entoação da voz. Conversas por áudio minimizam esses problemas, mas não totalmente.

    Não sei se é um pensamento neurótico meu, mas já conversei sobre isso com algumas pessoas que compartilham essa sensação.

      1. Terminar namoro por texto… perigo. Você pode escrever tudo o que vêm à sua cabeça. A internet parece deixar a gente mais desinibido e um Control+Z é mais inviável do que nunca.

        1. Quando eu namorei uma garota que conheci pela Internet, a gente só brigava quando conversava pela Internet. Ou melhor, a gente só conversava pela Internet, porque pessoalmente a gente só se pegava.

  5. A nova build do WP10 já está disponível!!!

    Alguém já está testando ou vai testar nessa build?

  6. Preciso dar um celular para minha filha de presente e estou em duvida entro o novo MOTO X ou o LG G3 , poderiam me ajudar

    1. sei lá mano, mas se essas ai são as opções, eu espero que ela tenha no mínimo 18 anos.

    2. Como ela não deve se importar com Android puro e atualizações, acho que um G3 pode ser melhor por causa da câmera. A câmera do Moto X é bem meia-boca e acredito que é uma parte MUITO importante para a maioria das pessoas…

  7. Tenho convites Nubank quem quiser mande um e-mail para saymonps at outlook dot com.

  8. Amigos, estou com um problema que algumas imagens de alguns sites não carregam mais aqui, e isso acontece em todos navegadores. e mesmo limpando eles nas ferramentas ou tendo limpado tudo com o Ccleaner, elas continuam sem carregar, não sei mais o que fazer, alguem tem idéia do que pode ser? (as imagens em preto são de um site de fotos que sempre abria aqui, a outra imagem é de um site de uma loja)

    1. Experimenta desabilitar o AdBlock. Eu aqui uso uBlock e também acontece isso em certos sites, resolveu desabilitando no respectivo site.

      1. poxa essa foi uma das primeiras coisas que eu fiz e não deu certo, preciso muito fazer essas imagens carregarem, mas obrigado!

        1. Você tentou resetar router ou mudar DNS? As vezes funciona, mas eu não tenho gabarito técnico para dizer porque

          1. olha, misteriosamente fui entrar agora e depois de mais de uma semana as imagens voltaram a carregar, mas obrigado e desculpa incomoda-los!

  9. Meu celular tá pedindo arrego e estou pensando em Android/Cyanogenmod/outros.
    Considerando preço, será que valeria a pena um S4 nessa condição?

      1. A câmera que é algo que pega. Minha namorada teve um S4 e as imagens ficavam muito boas. O Moto X parece, por comentários, ter uma câmera ruim.

        1. Sim, a câmera dele (Moto X) é apenas razoável.

          Eu também evitaria pegar um celular antigo pela questão de atualização.

          Eu escolheria um celular atual (a menos que um antigo no nível do S4 estivesse absurdamente barato).

          1. Não sei se eu faço questão de atualização. Meu aparelho atual é um iPhone 4s que eu nunca cogitei instalar o iOS 8. A idéia com o 4S seria ter uma câmera boa, aparelho de menor custo (~1000) e ter um sistema não lento (Cyanogenmod, mas essa é a parte fraca do plano, onde tenho menos informações)

          2. Quando eu tinha um Galaxy SIII eu só consegui torná-lo usável instalando o CyanogenMod, mas a câmera que era muito boa ficou muito ruim, então não acho uma ideia muito boa instalar CyanogenMod caso queira um bom desempenho da câmera.

            De qualquer forma, a sua forma de pensar é interessante, caso realmente não se importe com atualização.

            Uma opção seria o Lumia 930, que parece um celular muito bom, apesar de ser Windows Phone, ou mesmo o Zenfone 5, que teve a câmera elogiada em reviews, Android abaixo de 1000 reais com boa câmera realmente é uma equação difícil de resolver.

          3. Valeu pelo feedback com o SIII, porque essa possibilidade não considerei. Vou averiguar se acho review do cm12 no S4. Se sim, compartilho no próximo post livre prós broders

        2. Olha só, eu estou a procura do celular que me atenda bem, então acabo fazendo de tudo pra testar vários – troco, vendo, compro, recompro e assim vai. Já passei por iPhone 4s e 5, Xperia Z2 e Z3, Lumia 930, Moto X 2014, LG G3 e mais alguns.
          Os aparelhos que melhor ficam com Cyanogen são os que vendem mais, leia-se tops Samsung.
          O S4 pode ir sem medo com essa ROM. Hoje em dia você vai achar somente a versão baseada no 4.4. A versão 12, baseada no Lollipop, ainda é considerada instável.
          Sobre as fotos, bom… o que dizer?!?

          Minha regra geral é: iPhones em primeiro lugar, não tem jeito. O conjunto da obra ainda é insuperável.
          Agora vai a segunda regra geral: a diferença entre celulares topo de linha, no quesito câmera, não é mais absurda. Tirando um cenário aqui, outro alí, na média eles estão muito próximos.

          Não sei como é sua namorada, mas vou levar em consideração a mulher média.

          Então meu conselho é ir na OLX, achar alguém que queira fazer negócio e fechar um:

          Z3 compact: se não se importar com o valor nem com a câmera (acredite em mim, ela não é muito boa).

          Lumia 730: se Windows Phone não for problema.

          S4: se a tela maior não for problema, nem o fato de você ter que instalar uma ROM alternativa que pode possuir bugs.

          iPhone 5S: na minha opinião o melhor pra ela. Compre usado, sem dó. Sempre fiz isso, e nunca me arrependi.

    1. s4 por menos de 1k é ótimo c/b na minha opinião. basta instalar a cm 12 nele e correr pro abraço.

  10. Os leitores do Manual escrevem blogs? Vocês lêem blogs? Quais?
    Blogs vão acabar, já acabaram ou vão durar para sempre? As vezes acho que os leitores de blogs são outros blogueiros. Eu mantenho um blog a quartorze anos (!), amtonline.com.br, mas não sinto que ainda existam leitores fiéis, mas sim aqueles que chegam pelo Google e não voltam mais.

    1. Tenho vontade de ter um blog como exercício de escrita e webdesign, mas ó coragem pra começar…

    2. Eu escrevo um blog sobre IndyCar, escrevo mais como forma de me informar (pesquisar para escrever sobre te dá muito conhecimento) e treinar a escrita e vocabulário do que com alguma pretensão de ter audiência.

      Eu leio blogs sobre os assuntos que me interessam, meu RSS deve ser composto 90% por blogs, considero uma forma muito mais bacana do que acompanhar um site de hard news.

      Eu não acredito que blogs acabarão, basicamente, penso que há espaço para todas as formas de conteúdo, desde que o conteúdo seja bom (ou não, tem tanta coisa ruim que tem espaço demais por aí).

    3. Já escrevi sobre tecnologia e já mantive um blog pessoal onde tentava compartilhar minha opnião sobre assuntos cotidianos e desenvolvimento de software, ambos acabaram morrendo.

      Hoje escrevo sobre jogos[1], assunto sobre qual consumo informação todos os dias em sua maioria também de outros blogs, meu RSS tem um importante papel nesse sentido. Penso que blogs nunca vão morrer pois na grande maioria nascem a vontade do autor de compartilhar seu ponto de vista sobre determinado assunto com o mundo.

      A maioria dos meus leitores vem também do Google, mas percebo que outra parcela mesmo pequena, vem do Facebook, o que de certa forma é uma fidelização.

      1 – conversadesofa.com

    4. tenho um. desde 2011. já morreu e ressuscitou várias vezes…a interação não é do jeito que era até meados da década anterior. o que acontece hoje é isso que vc disse. povo pesquisa no google, visita 1 ou 2x e tchau.

      vc só conseguirá visitantes regulares com um conteúdo original e explicativo.

      postar tutoriais é uma boa forma de conseguir isso. eu sei que a internet já tá saturada deles, mas uma abordagem mais atualizada é sempre melhor do que um tutorial escrito em 2002.

    5. Ja tentei montar um blog, mas minha personalidade (dependendo da situação, implico muito com opiniões contrárias) impede de desenvolve-lo. Se bem que a “concorrência” já chegou na frente também, e aproveitou uma ideia que pensei (e sei que é comum): dicas de informática.

      Tenho um espacinho no Medium, onde divago sobre leis, trânsito e afins.
      https://medium.com/@vagnerabreu

      E tenho três textos no Motonline também sobre trânsito e leis:
      http://www.motonline.com.br/noticia/po-seu-guarda-libera-ai-–-uma-reflexao-sobre-legislacao-atitudes-e-moral/ (meu favorito :) )

      http://www.motonline.com.br/noticia/habilitacao-para-motociclistas-a-discussao-continua/ (uma resposta a um texto deles, que eles divulgaram)

      http://www.motonline.com.br/noticia/tipo-e-condicoes-da-via-determinam-velocidade-maxima/ (bem editado por eles, sobre velocidades no mundo).

    6. Eu gosto de escrever, mas sei que nem adianta tentar manter um blog porque não teria disposição e nem vontade de escrever todo dia. Sabendo disso, quando senti vontade de escrever algo sobre tecnologia, recorri ao Tecnoblog e MdU. Acho que, nesse sentido, não posso ser classificado como blogueiro.

      Espaços como Medium são uma boa alternativa, eu tinha um blog pessoal atualizado bem raramente sabendo que apenas amigos acessariam…ai migrei para o Medium que é mais adequado para esse regime de “blog pessoal de não blogueiros”.

  11. Mais alguém aqui ta viciado em Cities: Skylines? Game lindoso O.O

          1. Imagine alguém que te faça bullying. Todo dia essa pessoa te enche o saco. Você não gosta dela, mas todo dia a vê. Então um novo dia começa e, antes mesmo de você encontrá-la, já sabe que sofrerá, e que essa pessoa será babaca.

            Então, este é o PES. Há cinco anos eu jogo toda nova versão e sempre me decepciono. Por que esse ano seria diferente?

          2. Realmente, depois do PES 11 a coisa nunca mais foi a mesma. Não sei o que deu errado no caminho, mas a Konami conseguiu vir piorando seu jogo “mais fácil” de vender. Felizmente, no 15 me senti jogando um jogo de futebol decente de novo.

            Segui a mesma receita do ano passado, fui acompanhando os trailers e videos das duas desenvolvedoras, saiu as demos, joguei ambas, em 2014 comprei o FIFA. Esse ano o mesmo processo me fez escolher o PES.

            Porém, eu tenho medo da versão 2016, a Konami é o tipo de empresa que mexe em time que está ganhando, leia-se Kojima.

  12. Por que fabricantes não dão atenção devida ao “tamanho” da bateria em seus dispositivos?

      1. Ultra fino, ultra leve que “dobra” no seu bolso. Brinks…

        Já que o usuário vai usar um powerbank ou um case com bateria, por que não investir um pouco mais nesse quesito?
        Cara, a bateria do Moto Razr tem 2.8 mm e 1750 mAh… pra que isso? 3 baterias dessa fariam um bom celular durar mais de 48 horas.

        1. Tenho um Xperia S velhíssimo de guerra e a bateria dele tem em torno disso e ele tem uma bateria ruim desde que eu comprei, meu 3GS durava mal mas muito mais que ele. :(

      2. Meu smartphone, l930, é grossinho mas a bateria e bem ruizinha…

          1. Não é ruim, mas apenas “normal”, principalmente pelo fato do 930 ser grosso e pesado

          2. Verdade. Mas a grossura dele não é o grande problema, e sim o peso.
            Deveria durar o mesmo que um Z3 Compact, por exemplo.

    1. segundo jony ive, é pq a pessoa tendo um smart com bateria menor, vai usar mais o dispositivo num espaço menor de tempo. isso, pra ele, é melhor do que a bateria durar mais e a pessoa usar o aparelho com menos frequência.

      eu queria smartphones mais espessos, mas com baterias de 3k mah pra cima.

      1. Que pensamento estranho… eu pelo menos uso pouco o celular pois sei que se usar com frequência, a bateria não vai aguentar até a hora que vou pra casa.

      2. pois é, eu pegaria fácil um aparelho do nivel do Moto G com uma boa bateria.

  13. alguém ainda usa Feed?!
    desde a queda do Google Reader, sou um feliz usuário do Feedly..
    alguém ainda faz uso desse paranauê?!?
    =D

    1. Eu passei para o feedly, desisti do feedly e passei a acompanhar meus blogs e sites favoritos no Twitter. Mas não é a mesma coisa, pois acaba virando uma grande bagunça.
      No final das contas, voltei para o feedly, mas para acompanhar meus feeds uso um app universal de terceiro p/ Windows Phone e Windows 8 que é o NextGen Reader. Bem bacana.

    2. Eu uso o Digg…

      Pra mim, funciona melhor que o Feedly (no pc) mas no Android ainda tem um bug chato que ás vezes mostra posts antigos já lidos. Ainda assim, posso conviver com ele haha.
      Testa lá ( https://digg.com/reader/ ) ele usa a conta do Google, Twitter ou Facebook.

      1. ja testei e nao gostei..
        gostei muito do feedly e me acostumei com ele..
        sites de tecnologia e alguns blogs de humor, tenho cadastrados no feedly..
        dificilmente vou as paginas dos que acompanho..
        so quando realmente quero fazer um comentario, como o caso deste post aqui…

      2. uso o Digg também pois só leio no computador, encontrei um bug no feedly e nunca mais voltei (por mais que o bug tenha sido causado por uma extensão no meu Chrome, me habituei a usar o Digg)

    3. Uso Feedly para os sites que acompanho tudo como o próprio MdU e o Twitter deixo para acompanhar sites mais movimentados como portais de notícias.

    4. Assim que foi anunciada a morte, corri para o Feedly. Mas confesso que não tenho aberto ele tanto, tenho acompanhado novos posts por twitter ou facebook. Durante o dia, estou no TW/FB e coleto links para o Pocket, e de vez em quando, abro o Feedly.

    5. uso o Feedly, salvo os posts pelo celular e leio pelo desktop (se forem longos, obvio), acho muito dificil de eu trocar ele por outro

    6. Uso o Feedly para sites escritos oh editados por até três pessoas. Maiores, tipo Verge, Giz, ou sei lá, ficam em listas temáticas do Twitter.

      1. Cara, obrigado por essa ideia. Também uso o Feedly, mas às vezes, deixo de abri-lo por causa da quantidade de posts dos “grandes”. Isso vai deixar só os menores dentro do Feedly. Obrigado!

    7. Ninguém deixou de usar feeds, apenas migraram de plataforma. Uma pancada de gente se uniu para levantar a plataforma do Feedly.

      Eu uso ele mas quando queria um com suporte para leitura offline usava o gReader. Atualmente de vez em quando experimento o novato Palabre.

      Você ainda tem que usar o navegador para comentar nos sites, mas não vejo como viver sem uma ferramenta como os leitores de feed. É igual podcast, não tem condições de entrar em site por site para baixar um novo programa.

    8. Uso Feedly, mas somente no PC. Nunca usei o aplicativo oficial deles.

      No iPhone utilizo o Reeder, devido a leitura offline. Baixo em casa no Wifi e leio no trajeto casa-trabalho no ônibus :)

    9. Eu uso tinyRSS (instalado no servidor) com app para Android.

Os comentários deste post foram fechados.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário