Post livre #202

Toda semana, o Manual do Usuário publica o post livre, um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários e conversarmos sobre quaisquer assuntos. Ele fecha no domingo por volta das 16h.

Atenção! Hoje (28/11) à noite, publicaremos um post livre especial para a Black Friday. Vamos guardar pedidos e oportunidades para mais tarde, ok?

Acompanhe

Newsletter (toda sexta, grátis):

  • Mastodon
  • Telegram
  • Twitter
  • Feed RSS

89 comentários

  1. Lendo o post do Nubank sobre pagar o fatura do cartão com o cartão, eu pensei, da pra fazer mais esquema que eles pensam. O cartão da Meliuz + Banco PAN da um cashback de 0,8% em todas as compras que você faz com o cartão (e isso já é mais que a própria poupança), ai vc compra com o Nubank, paga a fatura do Nubank com o cartão Meliuz e vice versa fazendo isso em looping, pronto, vc irá receber o que vc gastou de novo e seja feliz (não, não seja feliz).

    #aquiébr

  2. DICA DE FIM DE SEMANA

    Quem estiver em São Paulo (capital) e quiser conhecer a história do transporte com ônibus, pode visitar a feira Bus Brasil Fest na Praça Charles Miller (Estádio do Pacaembu).

    Será amanhã (1 de dezembro), durante todo o dia.

    Terá exposições de ônibus antigos, tecnologias para transporte público, e parte das frotas de empresas e colecionadores.

  3. Atualmente, qual a melhor opção de frete para enviar um produto mais avantajado – neste caso, uma TV de 32′?

    Tô de olho em uma TV maior nesta Black Friday e um cara do outro lado do estado se interessou e tá disposto a pagar pelo frete. Porém, os Correios tão cobrando uma taxa extra bem salgada para um produto desse tamanho. Já a JadLog me deu uma cotação ótima, mas quando fui na agência hoje, confirmar o valor (uma sugestão do próprio site), se recusaram a transportar uma TV (a seguradora não cobre, segundo eles).

    1. Não tem muitas opções dado a fragilidade do equipamento. Poderia tentar recorrer a serviço de logística por ônibus, com a opção da pessoa pegar na rodoviária ou posto de coleta da empresa transportadora.

  4. qual o melhor icon pack para Android? coloquei o nova de launcher e alguns estão quadrados, outros com cantos arredondados, vou padronizar, então queria sugestão

    1. Você consegue resolver isso na própria Nova Launcher: Configurações > Aparência > Estilo do ícone > Selecione qualquer uma forma mas marque “redesenhar ícones antigos”.

    2. Eu uso o Pixel pie icon pack junto com na Nova Launcher Prime. Todos os ícones ficam redondos e bem bonitos, na minha opinião.

    3. Tenho quase certeza que você já fez essa pergunta uns tempos atrás hahahaha

      Eu uso o Minimal O no Android 9 com a Evie Launcher [que deve ser o launcher mais leve dop mercado hoje]. Recomendo ambos.

  5. O que atualmente na faixa de 1000 é uma evolução em relação a um Moto G7? Minha tia não ficou satisfeita com o aparelho (eu acho que tem mais a ver com a atualização do android do que o aparelho em si) e quer trocá-lo. G8 talvez não seja boa ideia

    1. Bem difícil achar algo melhor que o G7 na faixa dos mil (com garantia). O que tem de abundante é aparelho equivalente. Sugiro ver o Galaxy A30, Galaxy M30, Zenfone 5, Redmi Note 7 (ou Note 8 se tiver no preço). Acho que só, não lembro de outros modelos.
      Pode ir de samsung que tá seguro, meu pai gostou muito do Galaxy M30 dele.

  6. Opa, post apenas pra responder algo que esqueci de responder ao ghedin no último post livre: O nome da hamburgueria é Dom Carnívoro (nome ruim, mas a comida é excelente).

      1. Dizem que a casa do porco em sp é um lugar com pratos veganos muito bons, então nunca se sabe

        1. o ponto é q não dá pra chamar de vegano uma parada q vende num lugar em q o alicerce é a exploração animal. abre o site do casa do porco… se alguém q ainda considera ser vegano ir lá mesmo assim, é sinal q a coisa ficou bem flexível…

      2. Acredito que não. Em Maringá não comi nenhum vegano, no máximo vegetariano.

  7. Ghedin, mandei uma oferta no post de Black Friday e tu apagou, certo?

    Só para conferir, pois imaginei que ou nao tava de acordo ou não era relevante

  8. Alguém aí já vendeu coisas usadas na OLX? Poderia compartilhar a experiência? Estou com um armário de cozinha e um rack pra vender, mas fico preocupado com fraudes e tal…

    1. Vai pelo Facebook.

      De qualquer forma, não importa a forma de venda, o risco de fraude sempre existirá.

      O ideal é buscar informações básicas da pessoa, “sentir confiança”, criar um método para cobrar o comprador (deixar claro a forma de receber o valor) e assim fechar o negócio com mínima confiança

    2. Já vendi minha moto por lá a um tempo atrás, foi bem tranquilo, marcamos no shopping, o cara gostou, fomos no cartório e deu tudo certo. Minha esposa tempos atrás tentou vender o iphone dela por lá, assim que publicou, um cara ligou falando que era da OLX e disse pra ela confirmar o número que aparecia na tela, pois era “padrão” de segurança para liberar o anuncio, ela infelizmente deu o numero e tentaram clonar o whatsapp dela, isso aconteceu com alguns amigos também quando comentei sobre, então, caso for, fique esperto com isso, pode ser idiota da minha parte, mas infelizmente as vezes as pessoas nos pegam distraídos, então, fica o alerta, no mais, boa sorte na venda.

      1. Acabei de falar com um amigo que passou por isso de clonagem de celular pelo golpe da OLX. Foi semana passada e hoje tentaram novamente. Ele ficou enrolando até o golpista perder a paciência e desligar.

  9. Nós últimos dias tenho testado o Blokada, até o momento, sem nada a reclamar. Alguém mais utiliza? Quais filtros que ativaram?

    1. já testei, pena que ele usa o vpn, então acaba gastando bastante bateria, como tenho root optei pelo AdAway.

      Mas no período que o testei gostei muito, só lembro de ter mudado o DNS, tinha colocado o do AdGuard

  10. Quais suas expectativas para a Black Friday?
    Eu estava de olho num refrigerador duplex com inverter, porém nenhuma oferta digna da data. Mas sigo acompanhando( não é urgente, só queria uma geladeira maior e com refrigerador decente).

    1. álcool para suportar essa vida, já que livros eu não consigo ler mais

      brincadeira ou não

      (e umas calças moletom)

    2. Um iPad por uns 1700 reais – não rolou
      Um Paperwhite novo por 330 – tem na kabum (frete de 47 pra onde eu moro)

      E outras bugigangas. Nada que realmente precise AGORA. Fone, mochila, etc. Esse ano tô pouco interessado, já comprei o grosso do que eu preciso pra viver dignamente haha

    3. só aproveitei pra comprar uns livros de design gráfico mesmo.
      até gostaria de umas outras coisas (um ps4 seria legal), mas a grana tá curta.
      coincidentemente tive q trocar a geladeira, mas infelizmente não deu pra esperar. acho q fiz um bom negócio à época comprando 220v ao invés dos tradicionais 110v. a de 220v tava mais barata (acho q encalhou).

    4. Passei em branco, mas aí hoje (sábado) fui ao mercado e peguei dois vinhos importados que estavam com preço de vinho suave brasileiro 🍷

      Ainda conta como Black Friday, né?

    5. Edit: consegui comprar a geladeira que queria com quase 500 reais de cashback pelo AME! Não foi a inox, mas ainda assim é um modelo bem bonito.

  11. Pelo visto, o Nubank acabou com a “farra” de pagar a própria fatura do cartão através de carteiras digitais. Segundo li no tecnoblog, a empresa falou que quem o fizer estará sujeito ao cancelamento da conta.
    O que acham disso? Utilizavam do truque?

    1. Hahahaha, e ainda dizem que o brasileiro é ruim de finanças. (Talvez seja, mas a inventividade é digna de nota!)

      Pensando friamente, faz zero sentido, né? Quando você paga a fatura com o próprio cartão, na real é como se você estivesse rolando a dívida para o mês seguinte. Ela vai crescendo, crescendo… até o limite do cartão. O primeiro que pensou nisso não devia ter muito claro o conceito de limite do cartão — acho que muita gente acaba pautando o gasto mensal pelo limite, e não pelo que que tem na conta corrente, como se o crédito do cartão fosse, de alguma maneira, “gratuito”.

      No blog do Nubank, eles dizem (grifo de lá):

      Porém, o uso do cartão para pagamento da própria fatura ou para depósitos na NuConta poderá ser considerado indevido e poderá acarretar no bloqueio ou cancelamento do cartão.

      1. Sempre tem o tal “uso indevido” do cartão para justificar uma possível perda de lucro. Se a pessoa quer fazer isso, que faça. Se é ou não inteligente é outro papo, penso eu.

        Por isso o setor bancário deve ser severamente regulado. Acabaria com a farra do spread bancário, com a farra dos empréstimos consignados, com as taxas abusivas, falta de infrastretura etc.

        Ainda, para não criar outro tópico, o governo Bolsonaro baixou “na canetada” o juros máximo do cheque especial: 8%. Ele já tinha baixado o cheque especial da CEF pra 4.99% alguns dias atrás.

        Sabe quem tinha como pauta combater o spread bancário? Haddad. Bolsonaro e Guedes defendiam “a regulação pelo livre mercado”. Só descobriram agora que este não funciona e que as grandes empresas (bancos e quaisquer outras) são cartelizadas dentro do capitalismo.

        Só queria rir um pouco.

        1. Longe de mim defender banco, mas é um uso indevido. Como o Gedson apontou no comentário abaixo, quem faz isso está rolando a dívida sem pagar juro. (Que, sim, é abusivo e tudo mais…) Condeno quem faz? Jamais, mas entendo o lado do Nubank também.

          Em um mundo ideal os juros do cartão não seriam escorchantes e a cobrança de valores mais justos, menos obscenos desestimularia mutretas como essa. Em um mundo ideal.

          1. Eu não entendo como uso indevido porque provavelmente esse tipo de ação não está prevista no contrato deles e entra naquela alínea de “casos particulares serão analisados individualmente”.

            E isso só é “combatido” porque reduz a margem de lucro deles, que já é gigatesca senão não iriam falar nada.

        2. q coisa, né? os liberais top da nação controlando o mercado… quem diria? já dá pra considerá-los esquerdistas ou ainda não?

          1. A maior lição que se pode aprender é que não existe liberalismo. Liberalismo só existe até o momento que os ditos liberais perdem dinheiro pra concorrência ou para as pessoas organizadas.

          2. Do Blog deles:

            “Por isso, pensando em evitar problemas e proteger o orçamento financeiro de nossos usuários, não recomendamos que essas carteiras digitais sejam utilizadas para esse fim.”

            uheauhaehueahueahuhuaeea

      2. O detalhe crucial é que está rolando a dívida SEM PAGAR JUROS.
        Seria o mesmo que “parcelar” a fatura em 1x, só que sem os encargos do Nubank.

        1. Bem observado! Não tinha me atentado a esse detalhe que dá todo o sentido ao negócio. Ganhar 30 dias de fôlego escapando de +14% de juros é genial, haha.

          1. Realmente, pena que eu só descobri agora hahahahha

            O juros do parcelamento é algo próximo a 6% a.m, mesmo assim é alto.

      3. Vejo duas formas em que isso pode fazer sentido: 1. Quando a pessoa realmente não tem como pagar naquele mês e a única alternativa é entrar no crédito rotativo com juros abusivos; ou 2. Quando a pessoa até tem o dinheiro, mas quer deixar rendendo para tirar um troco (embora com a Selic tão baixa, essa segunda opção não esteja fazendo muito sentido mesmo).

        1. Acho que a segunda opção não faz muito sentido mesmo: além de pagar a faixa mais alta do imposto de renda, ainda corre o risco de ficar um rescaldo de IOF se tiver que sacar uns dias antes de virar o mês. Melhor colocar na poupança, mas nem assim acho que compensa — maior trampo e risco de ter o cartão cancelado para ganhar uma merreca.

    2. usei duas vezes, pois pagava uma parte do cartão e paguei com o próprio cerca de 200 reais se não, não daria pra passar o mês.

      Eu entendo o lado do banco mas não concordo.

  12. que diferença faz um software adaptado para o hardware. eu tenho um redmi note 7 e por uns 2-3 meses fiquei com uma ROM alternativa, aí essa semana voltei pra MIUI (xiaomi.eu pra ser específico) e a duração da bateria aumentou absurdamente, fiquei espantado, pois sabia que a bateria estava durando menos que o original, mas não tanto.

  13. Mais uma das minhas aventuras com o Mi 9T… Hoje cedo tava navegando no feed do Instagram e, literalmente DO NADA, a câmera frontal do celular sobe e desce sozinha após uns 2 segundos!

    Depois do susto, fui no app, cortei todas as permissões dele e restringi a execução e dados em segundo plano. Hoje não, Zuck!

    Mas, parando pra pensar, achei engraçado uma solução tão interessante (e com certeza não pensada pra tal) em privacidade vir logo da Xiaomi.

    1. eu já deixo a execução de dados em segundo plano de praticamente qualquer aplicativo, só deixo dos mensageiros, pq evita gastar dados e poupa bateria

      e é um recurso de privacidade sem querer né? pq não era o foco, rs.

  14. Alguém acompanhou a história dos fãs do Flamengo indo de ônibus até Lima?

    1. Li algumas matérias do jornalista do UOL que foi junto com os torcedores. Coisa de louco – eu seria fácil um desses loucos.
      Parece que o UOL não disponibilizou ingressos para o rapaz responsável pelas matérias, uma baita sacanagem,

      1. Aí é que tá. Eu não sei se não foi disponibilização do ingresso ou se o jornalista só tinha a missão de acompanhar a jornada, e depois voltar. Aparentemente este último só.

        Falei deste caso, pois sei que houve uma “caravana” (note as aspas) de ônibus da patrocinadora do Flamengo, e um dos ônibus se perdeu no Peru, sem água, comida e a galera do ônibus pagando o diesel.

        PS: esta patrocinadora é uma startup.

      1. Esse foi com o pessoal que foi de fretado (Da patrocinadora atual do Flamengo)

        Grato por indicar, verei depois, pois preciso ver se eles revelaram os problemas da viagem.

  15. Comprei nessas promocoes de black Friday um kit de dna para testar ancestradalidade do meuDNA. Tenho muita curiosidade com isso, mas admito que estou com bastante medo do que podem fazer com os meus dados. O que vocês acham?

    1. tenho curiosidade sobre, desse e um de ver todas as possibilidades de doença

    2. Considerando o cenário norte-americano, com a polícia usando esses dados vá saber de que maneira, eu ficaria com os dois pés atrás.

      1. Não tenho medo da policia saber minha ancestralidade. Se tratando da situação atual do país, tenho medo dela saber minha opinião politica. E essa é mais fácil ainda.

      2. Nos EUA me parece mais fácil que as empresas de planos de saúde usem esses dados para detectar possíveis doenças de fundo genético e que, cruzando os dados com pulseiras inteligentes e compras farmacêuticas, aumentem o valor do seu plano/seguro (que já é caro por lá).

    3. Sua intenção é apenas saber a origem da mistura do seu DNA?
      Se quiser elaborar sua arvore genealógica existem maneiras muito melhores. Minha mãe, por exemplo, pensavamos que era de origem alemã (até fala dialeto local) e descobrimos que é diretamente de origem holandesa.

      1. Eu já tentei traçar minha árvore genealógica, mas cheguei em alguns problemas e de modo geral foi uma experiencia bem frustrante. Por parte materna, informações desencontradas. Parte do Pai é formado por retirante e pessoas muito humildes. Meu avô parterno e minha avó são bastardos. Ele faleceu e ela odeia tocar nesse tipo de assunto.

      2. Isso rola muito no Brasil, faltam bons registros.

        Minha mãe, Pilotti, sempre achou que era de origem italiana. Fomos fazer o processo de imigração e dupla cidadania e os advogados não conseguiram fazer o processo porque faltavam documentos que indicassem a origem na Itália, vinda pro Brasil e um monte de outras coisas. A família se juntou e pagaram um escritório que faz esse tipo de pesquisa. ~5 meses depois descobrimos que o “Pilotti” da família é norte-americano. De Chicago. Migraram pro Brasil em 1902 mais ou menos (meu avô nasceu em 1912 e foi a primeira geração brasileira).

        1. @Paulo também penso há muitos anos em tentar fazer minha dupla cidadania , se possivel.

          São tantos “problemas” que desanima, como por exemplo:
          *Nome diferente do original italiano
          *Certidão de nascimento com nome errado
          *Um pouco caro para traduzir documentos para o italiano
          *Demora para pegar o passaporte se fazer pelo consulado no Brasil
          *Dificuldade em reunir os documentos até o possivel italiano.

          No meu caso foi tudo pelo que ouvia dos parentes mais velhos. Minha falecida avó disse que seu avô casou com uma índia e ele era italiano, outra vez disse que tem holandês na família rsrs.

          Só sei que Avelino deve ser um nome de origem italiana.

    4. Também fiquei muito curiosa. Mas não sei se eles estão ligados à banco de dados de outros locais. Pelo que li – e foi pouco admito, tem que haver um banco de dados para ligar as pessoas. Sei que vão ficar com meu dna, mas ando tão ferrada que nem vao se importar comigo.

  16. Dúvida que lancei no grupo do Telegram e agora estendo ao post livre: quando vocês leem o que sai no Manual? Logo que o post sai? No mesmo dia, só que à noite? Esperam acumular alguns posts (uma semana?) e leem tudo de uma vez?

      1. Leio no mesmo dia. Ou melhor, no momento que eu abro o meu leitor de feed.

    1. Geralmente leio a sinopse no mesmo dia. Leio (ou escuto) quando me apetece.

    2. Depende do tema. Normalmente, como o MdU é o único blog que eu acompanho, eu leio na hora que eu recebo o post pelo Twitter/Facebook. No máxio eu deixo a aba aberta para ler depois.

    3. Na mesma hora, quando vejo atualização no canal do Telegram (único canal pinnado meu).

      Aliás, esse grupo aí é só pra patrão do MdU? :)

    4. Não faço ideia
      Depende do tema, mas acho que raramente na mesma semana, muito menos no mesmo dia

    5. p4z & b3m! assim q sai no agregador (Feedly), geralmente em um ou dois dias. []s livr3s,

    6. Leio no mesmo dia. Se não for possível salvo no Feedly para ler no dia seguinte.

    7. Eu costumo ler de manhã(as notícias colocadas no dia anterior), mas tem algumas semanas que só surge tempo no sábado para ler.

    8. Eu tinha deixado tudo que tenho no Telegram de grupos e canais no silencioso e acabei esquecendo o do Manual.Ativei novamente para receber notificações.

      Eu geralmente vejo pela newsletter que sempre me lembra que tem coisa nova no Manual. É uma das poucas coisas que tenho “disciplina” é sempre verificar os e-mails pelo menos uma vez por dia.

      Antes também acompanhava pelo canal no Telegram, mas agora como tirei do silencioso vou voltar a saber das novidades por lá também.

      Quando fico muitos dias sem ver nada por aqui eu digito na barra de endereço e acesso diretamente para conferir se não tem nada novo.

  17. Ghedin, muito boa essa reportagem do Intercept sobre o “Pai Google” estar bancando e otimizando blogueiros de direita.

    Diante de sua experiência no assunto – e levando em conta sua LUTA no Manual do Usuário tb – você teve acesso a estimativas de rendimento de ad sense que uma iniciativa como essas desses grupos de blog ideológicos conseguem acumular?

    Parabéns pelo trampo. sempre!

    1. Só conseguimos apurar os valores que o blog da fonte levantava. No mês mais rentável, ele fez ~US$ 8 mil — na época, cerca de R$ 25 mil. Ele tinha uma média de 8 milhões de page views mensais.

      Esse tipo de coisa precisa de muito volume e de temas rentáveis. Naquela ocasião, com o processo de impeachment fervendo, a pauta antipetista estava em alta e isso se refletia nos leilões de anúncios do AdSense.

      Obrigado pelo elogio :)

        1. A gente falou com o Google antes da publicação. Eles negaram as acusações, não responderam os nossos questionamentos e mandaram uma notinha mixuruca que está no texto. De lá:

          Ao Intercept, um porta-voz da empresa não confirmou as reuniões e nem o envio de orientações. O Google disse apenas que “oferecer aos usuários informações confiáveis é parte da nossa missão” e que tem “políticas claras contra conteúdo enganoso em nossas plataformas de anúncios”.

Os comentários deste post foram fechados.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!