Anúncio Conheça a máscara antiviral que desativa os vírus em até 5 minutos
No início de setembro, quando anunciei meu novo trabalho, sofri ataques de todos os tipos, […] até ameaças de estupro, morte e julgamentos por expor situações mais tensas. […] Devido a todos esses ataques, a Microsoft encontrou como melhor opção me desligar do cargo de apresentadora para que eu não esteja mais exposta a situações como essas que se passaram.

— Isadora Basile, ex-apresentadora do canal Xbox Brasil.

Conceito curioso, esse da Microsoft, de prejudicar a vítima para “defendê-la”. No Twitter, o perfil oficial do Xbox disse que a demissão se deu por “algumas mudanças em nossa estratégia de conteúdo original de Xbox no Brasil”. Ainda que seja o caso (uma infeliz coincidência), continua zoado, no mínimo falta de tato abandonar uma funcionária, no cargo há menos de dois meses, vítima de ameaças de estupro e morte. Sem falar que o desfecho dá poder à parte desprezível da sua base de fãs. Via @IsadoraBasile/Twitter.

Ao The Enemy, Isadora disse que a orientação para demiti-la veio do time global da Microsoft.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 comentários

  1. Um absurdo. A empresa deveria é dar suporte, tentar encontrar as pessoas que fizeram as ameaças nos seus fórum e banir todas, além de passar todos os dados para a polícia

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!