[Review] One Touch Idol: por fora, bela viola; por dentro…

Review do One Touch Idol, da Alcatel.

Do anúncio da fabricação de smartphones no Brasil até o lançamento comercial do mais poderoso deles (por aqui), passaram-se cinco meses. Em dezembro, a tempo do Natal, o One Touch Idol ganhou as prateleiras do varejo e a loja virtual da própria Alcatel, uma estratégia diferente que foge das operadoras e tenta entrar em contato direto com o consumidor. Com preço sugerido de R$ 899, o que esperar do Idol?

As fabricantes que se aventuram no segmento mid-range precisam fechar uma conta nem sempre lógica, todas as vezes ingrata: colocar os melhores recursos possíveis sem elevar muito o preço. A Alcatel conseguiu alguns feitos notáveis com o Idol. Em outros aspectos, porém, alguns importantíssimos, deixou claro que não se trata de um smartphone topo de linha. No fim das contas conseguiu fazer um aparelho mediano em vários sentidos.

Vídeo

O One Touch Idol é fino

O acabamento do One Touch Idol é simples.
Foto: Rodrigo Ghedin.

Aos olhos, o Idol é agradabilíssimo. Não há inscrições na parte frontal, que é toda negra (com a tela desligada, óbvio). Os três botões padrões do Android ficam em um painel inferior à parte que se apaga quando o celular está em modo de espera e perde metade do brilho quando um app está aberto. Solução muito elegante, diga-se de passagem. Atrás a Alcatel economizou nos informes e especificações. O One Touch Idol é um smartphone bem bonito. E fino. E leve.

Comparação entre iPhone 5 e One Touch Idol.
Quase tão fino quanto o iPhone, um pouco mais leve que ele. Foto: Rodrigo Ghedin.

O marketing em cima do Idol alardeia bastante sua espessura, de apenas 7,9 mm. Algo notável, mas acho que deveriam dar igual atenção ao peso, já que ele é absurdamente leve. Com 109 g, ao pegá-lo pela primeira vez acreditei que ele estava sem bateria. Não é o caso (a bateria é selada). Ele é leve mesmo. A título comparativo, 3 g mais leve que um iPhone 5. Por ser fisicamente maior, a sensação é de que ele é muito mais leve que o smartphone da Apple.

O toque também revela, infelizmente, características menos empolgantes. O acabamento da parte de trás imita aço escovado, mas é só plástico mesmo. A situação se repete na moldura prata que contorna a parte frontal e a lente da câmera. Ainda que a construção seja firme e emane confiança, não parece um negócio muito requintado.

O One Touch Idol é conservador nas portas e conexões. O de sempre está ali: embaixo, entrada microUSB; em cima, botão liga/desliga e saída de áudio; à direita, botões de volume; em ambos os lados, na parte de cima, as portinholas para os SIM cards. Na frente ficam os sensores de proximidade e luminosidade, mais a câmera secundária e um LED azul de notificações, e atrás a outra câmera, de 8 mega pixels, o flash de LED e a saída de áudio (mono).

A versão vendida no Brasil é dual SIM. Em comparação com a de apenas um SIM card, essa tem mais espaço interno (16 contra 4 GB), mas perde o slot de cartão microSD.

Portinhola para inserir o SIM card.
Foto: Rodrigo Ghedin.

O mecanismo das portinholas dos SIM cards gera certa desconfiança, mas ele funciona bem (tem que forçar, sem medo, o micro SIM até dar um “click”) e não atrapalha o uso. Decisão menos feliz, por outro lado, foi a do posicionamento do botão liga/desliga, no topo. Como é um celular alto, com tela de 4,7 polegadas, alcançá-lo com uma mão é um pouco incômodo. Soluções como a da Nokia com o Lumia 920 e da LG, com o Optimus G Pro, ou seja, de posicionar esse botão no meio da lateral direita.

Desempenho

A exemplo de diversos smartphones mid-range e low-end, o One Touch Idol vem com um SoC MediaTek. No caso, o modelo MT6577, composto por um processador Cortex-A9 dual core de 1 GHz e GPU PowerVT SXG531u.

Traduzindo para a prática, é um SoC relativamente fraco para demandas modernas. Combinado com 1 GB de RAM, a multitarefa nele é decente em boa parte do tempo, mas a execução dos apps fica comprometida pela fraqueza do componente responsável pelo processamento no smartphone, especialmente quando vários estão abertos em paralelo. Alguns mais pesados, como o Chrome, sofrem — e no caso do navegador, mais ainda com um bug ou dificuldade do One Touch Idol em rolar páginas de maneira suave.

Leve, fino e fraco.
Foto: Rodrigo Ghedin.

O teclado virtual ganha pontos pela pureza, coisa rara no universo Android. Às vezes rola um pequeno atraso no registro dos toques, dificulta a digitação veloz. Além do teclado padrão, o Swype também vem no pacote.

A tela do One Touch Idol, uma LCD com painel IPS, é boa: brilho legal, boa fidelidade de cores e tamanho ideal (4,7 polegadas) e revestida com Dragontail, da japonesa Asahi Glass, concorrente do Gorilla Glass, da Corning. Tudo muito bom, exceto por um detalhe: a resolução, qHD (540×960), que resulta em 216 pixels por polegada. Nesse nível vários elementos aparecem meio borrados na tela e embora ela não seja um desastre completo, quem se acostumou com telas de alta definição sente falta de alguns pixels extras.

Sobre a bateria, apesar de 1800 mAh, ela segura bem um dia de uso normal. A Alcatel oferece uma opção, nas configurações do Android, para inicialização rápida. Não sei se há alguma perda ao ativá-la e, se não, por que ela vem desativada por padrão; funciona muito bem, é um dos smartphones mais rápidos para ligar que já vi. Pena que essa ação seja tão rara no manejo desses aparelhos — na prática, é uma “vantagem” raramente notada.

Câmera

Câmera fraquinha a do One Touch Idol.
Foto: Rodrigo Ghedin.

Com 8 mega pixels e uma lente com abertura f/2,2, a câmera do One Touch Idol é decepcionante. Ela é lenta em mais situações do que se esperaria, distorce com facilidade e deixa a desejar em detalhamento e quantidade de ruído. Seria uma câmera legal em um smartphone de entrada; em um intermediário, a precariedade assusta.

Veja a distorção que a lente faz na veneziana (desenhei linhas vermelhas para facilitar):

Exemplo de foto feita com o One Touch Idol.
Foto: Rodrigo Ghedin.

Abaixo, detalhe de uma foto tirada ao ar livre com crop de 100%. Note a granulação excessiva:

Foto em 100% feita com o One Touch Idol.
Foto: Rodrigo Ghedin.

Abaixo, uma galeria com fotos tiradas em diversas condições, todas nas configurações automáticas:

Ela também faz vídeos em alta definição (720p, 30 quadros por segundo). A exemplo das fotografias, na captura de vídeos o One Touch Idol não se destaca. Veja um exemplo no vídeo review, lá em cima.

Android

O One Touch Idol vem com o Android 4.1.1.
Foto: Rodrigo Ghedin.

Na parte do software, o One Touch Idol sai de fábrica com o Android 4.1.1 modificado. Os ícones padrões foram alterados e, junto com os dos apps da Alcatel (alguns úteis, até), ganham consistência: todos têm o formato de um quadrado estourado. Pena que os apps baixados no Google Play não sigam esse padrão e acabem quebrando a harmonia dos apps padrões.

As mexidas no Android são evidentes, mas menos agressivas que as de outras fabricantes. A área de notificações, por exemplo, tem bastante espaço para as notificações — por mais absurdo que a declaração soe, isso costuma ser um problema real com skins do Android. A Alcatel colocou apenas uma fileira de atalhos rápidos, enorme, que poderia ser mais útil se fosse personalizável.

Android modificado, mas ainda assim apreciável.

Diversas áreas do sistema ganharam tons brancos e azuis, ora elegantes, ora destoantes — a textura de fundo do app de mensagens é um desses pontos esquisitos. Alguns extrapolam o aceitável no bom sentido e são belíssimos, como a animação de recarga da bateria na tela de bloqueio. Não é o tipo de coisa que você vê toda hora, mas essa atenção aos detalhes conta alguns pontinhos no conjunto da obra

Entre os apps nativos, a Alcatel fez um bom trabalho ao suprir as lacunas do Android puro. Há apps de rádio, gravador de voz, lanterna, um gerenciador de arquivos (dispensável, mas não atrapalha e eventualmente pode ser útil), lista de tarefas, app de anotações e outro para previsão do tempo. Ele vem com demonstrações de alguns jogos da Gameloft e acesso a serviços da própria Alcatel, como uma interface de backup das configurações via Dropbox ou Box, compartilhamento de arquivos, suporte e assistente de configuração. Apps padrões, como o de música e vídeo, também foram modificados — nada drástico. E, claro, tem algumas coisas dispensáveis, como um antivírus.

Solução elegante para os botões padrões do Android.
Foto: Rodrigo Ghedin.

O One Touch Idol aceita alguns gestos. O clássico virar a tela para baixo coloca chamadas e o alarme no mudo. Para mudar de música, você pode balançar o aparelho. O inédito? Coloque a palma da mão sobre a tela para bloqueá-la.

No geral o Android do One Touch Idol não é tão bom quanto o sistema puro, e estar três versões atrás da última já é algo que preocupa. A modificação que a Alcatel faz no sistema para o One Touch Idol, apesar dos problemas é menos dramática (e mais aceitável) que as de outras do mercado.

Seria bom se fosse mais barato

Podia ser melhor.
Foto: Rodrigo Ghedin.

O One Touch Idol ainda entrega 16 GB de espaço interno, sem possibilidade de expansão, ao usuário. No Brasil, está disponível em três cores: prata, preto e rosa.

Há boas coisas a se gostar no aparelho, embora suas características negativas sejam consideráveis também — como disse lá em cima, é um smartphone misto, com altos e baixos, fazendo jus ao patamar em que se encontra, o intermediário.

Por R$ 899 (já com os abatimentos fiscais da Lei do Bem), é difícil justificar sua compra. Nessa faixa de preço aparecem o Xperia M, da Sony, também dual SIM e com especificações levemente melhores, e os velhinhos-porém-em-forma da LG, Nexus 4 e Optimus G, que em promoções chegam a preços ainda mais baixos que o sugerido pela Alcatel e são aparelhos bem melhores. E ainda tem o Moto G, implacável no custo-benefício do segmento mid-range.

Na leveza e beleza, ou seja, nos fatores externos, o One Touch Idol é cheio de acertos e se destaca dos demais. Só faltou à Alcatel caprichar mais nas entranhas do aparelho.

Compre o One Touch Idol

O Manual do Usuário é um blog independente que confia na generosidade dos leitores que podem colaborar para manter-se no ar. Saiba mais →

Acompanhe

  • Telegram
  • Twitter
  • Newsletter
  • Feed RSS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

97 comentários

  1. numa boa comprei um alcatel pixi 4 color e to feliz ele é leve verssátil vem com 4 capas e não coloca o sim card do lado e sim dentro do aparelho ao lado da bateria to usando meu pixi4 colore ele ta maravilhoso já veio com android 6.0.

  2. Ola estou com a tela do meu one touch trincada e gostaria muito de trocá-la pois nao encontro ja procurei em vários lugares e estados por favor se alguem souber onde posso trocar me avise pois é um otimo aparelho nao queria perder ele fico grata se alguem me ajudar .
    flaiellyarias.miranda@gmail.com

  3. comprei um celular aucatel one touch + não conssigo
    instalar o whatsapp. pois por mais que acerte o relogio
    diz que o relogio esta errado obs coloco o fuso horario
    brasilia distrito federal. e fala que esta no horario de fernando de noranha
    e mesmo que coloque automatico pela rede não resolve. auguem poderia ajudar?

  4. O Rodrigo conseguiu fotografar uma lagartixa no muro! Muito show!!
    E suas explicações foram excelentes, gostei. Valeu.

  5. Eu tenho onetouch Aff não tem um ano que tenho o touch trava as 3 teclas no visor, não
    taco na parede porque preciso LIGO e desligo varias vezes, excluo aplicativos porque dizem que pode ser isso. Liguei no 0800 não sei quanto tempo fiquei na espera e não fui nem atendida, mandei email uma vez e nem um oi idiota de resposta, acho que o cel é bom só no início uso diariamente para trabalhar tbm em outubro fará um ano que estou com este aparelho. Que assistência onde tem, quem me da respostas 769,90 jogado fora será?!

  6. Eu tenho onetouch Aff não tem um ano que tenho o touch trava as 3 teclas no visor, não
    taco na parede porque preciso LIGO e desligo varias vezes, excluo aplicativos porque dizem que pode ser isso. Liguei no 0800 não sei quanto tempo fiquei na espera e não fui nem atendida, mandei email uma vez e nem um oi idiota de resposta, acho que o cel é bom só no início uso diariamente para trabalhar tbm em outubro fará um ano que estou com este aparelho. Que assistência onde tem, quem me da respostas 769,90 jogado fora será?!

  7. BOA TARDE. TENHO ESTE CELULAR. GOSTO MUITO E ME ATENDE EM TUDO O QUE PRECISO. MAS ESTOU COM UM PROBLEMA: NÃO CONSIGO DIMINUIR O TAMANHO DAS FOTOS PARA QUE AS MESMAS SIRVAM, POR EXEMPLO, DE PAPEL DE PAREDE DO CELULAR. ALGUÉM PODE ME AJUDAR? OBRIGADA!

  8. Troquei meu Galaxy que vivia dando pau por um Idol e não me arrependo. Paguei menos do que o valor postado. De tudo o que foi dito, só concordo com a qualidade da câmera. Realmente, as fotos não são boas. E também só consegui capas adaptadas por aqui. Para ter uma que coubesse certinho, tive que mandar vir da China, via AliExpress, o que demorou séculos. Mas estou muito feliz no geral com meu Idol. Melhor smartphone que já tive, levando em conta meus parcos recursos e ainda mais vivendo no Rio de Janeiro. Não vou dar uma fortuna para ladrãozinho levar meu aparelho.

  9. Preciso saber como faço para criar um novo usuário tipo o primeiro ícone quando você abaixa de cima para baixo no Android do ALCATEL ONETOUCH POP C7

  10. Gostaria de saber para onde envio meu telefone alcatel para consertar. Ele não caiu, nem molhou e apagou de uma vez mesmo estando carregado. Não ligou mais, e já levei em muitos lugares que conaertam telefone, e todos dizem que não tem jeito. Eles nem abrem o teefone, pq dizem que a bateria é selada. E aí hou ficar no prejuízo? Meu telefone é novo.Preciso dos números que estão na agenda do telefone. Moro em New York, quero um lugar que conserte alcatel.

  11. Gostaria de saber para onde envio meu telefone alcatel para consertar. Ele não caiu, nem molhou e apagou de uma vez mesmo estando carregado. Não ligou mais, e já levei em muitos lugares que conaertam telefone, e todos dizem que não tem jeito. Eles nem abrem o teefone, pq dizem que a bateria é selada. E aí hou ficar no prejuízo? Meu telefone é novo.Preciso dos números que estão na agenda do telefone. Moro em New York, quero um lugar que conserte alcatel.

  12. Comprei esse aparelho essa semana por 460 reais no shoptime, ou seja, um dos poucos defeitos que vc citou, o preço fora da realidade dos intermediários, ja foi resolvida.

  13. olha eu tenho um Alcatel Idol one touch de 16 GB e comigo funciona perfeitamente sem nenhum travamento as fotos que tiro com ele se saiu melhor que a do moto g 1ª geração jogos sem travamentos aplicativos rodando bem leve embora o processador seje 1. 0 ele funciona melhor que meu lg l80 que vira e meixe da uns travamentos.

  14. o titulo esta péssimo. Atualmente acho o prata por até 400 reais, comprei um rosa por 280 e acabo de comprar um preto por 400. jà tive um prata e troquei pelo t2 da sony, me arrependi. o principal defeito mesmo é não atualizar o android,

  15. Comprei o celular pra mim e pra minha esposa,tive duvidas mas realmente o aparelho e lindo tem aplicativos a mais que os concorrentes ,o aparelho e ótimo estou a 7 meses nunca tive problema recomendo!

  16. Nao encontro capas e nem peliculas para o alcatel idol..alguem sabe se a ade algum outro smartphone da certo?qual?

  17. Olá, li a matéria e também os comentários. Gostaria da opinião de vocês e principalmente do autor da matéria. Hoje esse mesmo Alcatel Idol está bem abaixo do valor que está na matéria, sendo assim, compensa eu comprá-lo e dar de presente para minha mãe de 60 anos? Ela tem Facebook, os amigos dela tem WhatsApp, ela trabalha como autônoma e já sugeri para que ela use o PagSeguro para parcelar as vendas, tem conta no Itaú…enfim entendo que ela tem muito a ganhar em ter um smartphone em vez de ficar com seus celulares velhos (sim, ela tem dois). A minha dúvida é se esse Alcatel Idol já enquadra certinho nas necessidades dela ou é melhor o Moto E, LG, Samsung, etc…será que já está bom o Android 4.1 ou é melhor pra uma pessoa de 60 anos usar um Android Kit Kat? Duvido que ela pegue gosto de jogar mas mesmo que queira nada mais do que jogar “crash crush saga”. Ela está até fazendo curso de informática e até pensei em vez de Android o Windows Phone justamente por causa do curso. O que acham sobre isso? É que eu quero comprar pois se esperar dela não vai nunca e se esperar de outros irão dar um aparelho qualquer que tenha android mas não pensaram nos detalhes. Uma coisa que levo em consideração é mandar SMS, por isso pensei em telas de 5″. Será que Alcatel Idol já está bom ou é melhor pensar em marcas renomadas e modelos superiores pois será mais fácil pra ela manusear? Obrigado pessoal!

  18. olá (: só queria saber sobre as cores… porque em nenhum site mostra a cor “preto”… somente prata, cinza e rosa… esse celular nao foi fabricado da cor preta? ou o “preto” que voces dizem que foi lançado no brasil na real seria o cinza? porque pelo menos nas fotos é a cor mais aproximada… por favor tirem essa duvida rs

    1. Postei sem ler os outros comentários. Vi que ele esteve ainda mais barato mas, será que mesmo assim, não se corre o risco de ele ter problema (como o cara do vídeo)?

        1. Todo produto está sujeito a falhas e defeitos de fabricação, da Alcatel à Apple. Não tem jeito, é para isso que existe RMA. Se o suporte é ruim, aí é outra história — e não sei dizer como é o da Alcatel no Brasil.

          1. Rodrigo, a questão é que não há preço teoricamente baixo que justifique os possíveis e estressantes problemas que um produto de baixa qualidade pode provocar… Daí o justo questionamento.

          2. Concordo, @alexandre_abreu:disqus, mas aí estamos falando de coisas diferentes (produto ruim != problema de fábrica). O One Touch Idol é um smartphone bem intermediário, como disse no review, mas por R$ 399 passa a ser um bom negócio. Ponto. Se vem com problema de fabricação, é outra história. Pode acontecer, da mesma forma que pode acontecer com outros produtos de outras fabricantes.

          3. O problema pode não ser apenas um eventual problema de fabricação. Pode ser de qualidade das peças utilizadas. Aí não tem santo que dê jeito. É dor de cabeça de tempos em tempos garantida. Isso é que precisamos verificar atentamente…

          4. Ah sim, entendi. Isso só um TEARDOWN profundo de uma unidade responderia… A única coisa do Idol que é meio zoada e dá para sacar de cara é o SoC, da Mediatek. Fica atrás dos equivalentes da Qualcomm. Quanto à qualidade dos demais componentes, como memória, difícil dizer, principalmente porque nesses testes fico com o aparelho, no máximo, por um mês (geralmente bem menos)…

          5. Nesse aspecto, você tem razão. Por 379 ele sai barato e (quase) no preço de um Galaxy Y e, imagino, que se sai melhor que este e que o Pocket.

          6. Valeu Rodrigo. Acho que o medo da gente acaba impedindo que essas empresas cresçam mas… fazer o quê? É igual ao Conserta, conserta, estraga né? Ganha fama e deita na cama.

  19. E o trivial? Ele faz e recebe chamada com eficiência? Ou seja, qual a qualidade do alto-falante e do microfone?

    1. Espera: você está dizendo que esse aparelho… faz ligações!?

      Brincadeira! :-D Paulo, algumas coisas eu tomo como básicas e nem incluo nos reviews porque se presume funcionam bem. Nesse grupo entram chamadas, recepção, funcionamento do Wi-Fi e alguns outros parâmetros. Sempre testo tudo isso e só cito nos reviews se o comportamento não for o esperado — para o bem ou para o mal.

      1. Nunca vi review que descreve o óbvio nos smartphones: as chamadas. As pessoas dão mais valor as funções multimídia do aparelho do que o principal, que é efetuar e receber ligações.

  20. Moto G é legal, o único problema é que a câmera não dispõe de temporizador. Acabei de compra esta alcatel, devo recebe-lo nos próximo dias, espero que não seja esta droga que falam nos comentários, a impressão que tenho é que as criticas são pelo fato dele ser de uma empresa menor, que falhou no marketing do que propriamente pelo desempenho do aparelho, mas isto só saberei daqui umas semanas depois de usa-lo. Ai terei a propriedade para dar minha opinião, afinal terei experimentado os dois aparelhos citados.

    1. Temporizador? Existem aplicativos na Google Play com isso, bastante aplicativos, solução para isso você tem fácil.

      E outra, se 90% dos comentários falam que o aparelho é uma droga, você ainda assim acha que o mesmo não vai ser?

      Me desculpe, mas você deixou de comprar um aparelho praticamente oficial, com versão atualizada do Android por bastante tempo para um aparelho 2 vezes mais caro e provavelmente vai ficar preso para sempre na versão Android 4.1

      1. Saulo, depende muito do preço que ele pagou… Se foi por 474,05 por exemplo, acho que foi boa compra, afinal, um aparelho de 16GB, dual chip e dual core de 1Ghz não sai por menos de 600 reais por aí geralmente. Resta saber se não vive travando nem quebrando a tela do nada, como aconteceu com uma pessoa que comentou mais acima.

        1. Pessimo aparelho arrependimento grande depois vou fazer um video e colocar no youtube pra mostra os defeitos comprei no mês 04 e em uma semana deu defeito. Paguei R$ 647,00 erro paguei não toquei fogo em R$ 647,00.

  21. Comprei o idol por 474,05 no efacil e estou satisfeitissimo.. levando em conta q n sou um cara viciado em games p celular :D

    1. Amigo estou com o meu alcatel onetouch e o visor dele rachou não sei como uso ele com a capinha de couro liguei na garantia falaram qe a garantia não cobre me deram o numero da assistencia tecnica gauss telecon e os mesmo cobraram R$ 300,00 pela troca fora o envio pelos correios, o aparelho custa uns R$ 500,00 estou com o aparelho danificado sem poder trocar.

    2. Eu idem. Acredita que faz 7 dias que estou com o Idol e até agora não abrir nenhum jogo? Vou fazer agora por conta da curiosidade.

    1. o f@#$ do moto g é que depois que vc pega um celular fino, igual ao idol, pegar o moto g é como segurar um tijolo.

  22. Olá, estou procurando um novo celular, sei que o Moto G é o melhor, porém não gosto do estilo do Moto G e achei este muito mais elegante!!!

    Porém preciso da opinião de alguém que possui o celular sobre os aplicativos?? Quero a memoria de 16 gb para instalar muitos aplicativos, alguém sabe se ele possui problemas de : – interrupção de aplicativos? – aplicativos apagarem ou sumirem misteriosamente?

    Quero muito este celular, porém tenho medo dele ter problemas como outros celulares que tive.

    1. O Moto G não é melhor… É MUITO melhor. Só de ter um processador snapdragon quadcore de 1,2Ghz já dá pra se fazer uma idéia. Tenho um, de 16GB. Bom demais.

      1. O Moto G é melhor, apenas isto. Não chega a ser muiiito melhor. Pelo preço que paguei, $475,00, o Idol é melhor.

  23. Sinseramente, deu com uma mão e tomou com a outra. Tem 16 gigas de memória mas não suporta cartão micro SD. Tudo bem que é bastante memória, mas quando se falar em aplicativos, jogos, músicas e videos de sua preferência, a capacidade não irá significar muita coisa, ainda mais sabendo que não terá atualização para o andróid 4.2. Posso dizer que este já nasceu morto, contudo ainda pago 450 reais. Bonitinho mas ordinário!!!

    1. Estou pensando em comprar esse celular, mas ainda queria saber sobre a câmera frontal, que apesar de ser de 2 mp não sei se é boa de vdd.

      1. Amigo é muito boa a camera frontal de dia parece de 5mp,o aparelho tenho ele tem 1 mês gostei muito so que ele apresentou um problema a tela de notificação ta dando interferencia quando voce digita ou navega liguei no suporte da alcatel muito rapido o atendimento ja tou com o codigo de acesso pra enviar o aparelho fora isso o aparelho é bom, muito leve e bonito.

        1. Isto ai não tem preço. Respeito aos consumidores, tem empresas de nome por ai que estão dando bananas para seus consumidores. A Motorola esta ignorando o fato de alguns Moto G terem telas de açucar, encostou trincou.

      2. Ola Danielle Souza. Eu comprei esse aparelho e a câmera frontal como a maioria dos smartphones deixa a desejar. Não é das piores, da pra tirar foto legal na claridade. Mais a noite ou local escuro não é mt boa não.

    2. Vou comprar! No magazine tá 616 o povo aqui fala que é ruim e que não aí aguentar jogos…. Tenho tablet pra isso! E já testei ele a câmera frontal é melhor do que muitos aí até melhor que do Moto G! Processador maravilhoso pra redes sociais e tal. Mas se for pra jogos n compre que claro vai decepcionar se quer jogos compra um tablet e deixa o celular só pra redes sociais que ao trava meu amigo comprou no lançamento no Brasil e tá ótimo até hoje só com aplicativo de fotos e redes sociais

      1. Vitor, está por menos ainda no americanas. Link mais acima. Se já tiver comprado, conta como é (se gostou).

  24. Por esse preço, com certeza fica difícil comprar.

    Acho que até um usuário comum pela marca vai mais atras de um Sony ou Motorola.. mas Alcatel? Celular? Duvido muito.

    Melhor ainda um iPhone 4 pelo preço :)

  25. Como já bastante salientado pelo Ghedin e também nos comentários, o aparelho tem seus méritos, mas peca na relação custo-benefício. Mas acho que temos que considerar a situação atual no mercado de smartphones. Hoje em dia são tantas opções que até quem é mais antenado em tecnologia como nós pode ficar perdido. O que dirá os consumidores comuns. São opções demais e informações de menos. Vejam que nas lojas varejistas a informação é escassa. Muitas vezes faltam informações básicas como resolução de tela ou quantidade de memória RAM. Outras dados como capacidade da bateria NUNCA são informadas. Nesse contexto, de dezenas de opções e quase nada de informação o consumidor comum acaba optando pelo mais bonito, na sua concepção, e aí o Alcatel Idol pode conseguir o seu espaço ao sol.

    PS: Mas que distorção absurda na veneziana, hein? Porém se não fosse a edição do Ghedin com as linhas vermelhas talvez eu não notasse…

  26. Olha, eu compartilho a opinião do Ghedin, o problema maior dele mesmo é o Moto G que chegou aí pra complicar toda a situação.

    Porque tirando ele eu não vejo muitas opções melhores no nosso mercado de smartphones médios não viu (percebam que eu digo mercado médio, Nexus 4 e Optimus G são aparelhos de linha alta que estão com preços fora da realidade). Os concorrentes que foram lançados mais ou menos por isso seriam o LG L7 Dual, Galaxy Win Duos e mais alguns outros que não lembro agora. Esse aparelho não perde muito pra eles não.

    E essa questão do design eu acho que faz bastante diferença. Eu mesmo que sou um cara que pesquisa muito antes de comprar um smartphone, eu acho que corro risco de chegar numa loja e me apaixonar por um aparelho desse pela espessura e peso, isso é algo que sempre fez bastante diferença pra mim nos telefones. Por isso acho que eu corria esse risco.

    Mas se for analisar telefone por telefone mesmo, não existe o menor motivo pra escolher esse aparelho no lugar do Moto G.

  27. Realmente o aparelho é fraco demais perto das opções atuais do mercado.
    Arrisco dizer que não vale mais do que R$ 399 considerando que temos Nexus 4 vendidos a R$ 800 regularmente até tempos atrás.
    Ou Moto G por R$ 699 (com fone sem fio da Sol). Simplesmente a concorrência tem coisas bem melhores.
    Mas infelizmente a massa de consumidores não pensa racionalmente. Devemos lembrar que nós, leitores do “manual”, somos um nicho de mercado, e estamos atentos a todas essas nuances de custo x benefício. Infelizmente ainda leva mais alguns anos pro “usuário comum” aprender a comprar um bom smartphone. Eles ainda estão comprando o seu primeiro, precisam sofrer bastante ainda.

    1. R$ 399 seria muito barato. Se a Alcatel colocasse ele à venda por uns R$ 600, ficaria interessante. O grande problema do One Touch Idol é um certo concorrente, o Moto G. Ele pegou todo mundo de surpresa — além da Alcatel, a Sony também colocou no mercado, em dezembro, um aparelho inferior custando mais, o Xperia M por R$ 899.

    2. Moto G com fone da SOL Republic por R$699,00?? Da última vez que vi no site oficial da motorola no brasil estava custando R$999,00, se estiver nesse preço agora realmente não tem concorrência.

      1. 699 foi o preço mais barato até hoje pro G Music. Mas, comprei um pra meu afilhado por uma baita promo, 770. Fiquei com um fone pra usa no meu Nexus 4 e deixei o aparelho com ele.

  28. Tela com 216ppi para esse faixa de preço é inaceitável, assim como essa câmera…
    Em todos os quesitos um Moto G ganha e ainda custa menos. Também deve-se considerar que alguns topo de linha da geração passada estão nesse preço, como o Nexus 4…

    Enfim, é realmente difícil considerá-lo uma boa compra.

    OFF: Ghedin, pretende fazer um compilado das novidades da CES? Acho que seria bem interessante :D

      1. Amigo não conhecia esse celular comprei ele hoje por R$ 620,00 achei o preço bom e a configuração, mais como vi em seu site entre ele e o moto G, o moto G é melhor ?

  29. Com as opções que temos hoje, esse aparelho deixa a desejar. Mais pagamos pelo design do que pelo produto em si. Fico com a opinião do editor, se fosse mais barato seria melhor. Sem dúvida conseguiria o mercado rápido assim como o recente MotoG.

  30. A primeira vista parece ser bonito (principalmente por ser fino e leve), mas o processamento desse aparelho realmente parece ser um verdadeiro lixo, vale mil vezes mais apena um Nexus 4…

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!