Post livre #145


11/10/18 às 13h56

Toda semana, o Manual do Usuário publica o post livre, um post sem conteúdo, apenas para abrir os comentários e conversarmos sobre quaisquer assuntos.

Cadê os anúncios?

O Manual do Usuário é um projeto independente, que se propõe crítico e que respeita a sua privacidade — não há scripts de monitoramento ou publicidade programática neste site. Tudo isso sem fechar o conteúdo para pagantes. Essas características são vitais para o bom jornalismo que se tenta fazer aqui.

A viabilidade do negócio depende de algumas frentes de receita, todas calcadas na transparência e no respeito absoluto a você, leitor(a). A mais importante é a do financiamento coletivo, em que leitores interessados sustentam diretamente a operação. A assinatura custa a partir de R$ 5 por mês — ou R$ 9/mês para receber recompensas exclusivas:

Assine no Catarse

Newsletter

Toda sexta-feira, um resumo do noticiário de tecnologia, indicações de leitura e curiosidades direto no seu e-mail, grátis:


Nas redes sociais, notícias o dia todo:
Twitter // Telegram

59 comentários

  1. Vocês já tiveram um celular problemático???

    Tô a uma semana com um Mi A2 e tive a “sorte” de pegar um com o bug da bateria, mesmo desabilitando a digital a bateria continua drenando rápido.

    Fora isso o celular é muito bom, vim de um Redmi Note 3 e sinto falta de uns recursos da Miui, ao mesmo tempo que acho o Android puro legal, acho muito sem graça.

  2. Extensões que eu uso:
    Firefox: Better TweetDeck, Dark Night Mode e YouTube Download Plus.
    Chrome: Better TweedDeck e Dark Night Mode.
    Não, e não uso ad-blocks e nem quero.
    Sugestões e/ou contra-indicações?

    1. eu tento ficar com o mínimo possível, só uso o ublock em casa, e no trabalho ublock + bitwarden

      1. Pra que serve essa Bitwarden?
        E eu adiciono que, com essa nova política anti clientes de terceiros do Twitter, o Better TweetDeck é o melhor “3rd party ‘app'” que está a disposição.
        E é uma pena que só funcione de tablets pra “cima”.

    1. Acho que não. Ainda mais porque eles não trazem nada de realmente novo em hardware. No software tem o Screen Call (que usamos de gancho para dar a notícia aqui) e as melhorias na câmera; mesmo assim, são detalhes.

      Acho curiosa a cobertura que a imprensa especializada brasileira faz de smartphones que nem são comercializados aqui e que a maioria das pessoas nunca ouviu falar/não se importa. Xiaomi, OnePlus, Pixel, linha Surface… Questiono-me muito se essa cobertura tão de perto é relevante para o leitor brasileiro.

  3. Eu acabei de comprar um apartamento e preciso reforma-lo, entretanto eu também estou trocando de trabalho e vou perder minhas férias….mas vou ganhar a recisão por outro lado.

    Eu pretendia usar minhas férias para cuidar da reforma, mas talvez faça sentido contratar um arquiteto com o dinheiro da recisão mais um complemento. É um apartamento pequeno e a reforma seria simples, já que ele é novo, só o banheiro que daria mais trabalho.

    Vou começar a avaliar as possibilidades, alguém tem experiência com isso?

    1. parabéns!
      eu moro num apartamento antigo, porem enorme para os padrões atuais. em contrapartida ainda precisaria fazer a troca das janelas e uma manutenção no banheiro. aí vou tentar juntar uma grana a partir do ano que vem….(faz 3 anos que já estamos nos enrolando pra isso hahahaha)

    2. Grande passo dado hein, parabéns! Você pretende fazer o quê?

      inb4: contrate um arquiteto :)

      1. Obrigado!

        Ainda não pensei muito como fazer, acho que até por isso um arquiteto me ajudaria a decidir melhor.

        O apartamento é um “studio” de 54m quadrados novo, não tem nada nele exceto a pia da cozinha com uns azulejos.

        Além da mobiliar, gostaria apenas talvez de pintar uma parede como “cimento queimado” como está na moda. Talvez dividir o quarto com um drywall, mas acho legal a ideia de dividir com aquelas estantes sabe?

        De reforma pesada, seria.pincipalmente o banheiro que tem somente uma pia branca “padrão” e um vaso. Gostaria de, pelo menos, instalar um box e colocar uma pia com uma pedra para colocar as coisas….como já precisaria quebrar pensei em colocar algum azulejo ou pintura diferente.

        Por fim, a moinha eu precisaria pelo menor por armário e talvez trocar os azulejos feios que estão na parede. Mas isso seria mais opcional.

        1. Ah, total é bom você contratar arquiteto pro seu banheiro e divisão de cômodos. Muita chance de você ter várias dores de cabeça tentando fazer por conta (sem contar o condomínio te cobrar projeto e você ter que recomeçar tudo).

        1. vejo possibilidade com neon tb. e, quiçá, acesso de uma pixadora feminista para arrematar e lembrar o morador de seus privilégios.

    3. Deve ser legal ter um apartamento para poder reformá-lo e decorá-lo da maneira que quiser. Ainda não estou pronto para esse passo — estou no aluguel. Como foi essa tomada de decisão, de comprar um apartamento?

      1. Eu moro com meus pais até hoje, então não pago aluguel, apenas ajudo com as despesas em casa. Isso permitiu que eu fosse guardando sempre alguma coisa no final do mês durante uns bons anos.

        Em teoria, faria mais sentido deixar esse dinheiro investido e pagar um aluguel, mas era uma oportunidade para eu usar o FGTS e acho que é legal ter um lugar realmente seu.

        Estava com isso em mente desde o ano passado, fui acompanhando para ver se aparecia algo interessante e acabei achando uma opção legal no centro da cidade uns meses atrás, um retrofit com preço por metro quadrado bem acessível e um tamanho razoável para 1 pessoa (54 metros quadrados).

        Só que para conseguir a vista, praticamente estou zerado, agora vou ver como faço para reformar a parte “pesada” (trocar piso, revestimento, etc…) sem perspectiva de férias já que vou trocar de emprego semana que vem.

    1. Eu vi e foi muito boa. Tb espero q acabe logo. Mais uma temporada estaria de bom tamanho. Excelente nível até aqui. Não vi um unico episódio desnecessário.

      1. Concordo, para mim pegaram o que havia de melhor no BB e tiraram os excessos.

    2. “O mesmo vale para o meu irmão também, a quem de algum modo dedico este texto – que ele jamais lerá”… irmãos sempre tretando.

    3. Achei o último episódio acelerado em relação aos demais (fiquei com a sensação de que eles tentaram resolver muito rápido vários pontos da narrativa). As temporadas que mais gostei foram a 1ª e a 3ª. A segunda achei que deu uma alongada desnecessária. Já essa última achei que, de um modo geral, eles passaram a dominar de tal forma a construção dos episódios (talvez com a exceção do último) que já não é nada mais excepcional, mas também nunca ruim.

    4. Eu acompanhei BB e Better Call Saul. Não entendi porque esse desejo para que a série encerre logo. Pra mim quanto mais melhor. Eu, hein.

  4. Descobri que a RedeTV aparentemente é um fenômeno no YT em países totalitários:

    https://noticiasdatv.uol.com.br/noticia/mercado/com-pegadinhas-sensuais-em-arabe-redetv-vira-maior-canal-do-mundo-na-webb-22732

    “Sexta colocada no Ibope da Grande São Paulo, a RedeTV! conseguiu se
    tornar líder de audiência… na web. Com mais de 6 milhões de inscritos
    em seu canal no YouTube, a emissora ultrapassou gigantes como Globo (1,7
    milhão) e BBC (5,3 milhões) ao apostar na internacionalização de vídeos
    sensuais dos programas de João Kleber, que ganharam legendas em vários
    idiomas, do alemão ao árabe.

    Devido à rigidez na censura à pornografia em países como Índia, China
    e Arábia Saudita, as esquetes maliciosas com modelos seminuas viraram
    uma válvula de escape para o público masculino desses mercados e se
    tornaram um hit no exterior.”

    1. Pornochanchada rediviva globalmente… Internet totalitaria e vc, tudo a ver.

    2. “Tratamos nossas mulheres com muito respeito!”

      (cinco minutos depois, quando ninguém tá vendo inclusive a esposa respeitada, abre o YouTube e pesquisa por “hot Brazilian twerking”).

  5. E ai, como foi o domingo de eleições? Aqui teve muitas filas e apenas 1 flagrante de boca de urna….

    1. eu fiquei 30 minutos na fila, achei muito pois na outra vez nem teve fila, boca de urna tinha a cerca de 1km do local (é considerado?)

      1. pois é, a ultima eleição foi bem tranquila. agora essa foi um caos! uma confusão por que não há uma ordem logica para a distribuição das sessoes, colocam salas no 2º andar e dificulta para idosos.
        iniciamo as 8h, começou o movimento pelas 9:30 e foi intenso até as 16:30. uma correria só! agora quero ver o 2º turno….

    2. Fiquei 25~30 minutos na fila. O que me chamou a atenção é que a urna não é “multitarefa”: enquanto a pessoa à minha frente está votando, o sistema fica travado, ou seja, não consegue me identificar ao mesmo tempo, o que agilizaria um pouco as coisas. Notei também que o sistema biométrico tinha alguma dificuldade em identificar algumas digitais. E some-se a isso o tanto de candidatos, normal ter demorado mesmo.

    3. Aqui fiquei sabendo na última hora que o Sesi onde eu voto fechou (brigadão
      Skaf, cê é fera ? #sqn). Procurei site do TSE o local novo, que agora é bem do lado de onde eu votava antes. Fora isso, super tranquilo; fiquei nem 10 minutos na fila.
      E que vexame a votação da Marina, hein? Não consigo entender como ela consegue derreter tanto. E em toda eleição ela tem esse desempenho “reverso”.

    1. Por que seria “fake”? O mecanismo é o que menos importa nesse caso — o que fica é a mensagem passada que o episódio transmite. E ele conseguiu passá-la muito bem. É algo no nível da Fonte do Duchamp: uma quebra de convenções, algo que coloca em xeque o que é arte.

      O próprio cara que levantou essa teoria do post argumenta nesse sentido:

      “I still think Banksy is a great artist, and I would definitely not call my theory “facts” at this point,” he told us. “It just seemed like a very fitting conclusion. I think Banksy is ultimately a performance artist and he’s doing a lot to stretch and expand what that means in popular culture.”

  6. vocês tem muita coisa salva para ler/ ver depois? há duas semanas consegui ver tudo que tinha salvo no Facebook, e agora estou fazendo isso no YouTube, falta pouco mais de 60 vídeos…espero não precisar mais desse recurso, rs

      1. No pocket tenho só 2, mas um é de trabalho da faculdade e outro de armário capsula que me serve de referência.

    1. Ia perguntar sobre algo parecido aqui haha…
      Como vcs fazem para gerenciar esse monte de conteúdo que tem disponível por aí, sem se perder e/ou ficar procrastinando?

      Ultimamente tenho usado o feedly para assinar o conteúdo de alguns sites, assim evito ficar visitando o site para ver se tem coisa nova.
      To “usando” o pocket também… mas ainda não estabeleci uma rotina de acessá-lo e ler o conteúdo que vou salvando… então to só acumulando coisa lá…
      Recentemente também “descobri” o reddit, e estou acompanhando alguns assuntos… Ou seja, mais uma fonte de informações.
      Isso sem contar emails, redes sociais e afins!

      Enfim, vocês tem alguma outra dica para melhorar essa relação com esse mar de fonte de informações que temos, e de forma equilibrada?

      1. Minha dica (não exatamente pra gerenciamento, mas pra lidar com o conteúdo) é: ignorar e adotar o botão “marcar como lido” como seu melhor amigo. A real é que não há tempo pra ler TUDO que se passa em todos os sites que você segue (a não ser que você siga pouquíssimos sites). Eu costumo ver somente os títulos das matérias, se me interessa, eu entro e leio o conteúdo, senão, passo. É algo que ocorre naturalmente nas redes sociais: eu lembro que logo quando entrei no Twitter, lá no começo, sempre me perguntava: “como é que as pessoas conseguem acompanhar todos os tuítes de todo mundo?”, e a resposta é: elas não acompanham o tempo todo.

        1. eu faço exatamente isso, e caso tenho interesse no conteúdo mas não dê pra consumir na hora, eu pulo e vejo depois

      2. eu uso o feedly também, não entro mais diretamente nos sites.

        e deixo tudo salvo em poucos lugares, Facebook, pocket e YouTube, aí quando não tenho nada pra fazer entro num deles para consumir o conteúdo

      3. Eu usava o instapaper, ai mandava pro kindle e lia lá. Mas agora que o serviço voltou a exigir assinatura, parece que as coisas deixaram de funcionar direito então to sem ler as paradas

    2. Sim! No Feedly eu até tava conseguindo manter vazio diariamente, mas de uma semana pra cá, perdi o controle. Facebook, nem se fala, o gerenciamento de coisas salvas dele é péssimo. YouTube, eu não sei, salvo algumas coisas lá, mas nem lembro depois.

    3. Sò no facebook são mais de 3k links. Acho que no máximo verei alguns videos…
      A questão é que algumas coisas perdem muita relevância com o tempo, então vira só número mesmo

    4. Eu consigo manter sob controle, acabo sempre lendo alguma coisa do Pocket no caminho para o trabalho e acaba ficando em um nível aceitável de empilhamento.

Os comentários estão fechados.