Ex-funcionários do WhatsApp lançam novo aplicativo de mensagens e rede social

Neeraj Arora e Michael Donohue, ex-funcionários do WhatsApp pré e pós-aquisição pelo Facebook, lançaram um novo aplicativo, o HalloApp. (Em novembro de 2020, para ser exato, mas só agora estão aparecendo na imprensa.) Apresentado como “a primeira rede de relacionamentos reais”, é uma espécie de mistura entre WhatsApp e Instagram, mas sem os piores incentivos de ambos. Do blog deles:

Sem anúncios. Sem robôs. Sem curtidas. Sem trolls. Sem seguidores. Sem algoritmos. Sem influenciadores. Sem filtros de fotos. Sem “fadiga do feed”. Sem desinformação se espalhando como fogo em palha.

Os contatos são os da agenda do telefone (igual ao WhatsApp) e é possível criar conversas individuais, em grupos ou publicar fotos e textos para toda a lista de contatos. O visual é agradável, quase minimalista, com opções óbvias e limitadas. Só falta o português como opção de idioma, uma ausência notável dada a popularidade do WhatsApp e de redes sociais no Brasil.

Em junho, escrevi: “Lendo a parte em que o Instagram copia os stories do Snapchat, no livro da Sarah Frier, e o papel que as celebridades tiveram nesse episódio, pensei que seria legal um app de stories só para quem você tem na lista de contatos. Aí lembrei do WhatsApp. Os caras não dão uma brecha.” O HalloApp parece exatamente isso, e mais.

Já baixei e instalei. Pode não dar em nada? Sim, mas a proposta, pelo menos, é muito interessante. Tem para Android e iOS.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

8 comentários

  1. Valeu a dica.
    Porém, não fiquei muito empolgado. Li a política de privacidade e me parece que a forma de fazer dinheiro é bem semelhante aos demais, e se dá pela coleta das nossas informações e uso do aplicativo. Inclusive conta com o google analytics numa parte do processo. Assim não dá, continuaremos na mesma e com um aplicativo a mais para gerenciar.
    Abraço.

  2. Engraçado, eu consigo baixar pelo link da play store, mas pesquisando no app da loja não aparece aqui.

  3. hmmm, achei interessante.
    Vou pesquisar mais a fundo, mas gostei do visual e da proposta. Sem contar que tem apenas 7,1 MB, dentro dos padrões para um mensageiro instantâneo que se propõe a ser um mensageiro instantâneo.

  4. Sei não. Boa parte das promessas do app me parecem promessas furadas: coisas que não dependem do app em si, mas das pessoas que o utilizam. Como o Ghedin falou, o Whatsapp parece exatamente com esse HalloApp, e olha a fama de desinformação que o Whatsapp tem.

    Pra mim, o maior diferencial que as redes sociais e aplicativos de mensagens podem ter hoje em dia é a possibilidade de filtrar e segmentar (dividir) o que você vê. Twitter e Telegram permitem isso, com as listas de seguidores e grupos de conversas. Coincidentemente (ou não), nenhuma rede do Facebook permite um controle do usuário sobre o feed (o Facebook tem até um lance de “favoritos”, mas convenhamos que não é suficiente).

O site recebe uma comissão quando você clica nos links abaixo antes de fazer suas compras. Você não paga nada a mais por isso.

Nossas indicações literárias »

Manual do Usuário