Post livre #155


29/11/18 às 15h10

Toda semana, o Manual do Usuário publica o post livre, um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários e conversarmos sobre quaisquer assuntos.

Colabore
Assine o Manual

Privacidade online é possível e este blog prova: aqui, você não é monitorado. A cobertura de tecnologia mais crítica do Brasil precisa do seu apoio.

Assine
a partir de R$ 9/mês

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

59 comentários

    1. Não sei, não gostei muito, mas pode ser apenas costume com os ícones atuais. Parece que foi o Google quem fez esses ícones novos…

  1. Estou assistindo Fear Walking Dead no Amazon Prime Video cheguei na ultima temporada e as legendas são em inglês e alemão. Sabe se eles atualizam as legendas antes de entrar a próxima temporada, será uma exclusividade dessa série em outras tbm acontece?

      1. Fiquei sabendo disso da pior forma, cortou minha vibe com a série, na tv não consigo acompanhar desde o primeiro episódio, esperar ver de outra forma com a legenda em português.

      1. Não sei dizer (quero dizer: como não joguei nas outras plataformas não tenho como comparar).

        Fica aquela cara de jogo da geração passada, mesmo. No zeldinha, algumas partes com muita vegetação deixavam o jogo momentaneamente lento. Isso, pelo menos, não senti em nenhum momento do jogo até agora. O problema maior que eu vi é que parece que ele carrega novos lugares antes da tela “liberar” (você ouve o som dos personagens presentes quando entra em um prédio novo antes da tela preta desaparecer).

        Tem também aquela coisa de usar as armas com controle de movimento que eu sinceramente não tive coragem de testar nem provavelmente terei.

        1. você ouve o som dos personagens presentes quando entra em um prédio novo antes da tela preta desaparecer

          normal isso ai. hehehehe

        2. Hahaha, eu usaria esses controles de movimento

          Para acessar magias, atalhos de poções etc. os controles dão conta? Nem lembro como era no teclado, mas sei que tinha botão para tudo. E Dá para mudar a visão de primeira para terceira pessoa?

          1. Acho que dão conta, mas imagino que no teclado os atalhos são mais ágeis. Uso a terceira pessoa a maior parte do tempo (na verdade detesto a visão em primeira pessoa, ela só é útil para usar arco e flecha).

    1. eu tenho uma cópia de PS3…., joguei, achei interessante, mas acho que não justifica o hype todo. Apesar de ter muita coisa pra fazer eu achei o mapa em si pequeno.
      Eu acho muito maçante evolução do char. Fora que estou com um bug: Meu companheiro de batalha foi morto, mas ainda consta vinculado a mim.

      1. Para os padrões de hoje, de fato, o mapa é pequeno, apesar de denso. A pouca diversidade de paisagens também deixa ele menor (o zeldinha tenho impressão que é menor, mas tem mais variedade de cenários).

  2. Tô pensando em migrar minha conta do Itaú pro Banco Inter por conta das tarifas, mas fico com o pé atrás por causa daquele vazamento de dados deles.
    É aí, vocês acham que o Inter ainda merece um voto de confiança? A conta e cartões sem tarifa me deixaram tentado.

    1. Eu utilizo conta, tenho alguns investimentos com e nunca tive problemas, ja precisei entrar em contato por chat e não foi muito demorado. Sobre os dados, pelo que foi divulgado por eles, foi uma pessoa com acesso aos dados que pegou e depois tentou extorquir o banco, o que fiquei sabendo de outros clientes é que o banco entrou em contato com os afetados, o que não foi muito legal para muitos foi a postura do banco diante do caso em não ter dado muitos detalhes.
      Mas acho valido dar uma chance, eu quando abri a conta, mantive por quase um ano, realizando algumas transferências, pagamentos com boleto e compras no debito, depois desse tempo que transferi um quantia maior e fiz aplicação.

  3. cotejando a “she-ra” do passado e a “she-ra” do presente (ambas animações na netflix)… caraca, q diferença! é gritante a distância entre o vocabulário atual e a dos anos 80 (vendo dublado, logicamente). há as gírias de hj, claro, assim com havia as de antes, mas tirando a animação q é evidentemente melhor em efeitos e movimentos, a construção das frases, a exposição dos objetivos dos personagens, as entonações de voz dos dubladores nas características dos perfis dos personagens… é realmente vislumbrar uma outra época q ficou, definitivamente, no passado… mas a grande mudança, e aquela q importa mais é: as jovens (e jovens) q assistiram, cada um em seu horário e aparelho (tv o u celular; eu vejo na tv, pq sou da época q já foi), está com um baita reportório moral em mãos (literalmente se estiverem vendo no celular). há valores sólidos ali sendo transmitidos. havia tb nos desenhos de antes, os mesmo q eram exibidos entre uma coreografia erótica e outra das apresentadores de tv, mas agora há um cuidado q inexistia. há uma nítida queda na complexidade da construção das frases e um vocabulário pobre, mas há elementos q a minha geral, certamente, não enfrentou (não à toa ela celebra coisas como danilo gentille e quejandos) e q essa, agora, vai ter q encarar: respeito ao diferente, tolerância e tudo aquilo q poderia ser tachado de ‘politicamente correto’, ou seja, justamente tudo aquilo q incomoda a turma do gentille q não vê mais espaço para o preconceito e não gostam de ver mulheres no comando.

    https://www.nytimes.com/2018/11/01/arts/television/she-ra-netflix-dreamworks-animation.html

  4. voltando a correr e buscando um app bom. já vi alguns, mas queria saber de um q
    (sei q é missão quase impossível) valorize a questão da privacidade… conhecem, já ouviram falar?

    1. Não
      Se você tem 10 mil, podia criar uma startup de apps temáticos voltados à privacidade. Parece ser um nicho pra dar certo

      Sei que tem uma galera que curte o app da nike

      1. vou esperar o novo governo. parece q eles vão incentivar startups com ideias mirabolantes. daí vamos todos poder começar do zero com 10, 100 e até 1 mi. vai ser incrível!
        vi o app da nike e parece o mais bonito e agradável de usar. eu queria um q, pelo menos, deixasse vc limitar essas questões. eu vou usar um relógio simples da xiaomi, então a china toda vai saber q eu seu uma tartaruga manca correnco.

      1. acompanhar o progressos dos treinos. e talvez ter umas indicações de planilhas a seguir e tals. eu gostaria de fazer isso, mas sem entregar tanto o jogo. acho pouco provável. parece q a marca de relógio polar é mais rigorosa com isso com seu app (li os termos deles e assim me pareceu), mas um reloginho da polar é caro pra corredor amador como eu.

  5. Eu gosto dos posts livres porque passam uma sensação de comunidade. Mas legal mesmo seria se todo mundo morasse na mesma cidade pra rolar tipo um “IRContro”. hahahaha ?

    1. seria legal, mas ia dar treta, briga… já até imagino aqueles vídeos com o título ‘não mexa com quem tá quieto”.

    2. Grande IRC rede Brasnet “que Deus o tenha kkk” bons tempos, muitos kick e ban de canais que entrava só para causar discórdia

  6. por falar em tecnoblog, q não o lia já há um bom tempo, notei q eles contrataram duas mulheres. é incrível, não? pq parecia mesmo q a credencial pra trabalhar lá era mesmo ter um piupiu. ainda bem q as coisas mudam!

      1. Entre 2015, 2016 e 2017… realmente não me recordo. E, pelo menos agora, não deixaram coisas muito bacanas pra elas escreverem.

  7. Vocês viram a notícia do Udacity fechando o escritório brasileiro deles?
    https://tecnoblog.net/269611/udacity-encerra-cursos-portugues-brasil/

    Eu nunca fiz cursos deles, mas pareciam muito bons, uma pena que eles talvez ofereçam menos suporte ao Brasil e acredito que isso é uma mal indício: provavelmente, esperavam um mercado consumidor maior.

    O preço era bem alto comparado a outras soluções como Udemy e, pelo que vejo do pessoal de TI pelo menos, muitos não estavam dispostos a pagar. Outra vez, tinha pessoas perguntando em um grupo de Big Data se valia a pena pagar Coursera para ter os certificados e a maioria achou desnecessário.

    Algum de vocês tem aproveitado esses MOOCs? Pagam ou ficam só nos gratuiros mesmo?

    1. compro os da udemy. são muito úteis e bem específicos.
      e dos outros (edx e coursera), q são gratuitos, tb não vejo a necessidade de pagar pelo certificado.
      udacity… além de caro, sei lá, tinha um quê de elitista q me desagradava toda vez q via o fundador falando. dei de ombros – apesar da qualidade evidente.

      1. Eu não gosto muito de Udemy justamente porque são muito “hands-on”, prefiro mais teóricos como Coursera. Nesse caso, não é mérito/demérito dos cursos, somente formas diferentes de aprender.

        Eu pago mais porque acho bom e tenho condições, ninguém realmente liga para os certificados aparentemente, mas os poucos que fiz eram tão bons que não vi problemas em pagar a taxa mensal.

        1. cursos práticos têm seu lugar, claro. eu mesmo os faço por não ter mais tanto tempo (e disposição, confesso) pra desbravar um software novo, por exemplo. é mais fácil ser guiado e depois avançar por conta própria. mas entrei num curso (uma pós) de design de jogos e gostaria MUITO q ele fosse essencialmente teórico (cheguei a discutir isso com o coordenador, sobre essa lacuna de um EAD só sobre isso), pois eu não iria fazer modelagem 3d, programação etc. era um curso presencial q quis unir os dois mundos e, pra mim, não serviu – tanto q pulei fora por não fazer bem nem o teórico e nem o prático. eu sou plenamente favorável aos cursos teóricos – q demandam leituras e bons professores. sem falar q são necessários – ainda mais hj nesse clima anti intelectual q se instaurou e vai perdurar casando grande estrago no longo prazo. eu me disponho tb a pagar pelos cursos e acho, sinceramente, q os teóricos valem mais q os práticos, mas a sociedade pensa o contrário. no udemy os cursos práticos tem um preço justíssimo. e não incluo em ‘curso teórico’ coisas como a ‘casa do saber’ fez ou faz. aí já é palestrinha gourmet mesmo.

    2. Mas o texto diz que o Brasil sozinho corresponde a 20% do mercado consumidor…
      Eu não sou da área, mas queria fazer alguns de front end e python, just because.

      Quanto aos Moocs, há muitos anos tentei fazer de matemática e física (estudava engenharia na época) e um de história da arquitetura. Todos gratuitos, mas não dei contar me disciplinar para ver as aulas.

      1. Realmente, agora eu li direito e vi essa informação, estranho mesmo então…seria legal saber o motivo então. Para fazer esses Moocs eu dedico um tempo fixo por dia, dessa forma costuma dar certo para mim sem maiores dores de cabeça.

        1. Disciplina de estudos foi algo que eu infelizmente perdi a pouca que tinha e tá difícil/demorado recuperar.

          Outro lance que me dificultou é que eu tenho uma facilidade imensa de me dispersar quando escuto voz em outro idioma, e no meio dos ehhh ahnn então… na época eu não sacava a maravilha de ver um vídeo acelerando-o

          1. Eu uso aquele Pomodoro também para evitar o cansaço, não é nada muito científico ou sofisticado, então talvez (ou provavelmente) não funciona para todo mundo.

  8. Não sou muito de assistir série, pois prefiro anime, mas estou assistindo Sons Of Anarchy e cara, que série sensacional, nível de tensão, de superar expectativas e de surpreender são sensacionais. Super recomendo.

    Lembro que tinha no Netflix há um tempo, mas não está mais lá, e não se encontra em nenhum local de streaming ou aluguel na internet.

    1. Se gostar até o final, recomendo o spin off: Mayans MC.

      Você está em qual episódio?

      Uma coisa inegável dessa série é a trilha sonora. Qualidade ímpar para quem gosta de rock.

      1. Sim, um amigo comentou sobre, é boa também?

        Acabei de ver o episódio 11 da terceira temporada (colocarei o spoiler abaixo pra ninguém pegar); aliás como se faz pra escrever e sobrepor um uma faixa preta que mostra a frase quando passa o mouse / dedo por cima? via muito isso quando tentava ler os comentário no gizmodo.

        Sim, adorei o rock, ainda mais a abertura, a música fica na cabeça e não dá vontade de pular (como faço com toda série e anime que assisto)

        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        .
        ..
        Ele acabou de pegar o Abel de volta.

        1. Sim, acho muito boa e há uma mudança interessante, já que o protagonista de Mayans é apenas um prospect. E trilha sonora latina está muito boa também.

          De todas as temporadas de SoA, acho a terceira mais fraca, apesar de ser importante para o contexto geral da série.

          1. estava em dúvida se iria assistir, mas vc falou que é um novato já lembrei do meio-saco.

            pq é a mais fraca? por causa da busca do abel?

      2. Rapaz, bem lembrado. Adorei essa série e tinha esquecido do spin off. Sabe se tem em algum serviço de streaming?

  9. Hoje o Meio compartilhou um ensaio escrito por Daniel Salgado para a revista Serrote sobre

    como o Fórum UOL Jogos (sim! e porque não outros também) ajudaram a popularizar Olavão.

    https://www.revistaserrote.com.br/2018/11/transgressao-a-direita-por-daniel-salgado/

    Até senti um saudosismo lendo o texto. Não era frequentador do fórum, porque era um lugar muito hostil, mas dava uma passada vez ou outra e lá descobri e aprendi muita muita coisa interessante.

          1. é uma publicação da firma. e achei q tinha a ver com a divulgação e não uma indicação.

          2. não sei. tô de férias!
            deve ter rolado algo no face… mas não fui lá ver.
            se saiu no meio já ajuda bastante!