Os novos emojis de 2021/2022

Tela com fundo verde e os novos emojis esparramados sobre ela.
Imagem: Emojipedia/Reprodução.

Os emojis da temporada 2021/2022 foram revelados e o site Emojipedia criou artes para antecipar o visual deles. Novas expressões, com destaque a um emoji derretendo enquanto sorri (bem a tempo da catástrofe climática!) e um batendo continência (imagine os lixões radioativos onde este fará sucesso); gestos com as mãos, como o do coração; emoji da grávida para outros gêneros; boca mordendo o lábio inferior; bateria quase acabando; corais, entre outros.

Empresas que trabalham com emojis, como Apple, Facebook e Google, devem começar a atualizar seus sistemas com os novos a partir do fim deste ano. Via Emojipedia (em inglês).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 comentários

  1. Uma coisa que acho meio chato, quando não ruim de pensar como debater, é entender o significado de “bater continência”. Vejo até civís de boa usando a continência como cumprimento (mas não do “jeito militar”, mão reta e movimentos “quadrados”, “sentido!”; mas sim movimentos mais suaves e tipo como se fosse “vai em paz! Siga seu rumo!”).

    Entendo hoje a repulsa ao meio militar, algo que sinceramente espero que depois desta tempestade política, o Brasil possa discutir formas de mudar isso, expurgar o meio militar… mas divago.

    Eu também não consegui entender se é um emoji de “continência” ou de “estou olhando para / estou tirando o sol da vista”.

    (A se pensar que tem o símbolo do “OK” com a mão que hoje, feito de uma forma diferente (ou dependendo do contexto) – não consigo identificar direito como é , vira o “WP” (White Power) (acertei?) do movimento de ódio. Isso acho que sim, é um porre.)

  2. Não entendi pq “homem grávido”, nada sobre aceitação ou discriminação. É só que eu não sabia que já é possível de acordo com a ciência. Ou é só pra incrementar as possibilidades nas conversas?

    1. Não sei como se desenvolveu o debate em torno desse emoji, mas faz tempo que o Consórcio Unicode vem trabalhando a expansão de gênero nos emojis. E acho que é por aí mesmo, de incrementar as possibilidades das conversas. Alguém comentou no Twitter que poderia ser um emoji de “buxin cheio”. E não é como se os emojis precisassem ser cientificamente corretos, né? Eu achei legal :)

      1. Muito bom o artigo, não me passou pela cabeça à possibilidade de uma mulher virar homem e ainda assim querer ter filhos. Ótimo exemplo, obrigado.

        1. a mulher “não virou” homem: sempre se tratou de um homem num corpo socialmente percebido como feminino

          há homens trans e homens cis: ambos são igualmente “homens”

          o que define “homem” e “mulher” não é uma configuração fisiológica: as pessoas são o que são independente daquilo que é automaticamente associado a seus corpos

          1. Não conheço a história. Se você conhece, me desculpe. Mas não vou enfeitar palavras pra agradar. No entanto, qualquer pessoa tem meu respeito e já adianto que cada um vive como quer e não me incomoda até porque não tem motivo.

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário