Dois homens, em poses diferentes, usando cuecas pretas da Insider, um em cada canto da imagem. No centro, a frase: “A cueca mais confortável com 12% Off. Cupom MANUALDOUSUARIO12”

O primeiro celular com tela dobrável interessante

Duas mãos segurando o Oppo Find N (esquerda) e o iPhone 13 Mini, lado a lado. Ao fundo, um escritório típico desfocado.
Imagem: MKBHD/Reprodução.

O Oppo Find N é o primeiro dobrável que chama a minha atenção. O formato é similar aos aparelhos da linha Galaxy Fold, da Samsung. O que torna ele atraente são suas dimensões diminutas.

Fechado, o Find N tem o mesmo tamanho (exceto espessura) de um iPhone 13 Mini: 132,6 x 73 mm (altura x largura, contra 131,5 x 64.2 do celular da Apple) e uma tela de 5,49 polegadas. A foto acima é do canal MKBHD. Ao abri-lo, o usuário se depara com outra tela maior, como era de se esperar, de 7,1 polegadas. O ganho em área visível ao passar da telinha externa para a interna grandona é de 29,3%.

O problema é a espessura, mais que o dobro de um iPhone 13 Mini (15,9 contra 7,7 mm), o preço (a partir de ~US$ 1,2 mil) e o fato de que o Find N só será vendido na China, com o Android chinês da Oppo/BBK.

O conceito “telinha pequena por fora e telão ao desdobrá-lo” tem apelo; já o do “telão externo e telão ainda maior dentro”, o único disponível até agora pelos proponentes dos dobráveis, em especial a Samsung, não muito. Talvez daqui a uma década, quando a indústria resolver problemas críticos do modelo, como a fragilidade das telas que dobram e a espessura desses aparelhos quando fechados, um celular assim se torne interessante. Via MKBHD/YouTube (em inglês).

Deixe um comentário

Seu e-mail não será publicado. Dúvidas? Consulte a documentação dos comentários.

1 comentário

Compre dos parceiros do Manual:

Manual do Usuário