Microsoft apresenta oficialmente o Windows 11

A Microsoft anunciou oficialmente o Windows 11 nesta quinta (24). A nova versão do sistema chega ainda em 2021 e trará as seguintes novidades:

  • Novo visual, com a barra de tarefas (incluindo o menu Iniciar) centralizada.
  • Novo menu Iniciar, sem tijolos (“live tiles”).
  • Loja do Windows reformulada, e agora com suporte nativo a aplicativos Android em parceria com a Amazon Appstore.
  • Layouts pré-configurados para múltiplas janelas (layout Snap).
  • Teams integrado ao sistema.
  • Novo painel de widgets.
  • Para jogos (Xbox), Auto HDR e nova experiência do Game Pass.

A Microsoft já oferece um aplicativo para verificar a compatibilidade de computadores com o Windows 11.

Por último, mas não menos importante, o Windows 11 será uma atualização gratuita para computadores que já rodam o Windows 10 e continuarão compatíveis com a nova versão. Esta será a primeira versão do Windows disponível apenas em 64 bits (apps 32 bits continuarão funcionando nela, porém).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 comentários

  1. Coincidentemente todos os processadores aprovados pela Microsoft são de 2018 pós Meltdown/Spectre, coincidência ou essas falhas estão causando mais estragos do que o divulgado?

  2. Esta será a primeira versão do Windows disponível apenas em 64 bits (apps 32 bits continuarão funcionando nela, porém).

    Ah, não, véio!

    Tou com medo disso. Galera falando “eu quero instalar o Windows 11”, aí chegar no cara e falar “Não dá, pq só roda em 64 bits!, e até explicar pro leigo que o PC dele defasou…

    (Não sei o requisito mínimo para o Win 11, mas de fato mesmo o Windows 10 matou muito o suporte a parte dos equipamentos de 15/20 anos atrás. Tipo os LGA 755 e os AM1/2. Sinceramente odeio obsolescência programada.)

    Outro ponto: sinto que o Win 11 vai ter algum tipo de bloqueio de uma tentativa de ativação do Windows que não seja a original. Pelos relatos de bug devido a falta do TPM (Trust Plataform Module), provavelmente a MS quer atrelar o Windows ao hardware de forma definitiva, usando algum bloqueio de hardware tipo Apple (o EFI). Jogou fora o PC? Windows vai junto e tu só compra windows novo com PC novo.

  3. Espero que a Microsoft dê uma boa faxinada na interface (quase como o que a Apple fez com o Big Sur). No W10, atualmente tem muita inconsistência de legado das diferentes ideias visuais antigas, ficando uma bagunça visual.

  4. A compatibilidade com alguns apps Android por meio da integração com a Amazon AppStore também parece interessante! Aumenta o leque de jogos que serão possíveis de se acessar pelo Windows. Eu mesmo uso uns 2 apps que não tem versão pra Windows nem web. Seria bacana poder acessar no PC.

  5. Achei bonito!
    Tomara que não siga aquele ciclo de uma versão boa do Windows sempre precede uma versão ruim (WinXP = Bom, WinVista = Ruim, Win7 = Bom, Win8 = Ruim, Win10 = Bom, Win11 = …)

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário