Kindle com caneta e suporte a escrita na tela é anunciado pela Amazon

Foto de um homem segurando e escrevendo em um Kindle Scribe com uma caneta, em um gramado.
Foto: Amazon/Divulgação.

A Amazon anunciou um punhado de novos produtos nesta quarta (28). Destaque para o Kindle Scribe, nova versão do tablet de leitura da Amazon que permite escrever na tela — ainda e-ink, com 10,2 polegadas, 300 pixels por polegada e iluminação.

Segundo a Amazon, o Kindle Scribe recebe documentos de celulares e computadores, faz anotações em PDFs e deixa comentários em documentos do Word. A partir de 2023, será possível enviar documentos a ele a partir do Word.

Lá fora, o Kindle Scribe custará US$ 339, valor que o coloca no terreno do iPad de entrada (US$ 329 sem caneta, US$ 428 com a caneta). Um concorrente mais direto, como o reMarkable 2, é um pouco mais mais caro (US$ 378 com a caneta “básica”).

O Kindle Scribe não consta na enxuta lista de produtos que chegarão ao Brasil num primeiro momento. Via Amazon (em inglês).

Newsletter

O Manual no seu e-mail. Três edições por semana — terça, sexta e sábado. Grátis. Cancele quando quiser.

Deixe um comentário

É possível formatar o texto do comentário com HTML ou Markdown. Seu e-mail não será exposto. Antes de comentar, leia isto.

7 comentários

  1. Tenho interesse mas não sei se compensa pelo preço. Também é conhecida a dificuldade que os PDFs têm no Kindle. Será que melhoraram o suporte?

    1. Eu acho que só pelo tamanho da tela já vai ser muito melhor pra ler pdf. Também tenho muito interesse, mas o preço tá alto demais. Vou esperar alguns anos até ter uma versão mais barata ou os chineses chegarem aqui com os e-readers com caneta que eles produzem há anos.

  2. “Lá fora, o Kindle Scribe custará US$ 339, valor que o coloca no terreno do iPad de entrada (US$ 329 sem caneta, US$ 428 com a caneta). Um concorrente mais direto, como o reMarkable 2, é mais barato (US$ 279).”

    O reMarkable 2, embora mais barato, cai naquela questão da ausência do ecosistema. Quanto ao iPad, lembrando ainda que se o objetivo for apenas escrever, há canetas mais baratas que a original. As telas eInk são fantásticas para leitura, mas não sei se eu trocaria a praticidade de um dispositivo que faz quase tudo por um que faz bem menos. Opinião pessoal, no entanto.

    1. Realmente, se o patamar de preços estiver assim, o ipad vai ser um concorrente indireto de peso. Espero que com o tempo,o preço se ajuste, pois o produto tem potencial.