Post livre #3


6/3/15 às 13h55

Putin montado no furão e pica-pau.
Montagem: @lewisbecs.

Comentários abertos, vamos ~interagir.

Assine o Manual do Usuário

Ao acessar este blog, você não é rastreado ou monitorado por empresas como Google, Facebook e outras de publicidade digital. A sua privacidade é preservada. O Manual do Usuário tenta viabilizar-se por métodos alternativos e éticos. O principal é o financiamento coletivo. Colabore — custa a partir de R$ 9 por mês:

Assine no Catarse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

86 comentários

    1. Quer um fone pra ficar em casa? R: Senheiser RS120 é uma boa opção não cara. Quer um fone para pra andar na rua? R: Bose Soundlink Over TheEar.

  1. Já que falaram de sites que segue e do podcast, quais podcasts vc acompanha (relacionados ou não com tech)?

  2. Duas coisas me chamaram atenção no Youtube nas últimas semanas. Uma tendência gay friendly generalizada nos grandes canais e a Parafernalha fazendo “troca-troca” de inscritos com praticamente todo youtuber grandinho.

    Isto seria um contra-ataque ao crescimento aoinfinitoealém dos canais de games? Falando nisso quando o Ghedin vai jogar Minecraft com os inscritos do MdU?

  3. Galera, quais ~sites de tecnologia~ vocês costumam acessar rotineiramente? O que acha dos mesmos?
    [ Vamos ver se consigo chegar no ponto que quero].

    1. MdU;
      Lifehacker (é tech tbm);
      The Verge;
      GizBR;
      O caderno de Tec do Estadão que não lembro o nome.

      Ódio do Techtudo, do Tecmundo (apesar da achar aquele gordinho sexy) e ódio, ódio, ódio, ódio¹²³² do AndroidPit que me dá úlceras só de falar o nome.

      1. Rola compartilhar essa lista de blogs? Pode ser um print maroto mesmo. Alguns que eu conheço (que as vezes são até metablogers (?)) são muito interessantes e conheci por aqui. Por exemplo, o Ben Brooks sobre a questão de ou assinaturas ou ter/não ter comentários no blog.

    2. Os que acessei no último ano frequentemente e sem RSS foram os seguintes, todos nacionais:

      Tecnoblog;
      GizBR;
      meiobot;
      MdU;
      Blog do Burgos;

      Gosto da variedade de pautas e de conseguir encontrar foco no Brasil. Também gosto de conseguir pautas não necessariamente centradas em gadgets. Provavelmente esqueci um ou outro.

      Também acesso (apesar de não possuir MacOS) blogs tipo Daring Fireball, Marco Arment, Brooks Reviews, ShawnBlanct, MacStories, etc . E vou adicionando cada novo que é linkado. Meu Feedly ficou um inferno (melhorou quando tirei o Lifehacker). No Youtube, vejo os vídeos do The Verge.

    3. Bom meu ponto é o seguinte: você notaram como a linha editorial de grandes sites antigamente hard news (como GizmodoBR e The Verge) vem mudando continuadamente, de forma a abranger mais conteúdo, digamos assim “cotidiano”? Vocês vem isso como algo benéfico ou todos os sites acabam ficando meio homogêneos demais?

      1. Todos alegam que é porque a tecnologia está impregnada em tudo, e acredito EM PARTE que seja isso mesmo. Mas tem pauta, e não são poucas, que são publicadas só para conseguir mais page views. É meio ruim, acho, porque esse objetivo acaba homogenizando e alargando o foco de sites que são bons em coisas específicas. Mas… enfim, fazer o quê.

      2. Acho que no GizBR é porque a F451 não edita o Lifehacker e nem mais o Jezebel no Brasil, daí ele acaba absorvendo este tipo de conteúdo, o que não acontece na edição original. Já no The Verge, li que havia planos para transformá-lo num site de entretenimento (tipo Mashable) do grupo Vox (tech, tv, música…) já que o Vox.com tem uma pegada política.

      3. O GizBR ainda vejo focado no universo ciência/tecnologia, mas realmente algumas pautas me surpreenderam (não que eu reclame). Coisas tipo crise hídrica, eleições, etc. Minha visão foi de aproveitar o momento pra conseguir pageview e ao mesmo tempo de poder encaixar textos de uma equipe que talvez não fosse especializada em tecnologia ou que não soubesse como escrever desse universo cnc/tec sem ser hardnews.

    4. Manual do Usuário
      Gizmodo Brasil
      The Verge
      Esses eu tenho na lista de favoritos e acesso todos os dias, e no twitter/facebook curto mais uns outros (Gizmodo US, Engadget, MacMagazine).

    5. Cara, o GizBr tem desapontado muito ultimamente, a última foi um dia um post, Sony Morpheus o melhor VR que você pode usar, e no dia seguinte, HTC Vive o melhor VR que você pode usar. Acho que eles precisam de uma reformulação.

      1. Bom, acho que esse é o problema de hard news. Tudo que sai por último “é a melhor coisa do mundo jamais feita”. Falta um tempo para sedimentar as coisas.

  4. Confesso que sou viciado nos comentários do G1 e já fui um dos “Topers Comenters Negativers” (coisa de +8000 joinhas inversos em cada comentário). Hoje a coisas mudaram, é preciso fornecer um celular para opinar. OK, parei. Mesmo assim ainda não me livrei do vício de lê-los.

    Alguém com problema parecido? Não aguento mais essa vida.

      1. Das duas formas. O importante era o topo. Já cheguei a ter mais joinhas negativos que a maioria dos youtubers do Brasil, daí parei. Hoje aquilo é uma máfia profissional: a máfia dos comentaristas de G1 (não são os mesmos do Ego que exige dedicação exclusiva).

        Sei lá… acho um assunto delicado. O futuro do pais está naqueles comentários e ninguém para investigar o que ocorre por detrás dos bastidores.

        1. É semelhante ao curtir/views/shares (seja post no facebook, blog, youtube, etc). É muito fácil o ego ser seduzido por esses feedbacks no jogo da vaidade & aceitação que virou a internet. Fiz essa experiência nas duas últimas semanas e vi o quão poderoso isso é.

          1. Caras, isso no mínimo dá um belo conto contemporâneo. Aliás, que literatura de ficção aborda essas trivias atuais?

          2. Também penso assim, mas fico em dúvida quando isto acontece em “Viviane Araujo come batata doce”…

    1. Uso esse sistema: Synology DiskStation DS1813+, é um pouco carinho, mas vale a pena, tenho coleções de filmes, músicas e Backups lá, quem me inspirou foi o Ghedin em seu blog falando sobre mediacenters.

      1. Um pouco carinho ehh?? rsrsrs 1000 dólares tá bem acima de qualquer sonho de orçamento pra mim. Mas ele é bem interessante. Queria algo pra ser o “server” do meu Raspberry Pi 2, que tá chegando. Vou configurar ele baseado no tutorial do Marco Gomes. E fico pensando em qual seria a melhor alternativa, um caseiro, rodando FreeNAS ou um como o MyCloud da WD.

          1. É esse tuto mesmo, mas o vídeo, não vai. Manda o link de novo!!

          2. Essa pode ser outra alternativa, eu queria testar primeiro usando um PC que tenho aki, vou tentar rodar FreeNAS, mas posso também comprar outro PI e fazer o NAS com o PI, como no vídeo aew.
            Obrigado pela dica!!

        1. SOS. Alguém te que repensar essa linha de smartphones da Samsung. É tanto Gran Neos Duos Star TV Dual S V que fica difícil saber qual é qual.

    1. Está em stand by. No final do ano passado estava bem difícil gravar. Nossas agendas não batiam, a ideia de fazer programas temáticos dava um trabalhão para achar assunto e prepará-los, e no fim saímos dos trilhos e perdemos a regularidade.

      Por isso estou com o pé atras para voltar agora. Estou priorizando o blog, os textos, tentando achar um jeito cômodo e ~fluído para o podcast. Enquanto não encontro esse “mapa”, ele segue suspenso :-/

      1. Será que não rola um formato mais “solto”, através de Hangout, por exemplo? Ou você acha que é mais difícil ainda juntar os participantes?

  5. Qual app posso usar no Android para baixar podcast? Seria legal que o manual do usuário tivesse um podcast.belo trabalho.abracao

      1. Concordo. Uso ele atualmente e costumava usar o Podcast Republic (que é de graça), pelo fato de usarem o mesmo catálogo de podcasts que o iTunes.

  6. Minha tia comprou um moto G e os contatos dela estão uma bagunça. Tem os que já estavam no chip, tem os da conta google (que ela nem usa, é usuária assídua do UOL Mail D:) e coisas do além. Como ajudá-la a resolver tamanha confusão? Há contatos repetidos umas 9x. Há jeito de fazer uma limpa sem ser na unha e pelo celular? Como vocês gerenciam seus contatos e fazem migrações?

    1. Há uns três anos meus contatos eram bem bagunçados também. A solução? Começar do zero. Deu trabalho e perdi alguns no meio do caminho, mas foi o que resolveu e o bom é que é um trabalho para A VIDA: faça uma vez, use sempre (mesmo que ela migre para iPhone ou Windows Phone posteriormente).

      Aproveite que o Google reformulou o gerenciador de contatos (ficou bem bom): https://contacts.google.com/preview/all

    2. O negócio é não sincronizar com nada. Quando tive um windows phone, ele misturou os e-mails do finado msn, contatos do sim, facebook e twitter. Nem me atrevo a mexer nisso

    1. Só jogaram no mercado pra ver o que acontece, acho que não vai longe. O S6 original provavelmente terá mais atenção e jogará o Edge no esquecimento.

    1. Li (ou sonhei) que a série chegará ao final antes dos livros, então acho que não tem problema você também inverter a ordem.

      Acompanhei até a segunda temporada, aí perdi o fôlego.

      1. O autor dos livros deu uma entrevista semana passada e informou que a próxima temporada já está garantida e, que personagens que no livro sobrevivem, na série vão morrer. Ele disse que os produtores da série são mais sanguinários que ele.

        Se vai terminar antes do final dos livros, não sei, mas pelo menos mais uma temporada teremos com certeza!!

      2. Ele disse que a série vai mudar e se separar dos livros nessa temporada, e por isso vou assistir assim mesmo. Mas de qualquer forma, estou no sexto episódio da segunda(leio mais que assisto). A série acho que dá tempo de chegar lá.

    1. Ghedin, sou menor de 18 anos e meus pais não usam cartão. Sei que existe o pagamento por aquele cartão pré-pago, mas achei meio confuso. Existe alguma possibilidade de fazer uma contribuição única (num valor mais alto) para obter os benefícios?