Banner com ilustração de bonecos coloridos com cabeças de objetos, e a frase 'Ajude a financiar um lugar legal na internet'.

Office 2021, em compra única (sem assinatura), chega no final do ano

Faz alguns anos que a Microsoft mudou o modelo de negócio do Office, passando a vendê-lo em uma assinatura no Office/Microsoft 365. Em paralelo e com menos destaque, porém, aquela versão com preço fechado, pago uma única vez, continua disponível e sendo atualizada em um ritmo mais fraco. A próxima versão será o Office 2021, para usuários domésticos e pequenas empresas, que deve chegar ao mercado até o fim do ano, junto ao Office LTSC, esse vendido para grandes empresas e com prazo de suporte estendido (cinco anos).

Pode parecer tentador livrar-se de uma assinatura, mas será que vale a pena? Para usuários domésticos, o Office 2019 Home & Student (versão mais recente) custa R$ 499 comprando direto da Microsoft. Em promoções do varejo, dá para encontrar cartões de anuidade do Microsoft 365 por menos de R$ 100 — e, além dos aplicativos do Office sempre atualizados, o pacote ainda inclui 1 TB de espaço no OneDrive e 60 minutos por mês no Skype. Sei não. Via Microsoft (em inglês).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

17 comentários

  1. “…mas será que vale a pena?”
    Vale, porque vc paga por algo que é seu pra sempre. No outro, vc não tem nada e é refém.

    1. Para sempre vírgula, em alguns casos… Quando houver atualizações de plataforma/SO significativas corre-se o risco de parar de funcionar…

      1. Teoricamente pode comprar um cd do Office 2000 hoje e usar em um Windows 7 – Windows 10 terá com certeza algum tipo de bloqueio.

        Office 2007 acho que é um dos poucos que conheço que ainda funciona em Windows 10.

    2. Assim, na minha opinião só vale a pena nos casos de quem não assina nenhum serviço de nuvem, ou utiliza nuvens gratuitas até o espaço ofertado, ou assina os mais baratos da Apple/Google, que estão na faixa de 5 a 10 pila, ou precisa de um espaço maior de 1TB, já que as os planos mais caros de Apple e Google são de 2TB, ou, ainda, precise/use um serviço diferente em razão de trabalho ou outro motivo.

      Caso contrário, assinar um espaço de 2TB do Google ou de 2TB da Apple sai mais caro que o da Microsoft, e ainda sem o office. Seria gasto o valor da compra do Office e ainda o serviço de nuvem, que é mais caro que a assinatura Microsoft.

      Icloud: R$ 34,90/mês (dá R$ 418,80 por ano, não achei se tem plano anual)
      Google One: R$ 34,99/mês ou R$ 349,99/ano
      Dropbox: U$ 11,99/mês ou U$ 119,88/ano
      Amazon Cloud Drive 1TB: 1 TB U$6,99/mês ou U$ 59,99/ano
      Amazon Cloud Drive 2TB: U$ 11,99/mês ou U$ 119,98/ano
      Spideroak 2TB: U$ 14,00/mês ou U$ 149,00/ano
      Bo ilimitado: U$ 20,00/mês ou U$ 180,00/ano
      MS Family: R$ 29,90/mês ou R$ 299,00/ano

      Os serviços cobrados em dólar flutuam seu valor em real a cada mês a depender da cotação. É verdade que mesmo os cobrados em reais eventualmente o dólar influencia, mas não é uma variação mês a mês.

      Reforço, pra quem usa um serviço de nuvem diverso, vale a pena comprar, já que o custo vai ser amortizado nos vários anos até surgir uma atualização, e isso caso a pessoa queira a atualização, pois eu mesmo vinha utilizando o Office 2007 desde quando comprara até ano retrasado, quando procurei um serviço de nuvem para assinar e aí seguindo o raciocínio desse meu comentário assinei o da Microsoft.

  2. Anuidade por menos de 100 reais?! Caramba, como criar alerta para isso? Na renovação automática custa 299

      1. Assino o Family, aí dia desses vi uma dessas na amazon, acho que taá 99,00, comprei já duas licenças… qd chegou vi que era o personal e ainda consegui devolver hahaha.

        1. Vc pode adicionar o Personal na sua conta Family (desde que tenha uma assinatura Family ativa). A diferença é que ao invés de 12 serão adicionados 9 meses.

  3. Sempre aparece promoções do Home & Student por cerca de R$ 130. Pra mim, que não uso a nuvem da Microsoft, compensa.

    1. No meu caso, eu assino justamente por causa do OneDrive. Pegando a assinatura familiar e dividindo com mais 5 pessoas, o preço mensal fica bem competitivo, menor do que outros serviços concorrentes (299/6/12 = R$ 4,15 por mês por pessoa). E se considerar que tem assinaturas no varejo que saem na promoção, o preço é menor ainda. E no final das contas, o Office vem de “brinde”.

      1. Pois é. Também assino o office por conta do one drive. De longe o jeito mais barato de fazer backups aqui no Brasil.

      2. Pois é, é o meu caso. É como se fosse assinar o Onedrive e ter o Office de brinde. Eu fiz a análise dos custos benefícios das nuvens dos concorrentes, e a da Microsoft é de longe a melhor.

        Até porque eu usava o Office 2007 Home e Student comprado láááá atrás e era suficiente pra mim. Como não uso PowerBI nem nada muito avançado, não fazia questão de comprar o office.

        No varejo tenho conseguido uma média de R$ 160,00 por ano.

      3. Eu usei o Microsoft 365 por aproximadamente 5 anos e era ótimo, principalmente pelo OneDrive.

        Ano passado, com a pandemia, decidi cortar alguns gastos. Quando vi que:
        1) meus documentos mais importantes cabiam num pendrive;
        2) embora a sincronização com a nuvem seja ótima, eu não precisava estar sincronizado o tempo todo, graças ao pendrive
        3) eu só usava o Office da empresa. Pra assuntos pessoais o LibreOffice atende
        4) tinha sincronização gratuita das fotos para o Google Photos (isso acabou, vou precisar pensar numa alternativa, de referência grátis (talvez becapear vez por outra as fotos do celular no pc))

        Tendo isso em mente cancelei há quase um ano e ainda não senti falta.

        Sobre os 60 minutos de Skype, em todos os anos, nunca usei. Até tentei pra aproveitar o máximo a assinatura, mas no meu caso, as chamadas de voz do Whatsapp atendem bem.

        1. No meu caso, devido à fotos e vídeos pessoais que não estão no Google Photos (só mantenho lá de fato as fotos tiradas com o celular e vídeos), não caberia em um pendrive, talvez caberia em um HD externo, mas aí o fator praticidade pra mim pesa muito:

          1) Tenho meus arquivos sempre à mão, mesmo que na nuvem, em qualquer dispositivo. Ao invés de guardar tudo em um HD externo, que eventualmente eu poderia esquecer que eles existem. E que eu teria que guardar, depois quando precisasse teria que pegar o HD, conectar no PC, procurar os arquivos, etc…
          2) Deixo um pendrive/HD externo de fato apenas para transporte de arquivos, evitando ocupá-los com arquivos importantes, e que poderia correr o risco de perdê-los ou até do dispositivo dar defeito. Às vezes eu preciso de um pendrive livre pra formatar um PC ou algo assim, então já fica mais fácil se ele não tiver arquivos importantes.

          Eu sei que não é recomendável manter todos os meus arquivos em um lugar só, principalmente em um serviço na nuvem que é de terceiros, e que eu deveria manter um backup local (lembrando a máxima: quem tem um backup não tem nenhum). Mas aí já é um outro problema que tenho que administrar comigo mesmo :P

          E sobre o Office e o Skype, eles nunca foram um motivo principal para ter assinado o Microsoft 365. Trato eles como um “brinde”, que eu uso às vezes mas que facilmente poderia substituir por outra ferramenta. Eu só uso o Microsoft 365 por ser o mais barato dentre as alternativas disponíveis mesmo. Se houvesse uma alternativa equivalente mais barata, sem o Office e o Skype, migraria facilmente.

          1. Legal Diogo!
            Sem dúvida, ter os arquivos na nuvem é muito prático mesmo!

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!