Dois homens, em poses diferentes, usando cuecas pretas da Insider, um em cada canto da imagem. No centro, a frase: “A cueca mais confortável com 12% Off. Cupom MANUALDOUSUARIO12”

Post livre #308

Toda semana, o Manual do Usuário publica o post livre, um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários e conversarmos sobre quaisquer assuntos. Os comentários fecham segunda-feira ao meio-dia.

213 comentários

  1. Estava referindo que, apesar de abrirmos o jornal todos os dias, conhecemos pouco da estrutura jornalística. Menos ainda da estrutura de um jornal. Talvez esse fosse uma frente estratégica para educar a audiência. Torná-la mais crítica. Entendo pouco desse tema porém vi uma fala que mexeu comigo: “o jornal(ista) tem uma função social e ele deve ser cumprida através da informação, educação e entretenimento.” O fato é que ultimamente algumas midia estão buscando mais entreter do que informar e educar. Mas como identificar isso de forma prática? Como verificar essa hipótese de forma objetiva? Aqui cabe a educação de como essas estruturas funcionam.

  2. Uma curiosidade porque geral fala que o iPhone SE 2022 tem um design de 8 anos atrás?

    O correto não seria 5 anos atrás visto que ele é igual um iPhone8?, Tanto que as capinhas do 6,7 não serve no SE, diferente do 8.

    1. Sim, também acho. Existe a mania de dizer que entre o 6S e o 8 nada mudou, mas isso só é verdade se olhada a parte frontal…

    2. Ahhh, dizer que o visual do iPhone 8 mudou seria o mesmo que dizer que o visual de um carro mudou depois de trocarem a grade ou qualquer detalhe, sem mexer na carroceria. A única mudança significativa do 6 para o 8 foi o acabamento da parte traseira, que passou a ser de vidro. De resto, é virtual (e visualmente) o mesmo aparelho. Digo isso com conhecimento de causa: tive um 6S e tenho um 8.

      1. Sim Ghedin entendo, mas pega o seu exemplo tem carro que mesmo só mudando a grade, é uma mudança de modelo, vc não vai conseguir comprar a grade do modelo antigo e colocar no novo e vice versa sem adaptações salvo raríssimas exceções, idem o iPhone 6 ou 8 a capinha é diferente.

        1. Ah, isso sim. Só acho que quando se fala que o visual do iPhone SE é igual ao do 6, é num sentido menos técnico, mais… visual mesmo. Se colocar os dois de frente, não dá para distingui-los 😄

  3. lembro de umas semanas atrás ter um debate aqui quanto ao caráter ultradireitista do governo ucraniano e das instituições pós-euromaidan. hoje foi anunciada a suspensão do funcionamento de vários partidos de esquerda… significa?

    1. Eu estava lendo o fio do cientista político Leonardo Rosatto, e em resumo o que entendi foi o seguinte:

      – A Ucrânia tem divisões internas devido as misturas sociais : pessoas de origem (ou defesa à) russa, de origem (ou defesa à) europeia, tártaros (existe os tártaros da Criméia, que se aliaram aos russos). E por aí vai.

      – A cada eleição desde a independência, sempre houve movimentos conforme as ações dos partidos que agiram no país. Se o anterior pró Europeia fazia besteira, o partido vencedor na próxima eleição seria pró Russia. E versa-vice.

      – Este último movimento democrático que pôs Zelensky (pró Europa e nacionalista) no final foi algo que a Rússia (de Putin, mais Putin que Rússia na verdade) não queria. O ponto é que antes de Zelensky, o presidente (que era pró Russia) caiu por besteira (e algum articulação ocidental).

      – E nisso caímos na guerra atual.

      O fio do Leonardo conta melhor – passa lá: https://twitter.com/nadanovonofront/status/1505625872203714560

      1. O Rossato me bloqueou porque eu defendi o Vargas naquela discussão sobre a Olga Benário. Pra um cientista política ele é muito sensível a críticas ao pensamento dele.

    2. A Ucrânia é um estado neonazista. Se depois de tudo o que rolou isso não ficou claro, acho que temos um problema sério de entendimento geopolítico. Ademais, a Ucrânia passou por um golpe que derrubou o antigo presidente, alinhado do Putin, e colocou um liberal-conservador alinhado com a OTAN no seu lugar (estilo o que rolou na Bolívia no golpe contra o Evo Morales). O que se vê hoje é um estado neonazista que dizimou minoria étnicas em regiões de fronteira passar por “democrático e heroico” porque ele está do outro lado da Rússia. Nunca esquecer do “bravo povo afegão” dos anos 80, treinados e financiado pelos EUA que depois viria a se tornar a Al Quaeda.

      Como eu disse, existe um oceano entre não defender a Ucrânia e perceber o teor neonazista do governo atual e defender a Rússia e o seu imperialismo. O problema é que a maioria das pessoas não conseguiu sair do maniqueísmo democracia/liberdade vs. Rússia e comprou o discurso ocidental.

  4. Bom fim de semana galera!

    Tenho um EEEPC da Asus, 1000H. Tá com um Hackintosh e bem, ele funciona de forma absurdamente fluida, mas não tem mais nem suporte pra navegador. Coloquei um mint nele faz uns meses e bem… não é tão fluido quanto, mas da pra digitar algo, ler o manual kk
    A bateria está impecável, a tela também e os teclados, impressionantemente tudo lindo. Mas obsoleto.

    Alguém tem alguma ideia do que fazer com isso? Não me serve de muito mais coisa e tenho muita pena de jogar fora, também não da para vender ou usar, certo?

    1. Eu tenho um netbook HP e optei por instalar o ChromeOS da neverware. Raramente uso o netbook,mas acho o funcionamento aceitável. Talvez valha a pena testar.

      1. Minha questão é essa: para que lugar e para quem?
        É um Atom N270 com 2 gb de ram, para utilizar com aplicativos escolares não rola, nem mesmo para vídeos no Youtube.

        1. Sinto que a questão acaba sendo mais qual OS instalar para manter funcionando que o uso pessoal ×doação. Seria interessante doar,mas de preferência com um SO funcional. Para quem tem pouco ou nada, até tecnologia ultrapassada faz a diferença.

          1. Total esse o role, vi que esse chrome os que tu falou (da neverware) já não tem suporte para 32bit desde 2019.
            Sabe alguma forma deu baixar e instalar essa versão?

    2. Tira o mint e tenta o Puppy Linux ou alguma distro leve. Ou até mesmo deixa-lo com Pi-Hole ou similar.

      Vender até consegue, mas não vão te dar muito. Não é uma má ideia tentar – mas deixe com um Windows instalado porque pessoal chia se não for windows.

      Se vender, caso ainda esteja com os itens originais (memória e armazenamento), sugira a quem comprar para atualiza-los.

      1. Minha pequena experiência é que distros leves funcionam lindamente até o momento de usar o navegador web, aí o PC começa a sofrer absurdamente. Então o problema maior seriam as páginas web pesadíssimas.

        1. Tem isso.

          Eu tava notando que as pessoas tem vendido computadores antigos (+20 anos) com distro Linux com pacotes de emuladores, tipo Lakka.

          Talvez também seria uma opção ao @vino para estudar, certo @Rafael?

          1. Excelente dica. Um adaptador bluetooth e controle de PS4 já dá um emulador de consoles mais simples.

    3. Experimenta o Debian (ou Arch) com o i3WM e seja feliz. Vai funcionar razoavelmente bem. Tenho um HP mini com este processador e tá rodando bem.

    4. Não rola de tentar instalar o Chrome OS Flex e destinar ora alguém que precise pra estudar? Claro, se der certo.

    5. um possível uso é fazer ele de servidor de arquivos pra acessar remotamente, ou de media center. ta aí algo que to querendo fazer há algum tempo por aqui, mas o consumo de energia me deixa meio receoso – talvez um raspberry fosse mais adequado pra essa função. mas ta aí uma serventia pro bicho, caso interesse!

    6. tou pensando em fazê uma oferta caso queira desfazer. se mora na região de são Paulo, me da um toque.

        1. Qualquer coisa, meu twitter é @vag_ligeiro. Me procure por lá.

    7. Tenho um parecido aqui: Um MSI Wind U100. Mesmas especificações do seu Asus. Também tem uma instalação do Mac OS X 10.6.8 nele e roda bem também. Paralelamente tem uma instalação do Mint 19.3, última versão com suporte a 32 bits e que na boa não serve pra muita coisa mais.

      Ando pensando em manter o 10.6.8 nele porque é a última versão que ainda trazia o Rosetta, e com isso rodo os programas para PowerPC nele. O Mint não serve pra literalmente nada mais e ando considerando a instalação do Haiku (haiku-os.org). O sistema é leve feito uma pluma, embora ainda careça de um browser bem suportado, o que eventualmente vai acontecer. E, numa discussão recente no forum, houve um debate sobre a manutenção da versão 32 bits e os desenvolvedores foram quase unânimes em mantê-la.

  5. SMS no exterior
    Oi, pessoal, beleza? Vou passar um tempo fora do país e queria saber se tem alguma maracutaia pra receber meus SMS no exterior sem pagar uma fábula de roaming.
    Me preocupa estar lá fora e não ter como receber algum código de autenticação. Sei que SMS não é a forma mais segura, mas às vezes não dá pra escapar.
    – Estarei no exterior com uma linha local.
    – Meu celular é dual chip.
    – Não gostaria, mas posso deixar meu chip aqui com algum familiar, num aparelho de backup.

    obrigado!

    1. Checa se seu plano permite SMS internacional sem alto custo. Pode ser que compense.

      1. Se animar de ir numa loja física da Vivo, vou checar com eles.
        Valeu

          1. (Me lembrei deste tipo de link do “Permita-me usar o Google para você” aí resolvi experimentar ;) )

    2. Felipe, é algo que ainda não procurei mas tb tenho interesse pois tb devo sair por alguns meses. Não tenho nenhuma informação no momento para contribuir mas, se encontrar alguma solução, peço que compartilhe aqui no MdU.

        1. Minha operadora é Vivo, plano Controle.
          Eles têm uns pacotes grandes, mas vi que dá pra ativar “tarifas avulsas – Pré e Controle”, aí o SMS recebido é gratuito.
          Vou tentar!

    3. Que tipo de mensagens espera receber enquanto está no exterior? Whatsapp ou similar não suprem isso?

      1. Autenticação de contas, basicamente (Mercado Livre, Apple etc). Nestes casos sei que tem opções, mas queria estar seguro de ter acesso aos SMSs.
        Tem às vezes protocolos de atendimento, alguma comunicação do banco…
        Seria um uso bem esporádico.

      2. O 2FA da Apple é limitado aos aparelhos da mesma. Se vc usa o Apple Music mas não tem um iPhone, por exemplo, só pode receber os códigos via SMS. Imagino que ele utilize outros serviços que dependem do SMS.

  6. Sugestão de vídeo: se alguém aqui conhece o Edd China, deve conhecer o talento dele de mecânico automotivo.

    No último trabalho dele, em um dos episódios da série “Workshop Diaries”, ele conseguiu literalmente uma “arma laser” que ele está usando para tirar ferrugem de um dos veículos que ele está fazendo para a série. E aproveitou para fazer alguns “experimentos caseiros”, como assar carne e explodir pipoca. A quem quiser ver, link: https://www.youtube.com/watch?v=N8oakDbquJo

  7. Na cidade de vocês também diminuiu o uso de patinetes elétricos? vi um hoje depois de muito tempo…. as ‘motos’ elétricas ainda estão bem presentes, com muitos motoristas imprudentes e estúpidos (não adianta o piloto usar capacete se a criança que vai na garupa está sem!).
    Aqui eles custam mais de 10k….

    1. De fato patinetes até que tem pouco (São Paulo e RM), motos elétricas depende. Tenho visto poucos, até por causa justamente do preço – o mesmo explodiu nos últimos anos. E também por causa obviamente dos problemas legais – pessoal compra pensando que não precisa ter carta nem documento.

        1. Nunca foi pra ser barato né; jogar com a nostalgia é exatamente pra conseguir mais $$ com pouco esforço.

          1. me lembro que há uns 5 anos atrás fizeram feiras de veículos elétricos demonstrando essas coisas. uma pena que a legislação ta arrasada e o governo ta empurrando com a barriga.

    2. Em BH, circulo bastante pela áreas mais público-alvo das patinetes elétricas (regiões comerciais/classe alta/planas, tipo a Savassi) e mesmo após o fim da Grin/Yellow sempre vejo uma ou outra patinete circulando.

    1. O pessoal responsável por essa distro também está trabalhando em incluir o suporte ao Apple Silicon ao “mainline” do kernel.
      Desde a versão 5.13 do kernel há suporte “rudimentar” ao SoC da Apple.

  8. Voltei a usar o GBoard depois de bastante tempo no OpenBoard (voltei pelos emojis novos. Bobo, eu sei) e tem um detalhe me incomodando. Quando digito em algum app, como no Twitter ou WhatsApp, o texto vai ficando sublinhado, como se a correção ortográfica estivesse ativada. Mas não está. Já desativei tudo possivel e continua assim. Alguém sabe o que pode ser? Isso não ocorre nem no OpenBoard nem no teclado padrão da Samsung.

    1. Tô incomodado com o OpenBoard pq sempre que vou digitar algo ele aparece lá no topo da tela o ícone do teclado. Falei com o desenvolvedor mas só responderam que é estranho, nunca viram isso. Sei que é um mero detalhe, mas me incomoda qualquer coisa na tela que não precisaria estar.

    1. E a multa pode ser aplicado tanto para pessoas físicas ou jurídicas de quem tentar usar….

      1. Felizmente vou continuar usando. Já passou da hora de o judiciario buscar outras formas de agir que não vá causar efeito em terceiros.

      2. O alvo dessa multa são as Carla Zambelli e Allan dos Santos da vida, não o Wellington, Rodrigo ou Pierre que ninguém de Brasília sabe que existe.

    2. Estava na apresentação mensal dos resultados financeiro da empresa que trabalho.

    3. Todo o sacrifico valerá a pena 😔🙏🏾. Fechado com o Xandão!

      1. Entendo a sua opinião, mas não consigo deixar de pensar nas pessoas que usam esta ferramenta no trabalho. O prejuízo que isto pode acarretar é enorme. Entendo que existam outros meio e aplicabilidades que a justiça pode fazer uso para buscar seus interesses. Mas prejudicar o bem comum somente com o objetivo de buscar determinado grupo, consigo ver somente a fraqueza que nosso sistema jurídico e político possui.

        1. Já houve relatos disso. E tal vale também para o Whatsapp que sofreu do mesmo jeito.

          O ponto aqui é que o ideal era ter uma educação tecnológica que faça as pessoas entenderem que não precisa depender de alternativa única para algo. Mas é difícil.

        2. O exagero da ação foi mais no sentido de dar um choque de realidade nos responsáveis pelo app (aparentemente, certos de que poderiam continuar fingindo demência em relação às solicitações de autoridades), do que no sentido de atrapalhar pessoas comuns. Foi literalmente pra chamar a atenção e resolver a questão rapidamente. E funcionou! O app nem precisou ser bloqueado, de fato.

    4. Seguindo a vida normalmente, migrando o grupo do escritório temporariamente (na verdade só voltando a fazer uso) para o Whats App.

    5. Até agora (sábado 19/3, 13h40), eu continuo usando normalmente.

  9. Sempre que eu vejo alguma coisa dá Insider eu fico no limiar entre o desejo e a repulsa. Acho a proposta legal, os produtos parecem de boa qualidade. O problema é que todo mundo que eu conheço que usa me parece meio esnobe, o que me fez ter um certo ranço da marca.
    Estou tentado a pegar alguns produtos. Se alguém aqui já usou, deixe um review por favor.

    1. Opa!
      Comprei uma Tech T-Shirt no mês passado, e usei umas três vezes.
      Ainda não posso dizer que se mantém como nova, porque é nova mesmo.
      Em uso, ela parece ser feita sob medida, acredito que por conta do elastano. Porém, essa mesma característica por vezes incomoda um pouco, por exemplo quando a pessoa sai do carro e ela meio que levanta ou dobra, e aí é preciso dar aquela ajeitada, esticando de novo até a cintura. Isso não é um problema, só falta de costume.
      Não é uma camiseta barata, pois estou acostumado com as Hering modelo super cotton que em promoção se encontra três peças por R$120, e duram razoavelmente um ano, pelo menos p/ meu uso.
      Então, isso está sendo um teste. Se durar mais que as Hering, o preço vai ser justificar.

    2. Comprei a cueca, uso principalmente durante a pratica de corrida, recomendo, realmente são ótimas, confortáveis não deformam e duráveis.

    3. Comprei apenas as máscaras e não tenho o que reclamar. São confortáveis e o material é bom. Ótimo custo benefício.

      1. Depois de tanto ver a Insider em vários lugares de consumo de mídia (incluindo o Manual), comprei algumas máscaras esse mês.
        Mas aqui em casa, ninguém gostou :-/ Ela parece proteger bem, realmente. É bem “fechada”.
        Mas fica colada no rosto, o que não gosto. Bem mais que a Lupo (quando está nova – não falo aqui de proteção porque sei que não é a mesma coisa).
        No fim, principalmente para grandes períodos usando a máscara, a 3M Aura continua sendo a favorita.

    4. Um tempo atrás numa promoção aqui no MdU eu postei o meu código de usuário e acabei ganhando uma boa grana lá por indicação. Tenho a camiseta branca, a azul, duas pretas, máscara… Sinceramente fico feliz que não gastei quase nada pra adquirir, pq sei lá… ela diz ser anti-odor, mas dá um suador do caralh* usando ela, e tbm o tecido dá uma alargada depois de um tempo (e olha que sempre lavei como recomendam). Se for pra comprar pagando o preço full dela eu não compraria não.

    5. Sou usuário de longa data da Insider graças ao MdU. Tenho 4 cuecas tech e adoro, porque elas não causam aquele efeito de “resgate” que as cuecas boxer tem quando sobem.

      Também comprei 2 pares de máscaras deles, 2 da block e 2 da comfort. São máscaras muito boas e leves, passam a sensação de estar protegido porque ficam bem justas no rosto, principalmente a block.

      Minhas únicas ressalvas são com uma das máscaras que comprei do mesmo tamanho das outras 3 que tinha, e ela ficou muito pequena. Achei até que era um modelo infantil mas era de adulto. Isso pra mim é falta de padronização na confecção.

      Outro problema que tive foi quando comprei uma undershirt pra auxiliar com o suor excessivo. Usei por baixo de uma camiseta de algodão e, depois de 1h sem fazer nenhuma atividade física, já estava cheio de pizzas de suor.
      E o pior foi que, quando puxei a undershirt pra baixo porque ela estava subindo, a bonita abriu um buraco gigantesco nas costas! Isso com umas 2 horas de uso! Foram os 108 reais mais mal pagos da minha vida.

      Resumindo: Recomendo as cuecas, recomendo as máscaras com ressalvas e passo longe das camisetas.

    6. Nunca usei, mas não curto produtos sintéticos. Camiseta confortável é de algodão 100%

    7. Comecei pela Tech T-Shirt. São duráveis, não estão tortas nem esticadas. Gosto muito delas e não me arrependi. No entanto são quentes, passo um calor do cão e só uso em dias de temperatura baixa.

      Minha mais recente compra foi a T-Shirt Sportee. Devolvi porque a gola me enforcava.

      Tentei a máscara no começo da pandemia, não consegui usar, esmagava meu nariz de travar a respiração.

      A Performance T-Shirt pra atividade física é ótima. Ponto fraco dela é que ela é frágil. Um velcro da luva do pedal puxou fios dela de maneira absurda.

      As cuecas performance pra mim foi a melhor descoberta. Não me arrependo nada e indico fortemente. Não uso mais outras marcas.

      Me arrisquei num par de meias, mas são caras demais e dificilmente comprarei outras.

      Chico Rei manda nas camisetas de algodão.
      Hering passo longe, uma vida usando e hoje desbotam e ficam tortas muito rápido.

  10. Estou com um iPad Mini 2 com defeito na tela e será preciso trocar todo o display. Alguém pode me indicar uma assistência técnica que poderia fazer o serviço em São Paulo? Já fui numa assistência oficial Apple, mas o valor estava proibitivo pra mim no momento.

  11. Tenho uma amiga que queria ampliar o sinal do apartamento dela, ela usa aqueles tp-link simples mas é muito ruim (quase impossível manter um reunião, mesmo a internet dela sendo de 300Mb fibra). Dei uma pesquisada e, por cabo é inviável pois não tem ligação direta da sala para o cômodo desejado, e isso tb implica na utilização de um powerline.

    Dei uma pesquisada e vi que os modelos huawei ax3 pro ou xiaomi ax3000 para repetir o sinal (não por mesh pq o roteador principal é um simples da operadora, e comprar dois roteadores é inviável). A pergunta é, isso deve melhorar e possibilitar uma reunião estável? Têm alguma sugestão?

    1. Dependendo do modelo do TP-Link, você pode trocar a firmware por um open source tipo OpenWRT.

      1. Instalei o OpenWRT em um Xiaomi, e ele é bem completo mas, muito complexo para configurar. Se encontrar um DD-WRT para esse repetidor talvez eu tente evitar que ela compre um novo roteador, mas a principio estava vendo esses dois modelos.

    2. eu tinha muito problema de internet porque tinha um roteador velhão. aí troquei pra um ASUS RT-AC59U e agora é só alegria. ap de 60 m².

      1. No caso dela, o roteador é aqueles da operadora, são relativamente novos (com conexão 2.4 e 5Ghz) mas o alcance é bem limitado e não dá pra trocar por tb servir de moden.

          1. É algo que pensei em sugerir em primeiro momento, comprar um roteador bom e deixar na sala, se ficar bom usar o PC no cômodo desejado, mantém ele lá caso contrário teria que configurar pra ela como repetidor de sinal

    3. Aqui em casa eu uso o Mesh (dois da Multilaser) direto como roteador principal. Tive que encher um pouco o saco da operadora pra liberarem a senha PPPoe, mas hoje é só alegria

      1. Queria que ela comprasse dois mesh mas, ela não tem essa grana pra gastar, só queria melhorar o sinal no cômodo que ela trabalha por conta das reuniões.

        Vou indicar o da Xiaomi mesmo, na China está uns 250 e se mais pra frente ela desejar comprar outro, esse já tem tecnologia mesh.

        Fiquei animado com esses roteadores, apesar de não confiar em software chinês, talvez pro final do ano eu troque meu roteador que é meio simples (tp-link archer c5 – modelo gigabyte) por esse mais recentes.

          1. Ligeiro, confesso que meu conhecimento sobre redes é limitado, mas legal saber que tem essa opção, então minha pergunta é, vc acha mais vantajoso esse conjunto da Multilaser mesh ou um roteador da xiaomi redmi ax3000? Pensando a longo prazo mas que resolveria o problema dela a curto tb

          2. Lembrei que um cliente meu tem um roteador Xiaomi e ele até que é forte, além de (salvo engano) o firmware dele ser baseado em OpenWRT.

            Mas como o Leonardo exemplificou, o Multilaser (e Mercursys) funciona bem, mas tem que ver o limite de alcance também na casa para ver se precisa de mais uma peça / conjunto. A vantagem é que os sistemas de mesh basta apenas comprar uma peça extra caso precise de mais alcance (ao invés de achar “uma posição central” para o roteador principal). Acho que deve ter pacotes de 3 peças por 500, mas imagino que tu seja bom de pesquisa e ache mais barato.

            Um primo meu usa em um estabelecimento dele um kit Mesh da Intelbras. Não teve mais reclamações (antes era roteadores diversos configurados como Acess Point).

          3. Em tempos: Roteadores Mesh deste tipo são bem simples de configurar – até porque geralmente eles são configurados exclusivamente via app. Não sei se há modelos novos que permite configurar sem app.

  12. Entre o Galaxy S21 normal e o S21 FE, qual vocês escolheriam e por que?

    1. Eu pegaria o mais barato. Muito embora na versão de 128GB o FE tenha 6 GB de RAM contra 8 GB do “normal”, a depender da diferença de preços, compensa, até porque 6 GB de RAM ainda é coisa pra caramba.

      No resto eles estão bem parecidos, embora acho que o FE já venha com o android 12.

      Também pesaria na escolha qual dos dois tem o Snapdragon. Mas ainda não pesquisei se no galaxy 21 o Snapdragon é melhor que o Exynos, pois no S20 o exynos já tinha diminuído bastante a distância do snapdragon.

    2. S21 normal, o preço é semelhante, mas o visual do S21 normal é bem mais bonito que o FE. Procura comparativo no youtube e você verá que as bordas do S21 são melhor trabalhadas e menores que a do FE

      Pra mim é
      S21: design e 2GB a mais de RAM
      FE: bateria 500 mAh maior e 1 ano a mais de atualizações

    3. Se vc mora aqui no Brasil, vale mais a pena o modelo “normal” pois, o FE deve estar uns 3500 sendo que o normal já esteve em promoção por 2700. Se não tiver pressa, ficaria de olho em site de promoção que as vezes aparecem como chegar nesse valor.

  13. Se alguém tiver procurando um smartphone android barato e com desempenho honesto. Comprei há uns 15 dias, o Galaxy A03 core que tem me atendido bem. Uso básico (podcast, redes sociais e aplicativos de banco e organização e e-mail) estão rodando bem apesar dos 2gb de RAM. O android 11 GO tem poucas limitações, estou gostando do aparelho. Venho de um “idoso” Iphone 6 que já não tinha suporte para alguns aplicativos. A tela do 6,5″ é muito boa para consumir conteúdo.

    1. Se por acaso você tiver problema com as Configurações (abre, mas fecha sozinho logo em seguida), basta desinstalar o app Bem Estar.

      Na verdade não tem como desinstalar porque é nativo do sistema, mas ao clicar em desinstalar ele desinstala as atualizações e funciona. Só não pode esquecer de não atualizá-lo, porque se atualizar o problema volta…

      Em tempo, adorei o aparelho. Comprei por causa da bateria porque não aguentava mais ficar na mão no final do dia/noite…

      1. Que dica maravilhosa. Esses dias eu quis melhorar o uso de um senhor que é quase cego e fui impossibilitado por as configurações fecharem logo que eram abertas, e era exatamente esse mesmo modelo de celular. Busquei por várias soluções na internet e nenhuma resolveu. A sua eu pelo menos nunca tinha visto.

    2. Estou pensando em pegar um Android só para deixar de backup e testar umas coisas. Qual foi o preço que pagou nesse?

    3. Tive uma experiência positiva com o Android Go. Usava num xiaomi… preferia o Go a versão do Android que uso no celular Samsung atual.

  14. Alguém recomenda lugares confiáveis para comprar notebooks usados?

  15. Aquela pergunta que sempre faço: quais aplicativos para rotas em transporte público (ônibus, trem, balsa, etc) vocês tem usado?

    Meu Moto G1 não roda direito mais nenhum, por isso acabo consultando o Google Maps online. E me surpreendi que agora tem serviços suburbanos da Artesp considerados na hora de fazer o roteiro.

    Para quem não sabe, a Artesp é um órgão de controle do transporte no Estado de São Paulo. O equivalente seria os departamentos de transporte estaduais como o Detro no Rio de Janeiro e Arspam no Amazonas.

    1. O Moovit tem me atendido bem, principalmente por acompanhar o GPS dos ônibus em tempo real.

      1. O Moovit é bom porque aparentemente o time por trás dele tenta pegar o máximo de informação possível (só que são muitas vezes informações fornecidas por voluntários sem custos em um projeto pago aos “cabeça”, o que comecei a implicar). Ao menos eles tem boa relação ao ponto de conseguir os dados de GPS das empresas. Só queria saber se eles criaram um nível “regional”, tal como o GMaps.

        Tem o CittaMobi, mas acho que ele se estragou e usa taboola, o celular fica uma porcaria.

        Sei que também tem LeveMe, Cadê o Ônibus, CityMapper e outros, mas noto que estão “nichados”. E claro, os aplicativos mais regionais.

    2. Na época da faculdade eu usava bastante o Cittamobi (https://www.cittamobi.com.br/) aqui em Recife. Não era perfeito, mas atendia bastante na hora de ver a localização dos ônibus mais próximos e a previsão de chegada. Hoje em dia deve estar um pouco melhor, eu imagino.

      1. Como eu tinha falado, não uso Cittamobi pois taboola. Não sei se eles saíram deles, mas peguei ranço do APP.

        ele tinha suporte a cidade que resíduo, mas creio que deve ter parado pois uma vez instalei e eles não tinha mais o “tempo real”.

    3. em SP capital eu usava o Cadê o Ônibus, era muito muito bom
      “era” porque desde o início da pandemia estou em home office

      na verdade para usuários de ônibus em São Paulo é o único que vale a pena, os outros eram só enrolação

      1. Sempre ouço bem do “Cadê meu ônibus”, mas ele é mais só capital. Eu queria achar uma hora um app “universal”, algo que eu pudesse fazer qualquer tipo de rota calculada pelo aplicativo.

        Notei agora que apesar do que falei, nem todas as linhas estão cadastradas.

    4. Uso ao mesmo tempo o cadê o ônibus, o aplicativo da EMTU para intermunicipais, e o Google maps em conjunto. Já tentei usar o Moovit, ele me ajudou uma ou outra vez em outras cidades, mas pro meu uso no dia a dia em SP não bate.
      Também fiz um script mambembe em python para explorar a API da Sptrans mas não avancei muito com isso.

      1. O Cadê meu Ônibus é apenas RMSP. Como falei, queria achar um que não tivesse “trava regional”, ou seja, se eu quiser simular uma viagem pinga pinga de ônibus urbano entre São Paulo e Rio de Janeiro, eu conseguiria.

        Fui fazer novas pesquisas e vi que na verdade uma ou outra linha Artesp foi cadastrada no Google (suponho que por empresas, representantes ou fãs).

    1. Mais uma aquisição pro portfolio cinematográfico da Amazon – espero que não fique cancelando séries igual a Netflix.

  16. Relato sobre mudanças após atualização do whatsapp web:
    Depois da dúvida se deveria ou não aceitar a atualização, aceitei. Até agora, além do fato de não necessitar mais que o telefone esteja ligado, também tem mais algo diferente: as mensagens que envio para o meu próprio número não são mais carregadas na web. Usava com frequência esse recurso. Na verdade, não é um recurso, eu diria, é uma gambiarra para suprir um recurso inexistente.

    1. Cria grupos que só contenha você mesmo como membro. Serve pro mesmo propósito e ainda dá pra colocar qualquer título (lembretes, contas, etc.)

    2. Use as “mensagens salvas” do Telegram.
      É multiplataforma e aceita até 2Gb.

      Não adianta querer usar o zapzap pra coisas que ele não serve…

      1. Extato. Telegram é meu padrão. O whats só uso no telefone do trabalho. Tenho nojo de whatsapp :D

    3. Não a suporte para preview de links. Isso é horrível. Não uso o WhatsApp no meu pessoal, mas preciso usar na recepção do serviço. Não dá para dizer o quão limitado eu me sinto. 😁

  17. Preciso migrar a minha biblioteca de fotos do Google Photos pro OneDrive, que é onde eu tenho assinatura. A recente decisão do Google de não mais oferecer backup ilimitado de fotos da câmera lotou meu espaço no Google Drive e não consigo mais enviar nem receber e-mails no Gmail. Tem algum utilitário que permita fazer isso facilmente ou de forma automática? Só pra evitar de ter que baixar e fazer upload de tudo manualmente…

    1. Tambem estou a procura de algum, porém quero transferir do google fotos para o icloud.

    2. A ferramenta que poderia ajudar é o rclone, mas na prática, estará baixando as fotos de um para fazer upload no outro. Talvez a diferença é que vc não precise ter todo o espaço disponível da sua coleção de fotos no seu pc para fazer isso.

      No entanto, acho que se eu precisasse fazer isso hoje, baixaria e faria de forma manual e gradual, pois automatizado deve dar alguns problemas com nome de arquivo, pasta ou até mesmo em quantidade de pastas aninhadas (se vc estiver utilizando isso).

      Por fim, se for usar o rclone, mesmo que de forma parcial, dá uma lida no link a seguir para ter ideia de como as fotos são estruturadas no google photos: https://rclone.org/googlephotos/

    3. Do Google Photos pro OneDrive é possível fazer movimentação direta usando o Google Takeout.
      Logo que entrar na página do Google Takeout com a conta que deseja exportar escolha “Desmarcar tudo” para desselecionar todos os produtos previamente selecionados. Procure o Google Photos e ative só ele. Role até o final da página e clique em “Próxima etapa”.
      Nessa etapa, em “Método de envio”, troque de “Enviar link de download por e-mail” para “Adiciona ao OneDrive” e clique no botão “Vincular contas e criar exportação”.

      Os próximos passos serão autorizar que sua conta Google acesse sua conta OneDrive e, por fim, iniciar a exportação.

      Em minha experiência com o Google Takeout a exportação sempre demora um tempinho então tenha paciência. :)

      Além de exportar pro OneDrive é possível exportar para Dropbox e Box. iCloud não é opção pra essa exportação automatizada.
      Então, pra esse caso, por hora, minha recomendação é fazer o download manual de toda sua biblioteca pela Google Takeout pra sua máquina e depois subir pro iCloud.
      Se for seguir esse caso basta seguir o caminho acima e não fazer a mudança da opção “Método de envio” mantendo “Enviar link de download por email”. Se sua conexão for boa escolhe um tamanho de arquivo grande o suficiente pra que venha tudo num só arquivo.
      O formato do arquivo eu prefiro usar .tgz que lida muito melhor com muitos milhares de itens (no Windows pode ser necessário usar o 7-zip pra lidar com esse formato de arquivo compactado).
      Daí é só clicar me “Criar exportação” e aguardar o email chegar com o link de download. Esse email pode demorar algumas horas pra chegar: relaxe!

    4. Eu fiz, há tempos atrás, do OneDrive para o Google Drive.
      Fui manualmente mesmo. Mas usando o OneDrive pelo Windows Explorer para baixar as pastas automaticamente e depois criando uma pasta e configurando o Google Photos para sincronizar essa pasta automaticamente, bastou deixar o PC ligado à noite durante alguns dias.

  18. Caderninho com todas as senhas ainda é coisa da velha guarda? Existe alternativa para não ocupar o HD cerebral com essas informações cotidianas?

    1. Acho que para algumas senhas mais importantes o caderninho pode ser uma solução analógica interessante. Só não pode ficar jogado pela casa.

      Tenho a idéia de ter uma caixa estanque, com cadeado, (cofre tipo maleta?) em casa com os principais documentos e/ou cópias autenticadas, um HD externo com backup (mensal, de repente) e um caderninho desses poderia entrar junto.

      1. Sim, mas aí não são senhas do dia a dia, né? Se você precisa recorrer a ele toda hora, não tem como conciliar isso com um local seguro/de difícil acesso.

        Eu tenho algumas senhas anotadas em papel, mas aquelas de reserva/backup, que devem ser usadas se eu perder acesso à autenticação de dois fatores. Está num lugar bem difícil de acessar. No dia a dia, uso o KeePassXC.

    2. Antes você ter as senhas salvas no navegador… eu acho.

    3. eu uso, e acho a melhor solução
      está sempre na mesa, do meu lado
      seria bom ter um caderninho backup também, mas não tenho :)

    4. para hard users: Keepass.
      obs.: arquivo de senhas local, sem possibilidade de recovery se esquecer a senha mestre e interface do windows 95

      para os normais: Bitwarden ou Lastpass

  19. passagens aéreas já haviam disparado com a alta do dólar e a pandemia… e agora com guerra e essa política de preços absurda da petrobras a coisa simplesmente explodiu

    será que poderemos voltar a viajar algum dia?

    1. Por enquanto nos sites que acompanho as passagens estão na mesma faixa de valor, de 2 a 3k para Europa, por volta de 1,2k Mercosul.

    2. Eu viajei de ônibus há um mês. O que noto no caso deles é que dependendo da rota, há uma estabilização dos preços por causa da concorrência, seja entre empresas (como mudou umas regras na ANTT, está permitido em uma linha ter mais de duas empresas competindo, mas depende das rotas e condições de embarque), seja por causa do Buser e similares.

      Se for comprar sem prestar atenção, acaba pagando “preço cheio”.

  20. OI vocês. Há algumas semanas eu to quebrando a cabeça pra descobrir se é possível importar produtos da Colombia. Eu quero um celular básico da Nokia mas ela nao lançou ele no Brasil, só na Colombia. Eu ja fui em varios sites de lá mas não diz nada sobre importação. Alguém sabe se é possivel? se sim, como posso fazer? ME AJUDEM POR FAVOR!!!!!!!!!!

    1. Não responde à sua pergunta, mas você já tentou achar o mesmo modelo de telefone nos fornecedores asiáticos habituais? Ou quem sabe o eBay? Lembrando que é bem possível que você seja tarifado ao importar um celular.

      1. Não da pra ser por site asiatico pq a banda 4G que o cel usa na asia nãoé a usada no brasil, mais precisamente na regiao aonde moro. ele iria funcionar só 2G e eu quero 4G VoLTE. No Ebay não deixam eu comprar pq eu nunca comprei la e compras de valores grandes feitas pela primeira vez por brasileiros são recusadas pq eles notificaram o Brasil como um país de caloteiro. pra eu ter minha conta verificada lá preciso fazer 3 compras de baixo valor antes. Tentei comprar uma capa de celular de 1 Euro e mesmo assim fui barrado. KKKKKKKKKKK e nao importa muito ser barrado, esse celular na conversao direta custa menos de 200 reais.

    2. Já vou aqueles serviços de redirecionamento?

      Sei que tem pra comprar nos Estados Unidos, será que não existe alternativa pra Colômbia?

      1. hmmmmmmm bem pensado. vou pesquisar pra ve se acho algo. Obrigado lenda.

  21. Alguma indicação de cadeiras boas?

    E não custa perguntar…Existe algum cupom de desconto na Flexform? haha

    1. comprei uma da frisokar na BF do ano passado
      o encosto de cabeça é figurativo (e pelo que vi, na maior parte das cadeiras sub 2k acontece o mesmo), mas fora isso foi uma boa evolução a cadeira vagabunda que eu usava

      Eu usei o canal Cadeira Certa como referência: https://www.youtube.com/watch?v=5_hHrvEg8rs

      1. obs: não vem montada
        e a montagem pode ser um pouco chata sozinho se você não tiver uma banqueta alta

      2. Tenho uma Frisokar Addit que comprei por ~530 reais na Magalu desde o ano passado e tem me atendido bem. Só queria que fosse um pouquinho mais alta, mas acho ela bem confortável pelo preço que paguei.

    2. Eu comprei a uns 2 anos uma “cadeira ergonômica” na http://www.cadeflex.com.br Por ficar em Belo Horizonte, minha cidade eu pude visitar a loja da fábrica e ter uma negociação. De toda forma fica a dica para um modelo que é bem bacana, confortável e resistente (eu peso 110kg e tenho 1,80 de altura).

      1. Qual modelo você comprou? Sou de BH e tô pensando em dar uma olhada nessas cadeiras. Tenho 1,92 e peso 92kg.
        Gostei bastante do modelo “Cadeira Ergonômica Ferrara Diretor”, é bem parecida com uma que eu usei há uns anos no trabalho e eu simplesmente amava!

    3. Eu comprei uma Flexform (mychair) e ela surrou a minha coluna em 30 minutos. A minha sorte foi que minha tia quis ficar com ela, então não arquei com custos de devolução. Eu uso uma genérica estilo eames esteirinha que funciona extremamente bem pra mim (a roda quebrou e eu mandei soldar, de tanto que gosto dela). No mais, é acompanhar reviews e fazer o teste presencial sempre que possível. Cadeira virou uma loteria na pandemia.

      1. Primeira vez q vejo alguém q não se deu bem com a flexform. É bom saber, pq as vezes nem todos os modelos funcionam tão bem. Eu tô satisfeita com a Uni. Tá rolando promo lá nesse momento, mas não sei se é mta vantagem, tá agora uns 20 reais mais caro q eu paguei em 2020.

        1. Em um primeiro momento achei extremamente confortável (além de linda). Só que depois de meia hora, pasme, a base da minha coluna estava completamente dolorida, a ponto de eu nem conseguir andar direito quando levantei. Foi muito estranho (e bem decepcionante).

        2. Eu me dei mal com a Uni. O assento ficou muito duro, o encosto começou a me dar dores nas costas, os braços ficaram tortos. Meu noivo quis ficar com a cadeira e até hoje eu me surpreendo com o quão desconfortável ela ficou. Durou pouco menos de 1 ano comigo.

    4. Hoje utilizo dois modelos: uma que comprei na tokstok, não paguei tão barato, mas já tá meio torta, e em meados de 2020 comprei uma Cavaletti Vélo Light. To gostando, a espuma dela parece ser bem resistente, materiais de qualidade, a tela de encosto não cedeu (ainda, se é que vai, não sei), o apoio de lombar é mais simples, só se movendo para cima ou baixo, não tem ajuste de profundidade. Os braços só sobem ou descem, não abrem ou fecham. Ela tem me atendido bem. Ela é modelo diretor (o encosto não é tão alto e não tem apoio para cabeça). Pelo preço dela eu comprava um modelo presidente de marca genérica com garantia de só 3 meses. Dessa vez preferi escolher algo com garantia maior – se não me engano 5 anos.

      Ela é derivada do modelo Vélo normal, que é a que eu escolheria se tivesse o disposto a abrir mais a mão $$$

      Mas não tem jeito: cadeira tem que escolher provando. Procura uma loja de móveis e vai sentando. O ideal seria usar por uma, duas semanas, mas não é a realidade nossa.

    5. Ainda não comprei, tava juntando uma grana, essa que vou indicar é totalmente fora do padrão comercial 90˚ que vemos comumente por aí, mas ela te força e ficar com a coluna reta (aconselho ter uma mesa que levanta por motor), eu queria a aquela de joelhos finlandesa, mas não tenho grana pra trazer ela não.

      A Mocho de Sela Bi Partido é feito para quem passa mais de 8 horas sentado, ela não possui apoio lombar e tantas traquinagens, mas como ele te força a ficar com a coluna reta eu gostei, ela faz o mesmo efeito das bolas de yoga que tanto se usam em fisioterapia e alivia circulação e pressão nos membros.

      https://ergosit.com.br/produto/mocho-ergonomico-alto/ Essa marca foi a mais econômica que achei, normalmente a Salli e Layout Medic são bem mais caras, fugindo do meu orçamento.

  22. Mais alguém reparou que o Outline tá fora do ar há mais de uma semana? Será que foi derrubado?

    1. Acho que foi derrubado sim, até porque as plataformas de jornais e sites assinantes não gostam muito de mecanismos que driblam o paywall, né?

      Eu, como jornalista, vejo que já passou da hora de acabarem com o paywall. Existem outras formas de conseguir verbas como anúncios publicitários [com o bom senso, né? até porque aqueles banners ENORMES e tudo mais eu detesto e acho nada acessível para quem tem dificuldades de leitura ou que depende de programas para tal como as pessoas cegas], matérias patrocinadas, newsletter para os que querem receber antes do público ou assinar para receber matérias de X setor/gênero).

    2. Sim. Graças as indicações no post sobre burlar paywall, estou usando o 12ft, que funciona bem pra caramba.

      Fico chateado pela turma do Outline, mas bem, isso é meio que para alguns “uma guerra”. Perde-se esta batalha, mas tem muitas ações pela frente.

      1. Dependendo do portal que tu vai ler, uma extensão de “modo de leitura” ou a “visualização simplificada” do Chrome já é o bastante.

        Claro, não funciona com todos. Mas é uma possibilidade.

    3. também recomendo o 12ft.io citado por ligeiro (que também descobri aqui no MdU)

      chega a ser melhor que o outline

    4. Olha, eu usei dia desses e fiquei surpreso com a notícia. O Ghedin disse que foi em fevereiro. Mas eu tinha a impressão que era menos tempo. Enfim…

  23. Avancei mais na pesquisa da mochila. Fiquei um pouco estarrecido com a falta de uma marca/modelo intermediário, uma espécie de “iPhone SE” das mochilas. Tem modelos muito interessantes de marcas mais caras, como Samsonite e Nordweg, porém caras para o uso que farei (bem esporádico), e uma profusão de modelos simples que desconfio não sejam muito resistentes, além da avalanche de mochilas de marcas chinesas/desconhecidas que… né, sei lá.

    A mais interessante que achei, até agora, foi a Business Backpack 2 da Xiaomi. Alguém tem ou já viu uma? O que pode dizer a respeito?

    (Se tiverem outra sugestão nessa faixa de preço ou mais barata, mas de boa qualidade, por favor, sou todo ouvidos.)

    1. Ow Ghedin, já considerou pesquisar “reviews antigos” e depois comprar alguma mochila antiga baseada nos reviews? Pode ser que tu tenha sorte e ache algo que lhe agrade e seja de marca.

      Talvez também dar uma chance a algum “chinês” seria interessante. Observar costura, material e resistência da mesma e se lhe agradar, fazer uma compra que justifique o fato de ser algo que será esporádico. Uma ótima mochila de marca as vezes é um custo muito alto (além de chamativo) em tempos de economia, e somando ao fato que será usado poucas vezes.

      Em último caso, mochilas Queucha / NewFeel (ambas submarcas da Dechatlon) são boas opções, além de duráveis. Parece que aumentou o preço em relação aos últimos tempos, mas talvez encontre algo que possa ter o custo benefício que precisa. Tenho uma Backenger 10L (hoje fora de linha) que me atendeu bem por 5 anos e só está parada pois precisei pegar uma mochila um pouco maior, mas provavelmente voltarei a usar. É uma mochila com boa costura e resistência, com bom espaço para um note até 13 polegadas..

        1. +1 pra Quechua.

          Embora em geral os modelos deles são voltados mais para montanha, tem alguns modelos voltamos para viagem também.

          Eu tenho essa Escape, na versão 30L, e na versão 50L. Na de 50L já despachei algumas vezes por cia aérea, já fiz um trekking, e a de 30L costumo viajar entupindo de coisa e levando como bagagem de mão. Aguenta bem o tranco.

          E tem garantia de 10 anos.

    2. Minhas mochilas são da Jan Sport. Não achava a marca nada demais até que comprei a mais básica deles. Isso foi em 2016-2017 e ela continua perfeita, sendo que até na máquina de lavar eu já joguei. Comprei depois uma com espaço para o notebook e tem me servido igualmente bem, porém foi mais cara um pouco. E parece que a marca tem uma garantia vitalícia, mas posso estar enganado.

      1. Jan Sport é uma baita marca de mochilas, bem antiga. Não é muito conhecida aqui no Brasil, mas nos EUA é bem popular. E não só pelo preço, mas pq é boa sim. Minha esposa tem uma toda surrada, de quando era adolescente e ainda usamos de vez em quando, já levamos em viagens internacionais, atulhamos de coisas nela, não descosturou nada, tudo funcionando. Só tá suja e batida.

        O lado ruim de mochilas duráveis é que você não tem aquela desculpa de comprar outra mochila quando enjoou hahahaha.

        E sim, a garantia é vitalícia. Tem aquela papagaiada de que vão analisar e tal. Não sei o suporte deles é bom, mas quando uma marca oferece garantia longa assim, é porque confiam no negócio deles.

        1. Em tempo, da JanSport tem esse modelo aqui, que tá dentro do que procuras.

          Ghedin, só não pega aquela da Xiaomi, embora muito bonita, a garantia é ridícula, 3 meses.

    3. Eu vi algumas propagandas da Mochiland.com.br
      Visitei o site e vi umas mochilas de couro bem legais, mas o site parece ser novo.
      Busquei e não encontrei opinião deste site.
      Se alguém que mora no RJ já comprou e quiser deixar a opinião.

      1. Tenho a impressão de que já vi todas as mochilas dessa loja nos marketplaces asiáticos (AliExpress, Shopee). Não parece ter fabricação própria.

    4. Opa, Ghedin. Não sei se foi pra você ou pra outra pessoa que havia recomendado esse site, mas de todo modo, vai aqui novamente: https://www.2c2bags.com/

      Comprei a minha Drei Night 18L na Blak Friday de 2020. Acabo usando muito e ela não apresenta sinais de desgaste. Ela é uma mochila mais urbana, possui um espaço pra notebook (não independente, é só um bolso dentro do compartimento maior) e é impermeável.

      Bem resistente e é confortável de usar. Recomendo dar uma olhada nos outros modelos caso for do seu agrado :)

      1. Ah! Eles tem garantia de 3 anos pra linha “básica” e garantia vitalícia pra linha PRO. Isso também foi importante pra minha decisão.

        1. Parecem ótimas, só fico meio assim com o estilo, mais urbano/ciclista. Nada contra, tenho até amigos que são, mas estou em busca de algo mais sóbrio, convencional.

    5. Olha Ghedin, como é para uso esporádico, não serve um desses modelos mais simples, de marcas como HP, Acer, Dell, ou até Targus?

      Por exemplo, esse modelo aqui da Acer: https://www.americanas.com.br/produto/1820710075, é um modelo bem slim mesmo, meu cunhado tem uma dessas, cabe um notebook e alguns acessórios, agora se você for colocar uma muda de roupa, garrafa d’água e outras coisas, creio que ela não seja ideal mesmo.

      Acho que vai depender das tuas necessidades de itens pra carregar. Por exemplo, eu não costumo carregar notebook, por isso acabei aderindo à moda das “shoulder bags”, aquelas bolsas masculinas (algumas até em formato de pochete). Alguém pode argumentar que aquilo é feio, mas pra mim tá suprindo com louvor o objetivo de levar objetos úteis no dia-a-dia, como máscara reserva, carregador e power bank, álcool gel, lenços, fone de ouvido, remédios, repelente, óculos escuros e na minha cabe até uma sombrinha/guarda-chuva pequeno.

      1. É que esse “uso esporádico” costuma ser em viagens curtas, daí não rola essas mochilas menores (estou procurando uma de 18~20 litros) nem frágeis (viagens exigem mais dos materiais da mochila).

        Tenho uma estilo carteiro que uso para saídas rápidas dentro da cidade e outra mochila, menor, que ganhei de brinde num evento. Ela é simples, mas funciona; o que pesa é o tamanho mesmo, muito pequena.

        1. Entendi.

          Na empresa que eu trabalhava anteriormente, eu ganhei uma mochila “com rodinhas” (remetendo à aquelas de colégio mesmo). Ela é bem parruda e cabe bastante coisa para uma viagem pequena. Infelizmente eu não consegui encontrar a marca e o modelo nela – é um modelo customizado com a marca da empresa que fornecia o software.

          Mas eu encontrei alguns modelos bem similares aqui na internet, com uns preços similares a essa da Xiaomi, que vou mandar aí embaixo. Só não tenho como recomendar algum deles, a marca parece ser confiável, mas pra saber mesmo só com produto em mãos.

          Modelos de mochilas com rodinha:
          https://www.bagaggio.com.br/mochila-com-rodas-swisswin-tune/p
          https://www.seanite.com/marcas/marcas/snt/mochila-laptop-masculina-com-rodas-
          https://www.nagem.com.br/produto/detalhes/492582/Mochila+para+Notebook+Seanite+ML9637+19%22+com+Rodas+Preta

    6. Oi, Ghedin

      Recomendo você dar uma olhada nas mochilas da Urban Flowers. A minha não é deles, mas tenho calçados, uma carteira que comprei recentemente e uma ecobag e posso dizer com convicção que é uma das melhores empresas em termos de custo-benefício que eu conheço. Os calçados são os mais bonitos e confortáveis que eu já tive na vida, rs. Eles trabalham com materiais reciclados ( e refugo da indústria calçadista) veganos e fazem logística reversa no fim da vida útil dos produtos. Vale a pena dar uma olhada.

    7. Ghedin, eu daria uma olhada em opções da Case Logic.

      Há 7 anos uso a versão anterior desse modelo (https://www.caselogic.com/en-gr/devices/laptop/case-logic-berkeley-plus-backpack-_-bpca_-_115_-_anthracite) e estou super satisfeito. Excetuando-se o período de isolamento entre 2020 e 2021, usei praticamente diariamente para transportar o meu material de trabalho de professor, e como bagagem de mão em algumas viagens. No geral a mochila continua me atendendo bem e as alças, zippers e costuras continuam intactos.

      Quando peguei esse modelo, eu buscava justamente algo intermediário em preço e tamanho.

      Fiz uma busca aqui e parece que não é mais tão fácil encontrar para comprar no comércio eletrônico aqui no Brasil, mas achei nessa cor: https://www.amazon.com.br/Berkeley-Case-Logic-Mochilas-Notebook/dp/B01BMP3DG4

      Pelas fotos dá a impressão de que a mochila é mais volumosa do que de fato é.

      1. Queria agradecer a lembrança da Case Logic, Felipe! Guardo minha câmera em uma bolsinha dessa marca e gosto muito. Depois de um fim de semana de mais pesquisas, tomei uma decisão e pedi uma Huxton, da Case Logic. A capacidade é menor que essa que você indicou (24l contra 29l), mas achei a Huxton mais bonita e gostei das divisórias.

    8. Gosto muito das mochilas da Dell, são bem robustas e com vários compartimentos internos que são bem úteis pra quem passa o dia inteiro fora. Na minha eu levava o notebook, um caderno, um livro, blusa de frio, guarda-chuva e dois lanches (dois sanduíches e duas frutas). Acomodava isso tudo perfeitamente, sendo pra mim o ideal pra passar o dia inteiro fora.

      Tenho essa mochila há uns cinco anos e ela até hoje está bem integra, só tem um problema no zíper frontal que aconteceu mais por descuido meu de às vezes levantar a mochila por ele… Pretendo mandar arrumar.
      https://www.magazineluiza.com.br/mochila-para-notebooks-de-ate-156-tek-dell/p/213589700/in/mpnk/

      Como ela não é mais vendida, acredito que essa aqui seja a sucessora. Se eu fosse atualizar a minha, muito provavelmente compraria ela.
      https://www.dell.com/pt-br/shop/mochila-para-notebook-dell-pro-156/apd/460-bcre/mochilas-e-capas#techspecs_section

    9. A minha mochila de guerra e viagens com mais de 10 anos infelizmente faleceu no final do ano passado – a tira de baixa da alça rasgou e não sei se rolar costurar de novo. Ele é de uma marca que não existe mais no mercado, uma tal de Stodenkel. Desde então estou namorando uma da xiaomi; estou só aguardando uma promoção ou cupom.

      1. Já fez uma busca por outra igual a sua? Eu mesmo achei uma da Deviant Art que não é vendida a anos , nova na embalagem no mercado livre. A única coisa que tenho a reclamar do modelo é o bolso pra celular, já que os telefones cresceram muito em relação a época que ela era atual. Mas sempre existe a possibilidade de vc achar uma igual a sua que rasgou nova e por um preço justo.

      2. Sapatarias normalmente fazem conserto de bolsas, mochilas e vestuário em couro.
        Pode ser uma opção para o conserto.

    10. Comprei mochila, bolsas etc da Fantagussi, uma marca aqui de BH: https://www.fantagussi.com.br/
      Em breve vou comprar uma case de notebook deles. O material é muito bom e a variedade de estampas é grande. E encomendando direto pelo instagram ainda fica um pouquinho mais barato do que o preço do site. ;)

      1. Ah, não tem no site mas eles trabalham com tecidos lisos também, pra quem não é das estampas berrantes/cheias de detalhes.

    11. Ghedin se quiser tenho uma dessa da Xiaomi só que cinza, sem uso, uso pra guardar caixas de eletrônico.
      Te vendo por 200 reais haha.
      Agora, falando sério, é uma boa mochila com excelentes divisórias e boa construção, a minha eu comprei no Py em 2020 e devido ao Home Office não cheguei a usar tanto.

    1. Pior que nada, embora eu também não tenha me empenhado tanto para procurar alguma coisa. Até fiquei de olho no Promobit para ver se aparecia alguma oferta ok para o Samsung s20FE, mas fiquei com a impressão que atualmente as promoções estão disponíveis para quem está disposto – e em condições – de pagar à vista. Saudades 10X sem juros.

    2. O que encontrei não é exatamente uma “pechincha” mas consegui um iPhone 13 Pro por cerca de R$5.900 somados descontos e cashback. Agora de coisas úteis para o dia a dia, consegui um coador de café de alumínio por R$ 34,50 e um organizador de roupas (cuecas e meias) por R$ 39,90 na loja do Bezos. Tudo com 15% de cashback.

    3. Peguei um iPhone 11 com um preço razoavelmente bom. Queria uma tela maior e uma bateria melhor e ele tá me atendendo. Até pensei no 12, mas depois achei exagero pagar 600 reais a mais por melhorias pontuais.

      1. Infelizmente os iPhones sempre foram aparelhos de melhorias pontuais, os grandes saltos aparecem quando você pula 3 ou 4 gerações… O que vejo como grande problema dos preços dos iPhones (além dos preços em si, claro) é o escalonamento ente eles. Principalmente ali entre o 11 e 13 mini a diferença é R$1.000.

        SE 64gb – R$ 2.400
        11 64gb – R$ 3.700
        12 64gb – R$ 4.300
        13 mini 128gb – R$ 4.800
        13 128gb – R$ 5.400
        13 pro 128gb – R$ 7.000

        1. Oi, xará! Tudo bem por aí?

          Eu concordo com essa questão das melhorias pontuais (além de ser uma safadeza sem tamanho as justificativas ridículas que eles dão para cortar funcionalidades – a exemplo do Face ID com máscara apenas para o 12 e o 13).

          A questão do escalonamento de preços, na minha opinião, acho que pesa mais a diferença entre o SE e o 11, visto que são aparelhos (irmãos). Do 11 pro 13 ainda há o 12 no meio do caminho, então é “compreensível”. O problema é que, ou você pega um aparelho mais capado, como o SE, ou paga bem mais caro por um que possua recursos ditos mais avançados, como o 11 pra cima. O que me consola nos iPhones é a baixa desvalorização deles, então trocar entre si não é tão desgastante quanto seria entrar no mundo da maçã de primeira.

    4. Consegui um bom desconto em uma lava-louça que já vinha namorando a algum tempo. Juntando um cupom de desconto e o cashback, consegui reduzir o preço em 14%. Pra um eletrodoméstico caro como esse, foi um baita desconto.

      1. qual modelo vc comprou? estou de olho aqui numa lava-louças tb

    5. Nada de interessante do que eu não tenha ou precise – olha que fiquei monitorando oportunidades.

      Eu até ia comprar um controle do PS4, mas lembrei que estou jogando mais no Xbox SX, então deixei pra lá.

    6. Tinha visto um iphone 13 mini por “promocionais” R$ 4.800 mas deixei passar. Minha esposa acabou pegando um 13 normal num outro negócio aí e herdei o XR dela.

    7. Fraldas. :D
      Comprei na Raia um pacotão que baixou o preço por unidade de R$1,50 para R$1,18.

    8. Fiquei tentado a comprar um iPhone 13 Pro. Mas respirei fundo e deixei passar, definitivamente não preciso de um upgrade agora.

Os comentários deste post foram fechados.

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário