[Extra] As Big Techs não são amigas do jornalismo

Todo fim de ano, a Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo (Abraji) e a Farol Jornalismo, startup de conteúdo do Rio Grande do Sul, convidam um grupo de pessoas que analisarão os desafios que o jornalismo enfrentará no ano que começa.

Em 2020, eu fui um dos convidados para escrever sobre o impacto dos monopólios digitais no jornalismo. O texto conversa tão bem com o Tecnocracia que resolvi gravá-lo como uma espécie de episódio extra.

Ele faz parte de um especial chamado O Jornalismo no Brasil. Em 2021 que fala ainda sobre saúde mental, jornalismo científico, a tensão entre transparência e privacidade e a relevância do jornalismo negro e periférico. Te aconselho a reservar um tempo para ler.

O título do texto narrado é As Big Techs não são amigas do jornalismo. Se preferir lê-lo, siga o link ao lado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário