Fundo azul, com uma chamada para um PlayStation 5 no centro. À esquerda, a frase “Ofertas de verdade, lojas seguras e os melhores preços da internet.” À direita, “Baixe o app do Promobit”.

Post livre #51

Post livre é o momento da semana em que a pauta é deixada de lado para conversarmos, sobre quaisquer assuntos, nos comentários. Valendo!

293 comentários

  1. Onde consigo uma curadoria do conteúdo do xvideos? ( ͡° ͜ʖ ͡°)

  2. Estendo aqui algo q perguntei no grupo do Manual: qdo vcs usam o notebook apoiado no colo ele esquenta muito? Alguns disseram q sim (inclusive macs), mas houve o relato de um cara q usa chromebook q não apresentava esse “problema”. E tb tenho sofrido com a fraca bateria do meu Dell 5470. Ele aguenta, sei lá, umas três horas no máximo de uso moderado… Um note q não esquentasse e tivesse bateria bem durável seria o ideal pra mim. Vcs sugerem algum modelo?

      1. Vc me ajuda a assaltar um banco? Talvez dê pra pagar metade, o resto eu financio em 60x.

        1. Acho que o melhor mesmo é um tablet Android, infelizmente no Brasil só o Tab S2 ainda está disponível. Os notebooks disponíveis são muito ruins e caros. O Macbook é absurdamente caro (não compraria, pois definitivamente não vale a pena), mas tem boa duração de bateria.

        2. Acho que o melhor mesmo é um tablet Android, infelizmente no Brasil só o Tab S2 ainda está disponível. Os notebooks disponíveis são muito ruins e caros. O Macbook é absurdamente caro (não compraria, pois definitivamente não vale a pena), mas tem boa duração de bateria.

          1. Estou atrás de S2, mas ficou cara. No fim do ano, com cupons e pagando à vista tava, tava por 1400… Agora tá difícil achar por menos de 1800…

          2. Eu gosto muito do hardware da Apple (q tela espetacular), mas, cara, andar com essa pequena fortuna por aí, é temerário. Pq assalto tem na Paulista e tem na quebrada. Não são muito frequentes como dizem, mas acontecem. E tem tb a possibilidade de perder o equipamento ou danificá-lo. É um preju grande demais pra administrar. Apple só se for pra ficar dentro de casa, quietinho.

    1. Tenta limitar o poder do processador no windows e trocar o HD por um SSD. Isso vai aumentar a bateria e reduzir o aquecimento.

      O asus t100 esquenta nada.

      1. tô usando ssd e qdo ao processamento, pode ser uma boa tentativa.

        vou dar uma olhada nesse asus.

        1. Olha as configs: SSD, 2GB RAM, atom zqualquer coisa. Não tem ventoinha. Então pode ser mesmo o processador. Se pá com 60% deve ficar bom, mas só testando.

      2. tô ligado q asus é esse. me incomoda aquele suporte do monitor… meio saliente demais. quem sabe um surface? queria testar um pra ver qual é. não precisava nem ser o mais fodão não.

      3. esquece, acho q o surface não fica bem posicionado no colo…

      4. esquece, acho q o surface não fica bem posicionado no colo…

  3. Galera que curte um sushi (ou documentários ou a arte das coisas simples e artesanato): Jiro Dream of Sushi. Tem no Netflix ou no Paulo Coelho. É bem interessante. Naquela vibe mesmo de mestre e aprendiz que se atribui na cultura oriental.

    1. Cara, donde veio esse lance de chamar a locadora universal de locadora do Paulo Coelho, cê sabe?

      1. Se não me engano o Paulo Coelho resolveu distribuir toda a bibliografia dele la.

  4. O que fazer quando o smartphone para de funcionar nessa crise (fora da garantia – já tem quase 2 anos)? Parte para outro ou manda consertar?

    1. Se comprar outro = 2x ou mais o preço do conserto, manda consertar.

    2. O q fazer quando a placa de video e o teclado dão pau JUNTOS? To ferrado aqui também hahahahahhaha

    3. acho que depende do valor. eu faço assim: se o conserto for até 1/3 do valor do aparelho eu mando consertar, senão compro novo… e eu ainda avaliaria o uso. se minha TV ou smartphone estragassem eu nao iria consertar tão cedo.

      1. eu to esperando me entregarem 1 afinador faz mais de 6 meses…., tá la em curitiba.

  5. Pq nao tem postado todos posts do blog no canal do Telegram? :/

      1. pode floodar a vontade haha. só fazer a postagem sem notificaçao.

  6. Chegou meu Nubank, achei bem bonito. Vou ver se o uso esse fds. Quem quiser, tenho 10 convites, só mandar o e-mail.

  7. Acabei de terminar a 4ª temporada de House of Cards e achei foda pra caralho. Estão acompanhando também? O q acharam?

    1. Eu ia assistir tudo de uma vez, mas ia ser igual ano passado eu ia ficar 1 ano verificando o netflix pra ver quando que vai sair. Assisti só o primeiro episodio da 4ª temporada, vou tentar assistir devagar dessa vez, problema vai ser conseguir isso.hahaah
      Mas gostei do episodio a temporada parece que vai ser foda mesmo.

    2. Bem melhor que a terceira, mas ainda não no nível das duas primeiras.

      Mas sem dúvida é a melhor série lançada nessa década, até agora. A atuação de cada ator é impecável e a história completamente envolvente.

      1. Eu diria q “Mad men” é um forte concorrente. E “Fargo” e “Mr. Robot” são bem promissoras. Achei essa temporada do “House of cards” um tanto repetitiva. Ou estão guardando algo pra próxima, ou estão só se aproveitando da fama toda apenas e esticando a série. E se vc assistiu “Hanibbal”, q é muito foda, eu diria q naquela parte, q vc sabe qual é, eles fizeram algo muito parecido com o q acontecia na série. Até a música era parecida… nem disfarçaram. Se vc não viu “Hanibbal”, recomendo. Mas tem q ter estômago (eis o trocadalho).

        1. Sim, me referi às séries lançadas só de 2011 pra cá.
          Na década de 2000 NENHUMA superou House hahahah

  8. Vocês viram que o mix radio vai fechar. Eu adorava o app. Vou sentir muita falta. Alguém compartilha esse sentimento?

    1. Na real é q nunca usei, mas quem usa ama o negócio hahahahhahah

    2. Já usei por conta das músicas free, mas nunca curti esse lance de playlists.

  9. As chuvas foram fortes por aqui e achei esse recurso do facebook interessante. Apareceu algo pra vcs assim?

    1. Soube do estado de um amigo que não me repsondia através disso. Muito útil

    2. Acabei de voltar de SP e reparei que em um trecho na Av. Nações Unidas de quem chega da Av. Interlagos tinha uma placa indicando que no local é passível de alagamento, achei curioso isso, pois eles acham mais fácil colocar placa avisando do que realmente fazer algo para melhor. Vai entender.

      Em tempo, achei a marginal tiete cheia de buraco, uns até difícil de desviar pelo tamanho, a sorte que lá se anda devagar, pq se andasse rápido, era perigoso ficar por lá.

  10. Pessoas, o smartphone Android mais barato com experiência decente é o Moto E mesmo? O Lumia 800 da minha mãe está nas últimas e preciso de um substituto, o básico serve…conquanto que não seja muito ruim.

    1. Estou pensando em trocar meu celular não mais por um intermediário e sim por um melhor, pra ver se ele dura o tanto qto esse, pq não sei se um próximo intermediário vai ser capaz de durar tanto qto esse moto g1 q comprei em 2013… estou achando os samgungs muito bons!

    2. Estou pensando em trocar meu celular não mais por um intermediário e sim por um melhor, pra ver se ele dura o tanto qto esse, pq não sei se um próximo intermediário vai ser capaz de durar tanto qto esse moto g1 q comprei em 2013… estou achando os samgungs muito bons!

      1. Ele é um pouco mais caro, mas interessante. Por um motivo, talvez besta, fiquei com pé atrás de comprar devido ao Android da MIUI ser um tanto quanto desatualizado. Eu quebrei meu smartphone recentemente e estou usando um smartphone antigo com Android 4.4 e um app que utilizo deu incompatibilidade (pode ser por causa do processador Intel também).

        Será que isso não pode ser um problema a longo prazo? Espero que minha mãe fica uns 3-4 anos com o smartphone, então é bom pegar um com Android minimamente atualizado hoje.

        1. O Redmi 2 Pro tem atualização pro Android Lollipop. Tá em beta ainda, mas bem estável..

          1. Eu tenho o Redmi 2.
            Há um tempo, o pessoal da Xiaomi abriu uma chamada no fórum oficial pra galera testar a MIUI 7 baseada no Lollipop, pro Redmi 2 Pro.

          2. Interessante, você está achando o aparelho interessante? Acho interessante o conjunto, bem equilibrado, apenas vi pessoas reclamando que a MIUI é um pouco pesada para 1GB de RAM mas o Pro tem 2GB e o uso da minha mãe é bem básico.

        2. Se o objetivo é ficar 3-4 anos, não valeria a pena investir um pouco mais num modelo mais avançado? Porque o melhor Android low-end ainda será ruim…

          1. Também vou por este caminho, gastar um pouco mais pra trocar menos vezes de aparelho. No final o gasto é até menor.

          2. Minha mãe só usa WhatsApp (pouco), recebe e-mails, entra no site do Elo 7 e olha algumas fotos de bijuterias quando está fora de casa. É o básico do básico, mas acho que é bom ser Android e não um Windows Mobile devido ao Elo 7.

            O ruim é que tudo está bem caro nos smartphones de entrada né? Para se ter 2GB de RAM, tirando o Redmi 2 Pro, já chega nos R$900,00…além de serem gigantões.

          3. Não. Vc se esqueceu da Asus. Mas, nesse caso 1gb é suficiente.

        3. Ele não é desatualizado. Muito pelo contrário. O MiUI não tem relação direta com o Android do Google e já era muito mais completo que ele desde o KitKat.

    3. Não. Tem uns bons da LG por até menos que o Moto E e ainda vem com flash.

    4. Não. Tem uns bons da LG por até menos que o Moto E e ainda vem com flash.

      1. Lg g2 por 750
        Lg g3 por 890
        Redmi 2 pro por 599

        Tudo precos promocionais, tem que esperar uns 15, 20 dias (ou mais) para pegar nesse preco.

        1. Onde tu acha o LG G2 por 750 hoje? Faz meses que não vejo nesse preço. G3 idem. Redmi ok…

  11. Vocês conhece alguma ferramenta que delete todos os emails de determinados remetentes? Tô fazendo uma faxina na minha caixa de entrada e achei muita coisa inútil.

    1. Use a própria busca. Acho que todos os clientes têm isso. No caso do Gmail, escreva na pesquisa “from:email@docontato.com” (sem aspas) e dê Enter; depois, selecione todos e apague.

  12. Vocês conhece alguma ferramenta que delete todos os emails de determinados remetentes? Tô fazendo uma faxina na minha caixa de entrada e achei muita coisa inútil.

  13. Deixo aqui a discussão: como tirar boas fotos com as piores câmeras de tops de linha desde 2012? Apps de câmera, de edição, vale tudo.
    Sempre é falado das melhores câmeras de smartphones, mas não das piores, tais como linha One da HTC, os Nexus 4 e 5, Moto X 2013 e 2014, LG G2, S4, etc.

  14. Esqueci de postar esse video semana passada então to postando agora, vou resumir um pouco: um cara de bike é fechado (de graça) 2 vezes por um ônibus que ta indo para a garagem, ele vai atras e faz o motorista parar, dai aparece uma mulher (embriagada) e começa a falar um monte de merda para ele, dizendo que ele ta errado, pegando na bike no cara e desrespeitando ele, sendo que ela não tem nada a ver com o ocorrido, depois aparecem moradores da região, uns são a favor dele, outros contra, dai a pior parte, que é quando a policia chega, sim, a PIOR parte é quando a policia chega, dizendo que ele estava errado por ter acionado eles, e que se ele não se “machucou’ não havia motivo para ter parado o ônibus e atrapalhado o transito.
    Resumo da ópera: ciclista só é levado a sério se ele se machucar, ou então morrer ou perder um membro, pois se é “só uma fechada” ta ok, segundo a própria policia:
    https://youtu.be/1NqfNmNspqI

    1. Que loucura. Fico nervoso sempre que vejo a maneira como o ciclista é tratado.
      As vezes penso em usar bike, mas sempre me vem à cabeça a falta de respeito com o ciclista e acabo desistindo.

    2. cara, q confusão! pra ser sincero, qdo pedalo, não levo em conta q eu tenho a preferência, pq sei q vou levar a pior: carros, ônibus e motos jogam em cima de vc sem dó. vc pode estar rápido ou devagar, não importa.

      só sei q é crime ameaçar as pessoas com veículos. o motorista deveria saber isso e os policiais tb. na verdade, o CTB é quase como a Constituição, não dão a mínima.

      acho extremamente temerário enfrentar motoristas dentro ou fora de seus veículos. não recomendo. os ativistas podem ter pique pra isso, mas tb não deveriam. o risco de vc morrer é muito grande mesmo. e depois chega o pessoal armado com aquela disposição… a chance de dar merda só aumenta.

      esses dias resolvi usar os meus direitos de preferência. cruzei a frente de uma viatura q vinha q apenas com o sinal luminoso ligado. fui xingado pelos policiais de tudo qto é nome… mas o CTB diz como eles deveriam agir: com sinal luminoso e sonoros ligados…

  15. Ajuda uma coleguinha de trabalho aqui:
    Samsung Galaxy J5 ou Redmi Pro 2 ou outro de valor semelhante?
    Eu iria de Redmi Pro 2, o perfil dela é self, Instagran, Facebook e Whatsapp.

    1. Eu vi. Muito bom. Esse e o Activista e o Jardim Urgente são os melhores

      1. Curti o dos spoilers também. O do activista não curti muito. Mas o do Orlando é genial: “paaai, parcela pra mim esse nike pai”

      2. Estive na prefeitura de minha cidade esta semana e pude presenciar ao vivo e a cores uma conversa de duas pessoas que tinham tomado Activista. Falavam com imponência, meio que se achando super inteligentes por estarem dizendo aquilo. Ao menos foi essa a impressão que tive. Tinha horas que não conseguia conter o sorriso de deboche.

          1. Tudo de ruim que tem por aí, mas o cerne principal era o velho “direitos humanos pra humanos direitos”.

          2. sinto muito preguiça em discutir isso se a pessoa parte dessa premissa. discute-se… mas, cara, é um tanto cansativo. sorte não terem chamando vc pro papo!

          3. sinto muito preguiça em discutir isso se a pessoa parte dessa premissa. discute-se… mas, cara, é um tanto cansativo. sorte não terem chamando vc pro papo!

    2. Mas muita gente não gostou. É difícil fazer piada num barril de ódio.

      1. Sempre rio da piadinha do foca em mim, não entendo.

        Mas o do rei do camarote lá das baladas de SP não suporto, e é longo pra cacete

  16. Qual é a melhor nuvem? Google Drive, Dropbox ou OneDrive, pretendo comprar um plano mensal.

      1. Só eu acho o Amazon Cloud Drive muito underrated?

        Eu uso ele pra fotos, custa 12 obamas/ano e tem espaço ilimitado pra guardar suas fotos. E isso inclui arquivos em RAW! Tb tem aplicativo móvel pra fazer upload automático das fotos do seu celular.

        Pra quem precisa (não eh meu caso), pode pagar 60 obamas/ano pra ter espaço ilimitado pra qualquer tipo de arquivo.

        Eu não poderia estar mais satisfeito!

        https://www.amazon.com/clouddrive/home

        EDIT: Eh um pouco evidente, mas não custa reforçar: O upload das fotos não comprime os arquivos, como faz o Google Photos.

        1. Rapaz, esse upload de fotos pode ser separado por tipo pastas ou album?
          Trabalho com vistorias de imlveis e sempre preciso enviar links com pastas do gdrive contendo fotos. Esse servico ds amazon faz isso sem que o usuario twnha acesso as demais fotos?

          1. Tem sim! Vc pode separar por pastas e compartilhar as fotos individualmente ou compartilhar uma pasta inteira.

            O compartilhamento envia um link pra pessoa que só dá acesso de leitura somente pro que vc escolheu compartilhar (como do Google Drive mesmo).

          2. Comecei a testar, realmente tem essa opção, senti falta de uma sincronização quando alterado os arquivos do PC, mas priorizo o espaço disponível.gostei, acho que irei assinar.

          3. Comecei a testar, realmente tem essa opção, senti falta de uma sincronização quando alterado os arquivos do PC, mas priorizo o espaço disponível.gostei, acho que irei assinar.

          4. Isso é verdade. O foco da Amazon está mais pra armazenamento do que pra trabalho colaborativo.

            Nessa linha, ele vai fazer mais sentido pra quem precisa fazer backups.

            No meu caso, o que me ocupa muito espaço atualmente são as fotos (especialmente em RAW). Música e vídeos já migrei pro streaming. Documentos pessoais são pequenos o suficiente pra caber num Google Drive.

    1. Usando o idrive e ele é meio durão, mas foi o único a dar 1Tb pelo mesmo preço dos concorrentes q ofereciam 100Gb.

    2. Pela integração com os produtos Google e possibilidade de aumentar a capacidade gratuitamente contribuindo no Guias Locais do Google Maps, prefiro o Google Drive.

      1. Pois é, eu já tenho uma conta no Dropbox, mas é só 2Gb, vou contratar a versão PRO de 1Tb, eu desejo uma unica nuvem, sem esse negocio de fotos em 1 e documentos em outro.

    3. Dropbox. Uso os três, acho que hoje o OneDrive vem em segundo porque o app do GDrive pra Windows é meio bugado.

    4. Dropbox. Uso os três, acho que hoje o OneDrive vem em segundo porque o app do GDrive pra Windows é meio bugado.

    5. Google drive me prometeu 2tb por ajudar eles no maps, levei calote!
      O Google deve para mim!

      Em relação a sua pergunta: os mais baratos são gdrive e onedrive. O melhor é dropbox.

      O que você irá armazenar é muita coisa? Se não for, vai de dropbox mesmo.

    6. Sou usuário do Google Drive! Pago. US$2 por mês… Não me incomoda!

    7. ~~ a nuvem que te satisfaz ~~

      no meu caso é Dropbox 100%. Funciona até na rede ruim da UnB.

    8. Dropbox. Mas levando em consideração o dinheiro investido, eu escolheria o OneDrive, que vem com o Office “de grátis”, e não é tão ruim assim.
      Em resumo: utilizo o Dropbox com os bônus gratuitos pra tarefas mais “gerais” (projetos, trabalhos, etc.) e o OneDrive pra backups e outros documentos.

      1. Ah, e o Google Drive para fotos, já que já é integrado com o Android. Tentei usar o Dropbox e o OneDrive para isso, mas tive problemas. (O Dropbox começou a sincronizar TODAS as fotos além da câmera, jogando tudo numa pasta só. O OneDrive não achei o aplicativo rápido/prático na sincronização no Android).

  17. Como vocês lidam com o número de informação/notícias que chegam até você?

    Nós temos tanto acesso a tudo e tão rápido, que as vezes eu me sinto sufocado. Talvez eu precise de um psicologo, mas vou tentar explicar. No Brasil temos vários problemas. Violência e a corrupção na política são o que mais estampam as matérias de jornais e redes sociais. E toda semana que eu paro pra me atualizar e começo a ler sobre tudo que acontece por aqui, eu fico extremamente desanimado, quase depressivo. Fico mais angustiado, quando vejo que a maioria das pessoas não tem noção de 5% do que acontece. Mesmo com tanta informação sendo jogada por ai. A solução mais simples que encontrei: Ignorar o que me deixa mal. Obvio, não?

    No twitter comecei a seguir só noticias de tecnologia ou jogos.
    No Facebook dei unfollow nos posts de muita gente.
    Selecionei melhor os sites de noticias, menos site com noticias a cada 1 minuto e mais sites com conteúdo mais “encorpado”.
    – Manual do Usuário, obvio.
    – Adrenaline + Fórum Adrenaline
    – Jovem Nerd (Canal do youtube deles e o NerdCast)
    – Kotaku US

    Resolveu bastante o problema. Agora só fico triste vendo os preços dos eletrônicos por aqui kkk

    ps.: espero ter conseguido passar, seja lá o que eu quis passar. talvez só queria comentar isso mesmo.

      1. Não tão novo nos podcasts, mas só escuto mesmo o nerdcast e o guia prático. E vou dar uma olhada no feedly, não conhecia.

        1. se quiser um podcast diário tem o cocatech e o do bruno fontes.

    1. Enqto eu não comprar uma lava louça vou ouvir muito podcast…

        1. Comecei a ouvir o Serial por esse motivo. Daqui a pouco tô ouvindo podcast em russo, húngaro, tupi etc.

          1. Tava dia desses já procurando coisas novas no Pocket Cast. Galera do Welcome to Night Vale -se nunca ouviu vale a recomendação – lançou recentemente Alice Ins’t Dead

        1. Fiquei pensando esses dias. Esses caras desses podcasts mais célebres são os Afanasios Jazadis dessa geração. No futuro os jovens de outras gerações verão esses programas com a mesma ojeriza com a qual vemos um Afanasio da vida. .

          1. o cara tinha um programa de rádio famoso na década de 80. era um datena dos tempos em q a tv tinha ainda algum limite ético. os podcasts e podcasters estão tomando o lugar dos programas de rádios ou o q os radialistas tiveram no passado. muitos caras famosos hj na tv eram radialistas. esses podcasters vão assumir posições em novas mídas da mesma forma q os radialistas ocuparam a tv. anota aí, essa é previsão do fabio dinah.

            https://www.youtube.com/watch?v=bM2KqVG86BQ

            ah, claro, depois os podcasters irão pro meio político…

        2. Amigo, cai na besteira de ouvir um dos spin-offs “patrocinados” deles. Que erro, aquilo é ruim demais. Forçadíssimo.

          1. Ainda bem. Agora há bastante diversidade no cenário de podcasts!
            Por exemplo, acompanho um podcasts de mangás e produções japonesas que se aproxima do 200º episódio. Muito bom, por sinal ( aoquadra.do )

        1. Acho q peguei na fase ruim e não vi motivos pra ver o q veio antes. Se é pra perder tempo com bobagens vou logo para o Decrépitos. Mas o q mais me incomoda é qdo em algum podcast resolve falar de cinema mas sem o devido conhecimento da arte… Meu amigo, eu me contorço, me aborreço e me incomodo pacas, pq é um acinte com tudo o q eu já vi de bom no cinema…

      1. Pow, eu gosto do Nerdcast, acho bem divertido. Também para dar risada ouço o 99Vidas. Quando estou com saco pra ouvir a voz do intragável Silmar, ouço o Scicast pra aprender alguma coisa. RapaduraCast e Series42 eu ouço raramente, pois, por mais que os apresentadores sejam carismáticos, eles algumas vezes parecem não saber do que estão falando; acabei perdendo a confiança. E abandonei o Wikimetal porque não tem nada de novo. (EDIT) E, claro, sempre ouço Max Gehringer dando dicas valiosas.

        Tem indicações pra passar nessa linha de podcasts que ouço?

        1. É verdade, tem o lado cômico da coisa q não dá pra desprezar. Olha, tenho ouvido o “RadioLab”, “99% Invisible”, “Decréptos”, “Anticast”, “Xadrez Verbal”, “Jogabilidade”, “Filosofia, narrativas, ficções”, “30 minutos”, “Filosofia pop”, “Mamilos”, “Serial”, “Dragões de garagem”, “The Guardian Books podcast” e o “Guia prático”… Tenho outros cadastrados aqui, mas ainda não consegui dar a devida atenção a eles. Eu acho q vc pode curtir o “Xadrez Verbal” e o “Dragões de Garagem”. Veja o q acha desses dois!

    2. eu filtro muito o que leio. se explodir uma bomba aqui na cidade eu nao vou ficar sabendo. hahaha
      tipo, passo o dia trabalhando com computador, então já fico saturado disso no fim do dia. só quero saber de tocar umas musicas ou ver um filme.

      1. Qdo pego o metrô na volta pra casa não aguento ler mais nada… Volto como um zumbi. Só melhora na hora de pedalar!!! Aí é só emoção.

          1. até gosto de pedalar na chuva, apesar do v-brake da minha bike tornar as freadas algo meio temerário. passei a usar um pneu mais liso, mas felizmente ele adere bem. qdo se está bem preparado, até q é bom pedalar na chuva. mas numa chuva normal, o q choveu ontem aqui foi melhor não ter encarado mesmo.

    3. Meio que desisti de acompanhar notícias e me atualizar constantemente porque nunca eu ia conseguir ter todas as informações e lidar com elas.

      Penso que grandes pensadores ou fazedores (?) também não conseguem lidar com tantas informações assim sobre toda a sorte de coisa, então porque eu teria?

      Sem contar que esse excesso de informação não significa mais qualidade. Cada vez mais as fontes são mais questionáveis.

    4. Me atualizo pelo Twitter mas daí já caio na zoeira. É uma farra aquilo. Logo eu q perco o amigo, mas não perco a piada acabo eu mesmo me perdendo… O Twitter é a gozolândia dos cínicos.

    5. RSS, ainda. Para mim continua sendo a melhor forma de acompanhar os sites e assuntos que gosto e acho que importam. A imagem em anexo são os feeds atuais.

      1. Caramba, bastante coisa ein!? Eu assinava muitos feeds também, mas era ficar meio dia sem acessar e quando voltava tinha um caminhão de coisa não lida. Não dava conta. Acabei percebendo que passava mais tempo lendo as headlines do que o conteúdo em si, e acabava sendo desgastante pra mim.

        1. Bruno, o meu primeiro filtro é sempre a “headline”. Se tem alguma palavra chave que é do meu interesse, clico e vejo o resumo. Se o resumo me agradou, leio a matéria. Meu aproveitamento deve ser algo em torno de 100 > 30 > 15 (de 100 itens, abro o resumo de 30 e leio integralmente 15). Veja o que respondi ao Vitor acima sobre o Sortly. Ajuda a aproveitar melhor o Feedly.

      2. wow. voce realmente precisa de toda essa quantidade de informaçao?

        1. rs Precisar eu acho que ninguém precisa, mas são fontes que me mantém informado dentro das linhas que eu gosto de estar informado. Uso um plugin do Chrome para o Feedly chamado “Sortly” que ordena o conteúdo conforme a popularidade (acesso, likes, etc). Quando acumula, ordeno assim e dou prioridade ao que está mais em destaque.

          Link para o Sortly: https://chrome.google.com/webstore/detail/sortly-a-feedly-extension

      3. Meu feed no NewsFox é assim também, mas parei de usá-lo.

        Hoje uso o Feedly também. Meu feed é bem mais sucinto, além de ler apenas as matérias realmente interessantes – ao contrário do meu uso no NewsFox. Acho a interface web do Feedly uma porcaria assim como o app Android, mas, no último caso, uso com o FeedMe e é só alegria.

      4. realmente, acho que só essa extensão “Sortly” pra te ajudar, por exemplo: eu tinha o The Verge no meu feed, mas se você passa um dia sem ler, ja tem pra mais de 100 noticias novas, meio impossivel né? mesma coisa para Omelete entre outros, enfim, uma boa técnica mesmo são as newsletter, como a daqui do site, é muito boa e poupa um enorme trabalho, o máximo que você perde é o “timing” da noticia, pois você só recebe uma semanalmente, porem serve perfeitamente para te informar.
        Eu mesmo me sentia muito sufocado, os sites que você tem ai eu gosto de varios, porem com a vida corrida e pouquissimo tempo pra ler as coisas, tem que se infelizmente dar prioridade a tudo, fora que eu acho que rola um cansaço mental gigante de entrar num feedly e ter tanta coisa, pois você acaba vendo tudo mais por obrigação mesmo e nem presta muita atenção.

    6. Eu tento buscar agregadores e pessoas que considero mais entrosadas aos assuntos pelos quais me interesso. Minha timeline no Twitter é bem boa nesse sentido e até o Facebook mostra com frequência um conteúdo bom. Em tecnologia, gosto muito do Techmeme; esse, junto com alguns sites/blogs mais importantes, acompanho via RSS, pelo Feedly.

      Para tecnologia você pode assinar o Manual do Usuário e receber um clipping/curadoria semanal do que realmente importa na área.

      E sobre o porquê de lermos notícias, indico esta leitura: http://www.artofmanliness.com/2016/01/18/is-there-any-reason-to-keep-up-with-the-news/

    7. Às vezes o melhor mesmo é calçar um tênis e ir correr. Assim eu coloco AS MINHAS IDEIAS em ordem. Pq as ideias da algumas pessoas incumbidas de informar são só um torvelinho de interesses…

    8. A questão é critério, não ignorar.

      De qualquer forma é preciso ter muito cuidado com informações, ainda mais em um país como o Brasil, com a mídia recebendo valores absurdos do governo e quem levanta alguma questão acaba recebendo ameaças de morte e censura.

    9. A questão é critério, não ignorar.

      De qualquer forma é preciso ter muito cuidado com informações, ainda mais em um país como o Brasil, com a mídia recebendo valores absurdos do governo e quem levanta alguma questão acaba recebendo ameaças de morte e censura.

    10. Eu nunca tive costume de ler notícias na vida, até deixo uma lista no Twitter que só leio quando estou completamente sem o que fazer. E só ouço pessoas recomendando parar, então acho que assim está melhor.

      Se a notícia for importante, provavelmente irei encontrar conteúdo mais detalhado como, por exemplo, os podcasts e reportagens sobre o vírus Zika e outros assuntos do momento.

      1. Pesco coisa interessante até em coluna social, às vezes. Eu cheguei a ter duas assinaturas de jornal qdo estudava jornalismo: jogavam na porta de casa o Estadão e a Folha. Lia-os de cabo a rabo à noite. Dava um trabalhão manipular aquela papelada e agora há muito mais espaço para colunistas, pq os jornalões ficaram com medo dos blogs e da internet de um modo geral – até hj a internet não foi compreendida pelos jornalões e pela TV. Os colunistas deram uma embolada na coisa, eu acho, pq parece a notícia ficou em segundo plano. E as notícias sendo tratadas por outros me parece implicar em mais um filtro sobre as próprias informações e esse arranjo pode ser cômodo, mas tb tem suas implicâncias…

        1. Tem muita coisa interessante em todo lugar, ainda mais agora que adquiri o costume de acompanhar canais de língua inglesa (The Economist, Atlantic, Vox, etc…). Mas e o tempo para filtrar né?

          De fato, o excesso de notícias e as novas formas de consumir/produzir notícias estão mudando a nossa forma de acompanhar o mundo. Há efeitos benéficos e maléficos em relação a isso, até onde se pode avaliar, mas acho que ainda temos muitos que pesquisar e nos adaptar sobre esse cenário.

          Talvez não seja bom como cidadão, por exemplo, eu não saber muito bem que está acontecendo com Lula em relação a Lava Jato e ao MP de São Paulo. Pretendo ver isso depois, com calma compilado, mas isso me faz perder a oportunidade de ação por exemplo. Não sei, ainda preciso refletir sobre isso também haha

          1. acabei de ler isso:

            “Na sua opinião, qual a diferença entre a Freeman’s e a Granta? O leitor seria o mesmo de revistas como a Paris Review e a N+1? Além disso, o que significa lançar hoje uma revista impressa, em vez de digital?

            Este é um ótimo momento para publicar no papel, porque a internet fez com que publicar ficasse tão fácil que estamos afogados em artigos, opiniões, eventos, entrevistas, textos chapa-branca. Mas nada nos prende da mesma forma que a narrativa de uma boa história. A mecânica e as decisões envolvidas para que se faça uma boa publicação em papel na verdade combinam perfeitamente com o cuidado e o discernimento necessários para escolher e editar o que é mais importante. Acho que a Freeman’s tem uma visão mais ampla do que a Paris Review, menos certezas do que a Granta sobre o interesse dos leitores, e menos preocupação com as ideias em si do que a n+1. Quero que ela seja acolhedora, que prenda a atenção e que seja cheia de surpresas. Todo mundo provavelmente conhece Haruki Murakami, que está no primeiro número, mas com certeza Garnette Cadogan vai ser novidade. O leitor ideal da Freeman’s é curioso, tem interesse pelo outro, é alguém com senso de humor e estilo, que às vezes são a mesma coisa, alguém que não vê justiça social e bom texto como coisas naturalmente opostas.”

            http://www.blogdoims.com.br/ims/o-novo-voo-literario-de-john-freeman

          2. acabei de ler isso:

            “Na sua opinião, qual a diferença entre a Freeman’s e a Granta? O leitor seria o mesmo de revistas como a Paris Review e a N+1? Além disso, o que significa lançar hoje uma revista impressa, em vez de digital?

            Este é um ótimo momento para publicar no papel, porque a internet fez com que publicar ficasse tão fácil que estamos afogados em artigos, opiniões, eventos, entrevistas, textos chapa-branca. Mas nada nos prende da mesma forma que a narrativa de uma boa história. A mecânica e as decisões envolvidas para que se faça uma boa publicação em papel na verdade combinam perfeitamente com o cuidado e o discernimento necessários para escolher e editar o que é mais importante. Acho que a Freeman’s tem uma visão mais ampla do que a Paris Review, menos certezas do que a Granta sobre o interesse dos leitores, e menos preocupação com as ideias em si do que a n+1. Quero que ela seja acolhedora, que prenda a atenção e que seja cheia de surpresas. Todo mundo provavelmente conhece Haruki Murakami, que está no primeiro número, mas com certeza Garnette Cadogan vai ser novidade. O leitor ideal da Freeman’s é curioso, tem interesse pelo outro, é alguém com senso de humor e estilo, que às vezes são a mesma coisa, alguém que não vê justiça social e bom texto como coisas naturalmente opostas.”

            http://www.blogdoims.com.br/ims/o-novo-voo-literario-de-john-freeman

    11. Não desanime!
      EU PASSO POR ISSO, MAS LIDO BEM.

      Coloque na sua cabeça: O que vende manchete nesse país, é desgraça!

      Não importa se um jovem estudante brasileiro ganhou um prêmio importantíssimo lá fora. Não importa se uma empresa brassileira está inovando e se destacando no mundo. A imprensa vai dedicar prioridade a noticiar o assassinato da jovem indefesa, ou o deputado discutindo quem destrói a reputação de quem.

      Em relação às notícias, eu recomendo:
      FUJA das notícias da sessão policial, sério! Qual a utilidade disso em sua vida? Fuja também dos jornalões tradicionais, eles são feitos para um público que quer sangue e desgraça. O movimento é cíclico.
      Assista mesas redondas, debates com ambos os pontos de vista. Isso não passa em um jornal de meia hora antes da novela.

      Nas redes sociais eu uso mais ou menos a seguinte regra:
      – Compartilhou desgraça, gore, frases de ódio => ban
      – Compartilhou conteúdo que não me agrada, baseado em montagens, notícias falsas: ==> ban.
      – Compartilhou conteúdo que não me agrada, mas baseado em argumentos válidos ==> OK.
      Óbvio que existem exceções, você não vai apagar um amigão do peito, só pq ele cometeu um deslize. Mas a regra é mais ou menos essa.

      Você não precisa ser abster do debate político, eu mesmo sou bastante ativo nesse assunto. Apenas não tente compartilhar memes, frases de efeitos, ou mentiras para defender seu ponto de vista.

      Nos sites de tecnologia, fuja dos Tecmundo, techtudo e similares, pois a forma e o conteúdo que eles propagam além de ruim e sensacionalista é anzol para haters nos comentários.

      Não sei se é sua praia, mas eu perco horas e horas em canais de ciência no youtube.

      1. mais ou menos a rotina que sigo faz uns anos.
        nao chego a banir, mas deixar de seguir é bem mais pratico.

      2. eu não vejo timeline do face, mas tb não seguia pessoas, apenas empresas e fontes seguras de informação, pq não tenho muito saco pra certos conteúdos. no twitter é mais geralzão e sem filtros, o q é legal, mas tb evito seguir determinadas correntes de “pensamento”. no geral, leio muita coisa….

      3. A política é a base da sociedade. Fugir dela, ainda mais em um país como o nosso do trará alienaçăo.

      4. Bem boa a lista. passei a fazer algumas dessas coisas justo pelo “sufoco” de informações.
        E quanto às “manchetes da desgraça”: verdade. Só assistir meia hora de um “Fala Brasil” pela manhã. Metade é reservado só pra mostrar assassinato, roubos e acidentes, chega a ser ridículo.

    12. Faz mais ou menos 1 mês que parei de ter uma “rotina” de internet. Tive que me ausentar por falta de tempo e agora que estou mais livre não sinto falta. Parei de acompanhar blogs mais populares, estou dando preferencia em ler 1 artigo legal por dia que ler 20 só para cumprir meta.
      Estou passando mais tempo no youtube, coisa que até um tempo atrás não era muito fã. Também gostava muito da galera do Jovem Nerd, hoje acompanho uma coisa ou outra, não sei se é eles que mudaram ou se fui eu.
      Sites que acesso diariamente:

      – Twitter
      – Alguns sites de notícias
      – Uma olhada nos meus blogs preferidos
      – Gatry
      – Gospeaky
      – Youtube
      – Netflix

    13. Eu já me senti sufocado assim também, até que fiz um processo de cortar muitas coisas. Passei a assinar bem menos feeds (uma quantidade que pra mim, se ficasse um ou dois dias sem acessar, fosse confortável de se atualizar quando voltasse); notificações de vídeos no youtube só de coisas realmente importantes (estudo de idiomas) ou rápidas/informativas (nerdologia, minutos psíquicos, etc); assinatura de podcasts e algumas newsletters (ex: a do MdU :-D). O resto (twitter, facebook, foruns, grandes portais ou sites com muito fluxo de notícias e etc) só via acesso manual.

    14. Uma ótima forma de se manter bem informado é através dos comentaristas do G1. Sabedoria pura ali.

      1. O seu comentário e o do @brncavalcante:disqus me lembraram de uma BOA PEDIDA para se manter informado sem se sentir angustiado: a newsletter diária do Nexo. É sucinta, cobre os acontecimentos nacionais mais importantes do dia anterior (com links para expandir os temais que mais interessem) e, de quebra, ainda traz algumas curiosidades no final. Virou a minha primeira leitura do dia desde que a assinei.

        https://www.nexojornal.com.br

        1. Tem sido a minha tb. E um colega de trabalho disse o mesmo. Acho q o nexo tá indo bem nesse sentido! E eles têm bons textos!

        2. Tem sido a minha tb. E um colega de trabalho disse o mesmo. Acho q o nexo tá indo bem nesse sentido! E eles têm bons textos!

          1. Queria que eles citassem mais fontes de dados em algumas matérias
            mas basicamente é o que eu tenho acompanhado também.

          2. Queria que eles citassem mais fontes de dados em algumas matérias
            mas basicamente é o que eu tenho acompanhado também.

      2. Tem os do gizmodo (que parece que estão no meiobit também), para se informar sobre as 9dads da tecnologia.

        1. cara, pior q um dia eu fui ver esses comentários e até q vi q tinha uma zoeira, mas tb tinha gente comentando normal com pessoas respondendo normalmente. não é tão escroto qto os do g1 – q tb publica de tudo e não só sobre tecnologia e ciência. e outra, tb noto um certo comportamento meio ‘mimadinho’ de parte da audiência de sites de tecnologia… se alguém se incomoda com um certo posicionamento ou estilo, os caras incomodados anunciam nos comentários q não voltam mais ali, quase como se tivessem comprando coockies numa lojinha q só vende coockies e não gostaram da forma das gotas de chocolate no coockie q eles compram desde qdo conseguiram ganhar dinheiro por conta própria e não da mesada dos pais, e anunciam q não voltam mais naquela ‘espelunca’ q antes atendia a eles muito bem. doideira, cara. é uma audiência volátil demais e, pelo menos por aqui, noto uma razoável sobriedade nos comentários de modo geral. como se aqui fosse a lojinha q vende coisas para adultos…

        2. cara, pior q um dia eu fui ver esses comentários e até q vi q tinha uma zoeira, mas tb tinha gente comentando normal com pessoas respondendo normalmente. não é tão escroto qto os do g1 – q tb publica de tudo e não só sobre tecnologia e ciência. e outra, tb noto um certo comportamento meio ‘mimadinho’ de parte da audiência de sites de tecnologia… se alguém se incomoda com um certo posicionamento ou estilo, os caras incomodados anunciam nos comentários q não voltam mais ali, quase como se tivessem comprando coockies numa lojinha q só vende coockies e não gostaram da forma das gotas de chocolate no coockie q eles compram desde qdo conseguiram ganhar dinheiro por conta própria e não da mesada dos pais, e anunciam q não voltam mais naquela ‘espelunca’ q antes atendia a eles muito bem. doideira, cara. é uma audiência volátil demais e, pelo menos por aqui, noto uma razoável sobriedade nos comentários de modo geral. como se aqui fosse a lojinha q vende coisas para adultos…

          1. Ah, pra mim só a folha é tão ruim quanto g1. O G1 só vence porque o sistema de comentários tem leitura melhor, então infelizmente é mais fácil ver as besteiras. Na folha são só 3 comentários na página da notícia, e bem condensados.

            O do UOL também é ruim, mas quem se incomoda (apesar deles serem o maior portal do país).

            E sim, vai ter comentários bons ou normais no gizmodo. O problema é que nas postagens com muitos comentários raramente eles são evidenciados e é chato até encontrá-los, exige esforço. Até porque uma galera daqui comenta lá, comenta no tecnoblog, talvez no meiobit e em outros sites relevantes por aí.

          2. Ah, pra mim só a folha é tão ruim quanto g1. O G1 só vence porque o sistema de comentários tem leitura melhor, então infelizmente é mais fácil ver as besteiras. Na folha são só 3 comentários na página da notícia, e bem condensados.

            O do UOL também é ruim, mas quem se incomoda (apesar deles serem o maior portal do país).

            E sim, vai ter comentários bons ou normais no gizmodo. O problema é que nas postagens com muitos comentários raramente eles são evidenciados e é chato até encontrá-los, exige esforço. Até porque uma galera daqui comenta lá, comenta no tecnoblog, talvez no meiobit e em outros sites relevantes por aí.

      3. E os da folha para v . o . c . ê ler texto p . t . r . a . l . h . a . d . o . ou c0xiNh@do. Não há limites para experimentos linguísticos e comunicativos.

        1. os caras estão expandindo os limites da semiótica e da poesia concreta e nem se deram conta disso ainda.

  18. Alguém aqui já conseguiu um bom domínio de leitura em outro idioma usando apenas Duolingo?

    1. Mexi no duolingo um pouco e acho pouco provável ele ajudar alguém com leituras densas…

      1. Acho que se conseguir ajudar com a gramática básica, o resto é só vocabulário

      2. Acho que se conseguir ajudar com a gramática básica, o resto é só vocabulário

    2. eu peguei um livro de espanhol pra tentar entender. ingles é tranquilo, mas queria pelo menos aprender o básico de espanhol.

      1. Compartilho do mesmo mal, sou pouco disciplinado. Só aprenderia outra língua pagando, pq dai seria obrigado hahahhahahhahaha

    3. Minha esposa, em espanhol.
      Eu particularmente, gostaria de aprender Mandarim, mas não tem no Duolingo! :(

    4. Tenho a mesma dúvida. Uso o Duolingo pra reforçar o que já sei e aprender algumas poucas coisas (malditos tempos verbais quase nunca usados que nem em português sei direito), mas não sei se conseguiria aprender bem lá do zero.

      1. Tiver sorte de ter um bons professores de gramática e literatura para conseguir entender os tempos verbais com qualidade. Acho que o ponto de virada foi a leitura do Sermão de Santo Antonio aos Peixes durante uma prova de colégio.

        1. Lembro que na época eu aprendi bem, mas já faz tanto tempo que não lembro muita coisa. Convenhamos, alguns tempos verbais sequer usamos no dia a dia, outros nem aparecem em textos jornalísticos.

          O problema de aprender alguns tempos verbais no Duolingo é a falta de contexto. Traduzir corretamente Perfect Past sem a segunda oração é impossível, já que não tem a segunda parte da oração. Só sei que não é Simple Past quando sei em que lição estou.

        2. Lembro que na época eu aprendi bem, mas já faz tanto tempo que não lembro muita coisa. Convenhamos, alguns tempos verbais sequer usamos no dia a dia, outros nem aparecem em textos jornalísticos.

          O problema de aprender alguns tempos verbais no Duolingo é a falta de contexto. Traduzir corretamente Perfect Past sem a segunda oração é impossível, já que não tem a segunda parte da oração. Só sei que não é Simple Past quando sei em que lição estou.

  19. Ghedin, vc acha que os novos celulares com Windows 10 Mobile têm alguma chance de sucesso no Brasil? Você acha que os usuários Android ou mesmo os do Ios terão interesse em migrar para o W10?

    1. Como usuário de 2 gerações passadas de Windows Phone: não.
      O WP perdeu o bonde por deixar de oferecer até mesmo um software finalizado para a nova geração de consumidores. Apesar de ter feito muito barulho em 2013/2014, em 2015 foi um grande nada de lançamentos. Se o seu produto não está nas prateleiras, as pessoas simplesmente não ligam.
      Além disso, me recuso a comprar uma coisa que está claramente sendo empurrada com a barriga como o Windows Mobile 10.

    2. Cara, sei que você perguntou ao Ghedin, mas vou me dar a liberdade de contribuir aí para a discussão. O interesse em migrar, acho difícil. Quanto mais tempo você passa num ecossistema, mais difícil fica migrar por conta do que você já gastou em conteúdo. O W10 sozinho não seria capaz de vencer esse obstáculo, a Microsoft deve oferecer mais que isso.

      O sistema em si é excelente e corre círculos ao redor do Android. E não é o deserto de apps que muita gente pinta. O problema é que o interesse de todo mundo pelo Windows Phone morreu com a obrada que virou o lançamento do W10 Mobile.

        1. Eu também não sei hahahaha… Em tese ele virou oficial no lançamento do 950. Estava usando no meu 1320 via Insider, e é muito bom. Mas tem mais de um ano que foi apresentado, é ridículo o que estão fazendo.

  20. Por qual motivo vocês usam o Disqus invés de integrar os comentários do Facebook no site? Na minha opinião seria melhor, mas gente participaria, pois a galera não gosta muito de fazer cadastros, mas talvez vocês tenham um motivo.

      1. Fora que o visual dos Disqus fica bem com muitos sites, já o facebook…

      2. Isso que me deixa mais puto em alguns (ainda bem, poucos) sites. Com frequência quero comentar no Amigos do Fórum ou no Whiplash, mas não posso porque usam o sistema de comentários do FB, que é uma droga por si só.

        Para os administradores do site é super fácil de implementar o sistema do Disqus, sem contar que, para os usuários, fazer uma conta é dois cliques caso tenha Facebook ou Google – o que deve corresponder a 99,99999% dos usuários.

    1. Credo, uso o plugin dos Ghostery para limpar plugins do Facebook.
      O disqus dá acesso via login do Facebook, muit melhor, não?

      1. Sim, só por isso eu tô aqui, porque o Disqus dá acesso via Facebook

          1. Eu faço login no Disqus com minha conta do Facebook. Não entendi “outra conta”

    2. Disqus é ótimo. Avisa qdo lhe escrevem, vc pode seguir uma discussão, vc pode seguir alguém… Funciona bem e só vejo vantagens com esse login combinado com outras empresas.

      1. Só acho que no disqus falta um app pra android, ai fica perfeito.

        1. até q não sinto tanta falta assim de um app. ele funciona bem no chrome.

        2. Estão fazendo o app de iOS há anos. Na discussão, o mais pedido era app de Android, mas não lembro como ficou.

    3. Sem falar q dá pra guardar as mensagens malcriadas e vc pode ficar lendo depois e se remoendo, se enchendo de ódio etc. Muito útil nos dias de hj.

      1. Como assim? Dá pra salvar comentários na minha conta? oO

      2. Como assim? Dá pra salvar comentários na minha conta? oO

        1. dá pra salvar os emails q o disqus dispara alertando q teve resposta e nesse email tem a resposta :)

          1. Ah, isso eu sei. Queria saber se tinha como salvar no meu perfil. Isso é bem pedido também, mas até agora, assim como o app mobile, nada feito.

    4. Eu prefiro o Disqus, porque é melhor de responder comentários e acompanhar também, fora que vejo bastante coisa pelo trabalho, e se fosse pelo facebook não conseguiria interagir :/

    5. O Facebook é bloqueado no meu serviço. Para mim seria pessímo se usassem o sistema de comentários do Facebook.

    6. Não! E existe 0 dificuldade de fazer uma conta no Disqus com o FB.

    7. Facebook é barrado pelo proxy em algumas empresa. Na que eu trabalho ele é, não ia funcionar os comentários.

  21. Por qual motivo vocês usam o Disqus invés de integrar os comentários do Facebook no site? Na minha opinião seria melhor, mas gente participaria, pois a galera não gosta muito de fazer cadastros, mas talvez vocês tenham um motivo.

      1. Levando em conta que você atingiu a meta, tá na hora de dobrá-la!
        Quem sabe, cada link abre em duas janelas diferentes? hahahahaahahah

    1. PROTIP: utilize o botão do meio do mouse para abrir qualquer link em uma aba. Sim, a rodinha do mouse também funciona como um botão! :)

      BONUS TIP: utilize o mesmo botão do meio do mouse (sim, o da rodinha!) em qualquer lugar da aba para fechá-la.

    1. Achei a ideia legal, mas para mim não usaram todo o potencial possível dela.

    2. O link não está funcionando, mas imagino, pela descrição, que seja o comparativo entre o Robin e o Nexus 5X, certo? Eu achei engraçadinho, mas prefiro os reviews tradicionais deles.

  22. Que email vcs usam? (Gmail, Outlook, Yahoo etc).
    Usam por conta das funcionalidades?
    Usam pq já estão há mt tempo com ele e teriam mt trabalho de migrar?
    Se fossem mudar, pra qual seria?

    1. Uso o Outlook. Tenho ele desde a época do Hotmail, acho desde os anos 2000. Pra mim ele me atende na maioria das necessidades, não vejo pq migrar.
      Mas tenho também um Gmail, “cortesia” da época que era obrigatório na conta do Google, que era obrigatório no Orkut. Porém eu quase não uso, se não fosse por isso eu ficaria só com o Outlook mesmo.

    2. eu uso de verdade só o gmail mesmo. O outlook é meu email de spam, que uso desde o colégio.

    3. O meu principal é o Gmail, uso para tudo, e recentemente fiz um do yahoo para poder usar o Flickr, não penso em mudar, o Gmail me atende perfeitamente.

    4. O meu principal é o Gmail, uso para tudo, e recentemente fiz um do yahoo para poder usar o Flickr, não penso em mudar, o Gmail me atende perfeitamente.

    5. Tenho conta nos Hotmail (agora Outlook), Gmail, Yahoo e o institucional de onde trabalho.

      O que eu mais uso é o do trabalho, com as funções relacionadas a entrega e leitura – por motivos óbvios.

      No uso pessoal, utilizo mais o Outlook para cadastro em sites e resolução de problemas.

      Gmail é necessário apenas pelos serviços do Google.

      Entretanto, o app do Gmail é ótimo no smartphone e supre todas as minha necessidades.

    6. Tenho contas em gmail, outlook e yahoo (também pelo flickr). Só uso efetivamente as contasno gmail e a interface do gmail mesmo porque já estou bastante acostumado e me atende bem.

      Yahoo servia para spams mas nem isso mais. Deve ter anos que não entro.
      Outlook era na época do hotmail para usar MSN. Só existe ainda porque tenho Office.

    7. Gmail é meu padrão. Já o uso há tempo, me acostumei com a interface e frequentemente uso serviços do Google. Tenho um Outlook mas é basicamente pra login pra algo da Microsoft

    8. Gmail aqui, através do Mail.app. Eu queria mudar; fora buscador e YouTube, o Gmail é a última coisa do Google que ainda uso. Mas há dois problemas: uso esse e-mail há anos, então muita gente só tem ele para falar comigo*; e não sei para onde correr, que alternativa usar.

      * Seria legal se existisse, para o e-mail, algo equivalente à portabilidade numérica — trocar de provedor mantendo o endereço. Enfim.

        1. Sim, sim, mas eu queria algo que tirasse totalmente o Gmail da jogada. Se entendo bem (e talvez não seja o caso, risos), no encaminhamento ainda as mensagens ainda passam pelo provedor original, certo?

          Enfim, funciona. Mas ainda fica o outro problema: qual alternativa usar?

          1. apesar q me preocupam mais aqueles q dizem ‘eu não tenho nada a esconder’…

          2. Sinceramente depende do trabalho ou seu estilo de vida. Nem todo mundo tem realmente um segredo. A questão é mais de identidade de ter uma empresa/entidade sabendo tudo sobre você. Já que nos dias de hoje privacidade se torna cada vez mais sem sentido. O que no caso eu já acho perigoso.
            O texto era mais brincando com Ghedin

          3. é um ponto muito interessante esse q vc tocou. pq acho muito pouco provável q qualquer pessoa não tenha o q esconder (por vergonha, q seja, e pode ser algo relativamente tolo ou sem importância para os outros). pode não ser um segredo… aliás, seria interessante uma definição melhor de segredo. cara, vc conhece um cara chamado ‘gaston bachelard’ (mpf-sp pode citar se quiser, ok?). tem um livro dele muito simpático q preciso terminar de ler, o ‘poética do espaço’… me lembrei dele agora. mas não tem nada a ver com o nosso tempo. é coisa de meados do século xx.

          4. tranquilo, vi q era zoeira/brincadeira. comigo é no máximo fogo amigo, não se preocupe.

          5. num outro post livre estávamos atrás de leituras sobre o assunto inclusive, acabei q não achei muita coisa. mas qdo achar com certeza vai ser interessante.

          6. Acho q foi isso o q quis dizer. Vc não quer entregar o tesouro pro pirata. Saca? O email é meio q a nossa casa de correspondência.

      1. Ghedin, nos emails tem a funcionalidade de repassar mensagens recebidas, porque você não usa? Daí quando alguém te mandar algo para seu gmail, ela encaminhada automaticamente para o seu novo email.

      2. Ghedin, nos emails tem a funcionalidade de repassar mensagens recebidas, porque você não usa? Daí quando alguém te mandar algo para seu gmail, ela encaminhada automaticamente para o seu novo email.

        1. Acho q ainda assim o Google teria acesso aos emails…

          1. Mudei para o fastmail por esse motivo. Antes usava o zohomail mas era limitado. Resolvi pagar pra ter sossego nesse aspecto.

          2. Mudei para o fastmail por esse motivo. Antes usava o zohomail mas era limitado. Resolvi pagar pra ter sossego nesse aspecto.

          3. Você ainda não aceitou o deus Google? Acho que comandam melhor minha vida do que eu mesmo.

      3. Bem pensando esse lance da portabilidade.

    9. Estou usando o fastmail há mais de um ano. O app não é lá essas coisas, mas funciona. É no desktop eu o vejo pelo email do win10. Ainda mantenho minha conta no Gmail mesmo assim.

      Não deu muito trabalho não migrar do Gmail pra ele. Algumas das mensagens ficaram duplicadas, mas OK.

      1. Estou pensando em começar a usar o Fastmail. @EPMnIvWTKTAD:disqus Você tá gostando, acha que valeu a pena mudarw

        1. o app é meio lento no meu moto g, mas acho q é por q é um moto g antigão. mas funciona bem sim, cara. eu, particularmente gosto. fiz assinatura de dois anos e creio q vá renovar, mas se o dólar a esse preço… vai ser uma facada. qdo chegara a hora, espero q esteja mais baixo do q agora.

          1. Eu só não migrei ainda, justamente pelo valor do dólar.

            Pelo visto é possível fazer fazer assinatura por mais de 1 ano, se for assim até quando eu for migrar, pretendo já fazer uma de 2 ou 3 anos, assim fica melhor para o meu bolso.

          2. A minha assinatura foi de dois anos, mas se o dólar tiver a 5 ou 6 até lá, já era. Volto a gratuidade do Gmail outra vez :(

    10. Meu email pessoal é direto no Gmail, uso desde sempre e é bom. O email profissional, muito embora também seja do Gmail – no caso, Gmail Apps – eu uso a partir do Outlook 2016.

      Em termos de webmail, o Gmail na minha opinião é imbatível. A questão da privacidade não me incomoda tanto assim.

    11. Tenho quatro contas, duas no Gmail, uma no Outlook e uma no Yahoo. Gmail eu uso uma pessoal e uma para emails automáticos (newsletter e promoções). A do Yahoo é para participar de grupos de discussão e a do Outlook é uma “profissional”, com um alias bonito para cair bem no currículo.

      O da Microsoft e do Yahoo eu uso puramente por causa dos motivos que expliquei, gosto da leveza do Gmail web, dos filtros e do sistema de por marcardores nas mensagens, mas acho que me adaptaria bem ao Outlook se precisasse mudar, que seria minha escolha, pois tenho certa familiaridade com a interface e deve existir alguma integração com o One Drive e o Office.

    12. Atualemte uso o Inbox by Gmail, quando uso algum outro cliente parece que voltei uns 10 anos atrás, gosto muito da integração com o Keep, da organização automática para rastreio de compras, passagens aéreas, newsletter e viagem. o adiamento de e-mail uso muito, principalemte para pagamento de contas na data exata do vencimento. Importo meu e-mail profissional pelo Gmail e chega tudo junto.

    13. Tenho Gmail, Outlook e Yahoo

      Gmail: uso para tudo principal meu, é meu email “importante”

      Outlook: ta ai pois vem da era MSN né, ai uso para uns sites menos “confiaveis” e logins em coisas bobinhas que preciso fazer

      Yahoo: Flickr e mais nada

      Costumo entrar no Gmail/Outlook via web mesmo, porem recomendo fortamente o cliente Nylas que o Ghedin divulgou a muito tempo em uma newsletter, uso ele desde la e ele só vem melhorando.

    14. Uso Gmail. Por conta das funcionalidades e os concorrentes não oferecem nada melhor que valha a pena a migração.

      Usava o Yahoo antes, mas o Gmail veio, vi que estava muito bom, e troquei o yahoo que estava dando sinais de morrer.

    15. Gmail tanto desktop quanto mobile.

      Todas as minhas outras contas, sejam outras pessoais ou de faculdade são importadas para lá. Estou quase usando a conta da minha faculdade como principal, já que também é Gmail e completamente ilimitada.

Os comentários deste post foram fechados.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário