O que tem na sua mochila, Leandro Souza?


3/4/17 às 11h01

Foto do Leandro Souza.

Formado em jornalismo pela Unisinos e pós-graduado em Jornalismo Online pela Feevale, tudo lá no Rio Grande do Sul, Leandro Souza já foi até balconista de videolocadora. Começou sua carreira no Baguete, site especializado no mercado de TI, onde trabalhou por quatro anos como repórter. No último ano, foi editor de conteúdo do Canaltech. Atualmente, atua como jornalista freelancer de tecnologia, dividindo seu tempo entre o ofício e suas paixões: videogame, discos de vinil, filmes, família e seu cachorro.

Itens listados da direita para esquerda [coisa do Leandro, só pra ser do contra].

1. Mochila TNG: uma mochila barata que comprei há uns sete anos, a única que achei naquela época que conseguia comportar confortavelmente o notebook que eu tinha (um monstro de 17 polegadas da HP). Já troquei de notebook duas vezes desde então.
2. Notebook ASUS K555L 15″: notebook que comprei há uns seis meses, meio que na pressa, depois que meu note anterior entregou os pontos. Intel Core i7, 8GB de RAM, placa GeForce 940M para não engasgar enquanto eu edito vídeos. Para uma compra emergencial, não tenho do que reclamar.
3. Fones Audio-Technica ATH-M50x: eu tinha comprado esse fone originalmente para usar em casa, ouvindo meus discos. Dentro da mochila, eu usava um AKG velho de guerra. Entretanto, como sou um fanático por boa qualidade de áudio, acabei me viciando nesse fone aqui e agora carrego ele na mochila, sempre com o maior cuidado.
4. Bloquinho de anotações: enfim, é um bloco onde faço anotações, seja quando tenho alguma ideia interessante ou quando participo de alguma coletiva (esqueci de colocar a caneta na foto, mas eu sempre carrego caneta também, ok?).
5. Loratadina: rinite é uma merda, não acham?
6. Altoids: essas balas (ou pastilhas) de menta são um vício que adotei há uns dois anos, depois que comecei a viajar mais para fazer coberturas de eventos de TI no exterior. Estou sempre estocando latas dessa pastilha.
7. Webcam Logitech C270: webcam que comprei uns meses atrás, depois que comecei a trabalhar remoto. Para fazer videoconferência está mais do que bom: tem um microfone decente, que uso até pra fazer podcasts, e capta imagem em 720p.
8. Bateria portátil Xiaomi: ganhei isso dois anos atrás em um evento da Xiaomi em São Paulo e não sai da minha mochila desde então. Tem 10.400 mAh e “salva vidas” quando não há tomadas por perto.
9. Óculos de sol Chilli Beans: um óculos barato para ter sempre na mochila, em casos de sol forte ou ressaca forte (o Rayban caro fica no carro, hahaha).
10. Nintendo Switch: aquisição recente e novo escolhido para ser o console portátil da mochila. Antes era um Playstation Vita e antes disso era um PSP. Já estou com umas 40 horas no novo Zelda uma metade disso foi em modo portátil.
11. Necessaire: uma que ganhei de brinde em algum evento. Escova de dentes, desodorante, um “perfuminho”. Nunca se sabe quando vai precisar.
12. Mouse wireless da Microsoft: odeio touchpad do notebook.
13. Fones de ouvido bluetooth Taotronics: sim, carrego dois fones na mochila. O Audio-Technica eu uso quando estou jogando o Switch em algum lugar seguro ou quando monto meu escritório remoto em algum lugar. Mas quando estou andando por aí, esse é o fone de escolha. É sem fio, o que é ótimo, e tem uma qualidade de som bem satisfatória.
14. Pateta Repórter Edição Definitiva: não costumo carregar livros na minha mochila – na verdade não costumo ler muitos livros (desculpa aí). Entretanto, estou sempre com alguma revista ou gibi na mochila, pois gosto de leituras rápidas. Essa coleção do Pateta eu comprei recentemente no aeroporto, pois sempre ouvi falar bem delas. É uma compilação de fumetti, quadrinhos feitos na Itália, e tem histórias com um humor super referencial e inteligente. Ainda não terminei, mas estou achando excelente.
15. Carregador de celular: obrigatório.

Mochila do Leandro Souza.
Clique para ampliar.

Nota da editora: “Na mochila” é uma seção semanal do Manual do Usuário que apresenta o interior das bolsas e mochilas de leitores, colegas e amigos. Veja as outras mochilas já publicadas e mande a sua.

Assine o Manual do Usuário

Ao acessar este blog, você não é rastreado ou monitorado por empresas como Google, Facebook e outras de publicidade digital. A sua privacidade é preservada. O Manual do Usuário tenta viabilizar-se por métodos alternativos e éticos. O principal é o financiamento coletivo. Colabore — custa a partir de R$ 9 por mês:

Assine no Catarse

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

34 comentários

  1. Finalmente alguém que, como eu, não carrega o celular na mochila! hahahaha

    ok, virou tradição mostrar o aparelho. Tipo um mochila + bolso. rs

        1. Hoje em dia está compensando mais pegar o modelo com quickcharge 2.0 que é bem mais fina que essa e preço similar. No Aliexpress você encontra.

  2. Qual o modelo desse Taotronics? Estou procurando um fone Bluetooth barato, até agora minha opção seria o Meizu EP-51, sabe dizer qual é melhor?

      1. Estou pensando em comprar um o BH16, consegue comparar ele com um fone apple ou desses aparelhos mais avançados? valeu :)

  3. Eu tentei usar fones grandes assim na rua (tenho um Sony XB920) mas pra mim não rola, odeio estar chamando atenção. E quer queira ou não, as pessoas olham mesmo haha. Essa bateria da Xiaomi realmente salva vidas. Comprei 2 assim que lançaram por aqui, uso principalmente em viagens. também fiquei curioso com a webcam, a do notebook não quebra o galho? Curti tbm os adesivos do GoW.

    1. Ae, dotor. Dificilmente uso o AT andando na rua, mas to sempre com ele quando saio com o notebook. Quando monto meu escritório remoto em algum lugar, sempre saco ele. Quanto à webcam, a do notebook é uma droga. E sim, adesivos do Gears e do Overwatch, hehe.

  4. Rapazzzzz, que mochila de respeito, hein?! rs
    Eu namoro esse fone da Audio-Technica faz tempo, mas ainda não criei coragem pra pagar o tanto de temers que cobram por ele aqui.